Meus Sermões

Trazendo de Volta o Que Morreu

João 11:14, 38-44

 

Introdução

Quero convidar você a localizarmos na Bíblia o Evangelho de João...

Na quinta-feira passada, foi publicado em inglês, um outro evangelho – o Evangelho Segundo Judas, que não tem nada a ver com os evangelhos da Bíblia.

 

Aliás, no Evangelho Segundo Judas, cujo manuscrito foi descoberto no Egito, em 1970, e somente agora traduzido para o inglês e publicado nos Estados Unidos, mostra Judas como o apóstolo favorito de Jesus... o mais iluminado de todos e que até deveria ser agradecido, por ter ajudado Jesus a ser o Salvador da humanidade. Uma heresia, naturalmente...

 

O texto que acabamos de ler sobre a ressurreição de Lázaro, mostra que este é um dos milagres mais extraordinários feitos por Jesus.

Se você tem medo da morte... se você pensa que a morte é o fim, você deveria ler esse capítulo 11 do evangelho de João.

 

De alguma maneira, todos temos alguma preocupação com a morte... talvez porque já passamos pela experiência dolorosa de ter algum parente, como pai, mãe, ou irmão, filho, ou amigo, que já morreu... e então, não gostamos muito de falar dela.

 

Mas, você deveria se apegar à declaração que Jesus fez... declaração que é uma das mais poderosas de todo o Novo Testamento. Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida”.

Essa declaração enfeita muitos túmulos, em muitos lugares por todo o mundo... é uma declaração que nos dá a certeza da volta do que já morreu.

Um homem publicou um texto na Internet, contando que quando sepultou o pai, aquela foi a experiência mais triste de toda a sua vida... contou de haver chorado muito e que ainda tem lembranças perfeitas do pai, e que também uma profunda saudade toma conta de todo o seu coração. Tudo muito normal... Porém, em certa altura do texto, ele escreveu isto: Mas a esperança da ressurreição é maior que a minha saudade”.

 

Nesta noite eu quero encorajar você a ver de volta o que já morreu... eu quero convidar você a olhar agora para Jesus.

Ele é o autor da vida, e tão poderoso, que a própria morte foi dominada por Ele.

 

É por isso que considero a ressurreição de Lázaro como um dos milagres mais extraordinários feitos por Jesus, porque nesse milagre, Jesus manifestou o Seu poder de maneira suprema, porque aqui, a morte começou a ser vencida.

 

A partir daqui, da ressurreição de Lázaro, “a morte começou a tremer – a tremer na base” – como se diz... porque ela seria definitivamente vencida na semana seguinte...

Portanto, aqui é o começo de uma batalha decisiva entre a vida e a morte... uma batalha que nos dá a chave de todo o sentido da Páscoa.

 

Para a igreja do primeiro século, o sábado da ressurreição de Lázaro era, o “anúncio da Páscoa”... no final desse capítulo, v.55, lemos que “estava próxima a Páscoa dos judeus”.

 

Então, esse fato, esse sábado de ressurreição de Lázaro, proclama, faz aviso de uma outra ressurreição, ainda mais gloriosa e que aconteceria na semana seguinte: o grande e santo dia, em que Jesus mesmo, havendo sido morto, derrotaria de vez a própria morte, e voltaria à vida.

 

Eu louvo a Deus por isso...

Porque Jesus está acima de todo o poder... Jesus está acima da morte, Ele está acima do mal... Jesus verdadeiramente é o que declarou ser: a ressurreição e a vida.

 

Lemos aqui no texto, que Lázaro morreu e foi sepultado... mas também lemos que quando Jesus chegou ao túmulo de Lázaro, Jesus mandou que removessem a pedra e Ele então disse com Sua voz grande e poderosa: "Lázaro, vem para fora" (v.43) ...

 

E Lázaro saiu! O que estava morto, voltou! Foi um milagre! ...que coisa tremenda é o poder de Jesus. Aleluia!

Talvez eu esteja falando hoje para pessoas cujo coração está muito triste com a perda do pai, ou da mãe, ou de um filho, ou de qualquer outra pessoa querida.

 

Talvez você esteja sofrendo como sofriam aqui, as irmãs de Lázaro, Maria e Marta.

 

Mas, amado, Jesus é a ressurreição e a vida! ...diga, em voz alta: Jesus é a ressurreição e a vida!

 

Ele é maior que a dor que você está sentindo. Amém?

Por isso, comece a olhar agora pra Jesus. Ele é a esperança da ressurreição!

 

Isto significa que se um querido seu morreu ou morrer, crente em Jesus, haverá ressurreição e vida para ele!

 

Sim, quando Jesus voltar, naquele tempo que Deus já tem agendado, e somente Ele sabe, haverá ressurreição e vida para todos os que morreram crentes em Jesus...

 

Isto também significa que, se você mesmo, se você for um crente em Jesus, e morrer, então no dia quando Jesus voltar, haverá ressurreição e vida também pra você...

Então, você e eles deixarão o pó, ressurgirão com um corpo imortal e se reencontrarão, e se abraçarão para sempre!

 

Porque Jesus Cristo é a ressurreição e a vida... a ressurreição e a vida! Aleluia!

 

Portanto, você pode ter um futuro abençoado... você pode ter uma vida abençoada depois desta aqui.

Tudo o que você precisa fazer hoje, é ser crente em Jesus – está escrito na Bíblia que “quem tem o Filho [de Deus – Jesus Cristo, o Senhor] tem a vida”, ...isso garantirá o céu para você, para você e para todos os seus queridos – basta que creiamos em Jesus.

 

Então, em seu futuro, sendo você crente em Jesus, a promessa que Jesus fez de ressurreição e vida, se cumprirá para você... Ele falou, v.25: “Quem crê em mim, ainda que morra, viverá”.

 

Mas, a vida de nenhum de nós é ainda futura... poderá ser daqui há alguns longos anos (assim, nós esperamos, amém?) ...mas pode ser daqui há alguns meses, ou daqui há algumas semanas, dias ou hora... qual de nós pode saber?

Por isso, tudo quanto posso dizer sobre a sua vida futura, é que se você deseja ter vida com Deus no céu, é preciso que agora mesmo, você comece a ter vida com Deus na terra.

 

Em outras palavras, aqui, nesta vida mesma, você já pode experimentar algo da ressurreição e da vida, conforme está prometido por Jesus.

 

Afinal, aqui na terra, quanta coisa preciosa morre em nossa vida?

Casamentos, sonhos, amizades, prosperidade... coisas que tivemos um dia e que foram tiradas de nós. Isso é como se fosse uma morte também...

 

Pois eu lhe digo, se você perdeu algo precioso em sua vida... se seu sonho morreu, se seu casamento morreu, se um relacionamento importante morreu... eu lhe digo nesta noite, comece a olhar para Jesus.

 

Muitas vezes, nós desistimos completamente daquilo que não vemos mais nenhuma possibilidade de reaver... mas, por favor, para seu próprio benefício, não desista... comece a olhar para Jesus.

Porque Jesus é Aquele que pode ressuscitar as riquezas mortas em nossa vida. Amém?

Assim como Jesus ressuscitou Lázaro, já enterrado e morto há quatro dias, Jesus ressuscita sonhos, Jesus ressuscita relacionamentos, ressuscita oportunidades.... tão somente, olhe para Jesus!

 

Ah! Eu quero convidar você para juntos aprendermos algo sobre como esse processo de ressurreição acontece... Você quer de volta aquilo que já morreu?

 

Primeiro, pra algo precioso ser ressuscitado em nossa vida:

NÓS PRECISAMOS CHAMAR JESUS O QUANTO ANTES

Lemos aqui em Jo 11.1-3 que quando Lázaro adoeceu, as suas irmãs, Marta e Maria, logo mandaram chamar Jesus.

 

Tão logo elas perceberam que estavam com um problema em casa, com um problema na família (um irmão doente), elas mandaram chamar Jesus.

 

Eu vejo duas coisas de grande importância aqui: Primeiro, a habilidade delas... e segundo, a opção delas.

Primeiro, elas foram capazes de ver o problema... foram capazes de admitir o problema...

Há pessoas que fazem vista grossa ao problema, fingindo que na casa delas, luta não acontece... que na casa delas, problemas elas não têm.

 

Mas Marta e Maria, não! Elas foram capazes de admitir que tinham um problema.

 

A segunda coisa que observo é que elas logo optaram por chamar a Jesus, a pessoa certa!

Quem, melhor que Jesus para socorrer, para ajudar? ...quem, melhor que Jesus para curar o doente? ...poi, foi Jesus que elas mandaram chamar.

 

Agora, tem gente que até vê o problema, até admite o problema, mas a fim de ser socorrida, manda chamar quem? ...a rezadeira, a benzedeira, o vidente... o que faz trabalho na esquina... a vizinha  que sabe de alguma simpatia... recorrem ao santo do dia, ao anjo da guarda...

 

Ah! pra que você vai dar essa volta, se você pode logo recorrer a Jesus?

É isso que nós precisamos fazer para receber a ressurreição em nossa vida... antes de qualquer outra iniciativa, antes de qualquer outra providência, nós devemos ser precavidos... devemos chamar pelo Senhor.

 

Lázaro estava doente, mas as irmãs perceberam a gravidade do problema... e então, buscaram por Jesus.

 

Oh! Se há algo para ser ressuscitado em sua casa, ressuscitado em sua vida, chame logo por Jesus! Amém?

 

Segundo, pra algo precioso ser ressuscitado em nossa vida:

PRECISAMOS ENTENDER QUE NEM SEMPRE OS PROBLEMAS SÃO PARA NOS DESTRUIR

Essa foi, lemos no v.4, a explicação que Jesus deu para a enfermidade de Lázaro... Ele disse que aquela doença era para a glória de Deus.

Existe uma mentalidade por aí, muito comum, que diz que problema, seja do tipo que for, como falta de dinheiro, perda do emprego... é tudo coisa do inimigo...

 

Mas, todos aqueles que pensam dessa forma, fariam bem em ler e marcar de vermelho esse versículo da Bíblia... porque, é Jesus mesmo falando no v.4: “Essa enfermidade... é para a glória de Deus”.

 

Isso nos ensina que há problemas, que acontecem à nossa vida, a fim de cumprir com propósitos de Deus.

Esse aqui é um exemplo... Lázaro ficou doente e morreu... mas este sofrimento, Jesus falou, tinha um propósito – era para a glória de Deus.

 

Ultimamente, qual tem sido o seu principal problema? ...será um casamento conturbado, um filho rebelde, um salário insuficiente, uma saúde precária, uma amizade rompida? ...qual tem sido o seu maior problema nos últimos dias?

 

Pois, nesta noite, você deve olhar o seu casamento, o seu filho, o seu salário, a sua saúde, o seu relacionamento com outros, como se isso fosse um Lázaro... Lázaro era querido, Lázaro era precioso...

E o seu casamento é assim, precioso... sua família é precioso, seus filhos são preciosos, seus amigos são preciosos, seus sonhos são preciosos, a saúde, o trabalho, tudo é como Lázaro para você, precioso...

 

Então ouça, ainda que muito desses seus tesouros preciosos, estejam como Lázaro, morto no túmulo, uma perda... ouça: essa perda pode se tornar num grande milagre de Jesus em sua vida!

 

Quando Lázaro estava morto no túmulo, Jesus chegou até Marta e disse: “Marta, se você crer, você verá a glória de Deus... se você crer, você verá a revelação do poder glorioso de Deus” (v.40).

Amado, você quer ver de volta o que já morreu em seu casamento, ver de volta o sonho que já morreu, a amizade que já morreu? Jesus diz: “Se você crer, não será o problema aumentando que você vai ver... não, se você crer, você vai ver é a manifestação gloriosa do poder de Deus”! Aleluia!

 

Oh! Creia, problemas também acontecem para que milagres sejam feitos... Você crê, diga “amém”! Mais forte!

 

Terceiro, pra algo precioso ser ressuscitado em nossa vida:

PRECISAMOS RECONHECER QUE DEUS TEM O SEU TEMPO E A SUA MANEIRA DE AGIR

Lemos aqui no v.5, que Jesus demorou em chegar à casa de Marta e Maria (e, enquanto isso, Lázaro morreu).

 

Você pode pensar que Jesus não amava aquela família, mas isso não é verdade... no v.5, tem essa declaração: “Ora, amava Jesus a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro”.

Elas mesmas eram reconhecedoras do amor de Jesus, leia o v.3... Se elas tivessem um telefone celular, elas enviariam um torpedo com essa mensagem para Jesus, v.3: “Senhor, está enfermo aquele a quem amas”.

 

Jesus amava aquela família... então, naturalmente, elas pensavam que Jesus iria depressa acudi-las, mas ocorre que lemos no v.6, que quando Jesus soube que Lázaro estava doente, “ainda se demorou dois dias no lugar onde estava”.

 

Agora você diz: “Ah! Não dá pra entender”... eu concordo com você.

Deus tem o Seu tempo e a Sua maneira de agir... e muitas vezes a gente não vai entender mesmo...

Eu estou fazendo a Campanha de Oração Com Propósito de Dez Semanas com a minha esposa... nós vamos nos esforçar em cumprir as 10 semanas... minha esposa vai ralar, vai madrugar para fazer o serviço de casa, sair às 7 horas pro trabalho, voltar às 11 para o almoço, e tornar a sair às 13 e retornar às 17, pra às 19, estar na campanha orando por nosso propósito... mas nós temos um vizinho que foi abençoado numa questão, que nem Campanha de Oração está fazendo! ...e eu digo: “Senhor, eu não entendo!”

 

Agora, tem uma lição aqui, que é muito clara e que dá para todos nós entendermos, a lição é essa: Que a aparente demora de Deus nunca deve ser interpretada como falta de amor.

 

Quem sabe você tem pedido um milagre pra Jesus, mas Jesus está, aparentemente, demorando...

 

Pois, saiba disto: Não é falta de amor... Deus nos ama até no vale da sombra da morte!

Diga isto: Não importa onde eu esteja, Deus me ama... mesmo que eu ande no vale da sombra da morte, Deus me ama. Aleluia! [Por que você não aplaude ao Senhor?]

 

Em quarto lugar, pra algo precioso ser ressuscitado em nossa vida:

PRECISAMOS SABER QUE O SENHOR NÃO ESTÁ ALHEIO AO NOSSOS SENTIMENTOS. ELE CHORA CONOSCO

Lemos aqui no evangelho de João (v.35), que Jesus chorou... é o menor verso da Bíblia: “Jesus chorou”.

 

Por que Jesus chorou? Sempre imaginamos que é porque Lázaro estava morto... mas isso não faz sentido – Jesus iria ressuscitar Lázaro, iria trazê-lo de volta!

 

Então, por que Jesus chorou? ...Ele chorou porque viu o sofrimento daquela família.

 

Ah! Você está sofrendo a perda de um ente querido, a perda de um emprego, a perda de um amor, a perda de um bem?

Saiba que Jesus não é indiferente a sua dor... quando você chora, Deus chora também... essa é a vantagem de crermos no Deus vivo e verdadeiro!

De vez em quando sai a notícia de um santo de barro, de gesso ou de madeira, ou de uma santa que chora... já li algo até sobre o muro das lamentações em Jerusalém... disseram que o muro chorava, até que um vazamento de água foi descoberto... agora mesmo, em dezembro do ano passado, foi noticiado no Fantástico, de uma santa que chorava mel, na cidade mineira de Uberaba.

Porém, cada santo desses tem o seu choro questionado e ninguém provou até hoje se é choro de verdade mesmo.

Entretanto, o v.35 da Bíblia Sagrada, que é a Palavra de Deus, sem erros e sem mentiras, eis que ela revela sobre o Santo dos santos: “Jesus chorou”... o Senhor chora, porque nunca está alheio aos nossos sentimentos... Ele realmente chora conosco.

 

Portanto, se você deseja que algo precioso seja ressuscitado em sua vida, saiba de antemão, dessa verdade: o Deus vivo e verdadeiro é sensível à sua dor.

 

Quinto, pra algo precioso ser ressuscitado em nossa vida:

PRECISAMOS TIRAR OS OBSTÁCULOS

Observamos isto lendo o v.38, porque aí informa que indo Jesus “até o túmulo, que era uma gruta com uma pedra colocada na entrada”, e aí, no verso seguinte lemos que (v.39), Jesus ordenou: “Tirem a pedra!”

 

E o que é muito importante: Jesus só fez o milagre, ressuscitando Lázaro, depois que as pessoas tiraram a pedra do túmulo.

 

Sabe, muitas vezes, é isso que nos falta fazer para que um milagre aconteça na nossa vida.

Quem sabe, você deseja muito, mas muito mesmo, que um milagre de Deus aconteça na sua vida, mas para o milagre acontecer, Jesus manda: “Tire a pedra”.

Quem sabe, você tenha um relacionamento para ser restaurado, um relacionamento que morreu, que acabou? ...e Jesus diz: “Tire a pedra” ...a pedra do ressentimento... talvez, seja preciso você retirar essa pedra para o milagre de um relacionamento restaurado acontecer!

 

Quem sabe, seja preciso você retirar a pedra do pecado, para Jesus ressuscitar o seu casamento?

 

Ou quem sabe, seja preciso você retirar a pedra da preguiça ou da desonestidade a fim de você poder ver de volta o dinheiro que já perdeu, o emprego que já teve?

 

Muitas pessoas não conquistam o milagre, porque não tomam atitudes diante da palavra de Deus

Esta noite, o Espírito Santo do Senhor está falando ao seu coração: “Eu quero manifestar o meu poder, quero produzir um milagre na sua vida... mas, tire a pedra”.

 

Apelo Evangelístico

Há coisas a serem ressuscitadas em sua vida?

Se você quiser ver de volta aquilo que perdeu

A primeira coisa a fazer é chamar Jesus e tornar-se um adorador d’Ele.

 

Oração de entrega e consolidação.

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, Fonte: Danilo Figueira – 9 de abril de 2006.