Ilustrações Ilustrações S

Sal

 

Olga Strehineek era não só professora, mas pregadora também. Em 31 ou 32 ela visitou a IB-Rio Claro, SP e, sendo convidada, pregou. Falou sobre o sal. Mencionou as propriedades do cloreto de sódio, e acrescentou duas advertências: O sal costuma empedrar. Só com martelo você consegue reduzi-lo a pó novamente. O sal costuma absorver a umidade ambiente e liquefazer-se. Há cristãos duros e há cristãos liquefeitos, disse a pregadora. "Vós sois o sal terra" Duros? Liquefeitos? - Assis

 

Andando pelas praias do Mar Morto, um dia, um homem perdeu o equilíbrio e caiu na água em lugar bastante profundo. Não sabendo nadar, ficou em pânico. Desesperado, completamente exausto, viu que nada mais podia fazer. Mas que surpresa teve! Tão logo se relaxou, a água o sustentou. esquecera-se que o Mar Morto é tão cheio de sal e de outros minerais, que, se uma pessoa se relaxa, pode facilmente flutuar sobre as águas. Esta história tem uma lição: Os braços do Senhor nos ampara se simplesmente abandonarmos nossos temores e pararmos com nossos próprios esforços.

 

A governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva, uma vez declarou: "Não vou virar estátua de sal, como a mulher de Ló, olhando para trás. O que passou, passou". (Revista Tudo, pg 66 - 3 de maio de 2002).

 

Quer provocar sede? Dê sal grosso ao cavalo.

 

Propriedades do sal: dar sabor; conservar, purificar, dar sede. Mas deve-se lembrar que o sal também "empedra".

 

O sal é um dos minérios mais importantes do planeta, o mais abundante e poderoso da terra. No Sudão e na região do Saara os mercadores trocavam ouro por sal. No mercado etíope, todo pretendente à mão de uma jovem tinha de pagar a importância de 120 blocos de sal. Soldados de Roma eram pagos em sal. A água dos mares tem tanto sal que, se fosse retirado, daria para cobrir, numa camada de quilômetro e meio de espessura, todo o vasto território brasileiro.