Meus Sermões

HOMENS QUE ESTIVERAM COM JESUS
Atos 3

 

Introdução
Em Atos 3, pouco tempo depois de Jesus ter sido ressuscitado, Pedro e João foram ao templo para a oração das 3 horas. 
E, sabemos pelo v.2, que bem à entrada do templo, ficava assentado um homem que era mendigo e aleijado, aleijado desde o nascimento, o que significa dizer que esse era um homem que jamais deu um passo na vida e que, diariamente, tinha de ser carregado até à porta do templo para mendigar.

No v.3, quando esse mendigo viu Pedro e João entrando no templo, pediu esmola pra eles. Foi quando Pedro respondeu o que lemos no v.6: "Não tenho nenhum dinheiro, mas o que tenho eu lhe dou..." Aí, Pedro ministrou sobre o mendigo, dizendo: "pelo poder do nome de Jesus Cristo, de Nazaré, levante-se e ande".

E o v.7 diz que, instantaneamente, o homem foi curado, e louco de alegria, começou a correr pelo templo, pulando e gritando: "Jesus me curou! Jesus me curou!"

E o v.10 então, diz que todos os que estavam no templo ficaram maravilhados com o que viram. Reconheceram que aquele homem era o aleijado que, já há muitos anos mendigava por ali, perto do templo. 

E quando Pedro e João viram que uma multidão havia se formado, eles aproveitaram para pregar.
Veja o v.19, Pedro disse com ousadia,: "Arrependam-se e voltem para Deus, a fim de que ele perdoe os pecados de vocês". E milhares de pessoas foram salvas naquela ocasião, conforme lemos em At 4.4: "...muitas pessoas que ouviram a mensagem creram, e os homens que creram foram mais ou menos cinco mil".

Porém, enquanto Pedro e João pregavam, lemos no v.2, que o chefe da guarda do templo e alguns outros líderes religiosos do lugar "ficaram muito aborrecidos" ...ficaram bravos porque Deus havia feito um milagre através daqueles dois discípulos de Jesus - o v.3 diz, inclusive, que eles prenderam Pedro e João e os colocaram na cadeia.

E no dia seguinte, agora lemos no v.6, Pedro e João foram levados a juri. E todas as autoridades religiosas de Jerusalém estavam presentes - o v.7 dá o nome das autoridades mais importantes... as celebridades da época.
E eles perguntaram a Pedro e a João: "Com que poder ou em nome de quem vocês fizeram isso?"

Agora, que falsidade... esses homens sabiam perfeitamente em nome de Quem Pedro e João estavam pregando. 

Essas autoridades de Jerusalém, todos eles tinham visto o homem que era aleijado, correr pra lá e prá cá, gritando que Jesus o havia curado... essas autoridades tinham visto mais de 5.000 pessoas confessarem os pecados e invocar o nome de Jesus para a salvação... 

Eles sabiam que havia poder no nome de Jesus. Mas, propositalmente se fizeram cegos a isso e perguntaram pra Pedro e João: "Escutem: com que poder ou com a autorização de quem vocês fizeram isso?".

Então, vem o v.8 e mostra que, Pedro, cheio do Espírito Santo, ele falou: "...Autoridades e líderes do povo! Os senhores estão nos perguntando hoje sobre o bem que foi feito a este homem e como ele foi curado. Pois então os senhores e todo o povo de Israel fiquem sabendo que este homem está aqui completamente curado pelo poder do nome de Jesus Cristo, de Nazaré - aquele que os senhores crucificaram e que Deus ressuscitou...".

Diante disso, lemos no v.13, que "Os membros do Conselho Superior ficaram admirados com a coragem de Pedro e de João, pois sabiam que eram homens simples e sem instrução. E reconheceram que eles tinham sido companheiros de Jesus". 
Uma outra versão da Bíblia diz que aquelas autoridades "se maravilharam; e tinham conhecimento de que eles haviam estado com Jesus". 

Aquelas autoridades, diz esse v.13, que eles reconheceram que Pedro e João haviam estado com Jesus - a expressão "reconheceram", quer dizer: "perceberam através de um sinal perceptível, notório" que Pedro e João haviam estado com Jesus. 

É que poder do Espírito Santo tinha vindo sobre Pedro e João. E isso fez com que eles ficassem diferentes de todos os outros que estavam ali naquele tribunal. 
Esse poder de Deus sobre Pedro e João era tão óbvio, tão claro, tão evidente para todos, que o v.14 diz que, as próprias autoridades "não podiam dizer nada contra os dois".

E qual era mesmo o sinal que diferenciou Pedro e João? ...era a presença de Jesus. [diga depois de mim: "A Presença de Jesus"].

Pedro e João possuíam a presença de Jesus neles. 
Aqueles líderes religiosos concluíram: "Crucificamos Jesus. Mas, Ele ainda continua falando hoje - continua operando milagres, continua pregando arrependimento, continua tocando as pessoas - e faz isso através desses dois iletrados, desses dois sem cultura!" 

Veja: Pedro e João estavam testemunhando através da presença de Jesus em suas vidas. 

Irmão, esse será o poderoso método de evangelismo da igreja nestes últimos dias. O evangelho não será só pregado através de sermões. Será também pregado através de homens e mulheres que "estiveram com Jesus", que entraram no seu quarto e fecharam a porta, para ter um encontro com Jesus e ficar mergulhados em Sua presença, completamente envolvidos nela, de todo o coração e com toda a alma! 

Irmão, o Espírito Santo virá sobre homens e mulheres, virá sobre servos e servas, e fará com que sejam diferentes, e o mundo irá dizer deles: "Jesus foi crucificado, não foi? Jesus está assentado no céu à direita de Deus Pai, não está? Mas, é incrível: Ele ainda continua agindo hoje em dia, Ele continua fazendo maravilhas, continua abençoando pessoas - e faz isso através de homens e mulheres crentes!" ...o mundo dirá: "Já sei: tais pessoas estiveram com Jesus!" Aleluia!

Essa é a finalidade do "Quarto de Escuta": estar com Jesus.
Talvez você patinou na maionese, e não pegou ainda o que é o "Quarto de Escuta".

"Quarto de Escuta" é aquela atitude, aquela disposição da vontade, em entrar na presença de Deus para não apenas falar com Ele, mas também ouvi-Lo falar.

Agora, há três marcas que diferenciam aqueles crentes que têm estado com Jesus:

A primeira marca é que...
Eles Têm Fome Por Mais de Jesus
Os que gastam tempo com Jesus, nunca estão satisfeitos, sempre querem mais... querem conhecer a Jesus melhor... querem ficar mais próximos dEle.
A Bíblia diz que Deus repartiu "...a medida da fé... a cada um" (Romanos 12:3). 

O que é essa "medida"? Significa uma quantidade limitada. Em outras palavras, todos recebemos uma certa quantidade de conhecimento de Jesus. 

Mas essa é uma medida inicial, que deve ir aumentando no decorrer da nossa vida... 

O problema, porém, é que para alguns crentes, essa medida inicial é tudo o que vão querer para sempre. 
Muitos crentes, só querem de Jesus, o suficiente para ficarem livres do juízo final... só querem, por exemplo, uma hora na igreja todos os domingos, e nada mais do que isso. 

São crentes que estão no esquema de "manutenção da fé", dando a Jesus só o básico: um culto por semana, uma oração resmungada a cada dia, e talvez uma olhada do tipo "vapti-vupti" na Bíblia... 

Em resumo, são crentes que evitam chegar muito perto de Jesus, porque desconfiam que se lerem muito a Bíblia, ou se passarem algum tempo em oração, o Espírito Santo irá fazer algumas exigências que eles não querem cumprir. 
Mas a Bíblia revela o que Deus quer para cada crente: "...até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo..." (Efésios 4:11-15).

Mas a única maneira de amadurecer na vida cristã, é querendo mais de Jesus!

E quando o crente quer mais de Jesus, esse desejo, essa fome, é visível nele. 
Crentes famintos por Deus, falam sobre Deus, conversam sobre Deus... são, em geral, irmãos que entram fácil na dimensão do Espírito... eles sempre podem contar algo do seu tempo no quarto, passado com Jesus...

Mas, ouça a conversa de outros crentes: eles somente falam muito de esportes, muito de televisão, de Internet, de moda, de penteados...

Porém, os que estão fechados com Jesus, num quarto, estes estão sendo preparados para os dias à frente. 
Quando o mendigo viu Pedro e João se aproximando, pediu esmolas pra eles... porque é assim que se passa: crentes que têm estado com Jesus, são diferentes de todos os outros e têm algo mais do que esmolas para oferecer. Aleluia!

A segunda marca que diferenciam os crentes que têm estado com Jesus, é que...
Eles Têm Ousadia
Quanto mais uma pessoa fica com Jesus, mais ela se torna como Jesus, em pureza, em santidade, em amor. E isso cria nela uma grande ousadia para Deus. 
Esse v.13 revela isto: "Os membros do Conselho Superior ficaram admirados com a coragem de Pedro e de João". Eles viram ousadia em Pedro e em João.

Não tem aqui os detalhes daquela reunião das autoridades querendo condenar Pedro e João...
Porém, podemos imaginar aqueles homens entrando na sala com cerimônia, ocupando seus assentos aveludados, todos vestidos à caráter... e entrando com pose a fim de intimidar Pedro e João.

Mas Pedro e João não ficaram intimidados, em absoluto. Eles haviam estado com Jesus lá no cenáculo. 

Então no v.7, quando aquelas autoridades puseram Pedro e João em frente deles e perguntaram: "Com que poder ou em nome de quem vocês fizeram isso?", imediatamente é revelado no verso seguinte (v.8), que Pedro estava cheio do Espírito Santo. 
Isso significa que ele havia estado com Jesus e porque havia estado com Jesus, ganhou coragem, ganhou unção de ousadia, pelo que declarou isto que lemos no v.9: "Os senhores estão nos perguntando hoje sobre o bem que foi feito a este homem e como ele foi curado. Pois então os senhores e todo o povo de Israel fiquem sabendo que este homem está aqui completamente curado pelo poder do nome de Jesus Cristo, de Nazaré - aquele que os senhores crucificaram e que Deus ressuscitou. Jesus é aquele de quem as Escrituras Sagradas dizem: "A pedra que vocês, os construtores, rejeitaram veio a ser a mais importante de todas." A salvação só pode ser conseguida por meio dele. Pois não há no mundo inteiro nenhum outro que Deus tenha dado aos seres humanos, por meio do qual possamos ser salvos". 

Você conseguiu perceber a ousadia com que Pedro respondeu às autoridades?

Eles podiam se acovardar diante daqueles homens, mas não fizeram isso. Foram ousados em Deus e enfrentaram a situação...
Porém, crentes que não têm entrado no quarto e fechado a porta para estar com Jesus, quando são perseguidos, se acovardam, porque estão despreparados... porque não estiveram com Jesus e por isso, não ganharam coragem, não receberam unção de ousadia.

Por outro lado, quando um crente entra no seu quarto e fecha a porta e mantém um encontro com Jesus, ele recebe ousadia, e... aleluia! ...até os ímpios reconhecem que esta ousadia é vinda sobre o crente porque ele esteve com Jesus.

A terceira marca que diferenciam os crentes que têm estado com Jesus, é que...
Eles Têm Uma Evidência, Um Sinal Visível de Que Deus Está com Eles 
O v.13, registra isso claramente. Diz que as autoridades, "vendo a ousadia de Pedro e João e informados de que eram homens sem letras e indoutos, se maravilharam; e tinham conhecimento de que eles haviam estado com Jesus".
Havia em Pedro e em João, uma evidência visível de que Deus estava com eles... porque aquelas autoridades mesmas, diz a Bíblia, "reconheceram que haviam eles estado com Jesus".

Pedro e João devem ter visto o olhar de resignação no rosto do sumo sacerdote, quando este percebeu que eles haviam estado com Jesus. 

Pedro deve ter dado uma piscadinha de olho pra João e falado: "Ah! Se eles soubessem... eles só pensam que estivemos com Jesus algumas semanas atrás. Eles não sabem que temos estado com Jesus todos os dias e que acabamos de estar com Ele, agora à pouco, hoje de manhã, quando oramos na própria cela da prisão... Ah! Se eles soubessem que, assim que sairmos daqui, vamos direto nos encontrar com Jesus de novo, e junto com os irmãos!"

É isso que acontece com homens e mulheres que passam tempo com Jesus: Quando saem do quarto de escuta, quando saem do tempo gasto com Jesus, Jesus fica com eles por onde quer que forem. Aleluia!

Conclusão
Que se possa dizer de você: "Este homem, esta mulher, esteve com Jesus". E que ninguém possa negar isso.

Pr Walter Pacheco da Silveira, baseado em material de David Wilkerson