Meus Sermões

O TIPO DE PESSOA QUE OUVE A VOZ DE DEUS

Tiago 4.8

 

“Cheguem perto de Deus, e ele chegará perto de vocês”

 

Introdução

“Como posso fazer com que Deus fale comigo?” – essa é uma pergunta bastante comum... você já a fez?

Existem três características essenciais para ouvirmos a voz de Deus:

Disponibilidade; Disposição, e Humildade.

 

Se fizermos um estudo da vida de Jesus, que ouvia a voz do Pai melhor que qualquer outra pessoa, uma das primeiras coisas que irá nos impressionar é a DISPONIBILIDADE que havia nEle para Deus.

No Evangelho de Marcos (1.32-34), lemos da ocasião, quando Jesus ficou acordado até tarde da noite, curando enfermos e libertando endemoninhados.

 

Depois de ficar acordado metade da noite ministrando às pessoas, o evangelista Marcos conta que “de madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus levantou-se, saiu da casa e foi para um lugar deserto, e ali orava” (v.35).

 

Mas, se alguém podia ter uma desculpa para dormir até mais tarde, Jesus certamente teria uma naquela manhã... Ele havia trabalhado até tarde!

 

Mas, em vez de dormir mais tempo, Jesus seguiu o hábito diário de buscar momentos a sós com Deus (Lc 4.42; 5.16).

 

Sabe, nas primeiras vezes que eu preguei sobre esse texto, eu entendia que Jesus sempre encontrava tempo para Deus... mas hoje, meu modo de compreender essa passagem não é mais assim.

É que, olhando para a vida de Jesus, nós não O vemos “encontrando tempo para Deus”... na verdade, o que vemos é um Filho cujo tempo pertence completamente ao Pai.

 

Algo que me impressiona em Jesus é isto: todo o seu tempo era tempo para Deus... Jesus sempre estava disponível para Deus!

 

Em Jo 5.19 lemos que Jesus só fazia o que via o Pai fazer... então, Ele sempre estava no lugar certo, no momento certo, para cumprir os desejos de Deus, o Pai.

 

Agora, entenda bem essa disponibilidade.

Jesus estava completamente disponível para Deus – essa disponibilidade, porém, ultrapassava o hábito diário de ter um momento a sós com Deus em nosso quarto, em nossa sala, ou outro lugar.

 

Quando pensamos na disponibilidade de Jesus para com Deus, não devemos pensar só num momento a sós, regular com Deus.

 

Há pessoas que jamais perdem seu momento a sós com Deus às 4:30 da manhã, para leitura da Bíblia e oração, mas que ainda assim, se conservam resistentes a Deus, indispostos para Deus no resto do dia...

 

Muitos “encontram tempo para Deus” cedo pela manhã, somente para logo se verem livres disso e prosseguir com a vida, esquecidos de Deus...

 

Por isso, quando pensamos na disponibilidade de Jesus para Deus, devemos pensar isto: que bem ao contrário das pessoas que “encontram tempo” para Deus, Jesus entendia que todo o seu tempo era tempo de Deus e que o dia inteiro pertencia ao Senhor.

 

Noutras palavras: O Pai podia falar ao Filho, fosse a hora que fosse, porque o Filho estava disponível para ouvir.

 

Vou lhe contar um caso que sempre me comove:

Um homem havia acabado de fazer amizade com alguém que, mais tarde, se tornou um dos seus melhores amigos. O homem estava passando por momentos difíceis e precisava da ajuda do outro. Certo dia, após o almoço eles se despediram e aí, o homem lhe perguntou até que horas da noite poderia telefonar. O amigo disse que poderia ligar a hora que quisesse. O homem, porém, respondeu: “Não, eu não quero acordá-lo, por isso, diga-me a que horas, geralmente, costuma se deitar e dormir!” Então, o amigo respondeu: “Não faz diferença alguma a que horas eu vou dormir. Para você, sou um amigo de 24 horas, sete dias por semana! Telefone pra mim a hora que quiser!”.

 

Você compreende isto? ...estar disponível é uma das principais características da amizade – os amigos estão sempre disponíveis para os amigos.

 

Vamos pensar nisso por um pouco.

Há diferentes níveis de amizade – e diferentes níveis de amizade exigem diferentes graus de disponibilidade.

 

Por exemplo, existem pessoas para as quais não damos o nosso número de telefone (não é verdade?)... mas são pessoas para as quais sorrimos e com quem falamos normalmente, todas as vezes que as encontramos.

 

Por outro lado, também existem pessoas que só têm o nosso número do telefone para recados... é aquela história: “Se quiser falar comigo, ligue para... e deixe seu recado!”.

 

Mas, existem aquelas pessoas, em número bem mais reduzido, que têm o nosso telefone de casa e do celular, inclusive!

E, mesmo assim, dessas pessoas que sabem o número do telefone da nossa casa, somente umas poucas é que se sentem na liberdade de usa-lo a qualquer hora do dia ou da noite...

 

Esses são os nossos amigos mais íntimos, os que podem aparecer na nossa casa sem avisar e que serão recebidos com satisfação... que podem  interromper nossos afazeres sem nos causar irritação.

 

Então, percebemos o seguinte: quanto mais profunda a amizade que temos com uma pessoa, maior a nossa disponibilidade para ela, para ouví-la e atendê-la.

 

Pois, amado irmão e irmã, é isso que Deus quer de nós: uma amizade mais próxima, mais íntima (Jo 15.15).

E sabe, na verdadeira amizade, a disponibilidade é recíproca: as pessoas que têm acesso à nós, a qualquer hora do dia e da noite, geralmente são pessoas que nos concedem acesso, a qualquer hora do dia e da noite, a elas também!

 

É assim que se passa em nossa relação com Deus: Deus está mais disponível para aqueles que estão mais disponíveis para Ele!

 

Para muitos, essa idéia não parece justa... muitos gostam de imaginar Deus igualmente disponível para todos a todo tempo... mas essa é uma maneira errada de entender Deus.

 

Deus não dá pérolas a porcos... lemos no VT que os que encontram Deus são os que O buscam de todo o coração (Dt 4.20).

 

Portanto, se queremos uma amizade profunda com Deus... se queremos que Deus fale conosco, é importante encararmos o nosso tempo como tempo de Deus... é importante estarmos inteiramente disponíveis para Ele.

E isto é necessário porque Deus nos fala nos momentos mais inesperados... de madrugada, talvez... durante a noite, através de um sonho...

 

O sonho é importante. Você deve anotar os sonhos que tem a fim de não se esquecer deles. Então, terminado o sonho, levante da cama e anote tudo... lembre-se: se você estiver disponível para Deus, Ele estará disponível para você.

 

Ou talvez não seja um sonho que você tenha durante a noite... pode ser um incômodo... o sono não chega...

 

Pois fique atento: Deus irá falar se naquele momento você O buscar, em vez de ligar a televisão ou folhear um livro ou revista..

 

Amados, quando Jesus chamou os apóstolos, Ele deixou bem claro o que queria de cada um deles.

Lemos isto em Mc 3.13-15: “Jesus subiu um monte, chamou os que ele quis, e eles foram para perto dele. Então escolheu doze homens para ficarem com ele e serem enviados para anunciar o evangelho. A esses doze ele chamou de apóstolos. Eles receberam autoridade para expulsarem demônios”.

 

O Senhor escolheu os apóstolos para três propósitos: Primeiro, “para que estivessem com Ele”. Segundo, “para que os enviasse a pregar”. E terceiro, “para que tivessem autoridade para expulsar demônios”.

 

Mas, antes que tivessem o poder para pregar e ministrar em nome do Senhor, eles deviam estar com Ele... eles deviam ter disponibilidade para Deus.

 

Você percebe? ...disponibilidade para Deus é a prioridade... e esse é o maior quesito para podermos ouvir a voz de Deus.

 

Está escrito: “Cheguem perto de Deus, e ele chegará perto de vocês” (Tg 4.8).

 

Amado: Se você estiver disponível para o Senhor, Ele estará disponível para você!

 

Pr Walter Pacheco da Silveira