Meus Sermões

BUSCANDO UMA COMUNHÃO SATISFATÓRIA
Lucas 19:1-10

 

1  Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade.

2  Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores de impostos.

3  Ele estava tentando ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, pois Zaqueu era muito baixo.

4  Então correu adiante da multidão e subiu numa figueira brava para ver Jesus, que devia passar por ali.

5  Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse a Zaqueu: -Zaqueu, desça depressa, pois hoje preciso ficar na sua casa.

6  Zaqueu desceu depressa e o recebeu na sua casa, com muita alegria.

7  Todos os que viram isso começaram a resmungar: -Este homem foi se hospedar na casa de um pecador!

8  Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: -Escute, Senhor, eu vou dar a metade dos meus bens aos pobres. E, se roubei alguém, vou devolver quatro vezes mais.

9  Então Jesus disse: -Hoje a salvação entrou nesta casa, pois este homem também é descendente de Abraão.

10  Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar quem está perdido.

 

Introdução

Comunhão: duas partes que tem algo em comum.

Toda pessoa necessita ter comunhão com Deus... você já ouviu sobre isso.

Porém, mais do que isso, todos necessitamos ter com Deus uma comunhão satisfatória, vitalizadora... uma comunhão que resulte em mudança de nossas atitudes, em mudança do nosso caráter diante dos desafios da vida.

 

Zaqueu necessitava dessa comunhão e, neste texto, aprendemos que ele buscou por ela e a alcançou!

 

A experiência de Zaqueu deve nos ajudar a vencer situações que possam nos impedir, nos atrapalhar, de desfrutar de uma perfeita relação com Deus.

 

Certos elementos impedem ao ser humano ter comunhão satisfatória com Deus...

 

1. ELEMENTOS QUE IMPEDEM AO HOMEM VIVER UMA COMUNHÃO SATISFATÓRIA COM DEUS

Primeiro, elemento: a multidão, lemos aqui no v.3: “Ele estava tentando ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão”.

Então, lemos nesse verso, de uma multidão ao redor de Zaqueu... era uma multidão que o impedia de contemplar a passagem do Senhor com facilidade.

 

Ah! Quantas vezes não vivemos também essa mesma situação? ...quantas vezes, queremos muito nos aproximar de Deus, mas, com tantas coisas à nossa volta... vícios, costumes, impedimentos familiares (como tradições religiosas), problemas sociais, práticas inadequadas...

 

...ficamos impedidos de ver a Jesus.

Mas, há alguns outros elementos que impedem ao homem viver uma comunhão satisfatória com Deus; esses elementos são os seguintes:

 

O pecado.

Tudo aquilo que faz com que a pessoa caminhe fora da vontade de Deus, é pecado.

E sobre o pecado, lemos em 1 João 3.4, que: “Quem peca é culpado de quebrar a lei de Deus, porque o pecado é a quebra da lei”.

E isto resulta em separação de Deus, conforme está escrito em Rm 6.23: “Pois o salário do pecado é a morte”.

 

Morte é separação...  o pecado causa essa separação, de modo que o homem não pode ter comunhão com Deus.

 

Os valores do mundo.

Novamente em 1 João, lemos isto (2.16-17): “Nada que é deste mundo vem do Pai. Os maus desejos da natureza humana, a vontade de ter o que agrada aos olhos e o orgulho pelas coisas da vida, tudo isso não vem do Pai, mas do mundo. 17  E o mundo passa, com tudo aquilo que as pessoas cobiçam; porém aquele que faz a vontade de Deus vive para sempre”.

 

Outro elemento que impede uma comunhão satisfatória com Deus é a estatura.

No texto de Lucas lemos que Zaqueu era uma pessoa de baixa estatura e isto, logicamente, o atrapalhava de ver a Jesus.

 

Mas, sabemos que isto é uma referência a um problema físico de Zaqueu... problema que ele soube resolver adequadamente.

 

Mas, espiritualmente falando, também encontramos “baixa estatura” espiritual...

Pessoas de pequena estatura espiritual ficam impedidas de desfrutar comunhão satisfatória com Deus.

Certa vez, um pregador do Evangelho, abordou um homem que estava em frente ao portão de uma casa que não era a casa dele, era a casa de sua amante, mulher com a qual ele vivia em pecado há vários meses. O missionário insistiu em mostrar o plano de salvação para ele... o homem começou a ouvir, mas num dado momento, ele se enraiveceu e foi dizendo: “Eu sei que o que me está dizendo é verdade, mas agora não quero nada com você nem com a igreja... eu estou bem como estou e assim vou ficar”. Vale mencionar que, apesar da dura resposta, Deus ama aquele homem a tal ponto que ofereceu pra ele uma outra oportunidade, só que desta vez, foi 22 dias depois, em uma cama do hospital, onde ele havia chegado como resultado de suas andanças e aventuras... experiência que quase lhe custou a vida.

 

Não é a recusa em acolher a graça de Deus algo que rebaixa uma pessoa ao nível da impossibilidade de ter comunhão satisfatória com Deus?

Certamente que sim!

 

No livro de Atos, lemos de um momento em que o rei Agripa, respondeu ao apóstolo Paulo: “...Você pensa que assim, em tão pouco tempo, vai me tornar cristão?”

 

Essa atitude de mesquinhez afasta o ser humano de Deus... por isso, só Deus mesmo para facilitar as coisas e possibilitar ao homem ter comunhão com Ele.

 

Agora, 

2. COMO DEUS MESMO NOS AJUDA A ALCANÇAR COMUNHÃO SATISFATÓRIA COM ELE? 

Lemos no v.4 (de Lucas 19): “Então correu adiante da multidão e subiu numa figueira brava para ver Jesus, que devia passar por ali”.

Isso é tremendo irmãos! Deus proveu um sicômoro sobre o qual Zaqueu pudesse subir!

 

Lembre-se: Zaqueu era muito baixo, não tanto no aspecto físico, mas muito mais no aspecto espiritual... ele não podia ver Jesus!

 

Então, Deus providenciou um sicômoro para que ele pudesse subir e ver a Jesus!

 

Irmãos, quais serão os sicômoros que Deus está usando hoje a fim de ajudar você a aproximar-se mais dEle? ...podemos alistar alguns:

 

A BÍBLIA

Nada mais perfeito para se conhecer ao Senhor que Sua Palavra revelada!

Um artigo que tenho guardado faz algum tempo, traz um título interessante: “Diário Interrompido de Uma Bíblia”. E nele está escrito assim: “Janeiro, dia 15- Venho descansando por uma semana. Nas primeiras noites, depois do primeiro dia do ano, meu dono leu-me com freqüência, depois...; Fevereiro, dia 2- Limpeza. Espanaram-me juntamente com outras coisas e tornaram a colocar-me no mesmo lugar. Dia 8- Usaram-me depois do café, consultaram algumas passagens. Fui à Escola Dominical. Maio, dia 5- Tenho estado nas mãos de uma visita, toda a tarde. Ela está aqui de passagem. Derramou algumas lágrimas sobre a passagem de Colossenses 2.5-7. Dia 6- Estou nas mãos da visita outra vez, esta tarde. Dedicou todo o tempo à leitura de 1Co 13 e dos últimos quatro versos do capítulo da mesma epístola. Dias 7, 8 e 9- Nas mãos da visita tenho passado momentos agradáveis. Algumas vezes sou lida, outras vezes ela procura praticar os meus ensinos. Dia 10- A visita se foi. Assim, volto ao antigo lugar. Julho, dia 1- Empacotaram-me juntamente com algumas peças de roupa – creio que se trata de viagem. Dia 15- Estou em casa novamente, no antigo lugar. Foi uma viagem bastante longa, só não entendo porque me levaram...”

 

A FÉ

Definitivamente, sem fé é impossível aproximar-se de Deus!

 

Lemos isto em Hb 11.6: “Sem fé ninguém pode agradar a Deus, porque quem vai a ele precisa crer que ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor”.

 

A ORAÇÃO... esse outro maravilhoso sicômoro levantado para que possamos subir e contemplar o Senhor.

A bênção de orar é que Deus promete responder a oração!

 

No livro de Jeremias está escrito isto (Jr 33.3): “se você me chamar, eu responderei e lhe contarei coisas misteriosas e maravilhosas que você não conhece”.

 

A CONGREGAÇÃO

A congregação é indispensável para o crescimento!

 

Nós nos congregamos de duas maneiras diferentes, bem ao estilo da igreja do primeiro século: no templo e nas casas... quando congregamos no templo, experimentamos a presença de Deus... quando nos congregamos em pequenos grupos (células) experimentamos a presença de Deus!

 

Em Eb 10.25 lemos: “Não abandonemos, como alguns estão fazendo, o costume de assistir às nossas reuniões. Pelo contrário, animemos uns aos outros...”.

 

Que sicômoro abençoado são as reuniões do grupo pequeno ou os encontros da célula, ao ainda, o ajuntamento solene de todos os crentes para a celebração!

 

PESSOAS UNGIDAS POR DEUS, CHEIAS DO ESPÍRITO SANTO

Elas têm a tarefa de ajudar outros em aperfeiçoar a comunhão com Deus!

 

Em Ef 4.11-13 lemos que Deus “...deu dons às pessoas”, e algumas, lemos ainda: “...Ele escolheu alguns para serem apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e ainda outros para pastores e mestres da Igreja. 12  Ele fez isso para preparar o povo de Deus para o serviço cristão, a fim de construir o corpo de Cristo. 13  Desse modo todos nós chegaremos a ser um na nossa fé e no nosso conhecimento do Filho de Deus. E assim seremos pessoas maduras e alcançaremos a altura espiritual de Cristo”. 

 

A lista não termina aqui... há outros sicômoros mais... por que Deus provê abundantemente! Aleluia!

 

Zaqueu admitiu sua necessidade de Deus... e quem era Zaqueu, você está lembrado?

Era um cobrador de impostos que tirava uma porcentagem de cada imposto que recebia... ele tirava para o seu próprio bolso e assim, se enriqueceu ilicitamente.

 

O v.2 informa que ele era rico... naturalmente, era dono de muitas coisas, dono de muitos bens... todavia, apesar de todas as suas coisas e do seu comportamento errado, a misericórdia de Deus mudou a vida de Zaqueu!

 

Jesus, quando viu Zaqueu, disse pra ele: “hoje preciso ficar na sua casa... o tempo de sua restauração chegou; sua vida será mudada!” Oh! Glória a Deus!

 

Deus quer fazer o mesmo a você na noite de hoje também!

 

Conclusão

Jesus ajudou Zaqueu a ter comunhão satisfatória com Deus.

Lemos no v.10: “Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar quem está perdido”.

 

Você quer ser ajudado? ...quer ter comunhão mais satisfatória com Deus?

 

Zaqueu localizou o sicômoro e correu em buscar a Deus...

 

Abra o seu coração agora.

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, 10.11.5005