Ilustrações Ilustrações T

Tempo

 

Um homem de negócios americano, no ancoradouro de uma aldeia da costa mexicana, observou um pequeno barco de pesca que atracava naquele momento trazendo um único pescador. No barco, vários grandes atuns de barbatana amarela. O americano deu parabéns ao pescador pela qualidade dos peixes e lhe perguntou quanto tempo levara para pescá-los. Pouco tempo, respondeu o mexicano. Em seguida, o americano perguntou por que ele não permanecia no mar mais tempo, o que lhe teria permitido uma pesca mais abundante. O mexicano respondeu que tinha o bastante para atender as necessidades imediatas de sua família. O americano voltou a carga: "mas o que é que você faz com o resto de seu tempo?" O mexicano respondeu: "durmo até tarde, pesco um pouco, brinco com meus filhos, tiro a siesta com minha mulher Maria, vou todas as noites à aldeia, bebo um pouco de vinho e toco violão com meus amigos. Levo uma vida cheia e ocupada senhor". O americano assumiu um ar de pouco caso e disse: "eu sou formado em administração em Harvard e poderia ajudá-lo. Você deveria passar mais tempo pescando e, com o lucro, comprar um barco maior. Com a renda produzida pelo novo barco, poderia comprar vários outros. No fim, teria uma frota de barcos pesqueiros. Em vez de vender pescado um intermediário, venderia diretamente a uma indústria processadora e, no fim, poderia ter sua própria indústria. Poderia controlar o produto, o processamento e a distribuição. Precisaria deixar esta pequena aldeia costeira de pescadores e mudar-se para a Cidade do México, em seguida para Los Angeles e, finalmente, para Nova York, de onde dirigiria sua empresa em expansão". "Mas senhor, quanto tempo isso levaria?" - perguntou o pescador. Quinze ou vinte anos - respondeu o americano. E depois, senhor? O americano riu e disse que essa seria a melhor parte. "Quando chegar a ocasião certa, você poderá abrir o capital de sua empresa ao público e ficar muito rico. Ganharia milhões". "Milhões, senhor, e depois?" "Depois" - explicou o americano - "você se aposentaria. Mudaria para uma pequena aldeia costeira, onde dormiria até tarde, pescaria um pouco, brincaria com os netos, tiraria a siesta com a esposa, iria à aldeia todas as noites, onde poderia tomar vinho e tocar violão com os amigos".

 

As quatro coisas que não voltam para trás: A pedra atirada, a palavra dita, a ocasião perdida, e o tempo passado.

 

Conta e Tempo - Autor: Frei Antônio das Chagas, Séc. XVII
Deus pede estrita conta do meu tempo
E eu vou, do meu tempo, dar-lhe conta.
Mas, como dar, sem tempo, tanta conta.
Eu, que gastei, sem conta, tanto tempo?
Para dar minha conta feita a tempo,
O tempo me foi dado, e não fiz conta;
Não quis, sobrando tempo, fazer conta.
Hoje, quero acertar conta, e não há tempo.
Oh, vós, que tendes tempo sem ter conta,
Não gasteis vosso tempo em passatempo.
Cuidai, enquanto é tempo, em vossa conta!
Pois, aqueles que, sem conta, gastam tempo,
Quando o tempo chegar, de prestar conta
Chorarão, como eu, o não ter tempo...

 

...quem sabe o parrudo comediante Paulo Cintura não muda seu jargão humorístico para "Religião é o que interessa, o resto não tem pressa..."

 

Os nomes dos meses do ano foram adaptados do calendário usado pelos romanos. São nomes de deuses, festas, imperadores ou números em latim. Por exemplo: Maio é uma homenagem à deusa Maia, Fevereiro é o nome de uma festa antiga, Julho é uma homenagem ao imperador Júlio César, e Outubro deriva da palavra latina "octo", ou oito, pois era o oitavo mês do calendário romano. (Revista Recreio Ano 2 Nº 70 - 12/07/2001).

 

"De repente, não mais que de repente". É assim que Vinícios de Moraes concluiu o seu "Soneto da Separação".

 

Aprendemos a medir o tempo e a desenhar calendários a partir da observação do movimento dos astros no céu. O planeta Terra leva 365 dias, cinco horas, 48 minutos e 45 poucos segundos para girar o em torno do sol. A rotação da Terra em volta do seu próprio eixo marca os dias; a rotação da lua em torno da Terra define os meses lunares; e a rotação da Terra ao redor do sol faz a contagem do ano. (Carlos Cesar P. Novaes, em O Jornal Batista, pg 6 - 25 a 31/03/2002).

 

Faça uma ligação telefônica e sua pizza chega em poucos minutos. Acesse a Internet e tenha acesso ao mundo todo no digitar de seus dedos. Somos a geração do imediato.

 

Uma irmãzinha declarou um fato: "O passado passou".

 

Mi interés en la crisis económica asiática de 1997 era más que fortuito. Llegó de repente y tomó a la mayoría de la gente desprevenida. Un día la gente era rica y al siguiente, pobre. Aquello fue un vívido recordatorio de la importancia del tiempo correcto. Podemos empezar un negocio y planificar el futuro minuciosamente. Pero si el tiempo no es el correcto, el negocio fracasará. Pero obedecer sus mandamientos no tiene que ver con el tiempo correcto (Osvaldo Carnival, Internet).

 

Ouvi dizer de um pregador argentino, que costumava usar nos cultos que dirigia um pequeno Novo Testamento que trazia no bolso. Em certo culto, entretanto, em lugar de tirar o Novo Testamento do bolso, tirou foi a agenda e ficou durante longo tempo, distraído, folheando-a à procura do texto para ler... quando deu pela coisa os ouvintes já estavam sorrindo. É... gente tão atarefada que são bem capazes de confundir uma agenda com um Novo Testamento!

 

Certo indivíduo estava tentando cortar uma árvore muito grossa. Suava de pingar e parecia não fazer grande progresso. Um companheiro observou que o machado estava cego. "Por que não vai amolar o machado?", perguntou. "Não tenho tempo", retrucou, meio irritado, o candidato a lenhador. Essa história curiosa nos faz lembrar daqueles que dizem não ter tempo para se prepararem direito com vistas à obra do ministério, liderança...

 

João Wesley, o fundador do Metodismo, movimento que abalou a Inglaterra no Século XVIII, escreveu 371 obras. Viajava, a cavalo, 8.000 quilômetros por ano. Pregava anualmente 750 sermões, uma média de dois por dia. Além disso mantinha, fielmente, correspondência com muita gente. Como foi possível fazer tudo isso? Em instruções a seus auxiliares, ele escreveu: "Sede diligentes. Nunca vos ocupeis em coisas triviais. Não percais tempo. Não gasteis em nenhum lugar mais tempo do que o absolutamente necessário. Sede pontuais. Fazei tudo exatamente no seu tempo próprio". Fez essas recomendações e as punha em prática.

 

A melhor dádiva que você pode dar ao seu filho é o seu tempo.

 

É uma loucura dizer "amanhã" quando Deus diz "hoje".

 

Quando visitei a Academia de Fé nas Filipinas, fiquei esmagado com a hospitalidade do pessoal. Os meus anfitriões saíram da sua rotina para se certificarem que eu estava confortável e tinha tudo de que precisava. Um dia levaram-me às compras (presentes e lembranças), e depois levaram-me a dar um passeio de muitos quilômetros ao interior para conhecer melhor o país. Numa outra ocasião, um membro da equipa levou-me ao “Ninho da Águia”, um monte donde podia ver toda a cidade de Manila, com os seus 15 milhões de pessoas. Foi uma vista inesquecível! No fim de semana ele dedicou um dia inteiro para me mostrar a ilha de Corregedor. Tratavam-se de pessoas ocupadas, mas mesmo assim deram-me gratuitamente do seu tempo. - Fonte: www.gospelcom.net

 

Um amigo meu estava sentado num banco de jardim, com as mãos nos bolsos, e um olhar distante. Quando lhe perguntei o que estava a fazer, ele respondeu, “Oh, estou a matar tempo”. Que crueldade fazer isso a algo tão valioso como é o tempo! Matá-lo, porquê? O tempo é-nos dado para ser cultivado, não assassinado. - www.gospelcom.net

 

Tenho o privilégio de conhecer vários Cristãos que estão a recuperar de dependências. Uma dessas pessoas sente-se extremamente frustrada com a quantidade de tempo que demora a recuperação e a reconstrução da sua vida, depois de ter tomado opções destrutivas. A razão dela para tal impaciência? Ele diz, “Já perdi demasiados anos da minha vida, e não quero perder mais”. Mas será que o crescimento gradual é uma perda de tempo? O apóstolo Pedro abriu a sua segunda carta aos crentes enfatizando que leva tempo, e é necessária diligência, para se cultivar um leque de disciplinas na nossa vida diária (1.5-8). Ele concluiu a carta com este mandamento: «crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo» (3.18). Embora o alvo do Senhor para todos nós seja a perfeição completa, Ele não espera o fim sem os meios, o que envolve a nossa diligência no longo processo do crescimento. No seu livro Salmo 23: O Cântico de um Coração Apaixonado, David Roper escreve: “Tudo leva tempo, mas o tempo está do nosso lado. Nós temos o resto das nossas vidas para crescer. Deus é maravilhosamente paciente. Ele nunca nos deixará antes da Sua obra estar completa ... Nós estamos por acabar ... E isso é suficientemente bom para mim”. É suficientemente bom para ti? - Fonte: www.gospelcom.net

 

A página inteira do jornal que anunciava um novo carro era inteligente e fez-me pensar. Em negrito proclamava que o automóvel “vai de 0-40 tão rápido quanto tu foste”. Continuava, dizendo, “O que aconteceu? Num ápice estás a estudar para as freqüências, depois tomas uma soneca e acordas 20 anos mais tarde com um trabalho, um cônjuge, e um par de filhos”. É sempre um pouco alarmante ser confrontado com a velocidade com que os nossos anos voam. Há séculos, o Salmista David procurou a ajuda de Deus quando considerou a brevidade da vida. Ele escreveu, «Faze-me conhecer, SENHOR, o meu fim, e a medida dos meus dias qual é, para que eu sinta quanto sou frágil. Eis que fizeste os meus dias como a palmos; o tempo da minha vida é como nada diante de ti; na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é totalmente vaidade» (Sal. 39.4,5). Antes de concluir que nada realmente interessa porque a vida é tão breve, o Salmista pediu a Deus que o livrasse dos seus pecados (v.8) e lhe desse força para viver o resto dos seus dias (v.13). - Fonte: http://www.gospelcom.net 

 

Se você estiver demasiadamente ocupado para orar, então, verdadeiramente, você está demasiadamente ocupado para orar.

 

"Não é ocioso apenas o que nada faz, mas é ocioso quem poderia empregar melhor o seu tempo" - Sócrates - Fonte: momento.reflexao@uol.com.br

 

D. J. De Pree, um dos primeiros membros do quadro de Diretores de RBC, que viveu quase até aos 100 anos, durante muitos anos tinha calculado a sua idade em termos de dias. Se lhe perguntasse: "Que idade tem?" ele responderia imediatamente com o número de dias. Ele baseava esta prática em Salmo 90:12, "Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios." Contar os seus dias literalmente lembrava-lhe a rápida passagem de tempo e a necessidade de viver com os valores eternos em vista. www.gospelcom.net/rbc/pd/2000/Dezembro2000.htm

 

Alguém observou e criou a seguinte teoria: "o tempo passa mais depressa para os adultos do que para as crianças". Com teoria ou sem ela, o fato que os anos estão voando!

 

Um trecho do poema de Olavo Bilac, em "O Tempo", diz assim: "Trabalhai, porque a vida é pequena/E não há para o tempo demora!/Não gasteis os minutos sem pena!/Não façais pouco caso das horas!"

 

Tudo é relativo. O tempo que dura um minuto depende de que lado da porta do banheiro você está.

 

(Poema escrito no velho relógio da Catedral de Chester, na Inglaterra. Publicado em Redeeming the time, The British & Foreign Bible Soc., 1957, sem título. Trad. JSF, 1995): Em criança, eu ria e chorava. O tempo, como eu, engatinhava. Quando jovem, minha vida era sonhar. O tempo passava devagar. Tornei-me adulto, a vida era dinheiro. O tempo transcorria mais ligeiro. E agora, que encanecido e velho sou, percebo quanto o tempo já voou. Partirei em breve, e estarei do outro lado. Então o tempo já terá passado.

 

Como advertiu o bispo Agostinho de Hipona aos que viviam dizendo que os tempos eram maus: "Nós fazemos os tempos, sede bons e os tempos serão bons!"

 

Leva 50 anos para se ter 50 anos! 

 

Durante três dias, as longas e cansativas horas se arrastavam. O vôo 316 com seus 68 passageiros continuava parado na pista do Aeroporto Internacional Kennedy, em Nova Iorque, EUA. Por quê? As autoridades americanas só queriam saber se uma passageira a bordo daquele avião não estava deixando o país contra sua própria vontade. Seu marido havia fugido para os Estados Unidos e ele queria que ela se juntasse a ele. Teria ela sido pressionada ou mesmo forçada a entrar no avião? Esse era o medo dele, mas agora, na presença de autoridades de ambas as nações, ela tinha dito: - Eu amo meu marido, mas ele decidiu ficar aqui e eu decidi ir embora. Teria ela feito esta declaração livremente, sem nenhuma coação? O advogado de seu marido declarou: - Não posso dizer com certeza; não tenho como garantir. Afinal, ela é uma atriz. Atriz ou não, sua decisão havia sido tomada. Assim, após 72 horas na pista, o vôo 316 ganhou os céus da noite. A nave do tempo está sendo retida na pista, aguardando certos passageiros tomarem sua decisão. O livro de Apocalipse faz menção dessa realidade. "E depois destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma." (Ap 7.1). Essa citação mostra anjos segurando os ventos da guerra e da destruição. Anjos retendo o vôo do tempo, restringindo os ventos da violência e do terror, proibindo o fim da história, por enquanto. (Internet).

 

Um princípio que aprendi ao ler um livro de Rick Warren, foi: "Nunca entre numa luta quando não vai ganhar nada ao vencer". Já discutiu por causa de uma data sem sentido? "Foi em 1982". "Não, foi em 1983". "Não. Não foi. Foi em 1982". "Não foi não...". Que importa? Nunca entre numa batalha em que você não vai ganhar nada. (Rick Warren, em "Poder Para Ser Vitorioso", pg 158 - Ed Vida).

 

A professora pergunta aos alunos qual a coisa mais velha do mundo. Como ninguém sabe, ela explica que é o tempo. Nisto, levanta-se o Joãozinho, e diz: - Senhora professora, eu sou mais velho que o tempo! - O quê? Que disparate! Isso não pode ser! - Pode sim, senhora professora. Os meus pais dizem que eu nasci antes do tempo!

 

Después de 30 años en el pastorado, un ministro de Nueva Jersey concluyó: «La Biblia es el libro más vendido, menos leído y menos comprendido de todos.» En su opinión, «la ignorancia bíblica es muy grande». George Gallup, el principal encuestador religioso de los Estados Unidos, está de acuerdo: «Nosotros reverenciamos la Biblia --dice-- pero no la leemos.» En una encuesta reciente, 64% de los encuestados dijeron que estaban demasiado ocupados para leer la Biblia. El hogar promedio posee tres Biblias, pero menos de la mitad de la gente en los Estados Unidos puede decir cuál es el primer libro del Antiguo Testamento. Una encuesta reveló que 12% de los que contestaron, que eran cristianos, dijeron que la esposa de Noé era Juana de Arco. ¿La solución? ¡Leer la Biblia! Acompáñame en el compromiso de leer la Biblia completa en este nuevo año. Tomará unos 15 minutos al día seguir la guía de lectura que ofrece este librito. ¿Estás demasiado ocupado para eso? La meta no es información, sino transformación. Alguien resumió 2 Timoteo 3:16 diciendo: «La Palabra de Dios nos muestra qué camino tomar (la doctrina). Nos dice cuando nos desviamos (la reprensión); cómo regresar (la corrección); y cómo perseverar (la instrucción en justicia).» La Palabra de Dios es un don precioso. Así que leámosla durante todo este año que viene. 

 

Em 2002, um dos quadros de maior audiência no programa Fantástico, o "E Agora, Doutor?", foi apresentado pelo médico Drauzio Varella, que, perguntado sobre como consegue conciliar suas tantas atividades, respondeu: "Busco me concentrar em cada tarefa e não penso em outra coisa antes de terminá-la". (Revista Tudo, pg 31, 12 de abril de 2002).

 

Um relógio começou a calcular o trabalho que teria que fazer no ano seguinte. Um raciocínio mais ou menos assim: "Se eu tiquetaquear duas vezes por segundo, isso quer dizer que terei que tiquetaquear 120 vezes a cada minuto. Numa hora, serão 7.2000 vezes; durante o dia, em 24 horas, serão 172.800 vezes. Ora, num ano precisarei tiquetaquear 63 milhões de vezes. Em dez anos, 630 milhões". Assim, de cifra em cifra, imaginando o tanto que teria de suar, o relógio não resistiu: Teve um colapso e pifou. (João Soares da Fonseca - Revista Compromisso/3º Trim-2001).

 

Luciano Subirá numa mensagem declarou: "O tempo não apaga as ofensas. Deve haver reconciliação. Jesus ensinou isto: "Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta" (Mt 5.23,24).(Fonte: Renato Vargens, em paodavida@yahoogrupos.com.br).

 

A vida passa rápido mesmo! É do pediatra para o geriatra.

 

O importante é fazer a coisa certa na hora certa. Era uma vez um jovem agricultor que tinha uma namorada muito bonita. Ele tinha tudo para ser feliz, no entanto, era triste. Isto chamou a atenção de um velho amigo da família que, procurando ajudar, perguntou como ele procedia no seu dia a dia. "De manhã bem cedo", respondeu o rapaz, "passo para ver minha namorada e depois vou ao campo fiscalizar as atividades dos meus trabalhadores. Mas, ultimamente, a namorada não me parece tão bonita como era e a plantação anda meio sem viço e sem verdor". "Então faz assim", aconselhou o amigo experiente, "quando você levantar, primeiro visite seus campos, e só então, na volta, passe para ver sua namorada". Algum tempo mais tarde os dois amigos voltaram a se encontrar. Agora o rapaz estava alegre e satisfeito, e o amigo notando, explicou: "Você não cometia nenhum engano, mas havia um problema. Fazia a coisa certa na hora errada! Porque cedo, a namorada ainda estava sonolenta, os olhos ainda estavam meio fechados e sem brilho, não havia se penteado como devia, nem tinha tido tempo de colocar um perfume. Da mesma forma, com o sol alto as plantações ficam mesmo caídas, pois já perderam o frescor do orvalho da madrugada que lhes fazem bonitas e viçosas". - sohsermoes@yahoogrupos.com.br

 

Uma jovem que era constantemente advertida por sua mãe para que buscasse a Cristo antes que fosse tarde demais, um dia respondeu-lhe com impaciência: "Eu vou, mas não agora. Agora é meu tempo de curtir a juventude". Quando o pastor um dia visitou essa família, aquela mãe piedosa falou sobre a atitude da filha. O pastor estava tomando um cafezinho quando a filha entrou na sala. Educadamente, ofereceu-lhe a sua xícara com um restinho de café no fundo, dizendo: você pode beber o resto, pois eu não quero mais...". Ela se ofendeu, respondendo: "O senhor está sendo grosseiro em me oferecer o que o senhor mesmo não quer mais". Depois de um pequeno silêncio, o pastor disse: "Mas, filha, não é isso que você pretende oferecer a Deus?" A lição pastoral atingiu-lhe o coração. - www.ejesus.com.br

 

Certa vez, um homem caminhava pela praia numa noite de lua cheia. Pensava desta forma: - Se tivesse um carro novo, seria feliz; Se tivesse uma casa grande, seria feliz; Se tivesse um excelente trabalho, seria feliz; Se tivesse uma parceira perfeita, seria feliz, quando tropeçou com uma sacolinha cheia de pedras. Ele começou a jogar as pedrinhas uma a uma no mar cada vez que dizia: - Seria feliz se tivesse... Assim o fez até que somente ficou com uma pedrinha na sacolinha, que decidiu guardá-la. Ao chegar em casa percebeu que aquela pedrinha tratava-se de um diamante muito valioso. Você imagina quantos diamantes ele jogou ao mar sem parar para pensar? Assim são as pessoas - jogam fora seus preciosos tesouros por estarem esperando o que acreditam ser perfeito ou sonhando e desejando o que não têm, sem dar valor ao que têm perto delas. Se olhassem ao redor, parando para observar, perceberiam quão afortunadas são. Muito perto de si está sua felicidade. Cada pedrinha deve ser observada - pode ser um diamante valioso. Cada um de nossos dias pode ser considerado um diamante precioso, valioso e insubstituível. Depende de cada um aproveitá-lo ou lançá-lo ao mar do esquecimento para nunca mais recuperá-lo. E você como anda jogando suas pedrinhas? Que podem ser familiares, amigos, trabalho, e até mesmos seus sonhos...

 

Imagine que você tenha uma conta corrente e a cada manhã você acorda com um saldo de R$ 86.400,00.Só que não é permitido transferir o saldo para o dia seguinte. Todas as noites o seu saldo é zerado, mesmo que você não tenha conseguido gastá-lo durante o dia. O que você faz? Você iria gastar cada centavo é claro! Todos nós somos clientes deste banco do qual estamos falando. Chama-se " TEMPO". Todas as manhãs, é creditado para cada um de nós 86.400 segundos. Todas as noites o saldo é debitado como perda. Não é permitido acumular este saldo para o dia seguinte. Todas as manhãs a sua conta é reinicializada, e todas as noites as sobras do dia se evaporam. Você precisa gastar vivendo no presente o seu depósito diário.Invista, então no que for melhor, na sua saúde, felicidade, sucesso!O relógio está correndo. Faça o melhor para o seu dia-a-dia.

 

O tempo não espera por ninguém.Ontem é história. O amanhã é um mistério. Hoje é uma dádiva, é um presente. 

 

Há uma antiga estória sobre três demônios que discutiam a respeito da melhor forma de destruir a missão cristã no mundo. O primeiro demônio falou: "Vamos dizer a todos os cristãos que não existe céu. Tirando-lhes o incentivo da recompensa, o desejo de trabalhar cairá por terra." O segundo demônio disse: "Vamos dizer a todos os cristãos que não existe inferno. Tirando-lhes o medo do castigo eterno, o empenho no trabalho não mais existirá." O terceiro demônio deu sua sugestão: "Eu tenho uma idéia melhor. Vamos dizer a todos os cristãos que não devem ter pressa." Todos os três disseram a uma só voz: "É isto! Vamos dizer aos cristãos que não há pressa alguma e logo todo o empreendimento cristão deixará de existir."

 

O conceito de tempo entre o povo brasileiro merece estudo profundo. Para nosso povo é "chique" chegar atrasado num compromisso. - Lourenço Stelio Rega

 

As últimas palavras escritas no diário de Walter Scott foram: "Amanhã nós deveremos..." mas não houve amanhã para ele. Ele morreu com a intenção de realizar alguns objetivos, mas estes não foram alcançados por ele. Cada pessoa tem metas e sonhos que almeja atingir. Faz planos e logo começa sua busca na intenção de realizá-los. Contudo existem aqueles que falham em seus propósitos simplesmente pela limitação do tempo e oportunidades. É por esse motivo que se deve estar ocupado e fazendo a coisa certa imediatamente. Nunca se deve deixar para depois aquilo que pode ser feito exatamente naquele momento. - Paulo Barbosa

 

Como diria Machado de Asis: "tempos idos e vividos".

 

"Que horas são?", perguntou um amigo para o outro. "Faltam quinze minutos". "Quinze minutos pras quantas?" "Não sei. Perdi o ponteiro das horas."

 

Certo jovem estava hospitalizado. Vieram as enfermeiras e cercaram a sua cama com um biombo, significando que seu caso era muito grave. O joem, todo aflito, pôs-se a chorar, imaginando que seriam poucos seus minutos de vida. Lembrando-se de uma passagem bíblica, que ouvira ou lera, entregou-se a Jesus; e foi salvo. Minutos após, vindo as enfermeiras removeram o biombo, pedindo desculpas, pois, puseram-no na pessoa errada. O jovem enfermo perguntou-lhes se não ia morrer. Agora, disse ele, posso servir a Deus.

 

Lembrem-se: Ontem é historia. Amanhã é mistério e Hoje é uma dádiva. Por isso se chama presente.

 

Mario Quintana, escreveu "Vida", um poema interessante: "Quando se vê, já são 6 horas! /Quando se vê, já é sexta-feira... /Quando se vê, já terminou o ano... /Quando se vê, passaram-se 50 anos! /Agora, é tarde demais para ser reprovado... /Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, /eu nem olhava o relógio. /Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo /caminho a casca dourada e inútil das horas... /Dessa forma eu digo: /Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo, /a única falta que terá, será desse tempo /que infelizmente não voltará mais.

 

John Wesley é um perfeito exemplo de zelo. Wesley cobrava de si mesmo acordar todos os dias às quatro horas da manhã, e raramente dormia mais do que cinco horas. Mantendo fielmente seu diário, cuidadosamente ele anotava o que fazia para que não perdesse tempo. As atividades de Wesley: a partir dos 36 anos, ele viajou 360.000 quilômetros no lombo de um cavalo; ele pregou mais de 40.000 sermões, aproximadamente 3 por dia! ele deixou uma igreja com 100.000 membros e 10.000 células. Deus usou Wesley, mas Wesley também estava disposto a ser usado por Deus. Ele desejava ser o vaso por meio do qual Deus poderia trabalhar. Wesley entregou-se a si mesmo completamente para o serviço de Deus e Deus manifestou o seu grande poder por meio dele. - Joel Comiskey, "Multiplicando a Liderança".

 

Frase de um autor anônimo: "A vida é curta demais para que façamos tudo o que queremos, mas é longa o bastante para que façamos tudo o que Deus quer que façamos".

 

"Esta é a era da página lida pela metade.

Do comer às pressas.

Da brecada violenta.

Da noitada alegre, com os nervos tensos.

Da viagem curta,

Da parada breve.

Da pele bronzeada à luz artificial.

Do figurão numa boa posição.

Da mente esgotada,

Do coração enfermo,

Das noites mal dormidas.

Até que uma engrenagem quebra e a festa acaba".

- Este poema lembra a correria dos nossos dias, e de como o homem é absorvido pela velocidade, tecnologia e loucura deste século, prejudicando os relacionamentos. Este poema foi escrito por Virgínia Brasier, e publicado no Saturday Evening Post, em maio de 1949. Já imaginou?

 

Pensamento do grande Martinho Lutero: "Existem dois dias em meu calendário - hoje e Aquele Dia".

 

Alguém disse que amor se escreve com cinco letras: T, E, M , P, O. Quem ama dá tempo. Se amamos o Senhor, temos que gastar tempo com Ele! Se amamos as pessoas, precisamos investir tempo nelas. - Nilton Antônio de Souza

 

Li que a escritora Hilda Hirts tem um relógio de parede, em seu escritório, com a funesta inscrição: "É mais tarde do que supões". De fato, o presente praticamente não existe de tão rápido. - Carlos Novaes, 08.12.2002, em O Jornal Batista.

 

Quem vive matando o tempo, mata também as oportunidades na vida - Brisbane.

 

Millôr Fernandes: "Quem mata o tempo não é assassino: é suicida".

 

O médico chega para o paciente e diz: — Lamento lhe informar, mas o senhor vai morrer dentro de pouco tempo... Infelizmente, não há mais nada que eu possa fazer... — Oh, meu Deus! Mas eu ainda nem fiz as coisas que eu sempre quis fazer na vida... Visitar o Taj Mahal, as pirâmides, gastar grana com festas... Que notícia terrível! Quanto tempo eu ainda tenho de vida, doutor? — Dez... — Dez, o quê? Dez meses? Dez semanas? Dez, o quê? — Nove... Oito... Sete...

 

Os hebreus dividiam o tempo desta maneira: primeiro dia, segundo dia, terceiro dia, quarto dia, quinto dia, sexto dia e Dia do Descanso. Walter Santos Batista, O Jornal Batista, edição 22.04.01. 16/12/06

 

"Você diz que o tempo passa? Não! O tempo fica, nós é que passamos". Henry A. Dobson 12/1/07

 

"O tempo dura bastante para aqueles que sabem aproveitá-lo." Leonardo da Vinci. 12/1/07

 
O ontem é história. O amanhã é mistério e o hoje é uma dádiva, por isso se chama "presente". 15/1/07
 

"Só existem dois dias no ano em que você não pode fazer nada pela sua vida: Ontem e Amanhã."

 Autor desconhecido. 12/2/07

 

Atravessando o deserto, um viajante viu um árabe ao pé de uma palmeira. Perto dali repousavam os seus cavalos, carregados com valiosos objetos. Aproximando-se dele, disse: - Pareces preocupado! Posso ajudar em alguma coisa? - Ah! Respondeu o árabe, estou triste, porque perdi uma das mais preciosa jóia. - Que jóia era essa? Pergunta o viajante. - Uma jóia como jamais haverá outra! Foi talhada num pedaço da vida e feita na oficina do tempo. Adornavam-na 24 brilhantes, em volta dos quais agrupavam-se 60 menores. Vereis que tenho razão em dizer que jóia igual jamais se reproduzirá. - Por Deus, disse o viajante, essa jóia era preciosíssima. Mas será que, com muito dinheiro, não se reproduzirá outra igual? Agora mais triste o árabe respondeu: - A jóia perdida foi um dia, e as oportunidades dele jamais se torna a encontrar. Sl.90:12 – Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios. 26/3/07

 

“Quem mata o tempo insulta o Criador”, escreveu Dr Henry Barnes. O Jornal Batista, 01.10.06 - 1.2008

 

Um senhor idoso estava cuidando de uma planta com todo o carinho. Um jovem se aproximou dele e perguntou: - Que planta é esta que o senhor está cuidando? - Ah! É uma jabuticabeira – respondeu o senhor. - E ela demora quanto tempo para dar frutos? - Pelo menos uns quinze anos – informou ele. - E o senhor espera viver tanto tempo assim? – perguntou com ironia o rapaz. - Não, não creio que viva mais tanto tempo, pois já estou no fim da minha jornada! – disse o ancião. - Então, que vantagem você leva com isso? - Nenhuma, exceto a vantagem de saber que ninguém colheria jabuticabas se todos pensassem como você... A lição é que: não importa se teremos tempo suficiente para ver mudada as coisas e as pessoas , mas sim que façamos a nossa parte, de modo que tudo se transforme a seu tempo”. 23.1.2008

 

Um caçador saiu para o seu dia de lazer e, ao entrar na floresta, encontrou um forte lenhador que tentava derrubar uma árvore. O caçador passou o dia todo caçando e, ao retornar para o seu hotel, passou novamente pelo lenhador, que ainda continuava tentado derrubar A MESMA ÁRVORE. O caçador percebeu que o machado utilizado pelo lenhador não estava afiado. Disse, então, ao caçador: - Por que você não afia esse machado? O lenhador lhe respondeu: - Não posso. Eu não tenho tempo. 29.1.2008

 

Um velho estava cuidando de uma planta com todo o carinho. O jovem aproximou-se e perguntou: - Que planta é esta que o senhor está cuidando? - Ah! É uma jaboticabeira - respondeu o velho. - E ela demora quanto tempo para dar frutos? - Pelo menos uns quinze anos - informou o velho. - E o senhor espera viver tanto tempo assim? - indagou irônico o rapaz. - Não, não creio que viva mais tanto tempo, pois já estou no fim da minha jornada! - disse o ancião. - Então, que vantagem você leva com isso, meu velho? - Nenhuma, exceto a vantagem de saber que ninguém colheria jaboticabas se todos pensassem como você... “Não importa se teremos tempo suficiente para ver mudada as coisas e pessoas pelas quais trabalhamos e desejamos, mas sim que façamos a nossa parte, de modo que tudo se transforme a seu tempo”. 29.1.2008
 
Durante um período de fome em Moçambique, duas mães vieram pedindo para fazer algum trabalho em troca de um pouco de farinha de milho. Deixaram suas duas filhinhas conosco, enquanto trabalhavam. No decorrer da manhã, levei quatro bananas para as duas meninas. Agradeceram-me pelas bananas e então ouvi uma delas dizer à outra: "Vamos comer uma só cada uma, e guardar as outras para nossas mães". E assim elas fizeram. Se duas meninas famintas, de lares não-cristãos, podiam distribuir o pouco que tinham, quanto mais nós cristãos não havemos de pôr em prática a Regra Áurea de nosso Mestre? Todos nós precisamos ser mais atenciosos e generosos no uso que fazemos do nosso tempo, energia e bens. 29.1.2008
 
Em Washington, E.U.A., existe ainda o quarto onde Abraão Lincoln fale­ceu. Edwin Stanton, então secretário de guerra, contemplando o seu corpo inerte, disse: "Agora ele pertence aos séculos". Esta é a biografia mais curta e, talvez, a melhor que encontremos. Mas é apenas uma verdade relativa. O único que realmente pertence aos séculos é o Alfa e Ômega, a quem, por ordem e decreto divinos, os séculos pertencem. "E quem lhe poderá des­crever a geração?" (At 8.33). Cristo não se submete a tempo nem a época; a sua personalidade abran­ge os séculos. Ele é o mesmo ontem, hoje e sempre. 14.2.2008
 
Wesley publicou trezentas e setenta e uma obras, que podem ser classifi­cadas em: livros poéticos, filosóficos, históricos e teológicos. Viajava oito mil quilômetros por ano, a cavalo; pregava anualmente sete­centos e cinqüenta sermões; mantinha uma correspondência numerosíssima com personagens notáveis da Inglaterra, Estados Unidos e Austrália. Como lhe foi possível realizar tanta coisa? Um dos segredos dessa efi­ciência estava no método que ele seguia e desejava que seus auxiliares tam­bém o fizessem. Ele é descrito nas palavras seguintes: "Sejam diligentes; nunca fiquem sem emprego. Nunca estejam sobremodo ocupados com coisas triviais. Não percam tempo. Nunca gastem em lugar algum mais tempo do que o absolutamente necessário. Sejam pontuais. Façam tudo exatamente em seu tempo próprio". 18.2.2008
 
Um anúncio exibia três pessoas à espera de um ônibus. Dois deles estavam entediados e apáticos, enquanto o terceiro estava satisfeito a jogar um jogo num pequeno aparelho eletrônico. "Faça algo com o seu nada," dizia o anúncio. "Esse nada é o tempo. O tempo entre tudo o que tens de fazer." A ideia era vender o jogo portátil para que assim as pessoas pudessem usar todos os segmentos de tempo "de espera" desperdiçados. Desconfio que muitos de nós já usamos construtivamente esses pequenos incrementos de tempo de espera para ler um livro, memorizar um versículo, ou orar por um amigo. São os nossos períodos de espera mais longos, cheios de incerteza e indecisão, que podem deixar-nos preocupados e frustrados. 24.10.2008
 
Lamento lhe informar, mas o senhor vai morrer dentro de pouco tempo... Infelizmente, não há mais nada que eu possa fazer (diz o médico)... - Oh, meu Deus! Mas eu ainda nem fiz as coisas que eu sempre quis fazer na vida... Visitar o Taj Mahal, as pirâmides, gastar grana... Que notícia terrível! Quanto tempo eu ainda tenho de vida, doutor? - Dez... - Dez, o quê? Dez meses? Dez semanas? Dez, o quê? - Nove... Oito... Sete... 28.10.2008
 
Certo jornal mostrou uma propaganda de três pessoas esperando pelo ônibus da cidade. Dois deles estavam entediados e indiferentes, enquanto que o terceiro estava jogando alegre, num pequeno aparelho eletrônico. A propaganda dizia: "Faça algo com o seu nada. Aquele tempo para nada. O tempo entre tudo o que você tem que fazer". A idéia era a de vender o aparelho portátil, para que as pessoas pudessem usar todos aqueles segmentos de tempo perdido, quando estão "esperando". Suspeito que muitos de nós já usamos de forma construtiva aqueles pequenos momentos de espera ao ler um livro, decorar um versículo ou orar por um amigo. São os períodos mais longos de espera, cheios de incerteza e indecisão, que podem deixar-nos ansiosos e frustrados. Paulo desafiou os cristãos de Éfeso a cuidar "como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus" (Efésios 5:15-16). O erudito grego Kenneth Wuest dá a entender que isso se refere ao tempo nas suas "estações estratégicas e oportunas" e que significa "fazer uso sábio e sagrado de cada oportunidade para fazer o bem". Durante aqueles momentos, quando nos perguntamos: "como cheguei aqui e quando posso sair daqui?" o melhor é olhar para as oportunidades dadas por Deus, em vez de se focalizar nos obstáculos. Essa é a maneira de fazer algo com nosso nada. 21.11.2008
 
Alfred Hitchcock (1899-1980), famoso diretor de filmes de suspense, contou uma parábola para a revista Guideposts (1959) sobre o desconhecido. "Houve, certa vez, um rei a quem foram concedidos dois desejos. Seu primeiro pedido foi ver o futuro. Porém, quando ele viu tudo que aconteceria adiante -- a beleza e a dor -- ele imediatamente pediu seu segundo desejo: que o futuro fosse ocultado. "Eu agradeço ao Céu", proclamou o mestre do suspense, "o amanhã não pertence a qualquer homem. O amanhã pertence a Deus". Muitas vezes estamos tão preocupados com o dia de amanhã que esquecemos de viver o dia de hoje. Angustiamo-nos por ver demorar os nossos sonhos e anseios, concluímos que o nosso futuro é incerto, que nada dará certo para nós, e perdemos grandes oportunidades de viver felizes com as incontáveis bênçãos que o Senhor nos dá hoje. O amanhã pertence a Deus e precisamos confiar que será maravilhoso, mesmo que o momento atual não apresente sinais de que será assim. Deus é amor e tudo que faz por nós está baseado em amor. Se não o experimentamos é porque a nossa afobação em alcançar a pretensa felicidade por nossos próprios méritos e esforços, por vezes, nos leva a atalhos fora da vontade do Senhor, impedindo, assim, que encontremos as bênçãos que Deus preparou e colocou à nossa disposição. A nós cabe viver o dia de hoje da melhor maneira possível. Se a vontade do Senhor é que vivamos em amor, procuremos fazê-lo em todos os dias de nossa vida. Se a vontade do Senhor é que creiamos que Ele cuida de nós hoje e continuará cuidando por toda a eternidade, descansemos sem jamais duvidar disso. Se a vontade do Senhor é que testifiquemos da Sua grandeza aqui na terra, empenhemo-nos em fazer a nossa vida brilhar para a glória e honra do nome de Jesus. O amanhã a Deus pertence, e será repleto de felicidade para nós que vivemos com alegria e dedicação cada minuto do dia de hoje. 2.12.2008
 
A Bíblia diz que Deus numera os nossos dias. Portanto, temos exatamente o tempo necessário para cumprir Seu plano para nós. Se não pudermos completá-lo, isso quer dizer que estamos fazendo coisas que Deus não planejou que fizéssemos, ou estamos fazendo coisas certas do modo errado. 3.12.2008
 
Há alguns anos, em um final de tarde, depois de um dia exaustivo, meu filho mais velho como comumente fazia, foi ao treino de futebol. Contudo, antes de sair de casa, olhando em meus olhos espontaneamente disse: - Pai, quer ver o meu jogo? Confesso que naquele momento, minha vontade foi de lhe dizer que estava cansado, e que da próxima vez poderia contar comigo, no entanto, movido pelo Espírito Santo de Deus lhe disse: - Vamos lá, será um prazer desfrutar de sua companhia! O menino abriu um enorme sorriso nos lábios e imediatamente partimos para o local do treino. Lá chegando, sentei-me à arquibancada e durante uma hora aproximadamente fiquei junto ao alambrado assistindo uma boa partida de futebol. Ao sair do treino fui levado a pensar na correria do dia-a-dia e na agenda cheia que muitas das vezes nos roubam momentos preciosos como esse. De fato, a vida moderna é uma grande correria, onde trabalho, estudo e outras atividades mais, ocupam quase que a totalidade do nosso tempo. Em virtude deste corre-corre desenfreado não são poucas as vezes que nossas famílias e filhos sentem-se enormemente prejudicados. Diante do frenesi da vida, fico a pensar na quantidade de crianças, pré-adolescentes e jovens que gostariam que seus pais lhe dessem um mísero minuto de atenção. 13.1.2009
 
Há tantos programas de televisão, e tão pouco tempo para assisti-los! Aparentemente é isso o que a nossa cultura pensa, pois agora a tecnologia nos permite ver programas de uma hora em apenas seis minutos, ou menos. A rede Minisode compactou episódios das séries populares em pacotes menores, mais curtos e mais convenientes para a audiência interessada. Eles são anunciados, "programas que você adora, só que mais curtos". Tudo para tornar a vida mais conveniente. Já houve quem tentasse tornar a vida cristã mais conveniente. Decidiram praticar o cristianismo apenas aos domingos. Freqüentam os cultos de qualquer igreja, desde que se sintam confortáveis. São pessoas que dão ofertas pequenas e são boazinhas para com os demais freqüentadores de igreja – nada que exija muito esforço da sua parte. Desse modo, ficam com o resto da semana para si mesmas, para viver da maneira que quiserem. Esse seria um tipo de cristianismo conveniente. Entretanto, sabemos que seguir Jesus é um estilo de vida, e não uma conveniência reservada para os domingos. Ser "discípulo" exige abrir mão de nossas vidas por Jesus (Mateus 16:25). Significa viver de maneira como ele nos conclama a viver, diariamente abrindo mão de nossos planos e propósitos, em favor dos dele. O relacionamento com Jesus nos faz estar preocupados com nossos pensamentos, decisões, atitudes e ações. Tudo para que nossas vidas sejam repletas de contentamento para nós, e agradáveis a Deus. 26.1.2009
 
No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem. Ela disse: Aquele ali é meu filho, o de suéter vermelho deslizando no escorregador. - Um bonito garoto - respondeu o homem. E completou: - Aquela de vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha. Então, olhando o relógio, o homem chamou a sua filha. - Melissa, o que você acha de irmos? - Mais cinco minutos, pai. Por favor. Só mais cinco minutos! O homem concordou e Melissa continuou pedalando sua bicicleta, para alegria de seu coração. Os minutos se passaram, o pai levantou-se e novamente chamou sua filha: - Hora de irmos, agora? Mas, outra vez Melissa pediu: - Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos! O homem sorriu e disse: - Está certo! - O senhor é certamente um pai muito paciente - comentou a mulher ao seu lado. O homem sorriu e disse: - O irmão mais velho de Melissa foi morto no ano passado por um motorista bêbado, quando montava sua bicicleta perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com meu filho e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele. Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa. Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta. Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-lá brincar... Em tudo na vida estabelecemos prioridades. Quais são as suas? Lembre-se: Nem tudo que é importante é prioritário, e nem tudo o que é necessário é indispensável! Dê, hoje, a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo. 27.1.2009
 
Antes de se tornar comentarista esportivo, Jim Valvano foi técnico de basquetebol e ganhou um campeonato com o time de sua universidade. Depois disso, contraiu um câncer na região lombar. Convidado a falar ao time de uma outra universidade, ele disse o seguinte: "A vida muda quando você menos espera. O futuro é incerto. Por isso, aproveite este dia, aproveite este momento e faça o melhor dele". Deus nos dá uma orientação urgente, em Hebreus 3:13: "Encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama 'hoje", de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado". Por que esta insistência tão forte no hoje? Pode ser que hoje, este dia específico, talvez seja o último da nossa existência aqui na terra. Hoje pode ser a sua última oportunidade de aceitar o presente de Deus da salvação; ou, se você já conhece o Senhor, de compartilhar o amor dele com um amigo ou ente querido. Tiago nos adverte quanto ao presumir sobre os nossos amanhãs: "Vocês nem sabem o que lhes acontecerá amanhã? Que é a sua vida? Vocês são como a neblina que aparece por um pouco de tempo e depois se dissipa" (4:14). Aproveite as oportunidades que Deus lhe dá hoje. Esse é um conselho sábio, não apenas para jogadores de basquetebol, mas para todos nós. 28.1.2009
 
Entre os gregos antigos, o vencedor de uma corrida não era o que cruzava a linha em primeiro lugar, mas o primeiro a cruzar a linha com sua tocha ainda queimando. Estamos tão preocupados atualmente com nossa vida cotidiana que corremos o risco de permitir que a tocha de nossa vida espiritual se apague. Uma dedicada mulher contou que sua vida era um corre-corre frequente e que ela se viu na eminência de perder o seu relacionamento espiritual com Deus: "Há um perigo real em ocupar-se do que é certo na vida apressada que levamos. Manter nossa tocha acesa se torna cada vez mais difícil". Em que estamos empregando o nosso tempo? Qual tem sido o propósito de toda a nossa correria? Estamos querendo resolver tudo à nossa maneira, apressando-nos para resolver o máximo de assuntos no menor período de tempo ou estamos entregando tudo nas mãos de Deus, certos de que Ele tem o tempo exato para cada coisa? Estamos permitindo que a nossa tocha espiritual se apague no afã de buscar resultados imediatos ou procuramos preservá-la para que, nem ela e nem as nossas bênçãos, sejam extintas? Quando estamos ligados ao Senhor no propósito de buscar a Sua vontade, mesmo que andemos devagar podemos crer que chegaremos depressa ao nosso destino. Ele sabe o melhor caminho, a melhor maneira de andar por ele, os momentos de parar e descansar, e tem o troféu transformado em bênçãos a nos esperar na linha de chegada. Não há motivos de preocupação com quem chegará primeiro, pois, todos que confiam nele receberão a medalha preparada para os vencedores. O vencedor não é o que corre mais, mas o que crê no Senhor. Este cruzará a linha de chegada com a faixa de vitória contra o mundo já colocada em seu peito. 17.2.2009
 
CONTA E TEMPO - Deus pede estrita conta de meu tempo E eu vou do meu tempo, dar-lhe conta. Mas, como dar, sem tempo, tanta conta, Eu, que gastei, sem conta, tanto tempo? Para dar minha conta feita a tempo, O tempo me foi dado, e não fiz conta; Não quis, sobrando tempo, fazer conta. Hoje, quero acertar conta, e não há tempo. Oh, vós, que tendes tempo sem ter conta, Não gasteis vosso tempo em passatempo. Cuidai, enquanto é tempo, em vossa conta! Pois, aqueles que, sem conta, gastam tempo, Quando o tempo chegar, de prestar conta Chorarão, como (eu), o não ter tempo... 28.4.2009
 
Um menino, com voz tímida e os olhos cheios de admiração, pergunta ao pai, quando este retorna do trabalho: - Pai, quanto o senhor ganha por hora? O pai, num gesto severo, responde: - Escuta aqui meu filho, isto nem a sua mãe sabe. Não amole, estou cansado! Mas o filho insiste: - Mas papai, por favor, diga, quanto o senhor ganha por hora? A reação do pai foi menos severa e respondeu: - Três reais por hora. - Então, papai, o senhor poderia me emprestar um real? O pai, cheio de ira e tratando o filho com brutalidade, respondeu: - Então essa era a razão de querer saber quanto eu ganho? Vá dormir e não me amole mais!  Já era noite, quando o pai começou a pensar no que havia acontecido e sentiu-se culpado. Talvez, quem sabe, o filho precisasse comprar algo. Querendo descarregar sua consciência doida, foi até o quarto do menino e, em voz baixa, perguntou: - Filho, está dormindo? - Não, papai! - o garoto respondeu sonolento e choroso. - Olha, aqui está o dinheiro que você me pediu: Um real. - Muito obrigado, papai! - disse o filho, levantando-se e retirando mais dois reais de uma caixinha que estava sob a cama. - Agora já completei, papai! Tenho três reais. Poderia me vender uma hora de seu tempo? Pense nisso: " Vamos refletir sobre isto e espero quem em sua via nunca chegue a este ponto. Um feliz final de semana a todos!" 20.5.2009
 
"O tempo presente é o único no qual podemos reparar o passado e construir o futuro". Santo Agostinho, Bispo de Hipona, AFR, 354-43027.5.2009
 
"Um milésimo de segundo pode significar a glória ou o fracasso para um atleta. Um segundo pode significar a vida ou a morte para quem enfrenta o perigo. Um minuto pode significar o início de uma viagem ou um bilhete perdido para quem vai tomar o trem. Uma hora pode significar a concretização de um sonho ou o desvanecer dele para o aluno que está fazendo uma prova. Um dia pode significar a vitória ou a derrota para um candidato político. Um mês pode significar esperança ou angústia para uma mãe grávida que aguarda seu filho nascer. Um ano pode significar a prisão ou a liberdade para um encarcerado. Uma vida pode significar a felicidade de viver eternamente com Cristo ou a perdição eterna."24.8.2009
 

Por que os dias da semana acabam com feira? Segunda-feira, terça-feira, quarta-feira... Os números dos dias são fáceis de entender, em uma semana de sete dias que se inicia no domingo. Mas e palavra 'feira'? O que ela significa?  Na sua origem, os nomes dias da semana tinham influência na astronomia , cada um representava um astro do nosso Sistema Solar: Sol (domingo), Lua (segunda), Marte (terça), Mercúrio (quarta), Júpiter (quinta), Vênus (sexta) e Saturno (sábado). Segundo o Guia dos Curiosos, nos países latinos, por influência do cristianismo, o dia do Sol, solis dies, foi substituído por dominica, dia do Senhor; e o saturni dies, dia de Saturno, por sabbatum, derivado do hebraico shabbath, dia do descanso, consagrado pelo Velho Testamento.  Não satisfeita com a origem pagã dos nomes dos dias, a igreja católica dos países de língua portuguesa transformou a homenagem aos astros em números, isso graças ao apostolado de São Martinho de Braga, que afirmava que não se podia "dar nomes de demônios aos dias que Deus criou". Já o termo "feira" surgiu em português porque, na semana de Páscoa, todos os dias eram feriados, as férias, e o mercado funcionavam ao ar livre, as feiras. Preservando o domingo, dia do Senhor, como primeiro dia da semana, a igreja instituiu a segunda feira, a segunda-feira e assim sucessivamente. Estava criada a semana portuguesa. Redação Terra2.10.2009

 

Deus precisa de tempo para responder a orações. Muitas vezes falhamos em dar oportunidade a Deus a este respeito. Leva tempo para Deus colorir uma rosa. Leva tempo para Ele formar um carvalho. Leva tempo para Deus tornar em pão um trigal. Ele toma a terra. Ele a amolece. Ele a enriquece. Ele a umedece com chuvas e orvalho. Ele a aquece com vida. Ele dá a lâmina, a haste, o grão dourado, e então, por fim, o pão para o faminto. Tudo isto leva tempo. Por isso nós semeamos, cultivamos, e esperamos, e confiamos, até que seja cumprido o propósito de Deus. Estamos dando uma oportunidade a Ele. A mesma lição se aplica à nossa vida de oração. Deus precisa de tempo para responder à oração. — J. A. M.21.10.2009

 

"O homem que tem coragem de desperdiçar uma hora do seu tempo não descobriu o valor da vida". Charles Robert Darwin, biólogo, autor das teorias de Evolução e Seleção natural da espécie, ING, 1809-188221.10.2009

 

E o tempo passou...

E tudo mudou...

 

O rouge virou blush

O pó-de-arroz virou pó-compacto

O brilho virou gloss

O rímel virou máscara incolor

A Lycra virou stretch

Anabela virou plataforma

O corpete virou porta-seios

Que virou sutiã

Que virou lib, Que virou silicone

 

                     A peruca virou aplique, interlace, megahair,     

                     alongamento

                     A escova virou chapinha

                    'Problemas de moça' viraram TPM

                     Confete virou MM

 

A crise de nervos virou estresse

A chita virou viscose.

A purpurina virou gliter

A brilhantina virou musse

Os halteres viraram bomba

A ergométrica virou spinning

A tanga virou fio dental

E o fio dental virou anti-séptico bucal

 

                   Ninguém mais vê...

                   Ping-Pong virou Babaloo

                   O a-la-carte virou self-service

 

A tristeza, depressão

O espaguete virou Miojo pronto

A paquera virou pegação

A gafieira virou dança de salão

 

                   O que era praça virou shopping

                   A areia virou ringue

                   A caneta virou teclado

                   O long play virou CD

 

A fita de vídeo é DVD

O CD já é MP3

É um filho onde éramos seis

O álbum de fotos agora é mostrado por email

 

                   O namoro agora é virtual

                   A cantada virou torpedo

                   E do 'não' não se tem medo

                   O break virou street

                   O samba, pagode

                   O carnaval de rua virou Sapucaí

                   O folclore brasileiro, halloween

                   O piano agora é teclado, também

 

O forró de sanfona ficou eletrônico

Fortificante não é mais Biotônico

Bicicleta virou Bis

 

                  Polícia e ladrão virou Counter Strike

 

Folhetins são novelas de TV

Fauna e flora a desaparecer

Lobato virou Paulo Coelho

Caetano virou um chato

 

                  Chico sumiu da FM e TV

 

Baby se converteu

RPM desapareceu

Elis ressuscitou em Maria Rita?

Gal virou fênix

Raul e Renato,

Cássia e Cazuza,

Lennon e Elvis,

Todos anjos

Agora só tocam lira...

A AIDS virou gripe

A bala antes encontrada agora é perdida

A violência esta coisa maldita!

 

                 A maconha é calmante

 

O professor é agora o facilitador

As lições já não importam mais

A guerra superou a paz

E a sociedade ficou incapaz.....

... De tudo..

 

Inclusive de notar essas diferenças.

 

Luiz Fernando Veríssimo21.10.2009

 

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.21.10.2009