Meus Sermões

O QUE NOS IMPEDE DE SERMOS CONQUISTADORES
Deuteronômio 1:21-30

 

Introdução: 
Eu comecei a semana que se passou fazendo uma declaração muito importante para mim mesmo: “Me recuso a crer que o que Deus tem é só isso”. 

Esta declaração surgiu por causa de um desejo que tenho de conquistar mais. 

Sou muito grato a Deus por já me haver dado o que tenho, porém me recuso a crer que é só isso (se eu tivesse um caminhão, pode acreditar: no pará-choque dele estaria escrito aquela frase: “Não tenho tudo que amo, mas amo tudo que tenho”, só que eu acrescentaria: “e o que ainda não tenho, tô em busca!”). 

É que para mim há mais coisas a serem conquistadas! Eu creio, sinceramente, que o melhor de Deus para a minha vida, para a minha família, ainda está para ser conquistado, e eu não posso perder a oportunidade de conquistá-las. 

E isto, então, me levou a meditar um pouco neste livro da Bíblia, porque, conforme Deus me mostrou, há coisas que podem nos impedir de ser conquistadores (este, inclusive, é o tema do sermão hoje: “O QUE NOS IMPEDE DE SER CONQUISTADORES”. 

Às vezes ocorre de nos acomodarmos com pequenas conquistas na vida. Mas há pessoas que simplesmente não tem conseguido conquistar absolutamente nada. Eu quero ler para você Dt 1.21-30. 

Estas palavras foram ditas por Moisés ao povo de Israel, quando eles estavam à beira da Terra Prometida. Moisés está explicando PORQUE ELES ATÉ ENTÃO NÃO TINHAM CONQUISTADO NADA. 

Embora Deus lhes tivesse feito promessas e a terra fosse uma grande benção, toda uma geração perdeu a oportunidade de conquistá-la. 

Há muitas coisas que podem nos impedir de viver o melhor de Deus para nós. 

VAMOS APRENDER COM ESTA HISTÓRIA QUE, PARA CONQUISTAR O MELHOR DE DEUS PARA NÓS, ENTÃO, PRECISAMOS, em primeiro lugar: 

1. PÔR FIM À NOSSA FALTA DE DISPOSIÇÃO (v.26a) 
Na primeira parte do v.26, Moisés diz que eles "não quiseram" entrar na terra; “não quiseram tomar posse da terra” -NTLH. 

Isto mostra uma falta de vontade, de disposição. 

Ora, um cristão tem que ser alguém esforçado, que persegue seus alvos sem desanimar. 

Certa ocasião, Jesus estava falando para as pessoas: “Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus”, Lc 9.62. 

O autor da carta aos Hebreus, escreveu isto: “Nós não somos gente que volta atrás e se perde...”, Hb 10.39. 

E o apóstolo Paulo, autor de 13 cartas do NT, escreveu numa delas a respeito da sua missão. Ele disse: “É para realizar essa tarefa que eu trabalho e luto”, Cl 1.29. 

Meu amado: Será que você não está perdendo a benção por falta de disposição para lutar, para se esforçar por ela? 

Quero lhe dizer: As portas que dão acesso às bênçãos não se abrem automaticamente! 

...talvez você pense: “Ah! Basta que eu esteja numa igreja, basta que eu proceda bem, sendo uma boa pessoa, honesta, amorosa e responsável... então as portas vão se abrir e serei abençoado” – ninguém é abençoado apenas por estar bem intencionado; você precisa estar disposto a fazer esforço, a lutar pela posse da bênção! 

Sempre que íamos ao Shoping lá em São Paulo, o Davi se divertia com as portas: bastava aproximar-se 1 metro delas, que se abriam misteriosamente. Mas não é assim que se passa com a maioria das portas. Já reparou que há duas palavras que abrem muitas portas: "Puxe" e "Empurre". Isso significa: tome uma atitude, faça um esforço, mexa-se, que a porta vai se abrir! 

Muitas pessoas estão tendo poucas conquistas porque lhes falta esta disposição para se esforçar; elas se acomodaram... não querem entrar na terra, não querem se dar ao trabalho de lutar, não se esforçam por coisa alguma, e por resultado, não conquistam coisa alguma. 

Uma vez ouvi isto: “Se você faz o que sempre fez, conseguirá o que sempre conseguiu”. 

A falta de disposição nos impede de ser conquistadores. E a carência do mundo hoje é justamente esta: de pessoas conquistadoras. 

Dois professores de universidade afirmaram que uma nova espécie de homem está emergindo no Ocidente. É uma nova espécie, do tipo que come demais e, às vezes o alimento errado, e muito mais do que o necessário para o seu gasto de energia; e como resultado, adoece facilmente. Aqueles professores chamaram essa espécie de “homo sedentaurius” que, segundo eles, quer dizer: “Homem sentado”. 

O tipo de vida de muita gente é de fato assim: ...sentados na condução, sentados no escritório, sentados diante da TV... essa acomodação nos têm impedido de ser conquistadores! 

E a acomodação das pessoas têm sido tão grande que num escritório, a seguinte nota foi afixada no mural de avisos, bem à entrada do pessoal: “Chegou ao conhecimento da gerência, que funcionários que morrem no serviço, não estão caindo ao chão. Este procedimento deve terminar, porquanto se torna impossível distinguir entre a morte e o movimento natural dos empregados. Por isso, todo funcionário que for encontrado morto numa posição vertical será retirado da folha de pagamentos”. 

Esta engraçada nota encontra um paralelo entre muitas pessoas: elas podem ter gestos de que estão buscando, de que estão lutando e fazendo esforço para conquistar o melhor de Deus, mas sem ter um coração realmente disposto – quer dizer, por trás da aparência normal há uma falta de verdadeiro entusiasmo por uma conquista de Deus. 

Por isso que precisamos pôr um fim à nossa falta de disposição. Ela simplesmente não compensa. 

Um ditado popular diz que “Devagar se vai longe” ...mas, cá entre nós: demora um tempão! 

Você realmente quer o melhor de Deus para a sua vida? ...então ponha fim à falta de disposição, lute pela bênção. Amém? 

...PARA VIVER O MELHOR DE DEUS PARA NÓS, outra coisa que PRECISAMOS é... 
2. DAR UM BASTA À NOSSA REBELDIA (v.26b) 
Moisés diz também que eles foram "rebeldes", ou seja, desobedientes a Deus. 

O v.26 diz assim: “fostes rebeldes à ordem do Senhor, vosso Deus”. 

Rebeldia é desobediência (e esta pode ser a única explicação porque algumas pessoas não são abençoadas ou são só um pouco abençoadas). 

O bispo Marcelo Crivella declarou numa mensagem: "O segredo para vencer todas as barreiras e lutas nesta vida é obedecer". É fato isso: Quem não obedece, padece. 

Hoje, na igreja, precisamos resgatar o ensino da obediência! 

Sim, porque Jesus ordenou isso para a igreja. Ele disse: “Vão e façam discípulos de todas as nações” e falou “ensinando-os a obedecer”. Porém, infelizmente, a igreja ensinou outra coisa; ela passou muito tempo ensinando na Escola Dominical a História dos heróis da Bíblia, a Geografia dos lugares bíblicos... passou muito tempo ensinando que a Bíblia tem 66 livros... que o maior capítulo é o... enfim, a obediência deixou de ser ensinada e a população dos rebeldes cresceu. 

Amados: Deus tem princípios na Sua Palavra que devem ser obedecidos. 

Essas são todas as letras do alfabeto de Deus: “o-b-d-c”! 

Quando não obedecemos, perdemos a benção! 

Vamos ver alguns exemplos: 
Se desonramos pai e mãe, perdemos a benção de viver mais anos sobre a terra - Dt 5:16: “Honra a teu pai e a tua mãe, como o SENHOR, teu Deus, te ordenou, para que se prolonguem os teus dias e para que te vá bem na terra”. 

Se não entregamos os dízimos, perdemos a benção da prosperidade e abrimos portas à maldição - Ml 3:8-10: “Eu pergunto: "Será que alguém pode roubar a Deus?" Mas vocês têm roubado e ainda me perguntam: "Como é que estamos te roubando?" Vocês me roubam nos dízimos e nas ofertas. Todos vocês estão me roubando, e por isso eu amaldiçôo a nação toda. Eu, o Deus Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo, para que haja bastante comida na minha casa. Ponham-me à prova e verão que eu abrirei as janelas do céu e farei cair sobre vocês as mais ricas bênçãos”. 

Se prejudicamos o nosso corpo (com vícios, prostituição, etc...), somos destruídos - I Co 3:16,17: “Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês. Assim, se alguém destruir o templo de Deus, Deus destruirá essa pessoa. Pois o templo de Deus é santo, e vocês são o seu templo”. 

Quem não obedece, padece. (diga isso à pessoa do seu lado). 

Quero dizer mais: Se algum de nós é do tipo de pessoa que só obedece a Deus quando dá vontade, vai ser duramente repreendido pelo Senhor. 

Nós precisamos obedecer a Deus, quer tenhamos vontade ou não – obediência não é uma opção é mandamento! 

Um dos livros de sabedoria da Bíblia, (Eclesiastes 12.13), diz: “De tudo o que foi dito, a conclusão é esta: Tema a Deus e obedeça aos seus mandamentos porque foi para isso que fomos criados”. 

Marcos Witt conta num livro que escreveu, que quando era menino, quase todas as tardes a sua mãe o mandava ir à padaria comprar pão e leite. Marcos não soube dizer a quantidade exata de vezes em que não "teve vontade" de cumprir aquela tarefa, mas deve ter sido, provavelmente, mais de 1.337 vezes. Contudo, ele conta que nunca caiu na bobagem de dizer as palavras "Não estou com vontade" para a sua mãe. É que, se ele tivesse dito isso alguma vez, seu pai ou mãe teria pegado o cinto para lhe dar uma boa correção, e ainda lhe dizer: "Pois comece a ter vontade!" 

Deus manda obedecermos à Sua Palavra. Comece a ter vontade de obedecer! Amém? 

O melhor de Deus é conquistado quando damos um basta em nossa rebeldia e começamos a obedecer a Deus. 

...MAS PARA CONQUISTAR O MELHOR DE DEUS PARA NÓS, em terceiro lugar, PRECISAMOS: 
3. PARAR COM A MURMURAÇÃO (v.27) 
Sabe o que é murmurar? ...é "falar entre os dentes", é reclamar, queixar-se. 

Isso me lembra a boneca Emília, do Sítio do Pica-Pau-Amarelo. Emília é murmuradora como só ela. Outro dia meu filho estava assistindo ao programa, quando a boneca pensava em voz alta, dizendo algo mais ou menos assim: "Quanto mais penso na natureza, mais defeito encontro." Isso me deixou curioso e fui prá sala acompanhar a cena de perto. E logo a boneca exemplificou: "a vaca, por exemplo: por que a vaca tem dois chifres na frente e nenhum atrás?" E Emília murmurava: “isto não está certo! Os inimigos geralmente atacam por trás e não pela frente. Os chifres deveriam ser atrás”. E depois da vaca, Emília foi murmurar contra outras coisas. 

Não é essa a linguagem do cristão. Dos lábios do crente deve sair o louvor e a gratidão. 

Mas você encontra crentes murmuradores por aí. A Cristina Mel canta uma canção que descreve o "crente gelatina", um tipo que é mole demais, e por isso, vive reclamando, murmurando! 

Ouça: O problema disso é que quando murmuramos, nós damos lugar a ação de demônios, porque nossas palavras são sementes no reino espiritual (o você fala é como semear... um dia vai colher). 

Quero lhe mostrar uma parte da Bíblia (1Co 10.10) que, se referindo ao povo de Israel nos dias de Moisés, está escrito assim: “Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador”. 

Aquele verso fala de uma destruição causada por um anjo destruidor, (portanto, um anjo maligno), exterminador, um anjo de morte – são demônios (eles se alimentam de nossa murmuração e depois nos destroem)! 

Watson escreveu: "Nossa murmuração é música para o diabo". E ela tem sido bastante executada por aí. 

Aqui mesmo na cidade, o maior período de murmuração que eu já vivi foi aquele em que ficamos sem água por 15 dias ou quase... o diabo gostou tanto da música que depois, não houvesse bastado a falta da água, ficamos também sem energia elétrica por dois dias! Está lembrado? 

Eu tenho comigo que a murmuração é um pecado de nossa cidade perante Deus. Vivemos numa terra onde o calor é intenso. É a natureza do lugar! Mas como os fidelenses, os nascidos nesta terra, murmuram contra o calor. Mas no final do ano passado choveu praticamente uma semana inteira. Contemplando aquela chuva mansa que estava caindo, o Senhor me falou naquela ocasião: "Esta cidade reclama muito de chuva. Esse é um povo murmurador". 

Se queremos o melhor de Deus para nossas vidas, amados, precisamos parar com a murmuração! 

A murmuração (contra Deus, contra a vida, contra os líderes, contra políticos...), a Palavra de Deus ensina: abre portas para espíritos destruidores atuarem em nossas vidas. 

Mas você quer conquistar o melhor de Deus? Então pare com a murmuração. 

A vontade de Deus é que aprendamos a viver agradecidos em qualquer situação - I Ts 5:18: “sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões. Isso é o que Deus quer de vocês, por estarem unidos com Cristo Jesus”. 

Como expressou um poeta: "Não chores pelas coisas terem terminado. Sorria porque um dia elas existiram". - Luiz E. Boudakian – Isso é mais saudável e é o que Deus quer. Amém? 

Amados, PARA VIVER O MELHOR DE DEUS PARA NÓS, PRECISAMOS AINDA... 
4. LANÇAR FORA TODO O MEDO (v.28) 
O quarto impedimento para a conquista foi o medo, foi o pavor que o povo de Israel teve diante dos seus inimigos. 

Medo, alguém disse, é derrota antecipada. 

Quando temos medo de enfrentar as situações e os demônios que estão por trás delas, somos impedidos de avançar. 

O medo de perder tira a vontade de ganhar. Eu aprendi isso. 

Uma vez, dirigindo o culto na igreja lá em São Paulo, o Espírito Santo me tocou para chamar uma senhora enferma à frente da congregação (ela tinha uma ferida na perna que não se cicatrizava e andava com um curativo constante), o Senhor me deu um toque para chamá-la perante todos e dizer à ela: “Senhora, retire esta atadura, porque sua ferida secou”. Quando eu ouvi isso de Deus, imediatamente me recusei, dizendo: “Eu não vou fazer isso, não! E se eu falar e não acontecer nada?” Eu tive medo e me calei. Fui pra casa sem comentar nada, nem com minha esposa, sobre o que tinha se passado entre eu e Deus naquela noite de domingo. Mas naquela semana, na terça-feira, eu estava sentado num ônibus à caminho de casa, quando à certa altura, aquela senhora entrou. Ela entrou alegre, jovial, pagou a passagem, (foi a primeira vez que vi uma pessoa pagar preço do ônibus com tanta satisfação)! Ela me viu sentado lá trás e lá da frente me saudou em voz alta “A Paz do Senhor, pastor!”, foi quando observei que não havia mais atadura em sua perna e, antes mesmo que eu perguntasse pelo que havia acontecido, ela se aproximou dizendo: “Veja, pastor, o médico me deu alta. A ferida secou. Estou curada!” . Eu me alegrei com ela, mas logo que me vi sozinho, eu lamentei. Eu disse: “Oh! Deus, o Senhor me pediu para dizer isto à ela no domingo perante todos, mas eu tive medo, e agora, por causa do meu medo, o Senhor deixou de ganhar vivas de júbilo por parte da igreja”. 

Sabe que é medo? ...é falta de confiança em Deus, é falta de fé. 

O medo impede que o sobrenatural de Deus opere em nosso favor - Tg 1:6,7: “...quem duvida é como as ondas do mar, que o vento leva de um lado para o outro. Quem é assim não pense que vai receber alguma coisa do Senhor”. 

Irmãos: Deus não age em quem está em cima do muro, na dúvida. 

A igreja muitas vezes se intimida, se acovarda. Outro dia li a história de uma igreja batista, uma igreja cujo culto de meio-de-semana era na quinta-feira. Por que será que é na quinta-feira? Aquele artigo explicava: é que ao lado do templo havia um centro de umbanda, e uma placa em frente que dizia: "Reuniões: segunda, terça, quarta, sexta-feira e sábado". Enquanto isso a placa da igreja batista anunciava: "Cultos: quinta-feiras e domingos". Exatamente os dois dias deixados livres pela macumba! Aquela igreja teve medo de conquistar espaços maiores e fracassou. 

Meus irmãos e irmãs: O melhor de Deus ainda está para ser conquistado. Não podemos ter medo de encarar os desafios, de encarar os inimigos... Amém? 

Por isso, se há medo no seu coração, se há medo na igreja – ele precisa ser lançado fora e destruído! 

E ouça: Um relacionamento intenso com Deus é que destrói todo medo que há em nós - I Jo 4:18 diz que “o verdadeiro amor lança fora o medo” e Paulo escreveu para Timóteo, dizendo (2Tm 1:7): “o Espírito que Deus nos deu não nos torna medrosos; pelo contrário, o Espírito nos enche de poder e de amor e nos torna prudentes”. 

Quando ganhamos intimidade com Deus, sentimos os braços de Deus por baixo de nós, e assim, não precisamos ter medo do que está diante de nós. 

Uma frase muito comum na Bíblia é "não temas"; ocorre 365 vezes em toda a Bíblia, o que dá uma para cada dia do ano. 

Irmão, não temas, não tenha medo – o medo nos impede de ser conquistadores... lance fora o medo! 

...Se sua companhia favorita é alguém mais medroso que você, mude de companhia! 

Dois viajantes encontraram um urso na estrada. O primeiro subiu numa árvore e se escondeu. O outro, apavorado, resolveu se jogar no chão e se fingir de morto. O animal chegou perto, cheirou as orelhas dele e foi embora. (Dizem que um urso não mexe com quem está morto). O que estava na árvore desceu e perguntou ao outro companheiro o que o urso tinha cochichado. “Ah! Ele me disse para não viajar mais com quem foge de medo”.

Conclusão
O que impede você de ser um conquistador? 
A falta de disposição? ...ponha fim nela! 
A rebeldia? ...dê um basta à ela! 
A murmuração? ...páre com ela! 
O medo? ...fora com ele! 

Amado: Só podemos conquistar o melhor de Deus se nos arrependermos dos nossos pecados e deixarmos que Ele governe nossa vida. 

Você Quer fazer isto agora??? 

Pr. Walter Pacheco da Silveira