Meus Sermões

CASADOS E FELIZES PARA SEMPRE
Diversos

 

Introdução

Há quem deixou de apreciar as histórias começadas com “Era uma vez...” e terminadas com “...foram felizes para sempre.”

 

Talvez, por parecerem histórias muito comuns... mas essas são as que mais marcam a infância da gente... quem que nunca ouviu: “Era uma vez um príncipe e uma princesa que  se casaram... e foram felizes para sempre”?

 

Eu desejo, Antônio Marcos e Fran, que hoje isto não seja uma história, mas o registro de um fato real, verdadeiro, na vida de vocês.

 

E que temos aqui um príncipe e uma princesa... ninguém tenha dúvida!

Assim como Deus fez de Jacó, Israel, mudando-lhe o nome, mudando-lhe a vida, tornando-o um príncipe, sabemos que assim também se passou com vocês... porque, pelo poder de Deus, vocês tiveram a vida mudada... hoje são filhos do Rei, príncipes, portanto. Aleluia!

 

E nesta data o casamento de vocês é celebrado... logo, estarão casados de fato, perante Deus e a sociedade... casados... e felizes para sempre?

 

Bem, é sobre isto que quero lhes falar.

 

Amados, a felicidade daquelas histórias de infância existe e ela está ao nosso alcance.

Porém, a felicidade não está num lugar específico, mas numa atitude definida.

 

Lemos na Bíblia, que Jesus, subiu ao monte com os Seus discípulos e falou pra eles sobre a felicidade – este ensinamento está escrito no Evangelho de Mateus 5.1-12, no texto conhecido como “As bem-aventuranças”.

 

Essa expressão “bem-aventurança”, “bem-aventurado”, que Jesus usou tantas vezes, significa feliz, ou muito feliz.

É uma palavra toda própria para falar da felicidade plena, daquela felicidade que é independente das circunstâncias – isto é, que não importa o que está se passando em volta, por que independente das circunstâncias, se é feliz.

 

Mas o problema com muitas pessoas hoje, não é a busca da felicidade, mas é o contentamento com uma felicidade pequena, limitada demais, terrena demais.

 

Mas ouçam: Deus nos criou e nos salvou para a maior das felicidades.

E a maior felicidade, a felicidade plena, não está nas coisas... está em Deus. Amém? É na presença de Deus que existe plenitude de alegria.

 

Por isso, o propósito principal da vida é conhecer a Deus e amar a Deus. É nisso que reside a verdadeira felicidade!

 

No texto das bem-aventuranças, então, Jesus fala sobre como viver feliz para sempre...

Eu quero dizer a vocês que nesse texto, Jesus está dando o mapa da felicidade – um mapa que quero estender perante os olhos de vocês, nesta noite tão significativa, para que vocês vejam como desfrutar felicidade para sempre.

 

Em primeiro lugar, afim de serem felizes para sempre, Fran e Antônio Marcos:

1- Tenham uma relação correta com Deus.

Se vocês observarem as duas primeiras bem-aventuranças, perceberão que elas tratam da correta maneira de nos aproximarmos de Deus.

Jesus falou que “Feliz é o humilde de espírito” e “feliz é o que chora” – conceitos que são tidos como sem importância no mundo de hoje... porque ser humilde significa reconhecer que não temos qualquer auto-suficiência... significa depender de Deus.

 

O “humilde” é um pobre, um carente, um desprovido de recursos... Jesus ensinou que feliz é a pessoa que se aproxima de Deus sabendo que sozinha nada é e nada pode, e por esta razão se agarra nEle.

 

E a palavra que Jesus usou para “choro” era a mais forte da época. Os antigos a usavam para falar do choro provocado pela perda de um ente-querido. Era um choro doloroso, profundo e amargo.

 

Pois, ensinou Jesus, feliz é aquele que chora pelos seus pecados e sente tristeza pelas mazelas do seu próprio coração.

Querido casal, se cada um de vocês tiver uma correta relação com Deus, consciente de sua total dependência dEle e lamentando pelos seus pecados, vocês se tornarão muito felizes...  

 

Em segundo lugar, afim de serem felizes para sempre:

2- Tenham uma relação correta consigo mesmos.

Lemos aqui na Bíblia, que Jesus disse que os mansos e os puros de coração são bem-aventurados, são felizes.

Uma pessoa mansa é aquela que tem controle de si mesma...

 

Mas tem esposas, Antônio Marcos, que não são mansas, mas bravas, irritadas, agressiiiivas... na casa delas, as panelas voam...

 

E tem maridos, Fran, que não são mansos, antes são uma fera, truculentos, braaabos...

 

Interessante que essa palavra “manso” que Jesus usou é normalmente usada para falar de um animal domesticado... o bicho tem força, mas porque foi domesticado, aprendeu a usar essa força para o bem e não para o mal.

 

Jesus está dizendo: Felizes os mansos... esses que têm domínio próprio, esses que lidam bem consigo mesmos.

Mas quantos que arruínam a própria vida e a vida dos outros, arruínam o próprio casamento, por causa da falta de mansidão, por falta de controle de si mesmos?

 

Jesus ainda disse mais: uma pessoa feliz, cuida da fonte de sua própria alma... ela tem zelo pela pureza do seu coração.

O mundo moderno proporciona muita aventura, muitas experiências (extra-conjugais, são várias), mas são coisas que não trazem nenhuma felicidade verdadeira.

 

Quantos homens e mulheres, tem sido seduzidos pelo encanto que há no mundo... é muito brilho, é muito glamour... mas toda felicidade proporcionada pelo mundo é falsa e o prazer do pecado é passageiro.

 

Por isso, sejam zelosos consigo mesmos... aprendam a mansidão e adquiram pureza de coração...

Jesus ensinou que esses, e somente esses, é que são felizes... os mansos (e não os bravos) herdarão a terra...

 

E felizes são, não aqueles que se abastecem dos banquetes do mundo, mas os que são puros de coração, pois estes verão a Deus.

 

Em terceiro lugar, Antônio Marcos e Fran, afim de serem felizes para sempre:

3- Tenham uma correta relação com o próximo.

Jesus deixou as três últimas bem-aventuranças para falar da nossa relação com o próximo.

E casada, Fran, o seu próximo mais próximo é o seu marido... e para você, Antônio, o seu próximo mais próximo é sua esposa!

 

Ela, conforme ensina a Bíblia, deverá ser submissa ao marido (e submissão não significa ser inferior)...

 

Quero lembrar que a mulher foi feita de uma costela tirada ao lado de Adão; não foi da cabeça, pra ele dominar sobre ela; nem do seu pé, pra ela ser pisada por ele; mas do lado, pra ela ser igual a ele.

 

E Deus estabeleceu a submissão da esposa ao marido – submissão que significa disposição para receber cuidado, proteção. A submissão abençoa a esposa.

 

E ele, deverá amar a esposa como Cristo amou a Igreja, isto é, com um amor mais forte do que a morte, um amor sacrificial, um amor santificador.

Uma mulher amada pelo marido fica livre de muitas tentações e perigos... o amor do marido abençoa espiritualmente a esposa.

 

Jesus ensinou: Felizes as pessoas que têm misericórdia do outro, que trabalham pela paz e que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus!

 

Se haverão de ser felizes para sempre, isto também dependerá da correta relação com o próximo.

Sabem, o casamento é o mais difícil dos relacionamentos humanos. Ele exige paciência, perícia, tato, maturidade emocional e espiritual.

 

Podemos comparar o casamento a dois "porcos espinhos", por ocasião do inverno. É! Com a chegada do inverno, a chuva, o frio intenso, os porcos-espinhos começaram a ficar juntinhos. Mas, muito juntos, começaram a se espetar; então, cada um se aborrecia e afastava. Mas, afastados, ficavam com tanto frio que se juntavam novamente e, para suportar o frio, então eles tiveram de se ajustar um ao outro.

 

Terá que haver isto no casamento de vocês: um ajuste de respeito, de fidelidade, de compromisso…

 

Jesus disse que a felicidade não está em destruir o próximo, mas em amá-lo... não está em fazer alguém sofrer, mas em praticar a justiça e estar disposto a ser perseguido por essa causa.

Os misericordiosos alcançarão misericórdia, os pacificadores serão chamados filhos de Deus e os perseguidos por causa da justiça herdarão o reino de Deus.

 

Conclusão

Portanto, casados vocês estarão, mas felizes para sempre, vocês haverão de ser... e eis aqui o mapa da felicidade:

Se tiverem uma correta relação com Deus, consigo mesmos e com o próximo, começando pelo próximo mais próximo.

 

Querem ser felizes para sempre? Sigam o mapa que Deus deixou... que o Senhor lhes abençoe. Amém.

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, 14.6.2008