Meus Sermões

O BARATO SAI CARO
Lucas 14.28-32

 

Introdução

Você acha possível sair do supermercado com um carrinho cheio de alimentos sem pagar a conta? Você acha possível sair da loja de roupas, com um pacote desse tamanho, sem pagar ou sem se comprometer a pagar pelo valor das roupas?

É claro que não! ...já viu aquela plaquinha muito simpática, onde se lê assim: “Sorria. Você está sendo filmado”? O verdadeiro sentido da mensagem é: “Cuidado. Você está sendo vigiado!” – não dá prá levar coisa alguma sem pagar por ela!

 

Idéia Central

Isso é assim porque tudo na vida tem um preço... pode ser qualquer coisa, se tem um valor genuíno, então existe um preço a ser pago.

E isso é verdade não apenas no âmbito comercial; é no espiritual também! Se você quer o melhor de Deus para a sua vida, se você quer ser um servo bom e fiel, tem um preço a ser pago.

 

E pode ser o preço que for, quando nós queremos, pagamos o preço.

 

Você tem a habilidade para pagar por qualquer coisa que você deseje. Sabia disso?

A habilidade você tem! Deus te deu essa habilidade... você pode trabalhar, você pode pensar em fazer algo, pode produzir alguma coisa... afim de pagar o preço por aquilo que quer.

 

Por que no comércio não se vende nada aos portadores de transtornos mentais? ...é porque não se vê essa habilitação neles... se o louco vai às compras, nenhum comerciante é louco de vender pra ele – porque sabe que ele não tem habilidade para pagar o preço, mas todo vendedor vende seus produtos, sua mercadoria, para pessoas que tem as faculdades mentais normais, porque sabe que elas têm habilidade para pagar o preço daquilo que desejam.

 

Mas, tem uma coisa que todo comerciante luta pra saber: é se a pessoa tem a disposição para pagar o preço.

 

Essa é a verdadeira questão: temos a habilidade... mas será que todos temos a disposição de pagar o preço por aquilo que desejamos?

 

Não, nem todos... não é todo mundo que está aberto ou disposto a pagar o preço... alguns criam atalhos, não querem pagar o preço.

 

É por isso que na vida de muitos:

 

Frase de Efeito

O barato sai caro!

 

Pergunta de Ligação

Na vida espiritual também é assim... quando pagamos barato demais para fazer a obra de Deus, isso vai custar caro pra nós depois.

Quando é que o barato acaba saindo caro?

 

Frase de Transição

...é quando ignoramos dois princípios muito básicos. Primeiro princípio:

 

1. PARA TER UMA VIDA BEM-SUCEDIDA, TEM QUE SE PAGAR O PREÇO

Pagar o preço não é próprio da nossa natureza... uma conseqüência do pecado é que o ser humano se tornou egoísta e ávido por aquilo que é fácil.

Uma expressão que usamos freqüentemente, para quando precisamos fazer algo, é aquela assim: “Iiiih!, isso aí vai dar muito trabalho”.

 

A nossa vontade é que as coisas fiquem prontas logo, em um simples apertar de botão...

 

Assim, diante de uma tarefa a ser feita, de um trabalho a ser feito, o inimigo fica falando na nossa mente: “Está bom assim, para quê mais?” ou “Você já fez muito! Tá bom, pára por aí mesmo!”

 

O diabo quer nos derrotar pela acomodação; e o mundo pela conformação.

Imagina isso: ficar conformado com a situação, à mesmice de sempre... sem avanço, sem crescimento, sem desenvolvimento, sem conquistas!

 

Quem não quer pagar o preço, também não terá uma vida bem-sucedida! Quem não paga o preço, também não leva... e se pagar barato, lembre-se: pode sair caro depois!

 

Mas esse é um princípio: sempre existe um preço a ser pago por aquilo que vale a pena...

 

...o segundo princípio é o seguinte:

2. SE FALHAR EM PAGAR O PREÇO, VOCÊ NUNCA ALCANÇARÁ AQUILO QUE QUER

O pagamento do preço é tão significativo nas nossas vidas, é tão essencial, que falhar nisso é ficar aquém do que podíamos ter em Deus...

E podíamos ter tanto em Deus, podíamos alcançar tanto em Deus, mas não alcançamos por que? ...não queremos pagar o preço.

 

A Bíblia revela pra nós que a salvação é de graça, é pela graça que somos salvos... sim, a salvação é pela graça, mas ela tem um preço, ela custou muito caro para Deus – e Deus pagou o preço!

 

O preço, irmão, é absolutamente essencial – tudo na vida tem um preço, por isso que Deus espera que calculemos o preço de todas as coisas na nossa vida.

Está lá em Lc 14.28-32: “Se um de vocês quer construir uma torre, primeiro senta e calcula quanto vai custar, para ver se o dinheiro dá. 29Se não fizer isso, ele consegue colocar os alicerces, mas não pode terminar a construção. Aí todos os que virem o que aconteceu vão caçoar dele, dizendo: 30“Este homem começou a construir, mas não pôde terminar!” 31– Se um rei que tem dez mil soldados vai partir para combater outro que vem contra ele com vinte mil, ele senta primeiro e vê se está bastante forte para enfrentar o outro. 32Se não fizer isso, acabará precisando mandar mensageiros ao outro rei, enquanto este ainda estiver longe, para combinar condições de paz.”

 

Está vendo? Quando o preço não é calculado, quando ele não é pago, essa falha impede o sucesso: a construção não é terminada, o exército precisa pedir trégua ao inimigo...

Quando você falha em pagar o preço, você não alcança o propósito de Deus para a sua vida.

 

Sabia que Deus tem coisas que nós devemos comprar, comprar dEle? Lemos em Ap 3.18, de Jesus falando para a igreja de Laodicéia e de hoje: “aconselho que comprem de mim ouro puro para que sejam, de fato, ricos. E comprem roupas brancas para se vestir e cobrir a sua nudez vergonhosa. Comprem também colírio para os olhos a fim de que possam ver”.

 

Jesus falou “comprem”...é porque não está à disposição de graça, não! Tem que comprar, não só ouro, mas vestes brancas e colírio para os olhos!

 

Essas coisas todas estão à venda, ou seja, todas elas, para serem alcançadas, tem um preço!

 

Para você ter uma jornada cristã bem-sucedida aqui na Central, isto é, se ao congregar aqui, você almeja ser um servo de Deus bom e fiel, primeiro você entra para uma célula (se já é idoso, você pode escolher: crescer no grupo da Terceira Idade) e se vai para a célula, lá você começa com o preenchimento do Roteiro Para o Seu Ministério, depois inicia o discipulado com um curso de 5 semanas chamado Firmando Compromisso, depois você vai prosseguir no discipulado, fazendo um curso mais avançado de 3 meses, chamado Bem-Vindo à Família... você vai crescendo no relacionamento com Deus e com os irmãos, mas isso tem um preço!

E não estou falando do dinheiro que vai pagar o material... envolve dinheiro também, mas muito mais coisas!

 

Então, pra você ser um servo bom e fiel, um excelente membro do Corpo de Cristo/Igreja, um excelente membro da sua célula, um excelente discipulador, um excelente líder de célula, ou um excelente pastor, tem um preço que você precisa pagar!

 

Lá em 1Co 3, Paulo fala daqueles que estão edificando a obra de Deus, e ele diz no v.12 que alguns usam material de um tipo e que outros usam material de outro tipo: alguns usam madeira, palha e capim (feno)... enquanto outros usam ouro, prata e pedras preciosas.

 

Interessante isso - qual é a diferença fundamental entre esses dois tipos de materiais? ...é só uma: o preço.

 

Por que será que alguns preferem fazer a obra de Deus com madeira, palha e feno? Porque é barato, não tem que pagar um preço... e por que poucos é que edificam com ouro, prata e pedras preciosas? ...é porque estas coisas custam caro.

 

E por que o Senhor diz em 1Co 3.15 que aqueles que edificam com madeira, palha e feno não vão receber recompensa nenhuma? ...é que não há recompensa por aquilo que não tem custo; se não custa nada, não há recompensa! O Senhor diz que se for barato, não tem galardão, não tem prêmio.

 

Mas o Senhor diz também que aquele que edifica, que aquele que faz a obra de Deus com ouro, prata e pedras preciosas, que pagou caro para edificar, aí ele vai ter recompensa, porque custou pra ele aquela obra... se custou pra ele, então tem valor espiritual e vai ter recompensa.

 

Então, você é que define que obra quer fazer para Deus: uma obra barata ou uma obra cara. A que tem valor, tem preço.

E nós sabemos bem quando uma coisa tem preço: coisas baratas são aquelas que não exigem o nosso esforço, não exigem o nosso sacrifício nem o nosso tempo...

 

Se ao fazer a obra de Deus como líder de célula, como discipulador, como um servo-membro do Corpo de Cristo/Igreja, se o que você está fazendo é barato, pode ter certeza, o material que está usando é madeira, palha e feno. Você não será recompensado.

 

Alguns irmãos reclamam: “Ah! é difícil demais aqui nessa igreja... liderar célula é pesado! Discipular uma pessoa, ninguém merece...”

 

Sabe por que é assim? ...é porque custa caro ser um servo bom e fiel! Você quer ser servo de Deus, bom e fiel, e pagar pouco?

 

Conclusão

Estive lendo um artigo agora sobre o Campeonato Brasileiro de Futebol e achei uma nota interessante: em 2004 o jogador Washington, do Atlético Paranaense, ficou famoso não tanto por ter sido artilheiro do Campeonato daquele ano com 34 gols, mas por superar um problema cardíaco que muitos consideravam o fim da sua carreira. Um ano antes, Washington tinha sido reprovado nos exames cardiovasculares. Depois, precisou ser submetido a uma cirurgia de cateterismo. Mas na sua força de vontade, Washington se superou, voltou a jogar e até se tornou artilheiro do Campeonato!

Eu pergunto pra você: Quem é que pagou mais caro para ser artilheiro: foi ele ou foi Romário? É claro que foi Washington! Custou caro, mas ele pagou o preço. Pra ele custou caro ser artilheiro. O Romário pagou menos, pode estar certo disso... por fim ele nem treinava mais... pagou barato. Mas pode ter certeza: eu lembro do outro, que pagou o preço mais caro.

 

Então, nós vamos pagar o preço para sermos servos de Deus mais excelentes? ...servos realmente bons e fiéis?

 

 

Pr Walter Pacheco da Silveira