Meus Sermões

Não Perca o Futuro
Gênesis 19.17 e 26 e Lucas 17.32


“Então um dos anjos disse a Ló: -Agora corra e salve a sua vida! Não olhe para trás, nem pare neste vale. Fuja para a montanha; se não, você vai morrer. (...) E aconteceu que a mulher de Ló olhou para trás e virou uma estátua de sal”. – Gn 19.17, 26
 
“Lembrem da mulher de Ló”. – Lc 17.32
 
Introdução
Jesus disse para nós não nos esquecermos da mulher de Ló... por que razão?
Bem, existe uma importante mensagem nessa história.
 
Vejamos duas razões porque o Senhor nos diz: “Lembrem da mulher de Ló”.
 
...a primeira é que:
1. Olhando para trás, a mulher de Ló, trouxe à memoria coisas que não deveriam mais ser lembradas.
Ela morava com o esposo e as duas filhas na cidade de Sodoma...
Sodoma era uma cidade de habitantes muito ímpios... as pessoas ali eram de uma vida muito errada, muito pecaminosa... tão pecaminosa que do nome da cidade se originou a palavra sodomia...
 
Em Gn 18.20, lemos que o próprio Deus falou, está escrito: “Aí o Senhor disse a Abraão: -Há terríveis acusações contra Sodoma e Gomorra, e o pecado dos seus moradores é muito grave”.
 
Por causa do pecado tão desenfreado, o Senhor resolveu enviar fogo do céu sobre a cidade para destrui-la, removendo a sua memória e os pecados da Sua presença.
 
Veja o que está ecrito em 2 Pedro 2.6: “Deus condenou as cidades de Sodoma e Gomorra, destruindo-as com fogo, como exemplo do que vai acontecer com os que não querem saber dele”. Misericórdia!
 
Mas Deus, viu que Ló não era mau, aliás, lemos aqui mesmo em 2 Pedro 2.7, que Ló era um homem reto, a Bíblia o chama "o justo Ló" ou “um homem bom”.
Está escrito: “Ele salvou Ló, um homem bom, que estava aflito porque conhecia a vida daquela gente imoral”.
 
Deus reduziu "a cinzas as cidades de Sodoma e Gomorra ... e livrou o justo Ló".
 
Ló  se resguardou da maldade de Sodoma... mostrando que, não é porque todo mundo faz, que ele vai fazer também... bom para Ló!
 
Mas a esposa de Ló olhou para trás... e esse olhar para trás foi trágico.
Ela não levou a sério a ordem de Deus, e morreu petrificada... convertida numa estátua de sal.
 
Em Gn 19.26 lemos a respeito: “E aconteceu que a mulher de Ló olhou para trás e virou uma estátua de sal”.
 
Certamente, o coração dela estava apegado àquela cidade de Sodoma... estava apegado ao sistema que havia ali...
Irmãos, olhar para trás é lembrar o passado... e lembrar o passado, especialmente de determinadas coisas do passado, pode despertar sentimentos de saudade, de tristeza, de frustração... que poderão resultar em grande tragédia.
Olhar para trás pode fazer com que a visão do futuro se perca... olhar para trás ainda pode fazer com que a força e o ânimo para avançar adiante, também se perca... por isso, cuidado com as lembranças do passado.
 
Será que há alguém aqui, precisando fazer com certas lembranças do seu passado, o que Deus fez com Sodoma... enterrá-las de uma vez por todas?
 
Quando eu meditei nesta palavra, eu senti de Deus, que nenhum de nós, membro da Igreja Central hoje, deveria olhar para trás, com apêgo a certas comodidades dos anos passados...
 
Porque o apêgo a certas comodidades do passado, o apego a certos confortos do passado, pode nos encher de saudade, nos trazer tristeza e colocar a perder a nossa visão do futuro.
 
Qual é a visão do nosso futuro? ...ora, uma igreja numerosa e crescente na cidade...
 
Mas olhar para trás pode ser trágico, porque sentiremos saudades do tempo em que erámos poucos, e então, era fácil chegar e encontrar espaço no banco para sentar... era fácil chegar e encontrar uma boa vaga para estacionar o carro...
 
No passado, era mais cômodo... não faltava espaço para as crianças... todo mundo conhecia todo mundo...
 
E quando olhamos para trás, o sentimento de tristeza é despertado...
 
Porque, hoje, se você demorar em chegar, você não vai achar o seu lugarzinho de sempre... hoje você encontra dificuldade para estacionar o carro... irmão, dificuldade prá estacionar até bicicleta...
 
Ah! ...e você não consegue conhecer todo mundo mais... você convida alguém para o culto da igreja, dizendo: “Que acha de no próximo domingo a noite conhecer a Igreja Batista Central!?” ...e a pessoa responde: “Hei! Mas eu já vou lá! Até participo da célula do...”.
 
Percebe, olhar para trás, especialmente para certas lembranças do passado, pode nos petrificar o ânimo, nos petrificar a vontade de avançar adiante.
 
Querido membro da Igreja Central, não olhe para trás, para que não se torne pedra como de sal, nem a sua força e nem o seu ânimo.
 
Jesus disse: “Lembrem da mulher de Ló”, e a segunda razão porque disse isto é que:
2. Olhar para trás faz perder o futuro.
A mulher de Ló ficou sem futuro... no dia em que ela olhou para trás, ela perdeu o futuro.
Amados, o nosso viver tem que ser vivido em função do futuro e não em função do passado.
Então, anote isto:
Não viva pensando nas coisas que você perdeu ontem, mas viva pensando nas coisas que você pode vir a ganhar amanhã.
Não pense nas atitudes erradas que só fizeram você andar pra trás, mas pense nas decisões certas que irão fazer você avançar adiante.
 
Não pense no grade pecador que você foi ontem, mas no santo, no justo, que você se tornará amanhã...
 
Agora, isto é uma questão de atitude, é uma questão de decisão, uma questão de firmeza nos propósitos.
O Apostolo Paulo teve um passado muito mau, muito negativo, pois ele foi um perseguidor da Igreja de Jesus, e ele maltratou muitas pessoas e até consentiu na morte de alguns cristãos.
 
Ouça o que Paulo mesmo escreveu na carta aos Filipenses: “É claro, irmãs e irmãos, que eu não penso que já consegui isso. Porém uma coisa eu faço: Esqueço aquilo que fica para trás e avanço para o que está na minha frente. Corro direto para a linha de chegada a fim de conseguir o prêmio da vitória. Esse prêmio é a nova vida para a qual Deus me chamou por meio de Cristo Jesus.” (Fp 3.13).
 
Paulo, depois que se tornou um cristão, um discípulo de Cristo, ele resolveu esquecer as más lembranças do passado...
É que certas lembranças do passado, podem paralisar, petrificar nossa força e nossa ânimo, e colocar a perder o nosso futuro.
 
Porém, o apóstolo Paulo resolveu construir um bom futuro servindo ao Senhor... ele não olhou para trás!
 
E quem sabe um pouco da história da vida de apóstolo Paulo, sabe também que o futuro dele compensou em muito, o passado que ele havia tido... porque foram muitos mais os que ele abençoou, do que aqueles que destruiu.
 
Irmãos, o perigo de olhar para traz é que podemos perder o futuro... é que podemos perder a oportunidade de fazer mais para Deus e de fazer mais para abençoar pessoas da parte de Deus.
 
Conclusão
Eu acredito que temos chegado a um tempo na vida da igreja, em que Deus está querendo nos levar além...
Para além do que foi conquistado aqui... e olha que aqui, alcançamos uma multidão... adquirimos boas coisas... vê aí o nosso data-show, o computador... o batistério... o telhado, o piso externo... os líderes que servem nas células... quantas coisas abençoadas temos tido!
 
Mas o Senhor quer nos levar para além destas conquistas!
 
E por esse motivo, me parece, entra aqui o que Deus recomendou à Ló e sua família: “Não olhes para trás de ti e não pares”.
Porque há coisas que para trás ficam e não devem mais ser lembradas, sob o risco de petrificar nossa força e nosso ânimo.
 
Além de colocar a perder a nossa visão do futuro.
 
Por isso, irmãos, digamos junto com o apóstolo Paulo: “Esqueçamos aquilo que fica para trás e avançemos para o que está na nossa frente”.


 
Pr Walter Pacheco da Silveira, 23.11.2006