Meus Sermões

O DESAFIO DA ADORAÇÃO NESTE TEMPO 
Mateus 6.21

 

"Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração".

Introdução
Se fizermos uma pausa para considerar o que se passa no mundo hoje, especialmente na área espiritual, verificamos que o ser humano, na busca de um deus que se adapte aos seus interesses e satisfaça as suas necessidades, está se distanciando cada vez mais do verdadeiro Deus. 

Cada vez mais o homem vai se tornando o centro de todas as coisas, visando felicidade a qualquer preço, prazer acima de qualquer coisa...
O Senhor Jesus disse que "onde estiver o tesouro [do homem], aí também estará o seu coração" (Mt. 6:21).

Com isso, a tendência é que nós crentes, filhos de Deus, sejamos também influenciados por esses valores do mundo, correndo o risco de concordarmos com um cristianismo que coloca o homem no centro de tudo e que faz de Deus uma espécie de empregado nosso.

Por isso, amados: A pergunta a ser feita nesta noite é: existe uma alternativa ou somos forçados a seguir o curso deste mundo? 

Ao passar aqui na terra, Jesus convocou homens para estivessem junto à Ele, a fim de transformá-los em discípulos e ganhadores de almas. 
O Senhor disse também que "o Pai procura verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade" (João 4:23).

Então, eu creio que aí está a resposta para o desafio desse tempo: sermos discípulos e adoradores, sermos pessoas que ocupem a posição mais elevada entre os homens: a posição de representantes de Deus na terra (II Cor 5:20).

Irmãos: Nós estamos no Século XXI e, como pessoas de Deus, nós somos a única alternativa que o mundo tem para conhecer o que é uma vida baseada na verdade e no amor provenientes de Deus. 
Portanto, nós temos que expressar ao mundo uma vida de fé e esperança. 

Esse é o grande desafio para mim e para você.

Vamos, então, analisar alguns princípios que nos falam sobre o perfil do adorador e o estilo de vida adotado por ele. Esse estilo, se você também adotar, certamente irá leva-lo a fazer diferença nesse tempo.

...em primeiro lugar, o desafio desse tempo requer
O adorador como guerreiro
Você sabe de Ef. 6:12: "pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais".
O mundo espiritual é uma realidade. Embora a afirmação possa parecer óbvia, nunca é demais reforçar: Estamos numa guerra espiritual constante.
E o adorador está consciente da existência dessa luta e por isso ele é um guerreiro.

Ao olharmos para Davi, vemos ali uma perfeita combinação entre adorador e guerreiro. Ele era doce para com seu amado Senhor, porém implacável para com os inimigos. Prova disso foi seu confronto com o gigante Golias. A mesma sensibilidade que o levava a ministrar ao Senhor o capacitava a discernir e vencer o inimigo. 
Como adorador, você deve estar apto a usar os mesmos métodos de Davi.
Todo adorador sabe que a área de maior conflito espiritual é a da adoração. No princípio, Lúcifer insurgiu-se contra o Senhor, pois queria ser adorado como Deus. Por essa causa, foi expulso da posição que ocupava no monte santo de Deus, tornando-se, assim, Satanás, cujo significado é "adversário". 
Hoje essa posição é ocupada pela Igreja, o corpo dos verdadeiros adoradores (Ez. 28:12-19; Sl. 15:1-2).

...e depois disso, esse tempo requer
O adorador como profeta 
2 Cr 20:20 diz: "...tenham fé nos profetas do SENHOR, e terão a vitória".
Todo adorador deve ser um profeta. Todo profeta fala da parte de Deus porque ouve a Deus. Hb. 1:1
Todo profeta tem o coração abastecido pela palavra de Deus. Ele é como o varão do salmo primeiro, que medita na lei do Senhor dia e noite e tudo quanto fizer prosperará.

O apóstolo Pedro ensina que devemos atentar para a palavra dos profetas como a uma luz que alumia em lugar escuro "porque não havendo profecia o povo se corrompe" (II Pd 1:19). 

A profecia traz direção, encorajamento, consolação e edificação. Davi era um adorador, mas também era um grande profeta. 
Ele profetizou a derrota de Golias ao declarar "hoje mesmo o Senhor te entregará em minhas mãos" (I Sm 17:46).
Os homens que Davi separou para o serviço no tabernáculo eram profetas. 
O ministério na casa de Deus flui melhor se houver espaço para a palavra profética. 

O Século XXI será marcado por uma geração de adoradores cheios da palavra profética (Joel 2:28). Amém?

Conclusão
............

Pr Walter Pacheco da Silveira