Meus Sermões

SÓ DEUS FAZ A ALMA FELIZ
Lucas 15.14-16

 

INTRODUÇÃO

Quebra-gelo

Graça e Paz. Amém?

Apanhe agora a Bíblia e localize nela o evangelho de Lucas, capítulo 15. Você está familiarizado com a Bíblia? Sabe onde fica o Evangelho de Lucas, se no Velho ou se no Novo Testamento?

 

Sim, porque, algumas pessoas são novinhas ainda na fé e não tem muita experiência no uso da Bíblia... mas outras, já são membros da igreja faz um tempão e deveriam ter familiaridade com a Palavra de Deus... mas o que acontece é que muitos estão com a Bíblia na seguinte condição: "Tô contigo e não abro". Já outros dizem: "Tô contigo, abro, mas não leio”. E outros há que fazem assim: "Tô contigo, abro, leio, mas não pratico!"

 

Uma pena, porque a Bíblia é Lâmpada de Deus para os nossos pés, é Luz para o nosso caminho – precisamos saber usá-la! ...vamos ler o texto?

 

Leitura do texto: Lc 15.14-16

14“O rapaz já havia gastado tudo, quando houve uma grande fome naquele país, e ele começou a passar necessidade. 15Então procurou um dos moradores daquela terra e pediu ajuda. Este o mandou para a sua fazenda a fim de tratar dos porcos. 16Ali, com fome, ele tinha vontade de comer o que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada”.

 

Essa Palavra vai trazer luz de Deus para o seu caminho.

Você crê que o Espírito Santo de Deus é capaz de iluminar o coração humano e fazê-lo entender a vontade de Deus? Você crê que a Bíblia é a Palavra de Deus para abençoar a nossa vida?

 

Então, faz uma coisa: desocupe as suas mãos e dê o seu melhor aplauso para a Palavra de Deus e, enquanto aplaude, abre a sua boca e diga “glória a Deus”!

 

Oração

 

Gancho

Um fato curioso, acontecido em junho desse ano (2008), reportado no Jornal Extra, do Rio de Janeiro: a polícia apreendeu no Conjunto Amarelinho, em Acari, uma agenda que tinha estampada na primeira página o seguinte texto: “Só Deus faz a alma feliz... por isso vou me converter e sair do tráfico”. E o nome Jesus estava desenhado e abaixo escrito assim: “Se você tem olho grande então porque não enxerga Jesus”.

Explicava o jornal que a agenda devia pertencer a um traficante atormentado que não queria mais traficar.

 

Idéia Central

Bem, talvez não tivesse tão atormentado assim, porque foi capaz de escrever uma grande verdade que a Bíblia ensina: o mundo e os homens não dão nada, mas Jesus pode dar tudo o que precisamos!

 

Frase de Efeito

Só Deus faz a alma feliz.

 

Pergunta de Ligação

Quais lições esse texto dá para a nossa vida hoje?

 

Frase de Transição

Eu encontro nesta história, três lições preciosas; a primeira é:*2

 

NÃO ESPERE NADA DESSE MUNDO

Uma das coisas mais certas no mundo é essa: ninguém dá nada para ninguém. As pessoas são interesseiras, querem levar vantagem em tudo e pra isso usam todos os meios: a mentira, a traição, o crime!

Quantos que fazem promessas atraentes só para enganar as pessoas? Esse filho mais novo foi para o mundo, foi para longe da casa do pai, porque o mundo parecia bom demais para ser curtido. Propaganda enganosa!

 

Você já reparou nas propagandas de cursos gratuitos? É muito comum na escola, talvez não tanto aqui, mas nos grandes centros, os alunos recebem, de vez em quando, propaganda de um curso de idiomas gratuíto: por exemplo, quem souber marcar um “x” em três palavras inglesas com os seus respectivos significados, será escolhido para ganhar um curso de inglês. Então nossos filhos chegam a casa com aquela propaganda e dizem: “Olhem, que interessante e que eu quero fazer esse curso!” E nós pais, se formos experientes, diremos logo: "Mas, filho, neste mundo ninguém dá nada. Vamos com calma". Mas por causa da insistência, vamos ao endereço. Lá, o atendente nos recebe vai relatando: “Olha, seu filho foi escolhido entre vários estudantes para fazer este curso totalmente grátis". E ele fala da duração do curso, da importância do curso, e finalizando diz assim: "Você só vai pagar o material e o preço é muito especial; é algo em torno de R$ 1.600,00, que dividimos 5 parcelas!”

 

Você vê a situação? Ninguém dá nada neste mundo.

De vez em quando eu recebo em casa, pelo correio, propaganda de uma revistinha, até muito boa, inclusive! E a propaganda traz uma chave parecida com chave de carro e diz que se você raspar a figurinha e achar o desenho do carro, então você ganhou a chance de ganhar aquele carro, mas pra isso, você precisa fazer a assinatura da revista!

 

Seja esperto, no mundo ninguém dá nada, porque não tem mesmo nada para dar.

 

Veja aí a situação desse rapaz que saiu da casa do seu pai. Ele havia gastado tudo, gastado todo o dinheiro, todos os recursos que tinha e agora estava sem nada.

É isso o que acontece com o ser humano longe de Deus, ele chega num ponto que não tem mais nada para dar – longe de Deus, o ser humano perde a possibilidade de dar.

 

Enquanto estava na casa do pai, era diferente, lá ele tinha todas as riquezas... o próprio pai falou para o filho mais velho, v.31: "Você está sempre comigo e tudo o que é meu é seu".

 

É assim também conosco: quando vivemos na presença de Deus, nós temos acesso às riquezas dEle e podemos usufruir delas, mas se nos afastamos da presença de Deus, então perdemos esta condição.

 

É interessante que muitas pessoas, bem ou mal intencionadas, tentam até oferecer algo para saciar a fome das pessoas, porém o projeto delas é como o do fazendeiro aqui, que ao ser procurado pelo rapaz que deixou o pai, o máximo que pode fazer, foi oferecer um chiqueiro de porcos onde ele pudesse trabalhar e viver com fome.

 

Esse mundo está cheio de gente assim, que para tenta suprir a necessidade das pessoas, inventando de tudo para preencher o vazio, mas sem sucesso, porque não tem nada que possam dar.

 

Jesus conta nessa história, altura do v.14, que havia uma grande fome naquele país onde o filho mais moço estava.

Jesus destacou isso: houve uma grande fome naquela terra. Jesus inseriu este detalhe na história.

 

Foi para ensinar que todo aquele que viver só, longe de Deus, vai entrar em miséria e não terá ajuda porque longe de Deus as pessoas se tornam egoístas. Ele desejava comer, mas não encontrava ninguém que lhe desse comida.

 

Esse rapaz tinha feito muitos amigos no tempo que tinha dinheiro, mas os amigos do desperdício nos deixam quando mais precisamos deles.

 

No mundo, longe de Deus, você não pode contar com ninguém – porque estão longe de Deus, ninguém tem coisa alguma para que possa dar... esse mundo não dá nada.

Por essa razão, não fique esperando nada desse mundo; espere de Deus, porque só Ele faz a alma feliz.

 

...segunda lição: *3

2 – É IMPOSSÍVEL TER A BÊNÇÃO DE DEUS, ANDANDO LONGE DELE

Lemos no v.16, Jesus contou, que o rapaz que se separou do pai e foi andar longe dele, acabou passando fome naquele lugar onde estava.

Quando o homem vive longe de Deus isso também traz por conseqüência a fome – a fome espiritual, o vazio interior sentido na alma, é conseqüência da separação de Deus.

 

Quem abandona ao Pai que está no céu, quem abandona a Deus, não pode contar com a bênção dEle... quem anda longe de Deus só encontra miséria e castigo.

 

Você reparou no v.14? ...lemos que “O rapaz já havia gastado tudo, quando houve uma grande fome naquele país [miséria], e ele começou a passar necessidade” [castigo].

 

Quando uma pessoa se afasta de Deus, ela começa a desperdiçar a sua vida e vai indo até passar necessidade. Longe de Deus perdemos tudo que juntamos para nós. Perdemos a vida longe de Deus...

Não tente viver sem Deus, porque longe dEle é impossível você ter a bênção dEle.

 

Enquanto esse moço da história estava na casa do seu pai, ele tinha de tudo lá, mas quando se separou dele e foi para muito longe, ele somente encontrou miséria. Ele se afastou e passou fome.

 

Se o seu coração ainda não voltou para Deus, se você ainda não está junto de Deus, na presença de Deus, andando com Deus, você está passando fome, está passando necessidade no mais íntimo da alma.

É isso que a Bíblia diz de todos nós em relação a Deus. Está escrito em Rm 3.23*4: "Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus".

 

Estar na presença gloriosa de Deus é a riqueza mais infinita que qualquer pessoa pode ter. E essa presença gloriosa é usufruída quando nos sentamos à mesa com Deus e vivemos numa profunda intimidade com Ele.

 

A glória de Deus nós experimentamos quando estamos juntos dEle, andando com Ele, vivendo com Ele...

 

É o que aprendemos nesta história.

Por mais que tentemos juntar um punhado de coisas e então partir para viver nossa vida longe de Deus, independente de Deus, sem obedecer as leis de Deus, sem prestar culto a Deus, isso somente nos leva a passar fome, porque é impossível viver farto das bênçãos de Deus, longe de Deus.

 

Enquanto esse moço viveu na casa do pai, ele tinha tudo que o pai tinha, porém, quando se afastou, passou fome. Se seu coração ainda não voltou para Deus, está passando fome, sua alma está agonizando!

 

Esse é o quadro da fome... e o terrível da fome é que ela leva o ser humano ao pior estado possível.

Veja só esses slides 1*5... 2*6... 3*7... 4*8...

 

Vale a pena pensar no que escreveu Manuel Bandeira, em seu chocante poema intitulado “O Bicho”. O poeta escreveu*9: “Vi ontem um bicho/*10 na imundície do pátio,/ *11 catando comida entre os detritos./ *12 Quando achava alguma coisa,/ *13 não examinava nem cheirava:/ *14 engolia com voracidade./ *15 O bicho não era um cão./ *16 não era um gato,/ *17 não era um rato./ *18 o bicho, meu Deus, era um homem.”

 

Sabe, a fome espiritual também leva o homem ao pior estado possível.

No v.16*19 está escrito desse rapaz, que “ele tinha vontade de comer o que os porcos comiam”.

 

Imagina isso: ele estava no meio dos porcos... ali o fedor é forte, a comida dos porcos é detestável só de olhar, o cheiro dela é repugnante... e a pessoa sentir vontade de comer aquilo é mesmo um absurdo!

 

Mas, com esta ilustração marcante, Jesus está ensinando sobre a situação da pessoa quando ela quer viver longe de Deus: ela vive com fome no meio dos porcos...

 

Como você vê, é impossível ter a benção de Deus, andando longe dEle... mas se apegue a Deus, fique com Deus, ande com Deus – e Ele vai satisfazer você, Ele vai suprir as carências do seu coração – Deus irá abençoá-lo!*20 Afinal, Deus é bom; Ele faz a alma feliz!

 

...vamos à terceira lição dessa história, que é a seguinte:*21

3 – DEUS TEM O MELHOR CARDÁPIO PARA A FOME DA NOSSA ALMA

Aqui no finalzinho do v.16 está o cardápio daquilo que os porcos comiam, está escrito: “...ele tinha vontade de comer o que os porcos comiam”.

Mas se a Bíblia que você usa é de uma versão mais antiga que a minha, então é provável que esteja escrito assim: “desejava ele fartar-se das alfarrobas*22 que os porcos comiam”.

 

Palavra chique essa: alfarrobas... um nome desse, até parece comida de restaurante fino. O marido vai levar a esposa pra almoçar fora e diz: “Querida, hoje vamos comer alfarrobas!” Que chique, soa parecido com “alcachofras”! Tem gente que come “alcachofras”, sabe? E é caro, pode não ser gostoso e nem ter nome bonito, mas é chique!

 

Esse rapaz da história, sentindo fome, olhava para o cardápio do dia e dizia: “Que vontade de comer dessas alfarrobas!”. Só que não é nada bom, né?! Alfarrobas é chique de chiqueiro...

 

Por isso que já tem outra versão da Bíblia, também antiga, que pegou mais pesado na tradução e em vez de alfarrobas, traz “bolotas”. É bolotas... não são almôndegas, almôndegas graúdas, não; eram bolotas mesmo. Aquele rapaz desejou comer o que os porcos comiam: as bolotas, isto é, comida de porco mesmo.

 

O diabo não dá nada bom. O cardápio da desobediência, o cardápio do afastamento de Deus é nojento, é sujo.

Mas aquele rapaz estava em uma miséria tão grande que ele chegou a ter vontade de comer as bolotas que os porcos comiam!

 

Não havia mesa arrumada, não havia os talheres de casa, nem guardanapo e nem copo de água limpa pra beber. Tudo ali onde estava era misturado com a lama do lugar.

 

Jesus contou que o rapaz desejou comer daquelas bolotas, desejou e não conseguiu... os próprios porcos disputavam entre si a comida que tinham.

As pessoas longe de Deus, na falta que sentem da mesa farta do Pai, desejam comer qualquer porcaria.

 

Mas, amado, pensa um pouco: você foi criado para a glória de Deus: o que o mundo dá para os porcos, não serve para você! Esse cardápio do mundo não presta... é tudo bolotas, é farelo... pensa na fartura de Deus que você tem perdido!

 

Jesus contou, lemos no v.17, que esse rapaz parou, pensou, caiu em si e disse baixinho consigo mesmo: “Quantos trabalhadores do meu pai têm comida de sobra”. É assim na presença de Deus! Junto de Deus toda pessoa tem vida em abundância! Tem de sobra!!

E sabe, existe inato no ser humano, nasceu com ele, um desejo de estar com Deus, de sentar à mesa dEle e comer da comida dEle!

 

A alma humana tem fome de Deus, porque veio de Deus – ela é feita à imagem e semelhança de Deus! ...por isso que tem essa fome lá dentro de estar com Ele, de comer com Ele e se satisfazer nEle!

 

Pobre rapaz dessa história: por se afastar da casa do pai, deixou uma mesa farta. E agora, além da fome sentida, sofre também a dor da saudade, pois ele mesmo afirma: “Quantos trabalhadores do meu pai têm comida de sobra”.

 

Sim, é verdade! Você que está quase que comendo o farelo destinado aos porcos, escute isso: Deus pode saciar a sua fome espiritual, Ele pode suprir a sua necessidade interior mais profunda... Deus pode preencher o vazio da sua vida com coisas boas e fartas. Sim, Deus pode fazer a sua alma feliz!

 

Deus pode satisfazer você completamente!

No evangelho de João 6.35*23, está escrito isto que Jesus declarou: “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim nunca mais terá fome”. Jesus é o pão que desceu do céu e sacia a alma do homem.

Você entendeu? Jesus não é o bolo da vida, Ele é o pão... se você comer bolo todo dia, você vai enjoar, mas pão não enjoa. Por isso Jesus é o pão da vida!

 

Que cardápio abençoado é o cardápio que Deus oferece pra nós... esse é muito melhor!

O cardápio de Deus traz vida abundante e eterna*24, é uma vida de realizações, vitoriosa e feliz. O cardápio de Deus é regado de festa. A pessoa que se sentar à mesa de Deus, verá que ela é farta!

 

O pão servido não é o pão de dores, não é o pão que o diabo amassou e que muitos comendo longe de Deus. Não! Não! Deus oferece Jesus, o pão da vida, que faz bem e só traz satisfação para a alma!

 

Amado, faz o que esse rapaz da história fez: ele, que havia deixado o pai, a única pessoa que realmente o amava e que podia lhe dar alguma coisa... ele parou, fez uma pausa na vida, pensou, caiu em si e disse: “O cardápio na casa do meu pai nem se compara com esse que tenho aqui... o cardápio na casa do meu pai é muito melhor; vou voltar para o meu pai!”

 

CONCLUSÃO

Faz isso hoje você também!

Não espere nada do mundo, porque o mundo não tem nada para dar. E no mundo, andando longe de Deus, é impossível você ter as bênçãos de Deus... o cardápio pra quem vive longe de Deus é muito miserável.

 

É uma pena que você tenha se afastado de Deus e ido viver longe dEle, longe da igreja, longe dos cultos, longe da Lei de Deus... e alguns tem ido tão longe de Deus que já estão quase que comendo o que os porcos comem... que triste!

 

Mas essa história que Jesus contou não é de acusação, ela é pra promover salvação... de modo que, se você tem andado longe de Deus e passado fome na alma, sofrido necessidade no seu interior, no mais íntimo do seu ser, hoje Deus te convida a assentar à mesa com Ele, onde tem posto um banquete... e o cardápio de Deus!

 

Amado, Deus está convidando você hoje, para um banquete com Ele.

Será que você pode fazer como esse rapaz da história fez, que caindo em si, disse: “Vou voltar para a casa do meu pai”?

 

Será que você descobriu que o mundo não dá nada e que é impossível ter a bênção de Deus vivendo longe de Deus?

 

Se você compreende isso, então não falta mais nada pra você experimentar hoje do cardápio de Deus...

 

Se você andou longe de Deus e caiu em si, então agora você pode entrar para a festa.

 

Deus tem posto um banquete pra você! Vem para a festa! Afinal, não é o mundo, não são os homens*25, mas só Deus, faz a alma feliz.

 

Pr Walter Pacheco da Silveira