Meus Sermões

O BARATO SAI CARO II
Lucas 14.28-32

 

Se um de vocês quer construir uma torre, primeiro senta e calcula quanto vai custar, para ver se o dinheiro dá. 29Se não fizer isso, ele consegue colocar os alicerces, mas não pode terminar a construção. Aí todos os que virem o que aconteceu vão caçoar dele, dizendo: 30“Este homem começou a construir, mas não pôde terminar!”

31– Se um rei que tem dez mil soldados vai partir para combater outro que vem contra ele com vinte mil, ele senta primeiro e vê se está bastante forte para enfrentar o outro. 32Se não fizer isso, acabará precisando mandar mensageiros ao outro rei, enquanto este ainda estiver longe, para combinar condições de paz.

 

Introdução

Daqui há pouco a televisão vai mostrar os acontecimentos mais marcantes do ano e ficaremos admirados diante de tanta coisa que aconteceu.

Uma retrospectiva da nossa caminhada espiritual, de janeiro até aqui, também nos deixaria admirados.

 

Se você assistisse hoje a uma retrospectiva da sua vida espiritual em 2008, você teria muito o que comemorar ou quase nada para ser comemorado?

 

Porque o propósito de Deus, pode ter certeza, é que você seja hoje bem melhor do que foi ontem.

 

O propósito de Deus é o seu aperfeiçoamento em Cristo Jesus!

Aperfeiçoamento da nossa fé, do nosso amor, da nossa comunhão... aperfeiçoamento do nosso caráter!

 

O propósito de Deus é que nos tornemos melhores, que nos tornemos cada vez mais parecidos com Cristo. Esse é o propósito de Deus!

 

Agora, sabe por que alguns terminam o ano tendo muito o que comemorar e outros terminam o ano com pouco ou quase nada para comemorar?

Isso tem a ver com a questão do preço que alguns pagaram e que outros não quiseram pagar a fim de alcançar o propósito de Deus.

 

Idéia Central

Essa é a verdade que o texto aqui da Bíblia ensina: Nós nunca alcançamos o propósito de Deus se falhamos em pagar o preço.

Ter uma vida cristã repleta de realizações, implica num preço pago.

 

É a indisposição de pagar o preço que leva algumas pessoas a ficar aquém do que podiam ter em Deus. Podiam ter tanto em Deus, podiam alcançar tanto em Deus, mas não alcançam, por que? ...não querem pagar o preço.

 

Deus espera que nós calculemos o preço de todas as coisas em nossa vida.

Pra você ter uma vida cristã bem sucedida, você deve pagar um preço. Lembra disso: Você nunca vai alcançar o propósito de Deus se você falhar em pagar o preço.

 

Na última ministração que fiz pela manhã, nós vimos o texto de 1Co 3, onde Paulo fala daqueles que estão edificando a obra de Deus... vamos àquele texto novamente!

Paulo diz no v.12 que as pessoas usam diferentes materiais: alguns usam material de um tipo e outros usam material de outro tipo: alguns usam madeira, palha e capim... enquanto outros usam ouro, prata e pedras preciosas.

 

Vimos que a diferença principal entre esses dois tipos de materiais é o preço.

Por que será que alguns preferem fazer a obra de Deus com madeira, palha e capim? Porque é barato, não tem que pagar um preço elevado... e por que poucos é que edificam com ouro, prata e pedras preciosas? ...é porque estas coisas custam caro.

 

Agora, vale lembrar do que o Senhor diz no v.15: aqueles que edificam com madeira, palha e capim não vão receber recompensa nenhuma... é que não há recompensa por aquilo que não tem custo... o Senhor está dizendo: se for barato, não tem galardão, não tem prêmio.

 

Mas o Senhor diz também que aquele que edifica, que faz a obra de Deus com ouro, prata e pedras preciosas, que pagou caro para edificar, esse vai ter recompensa... se custou pra ele, então tem valor espiritual e vai ter recompensa.

 

Então, você é que define que obra quer fazer para Deus: uma obra barata ou uma obra cara. A que tem valor, tem preço.

E nós sabemos bem quando uma coisa tem preço: coisas baratas são aquelas que não exigem o nosso esforço, não exigem o nosso sacrifício nem o nosso tempo...

 

Pois bem, se ao fazer a obra de Deus, se ao servir a Deus, como um crente, como um membro da Igreja que você é, se o que você está fazendo na sua célula, no discipulado, no evangelismo por amizade, se o que você está fazendo é barato, pode ter certeza, o material que está usando é madeira, palha e capim. Você não será recompensado.

 

Alguns reclamam de ser requerido deles a participação nos cultos da igreja nas manhãs de domingo, nas noites de domingo... reclamam do encontro da célula toda a semana, do discipulado toda semana, do dízimo a ser entregue, do evangelismo a ser feito...

 

Mas, você sabe por que é assim? ...é porque custa caro ser aperfeiçoado, custa caro chegar ao fim do ano tendo o que comemorar.

Você quer ter o que comemorar da sua caminhada espiritual e pagar pouco?

 

Frase de Efeito

Sabe, nada que é fácil tem valor... coisas que são de valor, têm preço!

 

Pergunta de Ligação

Existem as leis do preço... você sabia? Vamos ver algumas dessas leis:

 

...primeira:

HÁ UMA ETIQUETA DE PREÇO EM TUDO QUE POSSUI VALOR

Mas não pense que o preço é necessariamente dinheiro. Não tenha essa mentalidade tão pequena.

O preço envolve energia, envolve tempo, às vezes relacionamentos, às vezes o sono, o lazer... é verdade! Às vezes envolve vigílias, jejum, renuncias de companhias e, claro, às vezes vai envolver dinheiro também; mas não é só dinheiro!

 

Outras vezes o preço a ser pago é pressão, é suportar crítica, é isolamento, é rejeição, é dor... esse foi o preço que Jesus pagou: sacrifício.

 

As coisas espirituais que têm valor mesmo, elas custam sacrifício.

Abra sua Bíblia no texto de Mt 7.13-14: “Entrem pela porta estreita porque a porta larga e o caminho fácil levam para o inferno, e há muitas pessoas que andam por esse caminho. 14A porta estreita e o caminho difícil levam para a vida, e poucas pessoas encontram esse caminho”.

 

A maioria das pessoas está procurando caminhos largos e portas largas, por que? porque não desejam pagar o preço, ou então imaginam que existe alguma coisa sem preço.

 

Mas Jesus disse que o resultado da porta larga e do caminho largo é sempre a perdição. Se você quer a recompensa e o reino, tem um custo: do caminho estreito e da porta estreita. Tem um custo.

 

Isso é um princípio espiritual: pra tudo na sua vida você tem duas opções, um caminho largo ou um caminho estreito, o barato ou o caro.

Escolhe o caminho estreito. Ele vai custar mais, porém vai te levar à recompensa.

 

Escolhe a dor e o sacrifício de ser aperfeiçoado hoje pra não colher arrependimento lá na frente por ter perdido uma vida. Fechar o ano melhor do que começou, tem um preço!

 

Lembra disso: Há uma etiqueta de preço em tudo que tem valor – ministério tem preço, unção tem preço, liderança de célula tem preço, discipulado tem preço, crescimento tem preço, multiplicação tem preço, tudo tem um preço!

 

Você tem que saber se está disposto ou não a pagar o preço.

 

...segunda lei:

2. O QUE VOCÊ PODE ALCANÇAR DEPENDE DO PREÇO QUE VOCÊ ESTÁ DISPOSTO A PAGAR

O que você está disposto a pagar?

Jesus falou pra Mateus: “Mateus, segue-me!” (Mt 9.9). Mateus estava sentado diante da mesa de trabalho, na coletoria de impostos, ele estava ganhando dinheiro, mas quando Jesus disse “Segue-me!”, teve um preço.

 

Acho que Mateus olhou pra mesa, pro dinheiro que ganhava... ele teve que pagar um preço de renúncia.

 

Você pode prever o futuro de sucesso de um estudante pelo preço que ele paga na escola. E aqui não é o preço da mensalidade, não! É o preço que ele está disposto a pagar, estudando! É a renúncia que ele está disposto a fazer para aprender.

 

O que ele está disposto a renunciar para aprender? Isso fala do futuro dele.

 

Não precisa fazer esforço pra saber quem vai ser vencedor; a gente sabe quem é que vai ser um médico vencedor, a gente sabe quem vai ser um engenheiro vencedor... a gente sabe. A gente sabe também quem vai ser um líder de célula vencedor. A gente sabe!

 

Como a gente sabe? Pelo preço que ele está disposto a pagar para alcançar a multiplicação. Alguns não estão dispostos a pagar muita coisa; alguns não estão dispostos a muita renúncia.

 

Como você percebe um vencedor? Primeiro, pelo seu compromisso com a excelência; excelência custa caro. b) Nunca se mede pela média; não se mede pelo comum, ele sempre se compara com quem está na frente. Terceiro, o vencedor dá atenção aos detalhes. Na verdade, a diferença entre o primeiro colocado e o segundo é só uma questão de detalhe.

Qual a diferença entre o que ganhou o primeiro lugar nos 100 metros rasos e o que ficou em segundo lugar? Foi algum detalhe. Só um detalhe. E as vezes não damos valor à detalhes, mas quando se trata de fechar o ano com excelente rendimento espiritual, com aperfeiçoamento na fé, no amor, no caráter cristão, são eles que fazem a diferença.

 

Certa vez o Senhor convocou o povo pra guerra e falou pra Gedeão: “Convoca o povo pra guerra” e apareceram 20 mil. E o Senhor falou “tem gente de mais! Avisa pra eles: os covardes, os medrosos, inseguros, podem voltar pra casa; tão liberados”. Voltou quase todo mundo e o Senhor falou: “Atem gente demais ainda. Vamos fazer um teste. Gideão, você vai dar uma volta com eles pelo deserto, deixa eles ficarem com bastante sede; aí, você pega e chega na beira de um riacho e fala: Agora, podem beber. E fica observando: o que beber como o cachorro lambe a água, atento ao inimigo, você separa. Agora, aqueles que pularem do cavalo, derem um mergulho no rio, espirrando água um no outro, você põe pro outro lado. Não serve...”.

 

Só sobraram 300. Eram todos valentes, mas na hora de selecionar Deus olhou só pra um detalhe. Qual detalhe: Está achando que era bobagem lamber a água como um cão ali? Mas esse era o teste que Deus estava fazendo.

 

Passe no teste! Às vezes você está sendo testado e não está nem percebendo.

 

...terceira lei do preço:

3. NEM TODOS PAGAM O MESMO PREÇO

Cada um de nós tem uma cruz diferente para carregar, portanto, não adianta se comparar com os outros.

Vamos ver o texto de Lc 9.23 agora (eu vou precisar ler esse verso na versão mais antiga da Bíblia que nós temos): Jesus disse “...Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia [você sabe, qual cruz Jesus mandou cada um tomar?] ...a sua cruz [cada um tem a sua... então], e siga-me”.

 

Há vezes que ficamos pensando: o preço é igual pra todo mundo. Mas não é. Não é igual.

 

Alguns, para se tornarem crentes melhores, mais aperfeiçoados, vão pagar muito mais caro do que outros.

 

Talvez você diga: “Há mas isso é injusto!” Olha, depois que Adão e Eva pecaram contra Deus, esse negócio de justiça acabou na terra.

Alguns não têm as mesmas capacidades físicas que outros, então eles pagam mais caro. Você acha que o mesmo preço que você paga pra estudar, um cego também paga: Não é o mesmo; pra ele é muito mais caro estudar, e não estou falando de dinheiro!

 

Da outra vez eu contei aqui a história daquele jogador de futebol, o Washington. Em 2004 ele jogava pelo Atlético Paranaense, ficou famoso não tanto por ter sido artilheiro do Campeonato Brasileiro daquele ano com 34 gols, mas por superar um problema cardíaco que muitos consideravam o fim da sua carreira. Um ano antes, Washington tinha sido reprovado nos exames cardiovasculares. Depois, precisou ser submetido a uma cirurgia... pôs uma válvula no coração. O rapaz tem uma válvula no coração e se superou, voltou a jogar e até se tornou artilheiro do Campeonato! Hoje ele joga pelo Fluminense e tá com tudo pra ser artilheiro novamente!

 

Mas, eu pergunto pra você: Quem é que pagou mais caro até hoje para ser artilheiro: foi ele ou foi Romário? É claro que foi Washington! Custou caro, mas ele pagou o preço. Pra ele custou caro ser artilheiro. O Romário pagou menos, pode estar certo disso... por fim ele nem treinava mais... pagou barato. Mas Washington, não, ele pagou o preço mais caro.

 

Então, alguns vão pagar mais caro do que outros; não fique se comparando com ninguém e nem se desculpando! Pague o preço, carregue a sua cruz, resolva a sua vida.

Tem irmãos que só ficam se desculpando: “Ah! Pra mim tudo é tão difícil... o que é que eu posso ser na vida? ...nasci no interior do interior”. Olha, ficar se lamentando não resolve, paga o preço, irmão! É mais caro pra você, mas pague o preço.

 

Ficar lamentando, dizendo: “É, eu nasci com esse negócio no meu olho, não enxergo direito, preciso usar óculos... meu coração não bate direito, eu uso marca-passo...”.

 

Ficar só se desculpando o tempo inteiro não resolve.

 

Quarta lei:

4. QUANTO MAIS VOCÊ DESEJA ALGO, MAIS ELE CUSTARÁ PRA VOCÊ

Veja comigo Lc 12.48: Jesus falou que “será pedido muito de quem recebe muito; e, daquele a quem muito é dado, muito mais será pedido”.

A quem muito é dado, muito será exigido, o preço é mais caro. Quanto maior o desejo e o sonho, maior será o custo.

 

Muitos querem porque querem uma determinada função, mas não querem a responsabilidade e o trabalho duro que aquela função exige.

 

Só querem o glamour, a glória. Tem gente que olha para o ministério pastoral e fala: “Isso é um glamour, é uma glória ser pastor!” Mas tem um preço, cada benefício implica numa responsabilidade, cada oportunidade tem a sua obrigação, cada posse tem o seu preço. É assim que funciona!

 

Portanto, se você deseja a excelência, isto é, chegar por exemplo, ao final de um ano muito melhor do que quando começou, isso custa mais – vai custar mais caro você terminar o ano melhor do que era do que terminar o ano do mesmo jeito que estava.

 

Essa é a lei do preço, uma delas: quanto mais você deseja algo, mais ele custará pra você.

 

...quinta lei:

5. SE VOCÊ RECLAMA DO PREÇO, VOCÊ PROVAVELMENTE VAI DESISTIR DE PAGÁ-LO

Vamos ler Lc 9.62? “Jesus respondeu: – Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus”.

Qual é a lição desse verso? Para arar a terra é preciso olhar pra frente o tempo todo. Uma olhadela pra trás ou para os lados, e o serviço estraga. Isso fala de controle.

 

Ou você domina as suas emoções ou elas dominarão você.

 

Esse é um princípio até pra gente selecionar novos líderes na célula. Quem acha caro demais, não paga; fica dizendo: “Ah, é cobrança demais! Tem que multiplicar, tem que fazer discipulado, tem que fazer treinamento... Quem que agüenta!!” Não põe esse na liderança não... tá querendo baratear demais o preço; tá querendo servir a Deus, mas pagando um preço bem baratinho. Ou seja, nada de cobrança, nada de quarto de escuta, nada de multiplicar, nada de trazer gente nova pra célula... ele quer pagar barato. A questão é que: quem pechincha demais, não paga nada.

 

Então, quer escolher futuros líderes na célula? Escolha aqueles que acham que vale o preço.

Jesus falou: “Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus”. É preciso que se tenha persistência, firmeza, domínio.

 

Geralmente gostamos muito de fazer aquilo que é agradável de ser feito, que dá gosto de ser feito. Depois, vai ficando pesado e largamos mão... Mas sabe, as coisas que realmente são de valor na vida, elas não são fáceis de serem adquiridas.

 

Por exemplo: alguém que toca bem o seu instrumento. Você acha que custa barato tocar bem um teclado, uma guitarra, tocar bem um violino, um piano? Custa caro. Custa tempo, custa horas de repetição, de tédio, de angústia porque tenta uma vez e não consegue, duas e não consegue,  e vai tentar até conseguir aquela seqüência, aquela escala; é angustiante, dá mal estar, mas a pessoa insiste, ela paga o preço. Vai sacrificar o futebol, vai sacrificar o lazer com os amigos e ficar treinando e repetindo, repetindo, até que chega o dia que ela consegue e se sente recompensada...

 

Aí, é hora dos outros invejarem. Já viu isso? As pessoas vêem ela tocando a sua guitarra e ficam com a impressão de que é fácil, elas dizem: “Ah! pra ela é fácil; porque ela tem dom... se eu tivesse o dom, eu também tocaria como ela!” Tem gente que diminui a realização do outro; não consegue ficar na mesma altura do outro, então fica puxando o outro pra baixo!

 

Irmão, ninguém toca bem alguma coisa só porque tem dom. Dom sozinho não faz ninguém ser excelente. Ser aperfeiçoado em alguma coisa, custa um preço.

 

Vamos pensar em alguma outra área: um médico cirurgião, por exemplo, que opera. Como você acha que ele aprendeu a operar o coração? Operou uma vez e aprendeu? Você acha que é só assim, fácil desse jeito? Ele foi lá, viu o outro operando e falou: “Ei, deixa que agora eu consigo!” Você acha que é assim?

Irmão, custa caro isso, muito treino, muita repetição, vai ter que renunciar muita coisa. O preço é alto.

 

A mesma coisa é ser cristão amadurecido na fé. Se você quer ser um crente medíocre, é barato, mas se quer ser um servo de Deus excelente, custa caro.

 

...finalmente, a sexta lei é:

6. VOCÊ SEMPRE SERÁ CRITICADO POR PAGAR O PREÇO

Isso é uma coisa terrível. Uma das maiores razões porque as pessoas desistem de caminhar é a crítica.

Sempre vão criticar você por pagar alguma coisa. Sempre vão dizer: “Não vale”. Já ouviu algo do tipo: “Irmão, não precisa de estudo pra servir a Deus não; não precisa de estudo pra ser líder de célula... olha, até pra pastô, precisa de estudo não!”

 

Você sempre vai ser criticado por resolver pagar o preço. Vão dizer, “não vale”.

 

Você compra um carro usado, você sempre encontrar o povo dizendo: “Quanto você pagou no seu carro? – Paguei tanto. Que-que é isso, irmão! Por que pagou tudo isso? Por que não falou comigo antes?” É ou não é assim? Não tem jeito, se você comprar carro, fica em segredo, porque pra qualquer um que você falar, ele vai dizer: “Mas você pagou caro demais...”.

 

Agora, se criticam o preço pago na compra de um carro, imagina o tanto que vão dizer da sua vida cristã, da sua caminhada com Deus!

O povo vai dizer: “Não precisa de estudo, não; pra que isso tudo, pra que esse sacrifício e tanto esforço? ...jejum, oração, discipulado! Isso é um exagero!”

 

Vão criticar você por pagar o preço. Mas vença a crítica com a persistência...

 

CONCLUSÃO

Deus nunca disse que as coisas seriam fáceis... se for muito fácil não tem valor... coisas que são de valor, têm preço!

Então, pague o preço – quando chegar o fim do ano, você vai fazer retrospectiva da sua caminhada espiritual e vai ter o que comemorar; vai ser recompensado.

 

Você está disposto?

 

Pr Walter Pacheco