Meus Sermões

VALORES PERDIDOS EM CASA
Lucas 15.8-10

 

Introdução

Neste texto encontramos a história de uma casa em festa. É Jesus quem conta a história.

A personagem, uma mulher, reúne as suas amigas e as vizinhas, dizendo: “alegrem-se comigo”. Então, ela faz uma grande festa no bairro.

 

A alegria é grande, é contagiante, é alegria de mais da conta! E esta alegria está no lugar onde mais precisamos: em casa!

 

Precisamos muito da alegria em casa, porque quando existe alegria em casa, ao sair do trabalho, dá vontade de voltar pra casa... dar prazer sair da escola após as aulas e voltar pra casa; quando há alegria em casa, temos pressa de voltar pra casa...

 

Até trabalhamos melhor e produzimos mais, quando a nossa casa vai bem... nos estudos não é diferente: muitos vão mal na escola porque estão indo mal em casa.

 

Então, a história que Jesus conta, é cheia de verdade; aliás, Jesus é Mestre: as verdades destilam dEle.

E Ele está mostrando que há uma alegria no céu, por um pecador que se arrepende...

 

Jesus mostra isso, usando nesta história, a figura de uma mulher que tinha dez moedas e perdeu uma dentro de casa... e como cada moeda era importante para aquela mulher, ela então, se pôs a procurar pela moeda perdida até encontrá-la. E, encontrando a moeda, ela faz uma grande festa.

 

Jesus está mostrando: é isso que acontece no céu quando um pecador se arrepende... só que a festa lá é mais animada, é completa!

 

Esse fato, irmãos, eu penso, se encaixa muito bem com a realidade de muitas casas hoje em dia – onde algo de valor foi perdido e precisa ser procurado até ser encontrado, para que a alegria, a festa em casa, seja restaurada.

 

Essa mulher havia perdido dentro de sua casa uma moeda de valor.

Tem versões da Bíblia que chamam essa moeda de drácma, a moeda grega mais antiga, que equivalia a um dia de serviço bem pago na época...

 

Essa mulher, então, havia perdido dentro de sua casa um considerável valor... um dia de serviço!

 

Agora, e quanto a nós? ...e quanto às nossas casas? Quais os valores que temos perdido dentro de nossa casa?

Vamos pensar em alguns:

Será que, dentro da nossa casa, sumiu o valor do respeito?

Me pergunto se temos considerado o valor do outro: Temos tratado as pessoas da nossa casa com dignidade, com respeito?

Ou dentro da nossa casa é uma gritaria só... gritaria do marido com a esposa, dos filhos com os pais, dos pais com os filhos, dos irmãos entre si, na mais completa falta de respeito ou de educação?

 

Porque em muitas casas, hoje, tem havido gente egoísta, pessoas que pensam somente em si mesmas, procurando a qualquer preço passar os outros pra trás e, para conseguir isso, mentem, traem a confiança, pisam nos outros.

 

Quantos de nós terá perdido dentro da própria casa o valor do respeito?

 

2) Será que, dentro da nossa casa, sumiu o valor do carinho?

O carinho é uma manifestação do amor verdadeiro, assim como o respeito. E esse é outro valor, quem sabe, perdido dentro de casa!

Quando na família não há mais nenhuma demonstração de carinho... quando os familiares não se beijam, não se abraçam... quando a mulher destrata o marido e o marido a mulher, os filhos aos pais e pais aos filhos, quando ninguém elogia ninguém... é porque o valor do carinho sumiu.

 

Quantos hoje, dentro de casa, entram e saem sem dirigir palavra ao outro? ...eu gosto muito de ver retratos de família, mas quantas vezes vejo famílias unidas só no retrato!

 

Isso acontece porque o valor do carinho foi perdido!

 

3) Será que, dentro da nossa casa, sumiu o valor da espiritualidade?

Eu estou pensando em alguns valores: como a moeda perdida representava um valor para aquela mulher, há outros valores que podem estar perdidos dentro da nossa casa.

E será a espiritualidade? Porque em muitas casas, a vida espiritual se resume apenas em ter um culto para assistir aos domingos pela manhã ou à noite, em algum endereço na cidade.

 

E depois de tal culto, nada mais se fala sobre a vida espiritual... há casos da espiritualidade ter sido perdida, a tal ponto, que igreja, para a família, é só quando há casamento, batismo ou velório de alguém.

 

Alguns ainda voltam a pensar um pouco em Deus, quando enfrentam uma enfermidade ou passam por uma situação difícil... mas tirando isso, a vida espiritual é como a moeda que se perdeu dentro de casa: não há mais louvor, vida de oração ou leitura da Bíblia!

Esse é um valor que está perdido!

 

Quantos valores mais teremos perdido dentro de nossa casa?

Agora, como reencontrar os valores perdidos?

Nesse texto da Bíblia, a mulher perdeu, em sua casa, uma moeda de valor.

 

E nesse texto podemos aprender sobre as atitudes sábias que ela teve para conseguir de volta o valor que havia perdido.

 

Se estas atitudes forem imitadas por nós, também conseguiremos de volta os valores que estão desaparecidos dentro de nossas casas.

 

Que atitudes essa mulher tomou para ter de volta o valor perdido?

DECIDA SER O HERÓI DA SUA CASA

Observe comigo que essa foi a atitude número 1 da mulher! Lemos no v.8, que ela decidiu procurar, ela mesma, o valor perdido.

Que atitude mais sábia! Porque tem pais, tem chefes de família, tem pessoas que perdem algo de valor e cruzam os braços, esperando que os outros apareçam para dar um jeito na situação pra eles!

 

Os filhos estão rebeldes? ...mandam pra professora, mandam pro pastor dar um jeito nos filhos. Mas o que vemos nesse texto é a expressão da mulher “achei a minha moeda perdida”, porque foi ela quem procurou e achou.

 

Você tem alguma coisa que precisa ser restaurada em sua casa, em sua família?

Faça como fez essa mulher: resolva que, você mesmo, com a ajuda de Deus, vai se mexer, vai se mover para conseguir de volta aquilo que perdeu.

 

Talvez você até precise da ajuda de alguém, mas saia na frente... se mexa! Seja o herói da sua casa!

 

....outra atitude sábia para ter de volta o valor perdido dentro de casa:

2) VALORIZE OS PEQUENOS DETALHES

A mulher tinha dez moedas de prata, perdeu apenas uma. Ficou com nove, com a maioria, mas antes de perder mais outra, ela atentou para os detalhes – ela parou para costurar a carteira, ela foi atrás do pequeno prejuízo.

Você já viu cupim? ...não aquela peça de carne... falou cupim, alguns logo escutam “carne”, mas me refiro ao inseto!

 

O cupim é um pequeno inseto, é um detalhe, mas aos poucos corrói a estrutura de um grande armário. Você não pode ignorar a presença dele.

 

Esse é o princípio aqui: você quer ver de volta algum valor perdido dentro de sua casa? Valorize os detalhes: não esqueça de desejar um “bom dia” ao se levantar... não deixe de expressar um “parabéns” a alguém, não se esqueça de usar um desodorante e de escovar os dentes, não esqueça as datas especiais... enfim, valorize os detalhes.

Já imaginou se a mulher tivesse pensado assim: “Ah! É só uma moeda que se perdeu, eu ainda tenho nove comigo... deixa aquela pra lá!” Se a mulher tivesse pensado assim, teria ficado no prejuízo, até correndo risco de perder mais.

 

Você também fica no prejuízo quando não valoriza os detalhes.

 

...terceira atitude sábia para rever o valor perdido dentro de casa:

3) NÃO ACEITE A PERDA COMO NATURAL

Jesus conta, na sua história, que a mulher foi procurar a moeda perdida. Isto é, ela não se assentou na cadeira da comodidade dizendo: “a vida é assim mesmo! É comum perder uma moeda tão pequena. Deixa pra lá!”

Não! Essa mulher reagiu, se mexeu, foi atrás... ela procurou.

 

Quantos que perdem algo e se assentam na cadeira da comodidade, achando que o mundo é assim mesmo, não tem como melhorar, ou afirmando: “Meu marido não é carinhoso mesmo, deixa como está”. Ou: “Meu filho é rebelde mesmo, não tem conserto...”.

 

Tem marido perdendo a esposa, esposa perdendo marido, pais perdendo o filho, filhos perdendo os pais, e achando isso natural...

 

Não foi o caso dessa mulher... ela não aceitou a perda como natural.

Mas há muitos que aceitam... quantos que têm verdadeira riqueza perdida dentro de casa e não encontram de volta, porque também não procuram...  

 

Se você tem algum valor perdido dentro de sua casa (o valor do respeito, o valor do carinho, o valor da vida espiritual), decida agora mesmo, procurar um meio de salvar ou de rever aquele valor.

 

Não aceite a perda como natural, porque não é. Natural é você conquistar e administrar os seus valores.

 

...outra atitude sábia que aprendemos aqui para rever valores perdidos dentro de casa:

4) HUMILHE-SE PARA FAZER MUDANÇAS

A mulher, para achar a moeda perdida, varreu a casa. Ela apanhou a vassoura e levantou poeira. Foi varrer a casa até encontrar o seu valor perdido.

Sabe o que isso significa não é? ...é tirar o tapete do lugar, mover os móveis para outro canto. Varrer mexe com as coisas!

 

É humilhante para uma dona-de-casa ter as coisas fora do lugar para uma boa varrida... mas talvez, esteja faltando isso em nossa casa: uma boa varrida.

Uma varrida na boca, para falar somente aquilo que for bom, que edifica... uma varrida em nosso tempo, para remover da agenda tudo que impede nossa dedicação à família... uma varrida em nossa mente, nosso coração, para ser mais santo, mais puro!

 

A Bíblia diz (em Jo 16.8) que o Espírito Santo nos convence do pecado... Ele revela os cantos que precisam ser varridos dentro de casa, para que o valor perdido seja reencontrado. Seja humilde, aceite a revelação do Espírito Santo.

 

...para rever valores perdidos dentro de casa, outra atitude sábia é:

5) SEJA ZELOSO

Uma expressão fortíssima nesse texto é a parte final do v.8, onde Jesus conta o seguinte: que a mulher “varre a casa e procura [a moeda] com muito cuidado até encontrá-la”.

A mulher só parou de procurar pelo valor perdido quando o encontrou. Ela foi zelosa.

 

Há os que procuram por valores perdidos dentro de casa, mas procuram assim por cima... dão só uma olhada e dizem que não adianta procurar... procuram com má vontade, com preguiça... sem qualquer zelo.

 

Muitas vezes estão até perto de conseguir de volta o que foi perdido, mas não acham.

 

Se você quer a restauração de algum valor dentro de sua casa, tome isso como um ideal de vida. Não desista facilmente, procure até achar... seja zeloso.

 

...por fim, para rever valores perdidos dentro de casa:

6) SOBRETUDO ACENDA A LUZ

Esta é a decisão mais importante... foi a primeira coisa que a mulher fez: ela acendeu a lamparina, a luz. Porque no escuro não dá para achar nada!

Talvez você ainda não tenha encontrado o carinho que perdeu dentro de sua casa, ou o respeito, ou a espiritualidade, porque falta acender a luz. Jesus é a luz! Ele disse: “Eu sou a luz do mundo, quem me segue não andará em trevas...” (Jo 8.12). Você precisa de luz, todos nós precisamos de luz.

 

Por isso, quem se apegar à Jesus, vai ter sua vida, a sua casa iluminada, e isto é básico para encontrarmos os valores perdidos.

 

Tem pessoas sofrendo porque perderam preciosos valores em casa e, sofrem mais, porque estão procurando e não acham... estão cansadas, desesperadas e desanimadas. Mas se elas se apegarem à Jesus, Ele as iluminará e ajudará.

 

Estar apegado à Jesus é se entregar totalmente a Ele, deixando que Ele dirija a nossa vida e nos guie.

 

Conclusão

Abra o coração e deixe Jesus entrar e, você terá luz para achar de volta aquilo que foi perdido.

Pode ter sido o respeito, o carinho, a fé ou outro valor... se você tiver Jesus, você vai conseguir de volta o valor perdido!

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, 9.8.2009 – Fonte: Ministério Monte Sião