Meus Sermões

COMO VIVER BEM SUA ÚLTIMA SEMANA DE VIDA
Lucas 19.41-48 e Mateus 21:12-17

 

Introdução
Vou começar, anunciando o tema do sermão: "Como Viver Bem a Sua Última Semana de Vida". 
Hehehe!!! Não sou vendedor de seguro, não sou agente funerário... Mas estou interessado na sua última semana de vida.

Talvez o meu tema assustou você... é bastante comum as pessoas se sentirem desconfortáveis diante do assunto da morte.

E talvez tenha sido por isso, que um amigo perguntou pro outro: "Escuta: o que você gostaria que dissessem no dia do seu enterro?" ...porque, é hábito ouvir algo como: "Ele foi um grande médico e um ótimo pai" ou: "Foi um homem maravilhoso!" "Mas o camarada, mais do que depressa, respondeu: "Ah! Eu gostaria é que alguém olhasse para mim e dissesse logo: "Olha! Olha! ele está se mexendo!"

Mas, se você soubesse que teria apenas um dia de vida, o que faria? ...e se você soubesse que teria, apenas, mais uma semana de vida? Como você viveria essa sua última semana?
Nesses dois textos, há o relato de como foi a última semana de Jesus enquanto esteve entre os homens na terra.

Aquela foi uma semana que começou e terminou em Jerusalém... Jesus chegou à cidade, foi saudado pela multidão, e ao entrar na cidade, Ele teve três atitudes... e, através destas atitudes, podemos ver como Jesus viveu a sua última semana e, então, nos prepararmos, para quando for a nossa vez, podermos viver bem a nossa última semana de vida.

...a primeira atitude que deve marcar a última semana de vida, é:
UMA ATITUDE DE LAMENTO
Sim, lamento!
Aqui na Bíblia, em Lc 19.41, lemos isto: "Quando Jesus chegou perto de Jerusalém e viu a cidade, chorou com pena dela 42 e disse: -Ah! Jerusalém! Se hoje mesmo você soubesse o que é preciso para conseguir a paz! Mas agora você não pode ver isso. 43 Pois chegarão os dias em que os inimigos vão cercá-la com rampas de ataque, e vão rodeá-la, e apertá-la de todos os lados. 44 Eles destruirão completamente você e todos os seus moradores. Não ficará uma pedra em cima da outra, porque você não reconheceu o tempo em que Deus veio para salvá-la". 

Somente duas vezes a Bíblia conta de Jesus chorando: Jesus chorou por Lázaro e aqui, lemos que chorou por Jerusalém.

E não é apenas o choro que é mencionado, mas o motivo do choro... Nós lemos no v.42, que Jesus lamentava o fato de Jerusalém, isto é, do povo daquela cidade, bem como o povo de Israel, não O ter recebido como Yeshua Hamaschia, o Filho de Deus.

Então, Jesus começou a sua última semana lamentando... Ele não lamentava o que deixou de fazer, pois, Jesus fez tudo o que lhe foi designado fazer (suas últimas palavras, inclusive, foram "Está consumado!") ... mas, Jesus lamentou o que fizeram ao Filho de Deus.

Olhando para a nossa cidade, olhando para o nosso País, qual será a nossa atitude na última semana de nossa vida? 
Será que lamentaremos o fato do nosso país ser denominado "o país do carnaval? ...será que lamentaremos o fato de nossa cidade ser idólatra e tradicionalista? ...será que lamentaremos o fato do nosso povo, da nossa gente, virar as costas para Jesus?

Vamos pensar também na nossa própria vida: 
Será que lamentaremos pelas coisas que deixamos de fazer... lamentaremos as atitudes que não tomamos, e as que tomamos errado... lamentaremos as coisas que fizemos errado, desprezando a Jesus, o Filho de Deus?

Quantas coisas gostaríamos de corrigir em nossa última semana de vida?
Há relacionamentos rompidos, que você gostaria de consertar? ...há comportamentos inadequados, julgamentos precipitados, palavras de maldição, desejos ilícitos, oportunidades perdidas, que você gostaria de reparar?

Talvez, muitos pais irão lamentar e chorar pelo que fizeram a seus filhos e, os filhos, pelo que fizeram a seus pais. 
Uma criança perguntou a seu pai, quanto ele ganha por hora. O pai respondeu: "R$ 10,00". Então, o menino ajuntou esse dinheiro e, teve um dia, que ele veio e entregou ao pai e disse: "Papai, tome aqui esses R$ 10,00 que ajuntei; estou comprando uma hora do seu tempo, pra você passar comigo!" 

Amado, a atitude de lamentar erros e querer corrigir coisas é positiva... e essa atitude precisa marcar a sua última semana de vida... 
Você viverá bem o seu momento final, se pelo menos, começar com uma atitude de lamento por toda a pecaminosidade que o cerca.

...a segunda atitude que deve marcar a sua última semana de vida, é:
UMA ATITUDE DE SANTIFICAÇÃO
Na Bíblia, lemos em Mt 21.12-13, que em Jerusalém, o primeiro lugar aonde Jesus foi, em sua última semana, é no Templo.
Naqueles dias, quando os sacrifícios de animais vigoravam, deveria haver uma facilitação para as pessoas adquirirem os animais, mas, o que Jesus encontrou foi uma invasão de espaço não destinado às vendas; no câmbio das moedas estrangeiras havia roubo; os preços dos animais estavam muito acima do que deveria estar... 

O culto estava se tornando apenas uma desculpa para o comércio fraudulento. E em nome da fé, o que era errado podia ser feito pelos vendedores e era aprovado pelos sacerdotes, que recebiam uma porcentagem (uma propina) por fora. 

Então lemos no v.12, que naquela Sua última semana, ao ver tudo isso, Jesus usou de Sua autoridade e, expulsou os vendedores e derrubou as mesas e as cadeiras dos cambistas.
Aquela atitude de Jesus estava baseada num princípio divino, que lemos no v.13 (uma citação do profeta Isaías 56.7): "Minha casa será chamada casa de oração". 

Você pode ver algum paralelo com os dias de hoje? 
Hoje, quando uma pessoa é crente em Jesus, o corpo dela é feito "templo" de Deus... um templo que precisa ser mantido limpo...

Mas além da limpeza, Jesus aproveitou o momento para ensinar (em Lc.19.47: "Jesus ensinava no pátio do Templo todos os dias"). 
E naquela hora em que expulsou os vendedores do templo, eu penso que a lição era sobre "o que é santificação". 

Santificação é esse processo de limpeza... um processo que consiste em expulsar os vendedores e os cambistas de nossas vidas... expulsar todo o erro!

Quando Jesus vê nossa vida, quando Ele olha para dentro de nós, quantas coisas há, que precisamos limpar em nosso corpo... que precisamos limpar em nossas vidas, em nossos pensamentos, ações, família e negócios? 

Agora, não adianta dizer: "Se Deus quiser eu vou ser mais santo!", porque, isto é tudo o que Deus realmente quer. Por isso você deve dizer: "Porque Deus quer, eu serei mais santo hoje, do que fui ontem!"

Se você quer terminar bem a sua vida aqui na terra e partir desta para melhor, então você precisa ter vida santa... precisa ter atitudes de santificação, limpando o templo, expulsando todo o erro, todo o pecado, todo o mau em nome de Jesus.

...a outra atitude que deve marcar nossa última semana de vida, é:
A ATITUDE DE MISERICÓRDIA
Confira isto que se lê em Mt 21.14: "Cegos e coxos iam encontrar Jesus no pátio do Templo, e ele os curava". 
Após a purificação do templo, Jesus manifestou misericórdia para com os enfermos, ministrando cura sobre eles - v.14.

Além disso, lemos no v.15, que Jesus teve misericórdia para com as crianças que O adoravam e que estavam sendo ameaçadas pelos sacerdotes e escribas. 

Percebemos, então, que Jesus começou Sua última semana de vida, atendendo necessidades dos outros. 
Jesus colocou o Seu coração na miséria e no sofrimento das pessoas. Isto é misericórdia! 

E, sabe, Jesus não teve misericórdia só nos Seus últimos dias; a atitude de misericórdia foi constante em Sua vida e durante todo o Seu ministério. 

Você sabe quando está sendo misericordioso? 
Você está sendo misericordioso quando é menos legalista, menos vingativo, menos rancoroso, menos violento, menos materialista, menos egoísta e menos individualista... você está sendo misericordioso quando pensa mais nos outros do que em você mesmo! 
Um notável exemplo do que é ser misericordioso, é aquele pai da parábola do Filho Pródigo, contada por Jesus. O filho foi rebelde e abandonou a casa dos pais, porém, quando se arrependeu e decidiu voltar, lá estava o pai correndo na direção do filho e mandando preparar banho, roupas novas e churrasco para a recepção...

Tenho um outro caso de exemplo: Um filho saiu brigado de casa. Passou muitos anos longe e sem dar notícias. Um dia, arrependido e desejoso de voltar para casa, escreveu uma carta ao pai, pedindo um sinal de que poderia voltar para casa. A viagem de volta seria de trem que passava ao lado da casa dos pais. Então, ele pediu que o pai amarrasse uma fita vermelha numa árvore alta, num determinado dia. Ao passar de trem, ele veria na árvore o sinal se seria recebido de volta ou não. Durante a viagem, muita dúvida, muita ansiedade... até que o trem se aproxima da casa dos pais e o rapaz olha na árvore e não vê uma fita vermelha colocada, mas, muitas! Muitas fitas cobrindo a árvore toda de vermelho... era o sinal da misericórdia do pai em relação ao filho. 

Você precisa ter atitudes de misericórdia, não só em sua última semana de vida, mas em toda a vida... ter atitudes de misericórdia era o estilo de vida de Jesus.

Conclusão
Alguém disse: "Devemos planejar como se fôssemos viver mil anos, e viver como se aquele dia fosse o último de nossas vidas!"
Agora, quando será a sua última semana de vida? ...nenhum de nós sabe se esta vai ser ou não, a nossa última semana de vida!

Por isso, você deve viver este dia como se fosse o último da sua vida, porque um dia vai ser mesmo!

Mas que estas atitudes, as atitudes de Jesus - de Lamento, de Santificação e de Misericórdia - te ajudem a viver bem a sua última semana.
Dê lugar a estas atitudes e, viva bem, aquela que vier a ser a sua última semana de vida.
O que você lembra que podia ter feito, mas, lamenta por não ter feito?
Que área da sua vida, você percebe mais precisar de santificação?
Com qual pessoa você precisa agir com misericórdia?

Pr Walter Pacheco da Silveira