Ilustrações Ilustrações R

Remédio

 

Ouvi isto: "A grande maioria dos seus problemas na vida são simples de resolver: Basta um "sim", um "não" ou uma atitude".

 

Eu gosto de levar meus filhos em uma restaurante onde há brinquedos para as crianças. Gosto de brincar com eles um jogo em que temos que acertar vários bonecos na medida em que eles saem dos buracos. Quando batemos na cabeça de um, outro sobe imediatamente. É frustrante quando você tenta empurrá-los todos para baixo e eles continuam subindo. A vida também é assim. Nós tentamos eliminar uma compulsão e logo aparece outra. Tentamos eliminar um problema e subitamente aparece outro. Tentamos eliminar um conflito de relacionamento e logo logo outro vêm à tona. É frustrante porque não podemos nocautear todos aos mesmo tempo. - Fonte: Rick Warren

 

Exemplo de soluções que não funcionam: Colocar pilha no freezer para ver se recarrega... Tirar sujeira da unha com ponta de lapiseira... Fazer barra da calça com fita crepe.

 

Após um naufrágio, o único sobrevivente agradeceu a Deus por estar vivo e ter conseguido se agarrar a parte dos destroços para poder ficar boiando. Este único sobrevivente foi parar em uma pequena ilha desabitada e fora de qualquer rota de navegação. Com muita dificuldade e restos dos destroços, ele conseguiu montar um pequeno abrigo para que pudesse se proteger do sol, da chuva, de animais, e para guardar seus poucos pertences. Novamente agradeceu. Nos dias seguintes a cada alimento que conseguia caçar ou colher, ele agradecia. No entanto um dia quando voltava da busca por alimentos, ele encontrou o seu abrigo em chamas, envolto em altas nuvens de fumaça. Terrivelmente desesperado ele se revoltou. Gritava chorando: "O pior aconteceu! Perdi tudo! Deus, por que fizestes isso comigo?" Chorou tanto , que adormeceu, profundamente cansado. No dia seguinte bem cedo, foi despertado pelo som de um navio que se aproximava. "Viemos resgatá-lo"-disseram. "Como souberam que eu estava aqui?" - perguntou ele. "Nós vimos o seu sinal de fumaça!" É comum sentirmo-nos desencorajados e até desesperados quando as coisas vão mal. Mas Deus age em nosso benefício, mesmo nos momentos de dor e sofrimento. Lembre-se: Se algum dia o seu único abrigo estiver em chamas, esse pode ser o sinal de fumaça que fará chegar até você a Graça Divina. Para cada pensamento negativo nosso, Deus tem uma resposta positiva. - Fonte: pastores-subscribe@egroups.com

 

Ao ver uma luz no fim do túnel certifique-se de que não é o trem. 

 

O bom remédio amarga a boca.

 

Melhor estrada velha do que atalho novo.

 

O indivíduo chega ao médico muito mal e o Doutor vai logo cobrando: Você comprou os remédios que eu preescrevi? - Claro que comprei, Doutor! Que estranho - disse o médico, examinando-o - Você tomou corretamente? De que jeito, Doutor? Em todos os frascos estava escrito "Mantenha sempre fechado"!

 

É "muita espuma, pouco sabão"... Não resolve.

 

Muito triste, o caipira procura o compadre da fazenda vizinha: - Bento! Minha vaca doente, rapaiz... Lembra quando a sua ficô doente, o que foi que ocê deu pra ela? - Ah, eu dei uma ração especial! Se ocê quiser eu te dou o que sobrou! O caipira pega a ração, agradece e vai embora. Uma semana depois ele reencontra o compadre. - Xii, Bento... Nem teve jeito, rapaiz... Eu dei aquela ração pra minha vaca... E a danada morreu! - Óia qui coincidência! A minha tamém

 

Durante os festejos de um casamento realizado em Caná da Galiléia, Maria, sabedora do constrangimento pelo qual estava passando a família do noivo, se aproximou do Senhor e lhe disse: "O vinho acabou". Aqui está um precioso modelo de oração. Em algumas situações podemos procurar o Senhor e segredar-lhe humildemente: "Acabou o ânimo". "Acabou o pão", "Acabou a alegria", "Acabou a paciência", "Acabou a esperança", "Acabaram os recursos", "Acabou o amor" e assim por diante. São orações sem rodeio. É uma exposição da alma. É uma confissão: "Acabou o vinho". E Jesus solucionou um problema de etiqueta social! Não resolverá Ele problemas mais sérios, envolvendo as necessidades físicas, as necessidades emocionais e as necessidades morais? Tenha a ousadia para confessar: "Acabou o vinho"!

 

Um pastor estava contando que certa vez, estando no seu gabinete pronto para ir ao púlpito pregar, de repente, entrou uma irmã com o semblante carregado de tristeza, dando a impressão de que seu mundo havia desabado. Sem cumprimentar sem nada, ela foi dizendo: "Pastor, estou zangada com Deus. Estou enfrentando sérios problemas. Meus filhos estão doentes, meu marido desempregado, estamos cheios de dívidas, o aluguel da casa está atrasado e o dono do imóvel deu um prazo para pagar, caso contrário, seremos despejados. E Deus, onde está que não vê tudo isso? Para Ele eu não existo... o que faço agora?" O pastor, já atrasado dez minutos, sem pensar muito respondeu: "Senhora, briga com Deus; lute com Ele, mas não se afaste dEle". ...se você se empenha como Jacó e luta com Deus por uma bênção, então não há o que temer, pois você tem a garantia de que Ele está ao seu lado para ajudá-lo a tornar seu sonho em realidade. O que você não pode é desistir de lutar. (Joaze Gonzaga de Paula, em O Jornal Batista, pg 4b - 29/04 a 05/05/2002).

 

Elimine a causa que o efeito cessa. (Miguel de Cervantes)

 

Nossos filhos que brincavam efusivamente de pique-esconde. A filha de um pastor amigo estava com o pique, e como era de se esperar, bastou que fechasse os olhos e começasse a contagem para que a criançada rapidamente desaparecesse do recinto. 1, 2, 3, 4, e assim sucessivamente até chegar a 50. Ao chegar no ultimo e derradeiro número disse ela: - Lá vou eu! Rapidamente, a menina esperta começou a procurar as crianças que tinham se escondido. Só que sem que percebesse um dos meninos se escondera bem na frente dela. Na verdade, os seus olhos estavam longe, procurando em cantos, frestas e becos, lugares de possíveis esconderijos. Ora, ela estava tão preocupada em procurar a garotada em lugares distantes que esquecera de olhar a sua volta. Sem que percebesse, o menino veio bem de devagarzinho e bateu o pique. Naquele momento eu e meu amigo pastor aprendemos a seguinte lição: Às vezes estamos tão preocupados e ocupados em encontrar a solução para os nossos problemas que esquecemos que a resposta de alguns deles está mais perto do que pensávamos. - Renato Vargens.

 

Li que certo homem foi orientado a dar óleo de fígado de bacalhau para o cachorro dele que estava doente. Você já tomou este óleo? Horroroso! Mas, como seria a solução para o cão, o dono passou a agarrar o animal e enfiava-lhe a garrafa na boca. Fez isso por vários dias, mas diante do muito trabalho e da briga do cachorro. desistiu. Surpresa: o animal passou a procurar a garrafa de óleo de fígado de bacalhau e lambia a tampa da garrafa. O cachorro queria o remédio; ele reclamava era de como lhe era aplicado. É preciso urgência em uma revisão no trato.

 

Um completo desiludido escreveu: "Não há remédio para coisa alguma na vida (...) a morte é o remédio soberano para todos os infortúnios".

 

O dito popular conhecido por ovo de Colombo está relacionado com a solução de um problema aparentemente impossível de ser resolvido. A expressão teve sua provável inspiração no caso de um ovo que ninguém conseguia colocar em pé, até que, de modo simples e surpreendente, Colombo teria quebrado sua extremidade mais fina, permitindo assim seu equilíbrio.

 

Stuart Briscoe, em um de seus livros, contou uma história mais ou menos nos termos que se seguem. Um homem procurou seu médico porque sofria de fortes dores de cabeça. O médico perguntou se ele fumava e ele respondeu afirmativamente. "Pare de fumar", disse-lhe o médico. A dor não cessou e o homem voltou ao médico. "Você bebe?", perguntou-lhe o médico. "Bebo", foi a resposta. "Pare de beber", volveu o médico. Mas as dores continuaram. Num regresso ao consultório, o homem ouviu essa pergunta: "Você exerce alguma atividade que produz pressão sobre suas costas?" Tendo respondido que sim, ouviu esta instrução: "Deixe esta atividade". As dores não cessaram, as idas ao médico continuaram e as tentativas de acerto também. E tudo foi solucionado quando se descobriu que o homem usava colarinho 38 e seu número era 39. A solução era simples! Usando o colarinho certo, as dores cessaram! Algumas vezes, a solução é tão simples, e não enxergamos.

 

Valdemy Braga, jocuneiro (Jocum - Jovens Com Uma Missão), declarou certa vez, em junho/2005: "Eu preciso ser a resposta prática de minhas próprias orações".

 

Me lembro da menina que, num culto doméstico, disse ao pai, um homem rico, que queria ser Deus. O pai perguntou por quê. E ela respondeu: "Porque eu usaria o dinheiro do senhor para atender as orações que o senhor faz, pedindo a Deus que ajude aos necessitados". Alguns de nós agimos como este homem. Pedimos que Deus aja e faça alguma coisa como se isto nada tivesse a ver conosco. Mas somos seus instrumentos neste mundo. Ele age por meio de nós!

 

Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava uma determinada raça. Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo. Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo. Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário: -Bem, seu cavalo está com uma virose, é preciso tomar este medicamento durante 3 dias, no terceiro dia eu retornarei e caso ele não esteja melhor, será necessário sacrificá-lo. Neste momento, o porco escutava toda a conversa. No dia seguinte deram o medicamento e foram embora. O porco se aproximou do cavalo e disse: - Força amigo! Levanta daí, senão você será sacrificado!!! No segundo dia, deram o medicamento e foram embora. O porco se aproximou do cavalo e disse: - Vamos lá amigão, levanta senão você vai morrer! Vamos lá, eu te ajudo a  levantar... Upa! Um, dois, três. No terceiro dia deram o medicamento e o veterinário disse: - Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos. Quando foram embora, o porco se aproximou do cavalo e disse: - Cara é agora ou nunca, levanta logo! Coragem! Upa! Upa! Isso, devagar! Ótimo, vamos, um, dois, três, legal, legal, agora mais depressa vai...Fantástico! Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa!!! Você venceu, Campeão!!! Então de repente o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou: - Milagre!!! O cavalo melhorou. Isso merece uma festa... "Vamos matar o porco!!! " Isso acontece com freqüência no ambiente de trabalho. Ninguém reconhece, quem é o funcionário que tem o mérito pelo sucesso. Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se: amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic."

 

Taí, esse é um problema de muita gravidez... é grave mesmo!

 

Boas novas sobre o azeite de Oliva e o suco de romã: um ingrediente, chamado oleocantal, presente no azeite, pode reduzir a inflamação. É o que dizem os cientistas do Monell Chemicall Senses Center e de outras instituições americanas. Ele inibe as enzimas COX que levam à inflamação, a qual, por sua vez, está relacionada a doenças cardíacas, acidente vascular cerebral (AVC), demência e câncer. O azeite de oliva extravirgem fresco apresenta a concentração mais elevada de oleocantal. – Seleções, Janeiro-2006.

 

Quando ficam doentes, os homens agem como bebês, dizem as mulheres. Mas talvez elas devam seguir o exemplo dos rapazes – isso poderia salvar-lhes a vida, explicam pesquisadores da Universidade de Michigan. Quando as mulheres sofrem um enfarte, têm mais probabilidade de adiar a busca por ajuda médica e, depois, dificilmente tomam providências para melhorar a saúde em geral. O motivo? As mulheres são fortes demais; elas acham que seus problemas simplesmente não têm muita importância. Quando Steven Erickson e colaboradores perguntaram a 348 homens e 142 mulheres, que haviam sido internados por causa de enfarte, sobre seus sintomas e a medicação, descobriram que, embora as mulheres tivessem tido mais sintomas e estivessem tomando mais remédios, classificaram sua doença como menos grave do que os homens. – Seleções. 30/11/06

 

Se você luta para dormir toda noite, não vá atrás de comprimidos – talvez você precise de um colchão novo. 30/11/06

 
Um homem leva o carro numa oficina. - Qual o problema? - pergunta o mecânico. - Queria colocar uma buzina bem forte... mas bem forte mesmo! - Tudo bem, podemos colocar uma buzina de caminhão! - Não dá pra ser mais forte ainda? - Mas por que você quer uma buzina tão forte? - É que os freios estão falhando! 26/3/07
 

Aspirina é remédio, mas não serve para o tratamento da dengue por favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas. 25-12-2007

 

Alopatia tem a ver com remédio... pensa que é dar um telefonema para a tia “alô, tia!”? 08-01-2008

 

Um dono de farmácia não cria em Deus. Um dia, estava fechando a farmácia quando chegou uma criança dizendo que sua mãe estava passando mal e que se não tomasse o remédio iria morrer. Nervoso, reabriu a farmácia. Acabou pegando o remédio no escuro. Minutos depois, percebeu que havia entregue o remédio errado, se aquela mãe o tomasse morreria. Desesperado, tentou alcançar a criança. Gritou em desespero... Sem saber o que fazer, ajoelhou-se e chorou dizendo: se realmente existisse um Deus que não o deixasse passar por assassino ,ele se renderia a esse DEUS. Foi quando chegou o menino e pediu-lhe outro remédio, pois o outro havia caído no caminho e se quebrado. 29-01-2008
 
Quando Madame Curie alcançou a tremenda vitória científica, oferecendo ao mundo a bênção dos raios-x, alguém sugeriu que ela tirasse patente de seu descobrimento, pois poderia assim compensar-se do trabalho que tivera e ga-nhar dinheiro. Ela, porém, recusou-se a fazê-lo. Queria que os raios-x fossem usados por todos, sem qualquer objetivo de lucro. O mesmo ocorreu com o grande cientista brasileiro Vital Brasil, quando seu instituto lançou um medi­camento a base de curare, elemento precioso nos casos de intervenção cirúr­gica. Um amigo perguntou se ele ia tirar a patente. Deu ele um sorriso e ex­clamou: "Patente p'ra quê? Quem quiser que o use para o beneficio do po­vo..." 8.2.2008
 
Penicilina na Bíblia! Ora essa! Afirma, porém, um sábio comentador que a primeira vez que foi mencioada a penicilina, há cerca de mais três mil anos, encontra-se no Salmo 51: "Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo" ,clamou o salmista. Ora, os cientistas da atualidade sabem, agora, que a planta denominada hissopo produz penicilina, o que lhe concede poder curativo, o qual, nos tempos bíblicos, se empregava nos ritos de purificação. É mais uma prova da maravilhosa certeza da Bíblia, que nos diz de várias coisas, que a ciência, só muito mais tar­de, veio a descobrir. St. John's Parish Magazine. 7.5.2008
 
Tanto o médico quanto o pastor estão envolvidos no trabalho de diagnosticar e receitar. 14.5.2008
 
O bálsamo de Deus sempre é eficaz para curar todas as nossas feridas. 27.7.2008
 
Você é um cristão e está passando por um problema qualquer, o que faria? Oraria a Deus pedindo uma solução para tal problema e iria as Escrituras. Correto? Mas não é isso que ensina RR Soares com o seu "kit" (produto lançado no mercado em Ago/2008. Ao invés disso, você pode dar de mão no "kit" e tirar de lá um dos cd's que contenha a mensagem que aborda o problema pelo qual você está passando, ouvi-lo e daí seu problema estará resolvido. Em suma, é isso o que o "kit" promete. Como se fosse uma maleta mágica de onde se tira toda e qualquer solução para todo e qualquer problema da vida. A propósito: o "kit" custa a bagatela de R$ 492,00. Mas há opções de parcelamento em até três vezes sem juros. http://discernimentobiblico.blogspot.com 25.8.2008
 
Se você colocar um falcão em um cercado de um metro quadrado e inteiramente aberto por cima, o pássaro, apesar de sua habilidade para o vôo, será um prisioneiro. A razão é que um falcão sempre começa seu vôo com uma pequena corrida em terra. Sem espaço para correr, nem mesmo tentará voar e permanecerá um prisioneiro pelo resto da vida, nessa pequena cadeia sem teto. O morcego, criatura notavelmente ágil no ar, não pode sair de um lugar nivelado. Se for colocado em um piso complemente plano, tudo que ele conseguirá fazer é andar de forma confusa, dolorosa, procurando alguma ligeira elevação de onde possa se lançar. Um zangão, se cair em um pote aberto, ficará lá até morrer ou ser removido. Ele não vê a saída no alto, por isso, persiste em tentar sair pelos lados, próximo ao fundo. Procurará uma maneira de sair onde não existe nenhuma, até que se destrua completamente, de tanto se atirar contra o fundo do vidro. Existem pessoas como o falcão, o morcego e o zangão: atiram-se obstinadamente contra os obstáculos, sem perceber que a saída está logo acima. Se você está como um zangão, um morcego ou um falcão, cercado de problemas por todos os lados, olhe para cima! Sim, olhe para o alto, de onde vem o seu Socorro. 29.8.2008
 
Quando trabalhava para o Departamento de Justiça dos EUA, Gary Haugen descobriu um grande problema. Ele pensou: alguém precisa fazer algo a respeito disto. Ele buscou à sua volta por alguém mais que pudesse reparar a injustiça e abuso de autoridade que ele havia descoberto. Mas, então, compreendeu que Deus estava olhando para ele mesmo. Em 1997, Haugen fundou a Missão Internacional da Justiça, para resgatar vítimas da violência, da exploração sexual, da escravidão e opressão. Assim como Moisés foi a resposta de Deus para a escravidão de seu povo no Egito (Êxodo 3:9-10), Gary Haugen e sua equipe também estão se tornando a resposta de Deus para aqueles que são escravos hoje em dia. Como disse Haugen: "Deus não tem um Plano B. O plano de Deus é você. Você é a resposta". Deus nos coloca em circunstâncias únicas, onde nossas habilidades combinam com o problema que ele quer solucionar. Jesus disse que aquilo que fazemos aos necessitados estamos fazendo para ele (Mateus 25:35-40). Você encontrou um problema? Como você poderá ser a solução de Deus? Talvez Deus quer que você seja a resposta para a oração de alguém. 28.1.2009
 
Governo lista plantas que poderão virar fitoterápicos - São 71 espécies, que servirão de base para o desenvolvimento de remédios - Relação inclui plantas que já são usadas pela população com fins terapêuticos; hoje SUS disponibiliza apenas dois remédios fitoterápicos. O Ministério da Saúde divulgou uma lista com 71 plantas medicinais que poderão ser usadas como medicamentos fitoterápicos pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A ideia é que a relação sirva de base para uma ampliação do número de fitoterápicos que hoje são financiados com verba federal. Atualmente, só dois, feitos à base de guaco (para tosse) e espinheira-santa (para úlcera e gastrite), são bancados pela pasta. A previsão é chegar a oito até o final do ano. De acordo com o governo, a relação inclui plantas nativas que já são tradicionalmente usadas pela população com fins terapêuticos e que poderão ser cultivadas em pelo menos uma macrorregião do país. Foram selecionadas plantas com potencial para serem utilizadas no combate a inflamações, hipertensão, infecções na garganta, úlceras, aftas, vermes, diarreia, osteoporose, sintomas da menopausa e do diabetes, entre outros problemas de saúde. Entre elas, estão produtos como babosa, usada no combate à caspa e à calvície, camomila (para dermatites), alho (anti- inflamatório), caju (cicatrizante), abacaxi (para secreções), carqueja (para problemas estomacais), pitanga (para diarreia) e soja (para sintomas da menopausa e da osteoporose). Pesquisas: "A lista vem para orientar estudos e pesquisas", afirma José Miguel do Nascimento Júnior, diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica da pasta. "É preciso que a academia nos retorne que essas plantas poderão gerar produtos e ser agregadas no âmbito do sistema de saúde." Entre os aspectos que têm que estar definidos antes da inclusão dos produtos na lista de compras do ministério estão a parte das plantas que deve ser utilizada para a obtenção do medicamento (caule, folha, semente, fruto etc.) e o estabelecimento dos parâmetros de toxicidade, já que, como qualquer produto alopático, os fitoterápicos também apresentam efeitos colaterais. Comprovada a eficácia e a segurança das substâncias, o governo poderá bancar medicamentos produzidos na indústria ou plantas in natura para serem distribuídas pelas secretarias de Saúde. Em Cuiabá, já existe um programa municipal que utiliza 20 plantas e orienta os moradores a fazerem hortas em casa. Segundo Isanete Bieski, supervisora do Programa Municipal de Plantas Medicinais e Fitoterapia, da Secretaria da Saúde de Cuiabá, parte das plantas que constam da lista já é cultivada em quintais e utilizada rotineiramente pela população. "O número de plantas da relação nacional não é suficiente, mas viabilizará o começo do desenvolvimento de várias atividades em programas já existentes", afirma a supervisora. Prefeituras: Nos últimos dois anos, o número de prefeituras que disponibilizam medicamentos fitoterápicos pelo SUS subiu de 116 para 350, chegando a 6,3% dos municípios em 2008. O governo, que anunciou em dezembro a aprovação de um programa nacional de plantas medicinais e fitoterápicos, estuda a criação de uma linha especial de financiamento para as pesquisas relacionadas às 71 plantas. Outra ideia é que haja um incentivo para que o plantio seja feito por meio da agricultura familiar. Veja a lista completa das plantas medicinais: www.folha.com.br/090442 20.2.2009
 
Se não quiser adoecer... "Fale de seus sentimentos". Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna. Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar, confidenciar, artilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia. 29.4.2009
 
O céu está cheio de respostas a orações; respostas para aquelas pessoas que jamais se deram o trabalho de pedir. Billy Graham28.9.2009