Meus Sermões

PARA FICAR SATISFEITO, FIQUE COM DEUS
Lucas 15.12-15

 

Introdução

Você viu nesta terça-feira? ...o mundo se mostrou satisfeito com a posse do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama! -2

O portal do Yahoo.com informou que a posse do novo presidente despertou grandes esperanças no mundo. Nós vimos a satisfação pela televisão!

 

Mas nem todos estão confiantes assim... muitos têm dúvidas. É que Obama herda um país envolvido em guerras e com uma das mais graves crises econômicas da história.

 

Precisamos orar por ele, aliás, como fez o pastor batista, Rick Warren-3, na cerimônia de posse. O Pr Rick, autor dos livros “Uma Igreja Com Propósito e “Vida Com Propósito”, orou na posse do presidente... orou assim: “Deus Onipotente [alguém me enviou a oração por escrito, traduzida para o português] (...), dê a nosso novo presidente, Barack Obama, sabedoria para conduzir-nos com humildade, coragem para conduzir-nos com integridade, compaixão para conduzir-nos com generosidade”. Amém?

 

Idéia Central

A presença do novo presidente promete gerar satisfação; mas não é garantido, ele é homem sujeito a erros e limitações... mas, você quer garantia de ficar satisfeito mesmo? ...então fique com Deus.

 

Frase de Efeito

Quem fica na presença de Deus, fica satisfeito. -4

 

Transição

Jesus prova isto ao contar essa história. Veja:

Lemos no v.13-5 que um moço “partiu para um país que ficava muito longe”.

Quando nos distanciamos de Deus, quando partimos para longe dEle a fim de viver a vida do nosso jeito, nesse momento, Jesus mostra com essa história, que corremos o risco de tratar de porcos, isto é, de fazer aquilo que não gostaríamos de fazer.

 

Tratar de porcos não é trabalho agradável. -6 O chiqueiro tem fedor, tem moscas, lama... na cultura judaica o porco era símbolo de imundície e a pior coisa que poderia acontecer a um judeu era ele cuidar de porcos. Não é muito bom tratar de porcos.

 

E Jesus fala que aquele moço foi tratar de porcos... foi fazer o que não gostaria de fazer.

 

Ele havia partido para longe de seu pai [e o pai aqui é uma representação de Deus, e o moço representa todos aqueles que se afastam de Deus] – esses, chegarão a um ponto na vida em que, se não cuidarem, irão tratar de porcos, isto é, irão fazer aquilo que jamais esperavam fazer – igualzinho ao moço da história.

 

Quando uma pessoa se afasta de Deus é sempre assim.

No mundo, longe da presença de Deus, não tem lei: todos se entregam aos prazeres da sua carne, se embriagam, têm relações sexuais ilícitas/imorais, fazem farras, jogam com o dinheiro, usam drogas, falam mentiras... nada tem controle, porém, longe de Deus, o homem só encontrará coisas penosas para a sua vida.

 

Por isso, quem quiser ficar satisfeito, fique com Deus, fique na presença de Deus.

Entenda uma coisa: quando nos afastamos da presença de Deus, passamos a correr grande risco de viver uma vida cheia de pecado – o que gera insatisfação. -7

Foi assim com o moço da história... ele saiu da presença do seu pai, se encheu de pecados e se tornou insatisfeito da vida.

 

Com certeza, o pai não queria nunca que esse filho saísse de casa. Em momento algum, mesmo naquelas horas de ira, de irritação em que se diz: "saia desta casa!", aquele pai nunca desejou que isso acontecesse.

 

E levando em conta que nessa história, o personagem pai é o nosso Deus, pode ter certeza de que em momento algum, Deus olhou para nós e disse: "saiam da minha presença".

No Jardim do Eden (nome que quer dizer “delícia”), Deus teve que tirar o homem de lá... o homem foi expulso, porque havia pecado contra Deus, e como conseqüência, Deus teve que tirar o homem daquele lugar (afinal, o Eden deixaria de ser o jardim de delícias se ali permanecesse o pecado), mas Deus não se alegrou em remover o homem daquele paraíso.

 

Como canta ''A Turma do Print", ministério de louvor infantil que existe há 18 anos... tem uma canção que diz assim: "Não está escrito na Bíblia, mas eu imagino que Deus chorou quando viu a sua família ir embora".

 

Adão e Eva eram a família de Deus, era com eles que Deus conversava, mas o pecado cortou a relação deles com Deus, e Deus ficou triste.

 

Deus não quer ninguém insatisfeito-8, mas se o homem se afasta de Deus, preferindo ir para longe, é assim que vai ficar a sua vida – cheia de pecados e tendo que ir tratar de porcos.

Tratar de porcos significa fazer aquilo que eu não queria fazer, fazer aquilo que eu não gosto de fazer, viver naquilo que eu não gostaria de viver.

 

Pessoas que escolhem viver longe de Deus, correm o risco de tratar de porcos... Jesus deixa isso claro nesta história: tratamos de porcos quando vamos para longe do Pai.

 

Talvez você viva razoavelmente bem, tem onde morar, onde trabalhar, estudar... tem seus amigos, tem planos para o futuro, pessoas queridas à sua volta, mas uma coisa posso afirmar: se você escolheu andar longe de Deus, vai chegar a hora em que você estará tratando de porcos. Ou será que já está?

Gosto da história de um indiano, vendedor de amendoim. Ele vivia insatisfeito com o seu trabalho de vender amendoim. Certo dia, refletindo na vida, percebeu que como vendedor de amendoim, estava falido, sem condição pra nada. Mas, mesmo assim, ele tinha orgulho de ser vendedor de amendoim. Quando alguém perguntava: “O que você faz?” Ele dizia: "Eu sou o presidente da minha empresa de amendoins!” Completamente falido, sem nada, mas mesmo assim, vestia a sua melhor roupa e se apresentava. Mais tarde, passou por ele um distinto senhor que lhe propôs: “Que tal trabalhar para mim?” E o distinto homem fez uma pausa e continuou: “Pensei que o amigo me conhecia. Estou na capa de muitas revistas e escrevo para vários jornais. Permita então que eu me apresente...” e disse: “Sou Bill Gates,mas pode me chamar de Bill”. O vendedor de amendom parou, olhou, pensou, e virando para o Bill Gates disse: “Escuta aqui seu Bill Gates, não vou aceitar o seu convite para trabalhar, porque na sua empresa o máximo que eu serei é vice-presidente. Não quero trabalhar com o senhor porque na minha empresa eu sou o presidente”. E assim ficou, vendendo amendoim e continuando presidente da sua falida empresa.

Conto essa historia, para dizer que muitas pessoas não querem deixar Deus ser o Presidente da sua vida.

Porque quando Deus é o Senhor da minha vida, então eu tenho de me tornar apenas, se Ele quiser, vice-presidente, e tem muita gente vaidosa, orgulhosa, que em hipótese alguma aceita Deus como o Presidente da sua vida, e acabam tendo que tratar de porcos.

 

Jesus explica o que é a necessidade de tratar de porcos na vida... Em primeiro lugar, é um desperdício.

 

No v.14-9, lemos que: “O rapaz já havia gastado tudo, quando houve uma grande fome naquele país, e ele começou a passar necessidade”. Por que ele começou a passar necessidade?

Jesus conta que aquele moço desperdiçou tudo-10 e por essa causa, foi tratar de porcos.

 

Quando desperdiçamos tudo o que Deus dá, passamos necessidade e a necessidade nos obriga a tratar de porcos, isto é, a fazer coisas que não gostamos, a viver naquilo que não gostaríamos de viver. Com certeza, não há satisfação nisso.

 

Pergunte a um bêbado no momento em que estiver sóbrio, se ele gosta da embriaguez... pergunte às moças de programa, se estão satisfeitas no fim da última relação... pergunte ao que faz uso de drogas, se está satisfeito na sua vida de vício...

 

Qual será o pecador que vive satisfeito com o seu pecado? ...bem, se houver tal pessoa, duvido que tenha entendido o que exatamente é o pecado.

 

O pecado nos separa de Deus, nos expulsa da presença de Deus, nos lança para fora do jardim de delícias e nos arremete para dentro do chiqueiro de porcos. Viver ali o tempo todo da nossa vida é um desperdício.

 

Pois a pessoa que se afastou de Deus, que por necessidade está tratando de porcos, vivendo naquilo de que não gosta, está desperdiçando a vida.

 

Em segundo lugar, amados, tratar de porcos revela que nossa vida perdeu a qualidade-11.

Essa é outra conseqüência: porque não permanecemos com Deus, fazendo a vontade de Deus, então nos vemos tristes, vazios...

 

É um engano pensar que a satisfação da vida está nas coisas, nas festas, no trabalho, nos bens, no lazer... é um engano, porque tem gente que tem tudo isso: tem festa, tem emprego dos bons, tem bens de todos os tipos, móveis e imóveis, tem família bonita, tem viagens de carro e de navio, mas não tem satisfação na vida.

 

Jesus conta que aquele moço vivia uma vida sem qualidade... tinha dinheiro à esbanjar e, de fato esbanjou tudo, porque quanto mais fazia, menos satisfação conseguia.

 

Pessoas chegam a tratar de porcos na vida, isto é, a viver naquilo que não queriam, porque se afastaram de Deus e a vida perdeu a graça, a qualidade.

 

Em terceiro lugar, quando chegamos a tratar de porcos por necessidade, isso, além de ser um desperdício, uma vida sem qualidade, é também uma insatisfação-12.

Encontramos muita gente insatisfeita hoje em dia. Posso afirmar sem medo de errar: todo sucesso longe de Deus é fracasso.  

Uma mãe chegou um dia no culto de oração e disse: “Quero que orem pelo meu filho”. Mas perguntaram: “Por qual motivo, senhora?” Ela respondeu: “Ele está tendo muito sucesso na vida”. E o pastor perguntou: “Em que vida?” E ela disse: “Na vida profissional”. Estava bem-sucedido na vida profissional, mas um fracasso na vida espiritual. Não, isso não é sucesso.

 

Você pode ser bem sucedido na vida profissional, bem-sucedido na vida financeira, bem-sucedido nos estudos, bem-sucedido na vida amorosa... mas se sua vida espiritual é um fracasso, você ainda experimentou o sucesso... você ainda não sabe o que é ter verdadeira satisfação na vida.

 

O moço da história pôde alegar ser um homem de sucesso até esbanjar tudo...

Mas porque estava longe de Deus, longe do Pai, se viu insatisfeito.

 

Jesus conta aqui, v.17, que aquele moço, lá longe onde estava, parou, pensou e disse: “Quantos, na presença de meu pai, tem abundância de pão, e eu aqui estou insatisfeito morrendo de fome?”

 

Em outras palavras, ele estava dizendo: "Quantos que vivem na presença de Deus e tem alegria! Quantos que vivem na presença de Deus e fazem festa! Quantos que vivem na presença de Deus e estão satisfeitos! ...e eu estou aqui tentando comer comida de porcos!" ...era uma vida de insatisfação.  

 

Você quer satisfação na vida? -13  Quer ficar satisfeito? Fique com Deus.

Não vá para longe de Deus, não! Não se afaste da presença de Deus, não!

 

Deus coloca tudo no lugar certo. E é na presença de Deus que as coisas ficam no lugar certo – Deus ajusta... é na vontade de Deus que nos tornamos ajustados, satisfeitos, felizes.

 

Pessoas que estão vivendo desajustadas é porque estão fora da vontade de Deus.

Mas Deus trabalha ajustando pessoas. Amém?

 

Quando aquele moço voltou pra casa, Jesus conta que a alegria voltou ao coração dele, porque o pai disse logo: "Corram, matem o bezerro gordo, vamos festejar!"

 

Há festa pra nós-14 quando ficamos na presença de Deus!

 

CONCLUSÃO

Como está a sua vida? Você está satisfeito hoje? Você tem experimentado satisfação?

Quero lhe fazer um convite: Fique com Deus. Fique na presença de Deus.

 

Se você quiser ficar satisfeito da vida, fique com Deus. Não se afaste dEle!

 

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, 25/01/2009