Meus Sermões

RENOVE SEU PENSAMENTO
Colossenses 3.1-4

 

Vocês foram ressuscitados com Cristo. Portanto, ponham o seu interesse nas coisas que são do céu, onde Cristo está sentado ao lado direito de Deus. 2Pensem nas coisas lá do alto e não nas que são aqui da terra. 3Porque vocês já morreram, e a vida de vocês está escondida com Cristo, que está unido com Deus. 4Cristo é a verdadeira vida de vocês, e, quando ele aparecer, vocês aparecerão com ele e tomarão parte na sua glória.

 

Introdução

Ao receber a Jesus como o nosso Salvador há uma parte em nossa constituição que se torna nova, “novinha em folha” – é o nosso espírito.

A Bíblia diz que todos os que estão em Cristo se tornaram novas criaturas, novas pessoas espirituais em Cristo.

 

Mas isto é no sentido espiritual porque, no mundo físico, no mundo natural, depois que uma pessoa se converte a Jesus, ela ainda precisa ter a sua mente, os seus pensamentos transformados... a mente precisa aprender a funcionar de acordo com a sua nova identidade espiritual.

 

Isso, porque, até que uma pessoa se converta a Jesus, a mente dela só pensa em termos naturais... os pensamentos dela só são para as coisas deste mundo: carro, roupas, esportes, aparelho de som, viagens, aposentadoria antes do tempo…

 

Mas a pessoa de mente espiritual, de mente renovada, enxerga Deus… pensa nas coisas de Deus.

 

Por isso, a renovação da mente é muito importante e necessária depois da conversão. (2)

O crente que quer viver com Deus, caminhar bem na sua fé e se alegrar nas muitas bênçãos de Deus, precisa ter a mente renovada em Deus.

 

Mas veja o que acontece: muitas pessoas experimentam o nascimento espi­ritual, nascem de novo, se convertem a Jesus, se tornam crentes, mas não renovam a mente.

 

Aí, elas ficam sem compreender direito os pensamentos de Deus... são crentes, mas não levam a vida segundo os pensamentos de Deus... e por esse motivo, ficam sem experimentar muito de Deus.

 

Quando nós não renovamos nossa maneira de pensar, até o modo de nos relacionarmos com Deu fica seriamente prejudicado.

Por exemplo. Um crente, com uma mente que ainda não foi renovada, diz assim: “Não entendo, fulano diz que entra no quarto(3), fecha a porta e se encontra com Deus. Vou lá pra ver... vou ficar de olho, escondidinho, pra ver quem vai sair primeiro!”

 

Então ele vai lá, dá uma espiada pela janela, vê o seu amigo e conclui: “É, eu sabia... ele diz que se encontra com Deus, mas é mentira... ele fica sozinho. Não tem ninguém lá!”

 

Como explicar isso pra uma pessoa que só pensa com sua mente natural?

Não é muito fácil... mas reflita um pouco: Você já viu seus pensamentos? Não, você nunca viu seus pensamentos. Então você tem a cabeça vazia... você não tem pensamentos.

 

Que isso? É claro que você tem pensamentos: você pode falar, você pode cantar, pode escrever, porque você tem pensamentos. Mas, você já viu seus pensamentos? Como poderia se eles estão em algum lugar no cérebro?

 

Bom, então, apesar de você não poder ver seus pensamentos, você sabe que tem pensamentos. Você não os vê, mas sabe que estão aí.

 

Pois é isso. Podemos nos encontrar com Deus apesar de não podermos vê-lO com os nossos olhos naturais.

Então, Deus é como os pensamentos: você não pode ver os seus pensamentos, mas eles estão aí. Deus é como o pensamento... não podemos vê-lO, mas ele está aí.

 

Agora me deixe fazer uma pergunta: Com que se parece Deus? Deus tem forma? Ele se parece com o ser humano?

Porque aquele amigo que entra no quarto para se encontrar com Deus, não faz isso no sentido natural, mas espiritual. Do ponto de vista natural ele está sozinho no quarto, mas do ponto de vista espiritual, no campo do pensamento, ele está com Deus.

 

Olhando segundo a carne, no natural, ele está no quarto sozinho, ele não pode tocar Deus com as mãos, não pode respirar Deus como se respira o ar... Deus não pertence ao mundo dos sentidos. Mas na ótica do espírito, na arena do pensamento, ele tá lá, tendo o seu encontro com Deus.

 

Às vezes tá no quarto lendo a Bíblia, tá fazendo oração, tá na comunhão com o Espírito Santo, mas no momento em que os pensamentos de Deus tocam os pensamentos dele, ali o encontro está acontecendo.

 

Por isso, se nós crentes, não renovarmos a nossa vida de pensamento(4), se não renovarmos a nossa mente, o nosso relacionamento com Deus fica prejudicado.

Muitos crentes ainda vivem com suas mentes antigas, e não consideram as realidades espirituais... não pensam nas coisas que são de cima, somente no natural. Uma pena, porque essa maneira antiga de pensar é limitadora.

Pra você experimentar mais de Deus é preciso que você renove sua mente.

 

Se você não renovar seus pensamentos, Deus não pode vir e ter comunhão com você.

 

Os pensamentos de Deus não habitarão uma mente poluída, do mesmo modo como os peixes e os pássaros não permanecem num rio poluído(5).

Lembra Novembro do ano passado? Cerca de 1.500 litros de pesticida se derramaram no rio Paraíba do Sul, lá na altura de Resende, e os peixes (naquele tempo) não puderam permanecer no rio. Somente depois, com as águas renovadas, os peixes voltaram.

 

Os pensamentos de Deus à uma mente renovada... por isso é preciso que você renove seu pensamento.(6)

Há três passos que você pode dar pra renovar seu pensamento; e é preciso que você siga esses passos a fim de conseguir uma renovação de sua mente.

 

O primeiro passo é: (7)

1- MUDE SEU PENSAMENTO DE UMA ATITUDE NEGATIVA PARA UMA POSITIVA

Tem um exemplo disso na Bíblia... é Pedro, discípulo de Jesus. Veja Mt 14.

Lemos a partir do v.22 que, certa vez, os discípulos de Jesus estavam em um barco no mar da Galiléia. Nos vs.24-25, lemos que era de madrugada e que uma forte tempestade veio sobre eles. As ondas do mar eram tão altas que o barco parecia virar e os discípulos faziam de tudo para equilibrar o barco, quando de repente, viram Jesus andando sobre as águas e caminhando na direção deles.

 

Naquela época, havia entre os marinheiros, uma crença popular que dizia que se um fantasma fosse visto no mar, o barco afundaria. Por isso, quando os discípulos viram o vulto de uma pessoa andando sobre as águas, o v.26 fala disso, eles ficaram paralisados de medo, pensando que o barco ia afundar de vez e que todos iriam morrer afogados.

 

Mas Jesus falou, vemos no v.27: “Coragem! Sou eu! Não tenham medo!”. E Pedro gritou, v.28: “Se é o senhor mesmo, mande que eu vá andando em cima da água até onde o senhor está”. Uma característica de Pedro é que ele sempre falava sem pensar. E Jesus disse: “Pois venha, Pedro. Venha andando sobre as águas!”

 

E lemos no v.29 que Pedro, ao ouvir essa ordem, aceitou imediatamente a palavra de Jesus: “Pedro saiu do barco e começou a andar em cima da água, em direção a Jesus”.

Agora, vamos pensar um pouco: (8)

Humanamente falando, Pedro jamais poderia andar sobre a água, mas ele aceitou a palavra de Jesus... naquele momento Pedro mudou de pensamento, mudou de uma atitude negativa para uma positiva.

 

Ele jamais havia pensado em poder andar sobre as águas, mas ao ouvir aquela palavra de Jesus ele renovou o pensamento... ele creu que (Jesus falou), então ele podia andar sobre as águas.

 

Então, quando Pedro renovou seus pensamentos, quando (naquele instante) ele creu que podia andar sobre as águas, ele agiu de acordo com isto e saltou do barco. A noite estava escura, a tempestade forte, as ondas muito altas, mas Pedro arriscou... saiu do barco pela fé, e começou a andar sobre as águas.

 

Isso é tremendo!

Pedro enfrentou as ondas, molhou os pés, deu passos... começou a andar sobre as águas!

 

Mas, de repente, parou, lemos no v.30... Pedro olhou em volta, sentiu o vento, viu o barco afastado e voltou ao seu antigo modo de pensar, àquele pensamento assim: “Eu, heim!! Estranho, estou andando sobre as águas... eu não sou jacaré, não sou peixe... eu não posso fazer isso. Seres humanos andam sobre a terra, não sobre a água... algo está errado, porque é impossível que eu faça isso”.

 

Então, Pedro mudou de pensamento: pensou que não podia andar sobre as águas, e começou a se afundar.

 

Pedro havia recebido uma palavra de Jesus e baseado nessa palavra, ele renovou o pensamento e pensou que podia andar sobre as águas e andou. É como se ele dissesse: “Jesus mandou, então eu posso”.

Mas, instantes depois, ao mudar o pensamento e pensar que isso era impossível, imediatamente Pedro começou a afundar.

 

Esse é um conceito importante: se vemos a situação segundo a carne, faremos aquilo que é próprio da carne...

 

Mas, renove a sua mente... leia a Bíblia, aprenda a pensar nas coisas que são de cima e você experimentará o que é sobrenatural... a Palavra de Deus está cheia de vida positiva para você!

 

...tendo mudado seu pensamento de uma atitude negativa para positiva, o segundo passo é: (9)

2- TREINE-SE CONSTANTEMENTE A PENSAR EM TERMOS DE MILA­GRES

Precisamos crer em milagres... Alguns acham que o tempo dos milagres acabou e vivem dizendo: “Eu acho isso muito difícil de Deus fazer. Isso é impossível de acontecer. Deus não age mais hoje como agia no passado...”.

Sabe, essa atitude de pensamento sempre existiu, mas Jesus quer corrigi-la, como podemos ver na vida dos discípulos, em Jo 6.1-13.

 

Lemos no v.1 de certa vez, quando Jesus saiu para o deserto e 5.000 pessoas foram junto com Ele, seguindo. A Bíblia fala no v.10 que “Estavam ali quase cinco mil homens”... ­nos outros Evangelhos lemos que “foram mais ou menos cinco mil homens, sem contar as mulheres e as crianças”. Então, eram bem mais de 5.000 e, ficando tarde, o povo teve fome.

 

Depois, Jesus chamou Filipe e disse pra ele: “Filipe, este povo está com fome. Alimente-o... Onde vamos comprar comida para toda esta gente?” E o v.6 diz que Jesus “…sabia muito bem o que ia fazer, mas disse isso para ver qual seria a resposta de Filipe”.

 

Agora, se você fosse Filipe, se um de nós estivesse no lugar de Filipe, como iríamos fazer?

Bem, podemos imaginar algumas coisas... Filipe organizando uma equipe para estudar um jeito de alimentar aquela multidão. Então ele escolheria os discípulos mais inteligentes da turma e faria uma reunião com eles, dizendo: “O Senhor Jesus mandou que eu dê alimento pra essas 8.000 pessoas aí no deserto e eu reuni vocês para pensarmos numa maneira de fazer isso. Vocês têm alguma idéia?”

 

Aí, alguém certamente, diria: “Você está louco, Filipe! Não vê que estamos num deserto? Não estamos no centro de Jerusalém. É impossível pensar em alimentar toda essa gente nesse deserto!”

 

Um outro, até comentou: “Te­mos dinheiro suficiente? Vamos precisar de pelo me­nos duzentas moedas de prata para alimentar esse povo. Tem dinheiro em caixa?”

 

E um outro, diria: “Filipe, será que alguém sabe de alguma padaria por estas redondezas, capaz de fabricar pão pra toda essa gente?”

 

E um outro discípulo, diria: “Na minha opinião, já tá ficando tarde e é melhor despedir cada um pra sua casa”.

 

Então, Filipe daria a reunião por encerrada e juntaria todas as idéias que conseguiu. Mas todas as idéias seriam somente de natureza negativa e impossível.

Já imaginou a situação?  Filipe informando Jesus que o que Ele havia pedido não tem a mínima chance de ser feito? ...é o que lemos no v.7.

 

Mas, nisso, veja o v.8: um discípulo de nome André, irmão de Simão Pedro, veio chegando com cinco pães e dois peixinhos na mão.(10)

 

Filipe deve ter pensado: “André, deixa de brinca­deira! Você acha que cinco pães e dois peixes vão dar pra alimentar 8.000 pessoas? Você perdeu o juízo?”

 

Mas André, que não estava vendo a situação segundo a carne, que não estava vendo as coisas somente pela ótica natural, não deu ouvidos e foi andando até Jesus e disse, v.9, traduzindo em outras palavras: “Senhor Jesus, isto não é suficiente para alimentar todo esse povo, mas eu trouxe assim mesmo. Toma aí, vê o que o Senhor faz”.

 

André pensava em termos de milagres, você está vendo!?

Ele ouviu a ordem de Jesus... aceitou aquele mandamento, e ainda que achasse cinco pães e dois peixes pouco para tanta gente, André trouxe para Jesus, assim mesmo, o alimento que encontrou.

 

Sabe, André tinha o pensamento da possibilidade, ele pensava em termos de milagres! E resultado: Jesus abençoou o pão e os peixes e a multidão foi alimentada.

 

Todos nós crentes pertencemos a Jesus, somos de Jesus... mas alguns, na sua maneira de pensar, são como Filipe e outros são como André.

Há muitas igrejas onde os crentes pensam como Filipe. Só falam sobre o impossível... que tudo é muito difícil, que o tempo dos milagres passou, que Deus não age mais como antigamente e que em certos acontecimentos, nem oração resolve… É verdade... muitos crentes falam com pouca fé. Falam do impossível.

 

Com quem você se parece na sua vida de pensamento: você se parece com Filipe ou se parece com André? Pensar como André é melhor. (11)

 

Portanto, renove seu modo de pensar... treine a sua mente a pensar em termos de milagres... e o treinamento consiste em pensar nas coisas do alto... estude a Palavra de Deus. A Bíblia é o livro-texto para aprendermos a pensar em termos de milagres.

 

...o terceiro passo para um pensamento renovado é o seguinte: (12)

3- SEJA ORIENTADO PARA AQUILO QUE É EXCELENTE

A Bíblia recomenda enchermos a mente com aquilo que é do alto... está em Cl 3.1-2: “...ponham o seu interesse nas coisas que são do céu, onde Cristo está sentado ao lado direito de Deus. Pensem nas coisas lá do alto e não nas que são aqui da terra”.

Pensar nas coisas que são de cima... que coisas são essas? ...será pensar na Lua, no Sol, nas estrelas, nos planetas? ...não! Essas coisas são as realidades espirituais – são tanto aquelas próprias de Deus como aquelas que nos tornamos em Cristo, e o v.4 diz que a nossa vida é Cristo.

A Palavra de Deus está dizendo que nossa ambição, já agora, nesta vida, deve ser descobrir e explorar as riquezas que temos nas regiões celestiais. Deus diz duas vezes: no v.1: “Buscai as coisas lá do alto”, e de novo, no v.2: “Pensai nas coisas lá do alto”.

 

As coisas lá do alto, irmãos, são todas excelentes.

Só pra você ter idéia, as coisas que somos em Cristo, formam uma lista extensa: Em Cristo eu sou um filho de Deus, eu sou vitorioso, eu sou mais que vencedor, eu sou perdoado, eu sou morada do Espírito Santo, sou nascido de Deus, sou livre...

 

E a Palavra de Deus está dizendo que, uma vez que nossa vida está com Cristo no céu, nós devemos fixar nossa mente nas coisas lá de cima e deixar que nossas atitudes sejam determinadas por elas.

 

Ou seja (13), vamos julgar, vamos olhar os outros e a nós mesmos, vamos considerar tudo, partindo da ótica do espírito, daquilo que é excelente.

 

Eu e você devemos viver orientados pelas coisas do céu, devemos considerar tudo, partindo da perspectiva celestial.

Isso é tão importante... se você não tiver a conscientização das coisas do alto, você está desobedecendo a Deus, porque Ele manda pensar nas coisas que são de cima.

 

Conclusão

Obedeça a Deus... renove sua mente. (14)

Você tem uma única vida para viver, por isso não se arraste no pó... não viva segundo a carne, só pensando em coisas negativas e nada em termos de milagres e de excelência.

 

Sua vida é preciosa para Deus... se você já é um crente, Jesus está dentro de você... portanto, você tem recursos inesgotáveis em seu íntimo e tem uma contribuição a dar para este mundo!

 

Mas o que você pensa? Você pensa pobreza, pensa doença, pensa impossibilidade... pensa negativamen­te, pensa fracassos? Se você não renovar sua mente, os seus pensamentos serão muito limitados e eles limitarão a sua fé.

 

E a Bíblia diz em Ef 3.20 que o Senhor Deus é: "...é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós.''

 

Quer experimentar mais de Deus na sua vida? ...renove seu pensamento, pense nas coisas do alto e você vai ver coisas de Deus, tremendas, acontecerem. Amém?

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, Baseado em “A Quarta Dimensão”, Paul Yonggi Cho. 25.4.2009