Meus Sermões

TRANSFERÊNCIA DE RIQUEZAS
Isaías 45.3

 

Introdução
Falar sobre vida financeira, às vezes, é muito polêmico – o fato, porém, é que a Bíblia tem muito a ensinar nesta área.Quero mostrar algumas verdades e princípios.
Ex 12.35,36: “Os israelitas obedeceram à ordem de Moisés e pediram aos egípcios objetos de prata e de ouro, bem como roupas. O Senhor concedeu ao povo uma disposição favorável da parte dos egípcios, de modo que lhes davam o que pediam; assim eles despojaram os egípcios”.Esta é a experiência de Israel na saída do Egito (cativeiro mais de 400 anos e crises com Faraó).
Humanamente falando seria impossível sair com qualquer coisa; só de sair já seria grande lucro!
Deus interveio e o povo saiu repleto de recursos!
A igreja precisa de recursos para obra de missões, dar aos pobres... e Deus (que é o dono do ouro e da prata) vai providenciar tudo o que precisamos!
  
Desenvolvimento
A quem pertencem as riquezas?
Ag 2.8: “Tanto a prata quanto o ouro me pertencem”, declara o Senhor dos Exércitos”.Sl 24.1: “Do Senhor é a terra e tudo o que nela existe, o mundo e os que nele vivem”.Não é necessário muito tempo para provar que a Deus pertence tudo.
Deus criou o mundo e o entregou ao homem para que dominasse e governasse sobre ele (mas o homem passou o governo do mundo às mãos de Satanás).
Deus quis que Adão fosse dono de todas as coisas, mas ao pecar perdeu esta autoridade Ao morrer na cruz, Jesus retomou o direito legal de tudo – retomou do diabo e entregou à Igreja o mesmo domínio que Adão tinha.Deus faz chover e traz sol sobre todos (incrédulos como crentes), mas é Pai somente dos filhos – tem para conosco um cuidado especial.Ef 1.3 diz que fomos abençoados com todas as bênçãos (incluem a parte financeira): “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes em Cristo”. Dt 28.2-14.Todas as riquezas pertencem a Deus e Ele entrega ao Seu povo estas riquezas para serem administradas com sabedoria em prol do Reino.
Quando se fala em bênção só pensamos em coisas espirituais: Salvação, paz, vida eterna...
Mas Deus deseja ver Seus filhos com saúde, bem empregados, alimentando-se corretamente, estudar em boa escola, vida digna...
Sempre que a Bíblia fala de bênçãos Seus filhos, ela fala de boas colheitas, de chuvas para a terra, fala de ovelhas, plantações, esposa abençoada, filhos abençoados. É o plano de Deus!

Mas onde estão as riquezas hoje?
Grande parte na mão dos ímpios que têm explorado o pobre, donos de cassinos, falsa igreja...
Isto precisa mudar para que a igreja de Jesus venha a fazer o que precisa nestes dias finais de história.

Como elas irão retornar?
De várias maneiras. Deus mesmo está tomando as providências para que as riquezas venham para as mãos do Seu povo.
Is 45.3: “Darei a você os tesouros das trevas, riquezas armazenadas em locais secretos, para que você saiba que eu sou o Senhor”.Deus vai transferir dos ímpios, tesouros para Seus filhos por meios variados: Voluntários, vendas facilitadas, falências...
Pv 13.22 declara: “...a riqueza do pecador é armazenada para os justos”.Também pela oração: podemos pedir a conversão de pessoas ricas, empresários, industriais.

Qual a finalidade desta transferência de riquezas?
É para a obra do Senhor:
Suprir as necessidades missionárias;
Recursos para os pobres (viúvas e órfãos): prestar serviços gratuitos como médicos, dentistas, oftalmologistas, advogados, engenheiros...

Que impede isto de acontecer? 
...a maldição que está sobre a terra:
Ml 3.8-12: “Pode um homem roubar de Deus? Contudo vocês estão me roubando. E ainda perguntam: Como é que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Vocês estão debaixo de grande maldição porque estão me roubando; a nação toda está me roubando. Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova, diz o Senhor dos Exércitos, e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guarda-las. Impedirei que pragas devorem suas colheitas, e as videiras nos campos não perderão o seu fruto, diz o Senhor dos Exércitos. Então todas as nações os chamarão felizes, porque a terra de vocês será maravilhosa, diz o Senhor dos Exércitos”.Vários fatores levam a terra ser amaldiçoada: o pecado trouxe maldições sobre a terra (a desobediência impede que as bênçãos sejam liberadas).
As bênçãos de Dt 28, Deus afirma, viriam como resultado da obediência à Sua Palavra.
O Brasil sofre economicamente por essa razão: pecados cometidos em nosso chão – exploração do índio, escravidão, candoblé, padroeira...A maldição da terra só será quebrada com os dízimos – e só os crentes tem a chave para abençoar o Brasil (o dízimo quebra a maldição do devorador).Alguns filhos de Deus vivem em miséria, escravos de dívidas e problemas financeiros (estão debaixo de maldição e muitas vezes nem sabem porquê).

Qual é a causa que mantém muitos filhos de Deus em cativeiro?
Não ser dizimista e nem ofertante liberal.
Não semear a prosperidade, Lc 6.38: “Dêem,e lhes será dado; uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem também será usada para medir vocês”.Ser desonesto nos negócios, na igreja, na família, Lc 16.10: “Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito”.Ser sonegador de impostos no geral (mesmo os injustos precisam ser pagos).
Jogos de loteria, baralhos, rifas, bingos... (Confiar no jogo é abominação contra Deus que provê, Is 2.6; Mq 5.12).
Maldições familiares e adquiridas: falências, fracassos, prejuízos...
Toda forma de exploração;
Dívidas (Rm 13.8: “Não devam nada a ninguém...”; 2Tm 2.4).Subornos (Sl 26.10).

O caminho da vitória é o oposto: arrependimento, busca do perdão e mudança de atitude – Decisões a serem tomadas:Ser dizimista;
Semear em solo fértil;
Ser honesto;
Ser cumpridor dos deveres;
Não praticar nem participar de qualquer espécie de jogo;
Quebrar as maldições da família, as maldições auto impostas e as lançadas por outras pessoas.
Ser justo;
Não fazer dívidas;
Não subornar.
  
Conclusão
Deus deseja que seus filhos vivam em vitória.
Que tomada de atitude você vai fazer?
   
Pr Walter Pacheco da Silveira - Ministrado na manhã de domingo, 21/06/2002, à Igreja Central em São Fidélis-RJ.