Ilustrações Ilustrações P

Paciência

 

Qual o cúmulo da paciência? Assistir uma lesma dando a volta ao mundo em câmera lenta.

 

John Dewey disse que a virtude mais útil do mundo é a paciência. (Rick Warren, em "Poder Para Ser Vitorioso", pg 87 - Ed Vida).

 

Talvez você seja como a pessoa que orou: "Senhor, dá-me paciência, e eu a quero imediatamente!" (Rick Warren, em "Poder Para Ser Vitorioso", pg 87 - Ed Vida).

 

A raiz da impaciência é o egoísmo. (Rick Warren, em "Poder Para Ser Vitorioso", pg 93 - Ed Vida).

 

En un ensayo informal publicado en la revista Time, Sarah Vowell cuenta que se inscribió en un curso de tres horas, a un costo de 39 dólares, llamado «Piano instantáneo para personas irremediablemente ocupadas». Lamentándose por no haber perseverado en sus lecciones de música cuando era niña, se trazó la meta de aprender a tocar una pieza de memoria. Lo que descubrió fue que aun esa tarea, aparentemente sencilla, exigía horas de práctica. El «piano instantáneo» no existe. Sin embargo, al continuar practicando, de sus dedos empezó a surgir una melodía reconocible. Su experiencia es un buen recordatorio de que aunque a menudo deseamos resultados inmediatos en nuestro andar por fe, esto también es cuestión de paciencia y práctica.

 

Quantos têm a mesma mania do Chaves, que ficam a dizer: "Ninguém tem paciência comigo". 

 

Um jovem pediu a um crente mais idoso que orasse para que ele tivesse mais paciência. O homem mais velho ajoelhou-se e começou: "Senhor, envia a este jovem tribulações de manhã; envia a este jovem tribulações de tarde; envia a este jovem" Nesse momento o jovem crente interrompeu: "Não, não, eu não pedi que orasse por tribulações. Eu queria que orasse por paciência." "Ah," respondeu o sábio crente, "É pela tribulação que aprendemos a paciência." As suas palavras ecoam o apóstolo Paulo em Romanos 5:3 quando ele disse que a "tribulação produz a perseverança." De acordo com um comentador da Bíblia, a palavra que é traduzida por perseverança ou paciência quer dizer "firmeza, a capacidade de manter-se firme sob as dificuldades." - Fonte: http://www.gospelcom.net/rbc/pd/1999/Outubro99.htm

 

Porque é que estás a deitar fora aquelas batatas boas, Avô?, perguntou-me o meu neto. Eu estava a plantar batatas no meu jardim, e ele pensava que era um desperdício enterrá-las. Assim tive uma oportunidade para lhe explicar que só quando lançamos fora a semente podemos receber a colheita. Uns dias depois, o meu neto estava, outra vez no jardim, a olhar para o chão. Ele queixou-se, “Avô, elas não aparecem”. Foi assim que lhe falei acerca da paciência. Nós também nos tornamos impacientes quando o nosso serviço para o Senhor não parece dar fruto. Por vezes sentimo-nos desanimados porque não vemos resultados imediatos. - Fonte: http://www.gospelcom.net/rbc/pd/2000/Abril2000.htm

 

Um soldado moribundo pediu ao capelão que escrevesse à sua antiga professora da Escola Dominical: “Diga-lhe que sou um crente por causa do que ela me ensinou na Escola Dominical”. Ele enviou a mensagem e recebeu a seguinte resposta: “No mês passado resignei à minha classe de Escola Dominical, porque achei que o meu ensino tinha sido infrutífero. E agora veio esta mensagem do meu antigo aluno. Que Deus me perdoe pela minha impaciência e falta de fé. Eu pedirei aos anciãos que me deixem ensinar de novo, e prometo, pela graça de Deus, não resignar”. Sirvamos fielmente o Senhor – dependendo do Seu poder e força – e deixemos os resultados com Ele. - Fonte: http://www.gospelcom.net/rbc/pd/2000/Abril2000.htm

 

Era uma vez um garoto que tinha um temperamento muito explosivo. Um dia ele recebeu um saco cheio de pregos e uma placa de madeira. O pai disse a ele que martelasse um prego na tábua toda vez que perdesse a paciência com alguém. No primeiro dia o garoto colocou 37 pregos na tábua. Já nos dias seguintes, enquanto ele ia aprendendo a controlar sua raiva, o número de pregos martelados por dia foram diminuindo gradativamente. Ele descobriu que dava menos trabalho controlar sua raiva do que ter que ir todos os dias pregar diversos pregos na placa de madeira... Finalmente chegou um dia em que o garoto não perdeu a paciência em hora alguma. Ele falou com seu pai sobre seu sucesso e sobre como estava se sentindo melhor em não explodir com os outros e o pai sugeriu que ele retirasse todos os pregos da tábua e que a trouxesse para ele. O garoto então trouxe a placa de madeira, já sem os pregos, e a entregou a seu pai. Ele disse, "Você está de parabéns, meu filho, mas dê uma olhada nos buracos que os pregos deixaram na tábua, ela nunca mais será como antes". Quando você diz coisas estando com raiva, suas palavras deixam marcas como essas. - Fonte: paodavida@yahoogrupos.com.br

 

Uma criança pequena, acidentalmente, entornou o leite na mesa, molhando a toalha limpinha. Ansiosamente ela olhou para sua mãe. Porém, a mãe disse com toda a calma: “Você colocou o copo muito perto do seu cotovelo, não é?” Era visível a expressão de alívio no rostinho da criança por causa das palavras de compreensão ditas pela mãe, que entendeu que aquilo fora de fato um acidente. A resposta branda desvia o furor! Pv. 15.1.

 

Samuel já havia ungido a Davi, porque era o escolhido de Deus para ser rei sobre o povo. Mas Davi não desceu para Jerusalém, onde ficava o palácio. Ele permaneceu em Hebrom, esperando ser ungido também pelo povo de Judá. Esta atitude tipifica a igreja fazendo suas escolhas. Davi não podia nem se opor nem se recusar a unção do povo; ele não podia dizer: "Uma vez que tenho a unção de Deus sobre mim, não preciso da unção de vocês". Não. Davi permaneceu em Hebron por sete anos e, embora não fosse um período curto, não se impacientou.

 

Numa revista de devocionais para a família, colhi esta: “Aqueles que menos merecem o amor são os que mais necessitam dele”.

 

A mulher do marinheiro conta pra uma amiga: — Meu marido passa onze meses no mar e um na terra... — Nossa... E como você agüenta?! — Ah! Ele passa 15 dias com a mãe... 

 

Certa jovem procurou o pastor e falou: "Pastor, o meu maior desejo é encontrar um marido crente, o mais depressa possível" (esse também é o maior desejo de muitas outras...). O pastor então perguntou: "O que é que você quer que eu faça?" "Que o senhor ore neste sentido". "Está bem, vou orar", foi a resposta. Mas para espanto do pastor, seis meses depois, veio a jovem novamente e lhe falou: "Pastor, não precisa orar mais não. Desanimei. Não apareceu ninguém até agora!". O espanto do pastor foi devido a tamanha falta de paciência da jovem, e então disse a ela: "Eu não sabia que a paciência da irmã tinha tão somente a duração de seis meses!". - Moysés de Sá, O Jornal Batista.

 

Orando por paciência: "Meu Deus, dai-me paciência... mas tem que ser já!"

 

Quem é "esquentado" se queima por dentro e torra a paciência de quem vive ao redor.

 

O pastor Davi Liepkan conta esta: "Quem nunca foi fechado por um "barbeiro no trânsito"? Bom, eu fui, uma vez lá no Rio de Janeiro. Mas quando me aproximei daquele carro que havia me fechado havia um adesivo em que estava escrito : "Calma: Deus ainda está trabalhando comigo!" - http://groups.google.com.br/group/kadoshi

 

O homem, vendo suas contas lhe apertando no final de ano e louco de esperto, experimentou conversar com Deus, em oração, nos seguintes termos: - Senhor Deus, que são mil anos para ti senão um dia?! E, por acaso, Todo-Poderoso, não seriam para ti 100 mil Reais como um centavo? Então, Senhor, bem que poderias dar-me um dos teus centavos! E, eis que, surpreendentemente, Deus lhe respondeu: - Como não, meu filho! Só espero que tenhas paciência para esperares por um dia. 11/1/07

 
Tem que fazer conforme fez minha filha aos três anos de idade. A mãe havia falado alto com ela, chamando-lhe a atenção sobre algo errado que tinha feito. Instantes depois, fui à cozinha beber uma água e encontrei Ana Beatriz cabisbaixa, sentada em sua cadeirinha, entre a pia e o fogão. Perguntei: “Que está fazendo aí, minha filha?” E veio a resposta: “Mamãe brigou com eu... agora, to sentada aqui esperando mamãe ficar boa”. 11/1/07
 
Um jovem pediu a um crente mais idoso que orasse para que ele tivesse mais paciência. O homem mais velho ajoelhou-se e começou: “Senhor, envia a este jovem tribulações de manhã; envia a este jovem tribulações de tarde; envia a este jovem“ Nesse momento o jovem crente interrompeu: “Não, não, eu não pedi que orasse por tribulações. Eu queria que orasse por paciência.“ “Ah,“ respondeu o sábio crente, “É pela tribulação que aprendemos a paciência.“ As suas palavras ecoam o apóstolo Paulo em Romanos 5:3 quando ele disse que a “tribulação produz a perseverança.“ De acordo com um comentador da Bíblia, a palavra que é traduzida por perseverança ou paciência quer dizer “firmeza, a capacidade de manter-se firme sob as dificuldades.“ 13/1/07
 
Como se lê no para-choque do caminhão: “Seja paciente na estrada para não ser paciente no hospital”. 28/12/2007
 
Queixa de um leitor á revista Época recla mando da intolerância das igrejas em não aceitarem o homossexualismo. Diz ele que elas es tão esquecendo a maior doutrina de Jesus: o amor. É curioso como "amor" se tornou pretexto para não se discordar de nada. Amar é aceitar tudo. É ser tolerante. Só que as pessoas que esposam tal posição geralmente não são amorosas com quem discorda delas e tampouco são tolerantes. Aliás são bem intolerantes. 08-01-2008
 
Sujeito entrando numa agropecuária: - Tem veneno para rato? - Tem! Vai levar? - pergunta o balconista. - Não, vou trazer os ratos para comerem aqui! No caixa do banco, o sujeito vai descontar o cheque: - Vai levar em dinheiro? - Não! Em clipes e borrachinhas! Sujeito no elevador (na garagem do subsolo): - Sobe? - Não, esse elevador anda de lado. O sujeito apanhando o talão de cheques e uma caneta: - Vai pagar com cheque? - Não, vou fazer um poema para você nessa folhinha. Sujeito no caixa do cinema: - Quer uma entrada? - Não, não, é que vi essa fila imensa e queria saber onde ia dar! 08-01-2008
 
Quando alguém é muito paciente, o povo costuma dizer que esta pessoa tem uma "paciência de Jó", pois acha-se que Jó foi de uma paciência sem tamanho em sua vida. Entretanto, a Bíblia não diz exatamente isto. Ele sofreu, e queixou-se por isso. Jó lamenta sobre seu sofrimento, sua dor e começa a amaldiçoar o dia em que havia nascido. Ainda assim, ele não reclamou de Deus. Ele caiu em depressão, não vendo mais nada em sua vida do que sua dor. 21.2.2008
 

"Dá a quem te pede, e não voltes as costas ao que deseja que lhe em­prestes" (Mt 5.42). Tantas vezes, ao sermos solicitados a ajudar certas pessoas necessitadas, inclinamo-nos a perguntar: "São cristãos? Estão procurando viver correta­mente? Se não, por que os haveríamos de ajudar?" Há uma velha alegoria ju­daica, mais ou menos nesse teor: Um dia Abraão estava sentado à porta da tenda, como tinha por costu­me, esperando hospedar estranhos, quando viu, caminhando em sua direção, um homem de cem anos, todo curvo e amparado em seu bordão, fatigado pelos anos e pela viagem. Abraão o recebeu bondosamente, lavou-lhe os pés, fê-lo sentar-se e lhe serviu a ceia. O ancião comeu, entretanto, sem pedir a bênção de Deus nem lhe dar graças. Ao ser-lhe perguntado por que não ado­rava o Deus do céu, o velho disse a Abraão que adorava unicamente o fogo, e não conhecia outro deus. Diante desta resposta, Abraão em seu zelo, ficou in­dignado a ponto de mandar embora o velho de sua tenda, expondo-o às tre­vas, aos males e perigos da noite, sem proteção. Deus chamou Abraão e perguntou-lhe onde estava o estrangeiro. Ao que o patriarca respondeu: "Atirei-o para fora, pois não Te adora". Deus então respondeu: "Eu o tenho suportado por cem anos, se bem que ele me desonre, e tu não o pudeste suportar por uma noite, sendo que ele não te causou nenhuma perturbação?" Em vista disso, diz a história, Abraão o chamou de volta, foi hospitaleiro com ele, e proporcionou-lhe sábias instruções. 25.2.2008

 

A paciên­cia não é a habilidade de esperar, é a habi­lidade de manter uma boa atitude enquan­to se espera. 31.3.2008

 

Depoimento de alguém que experimentou manusear o barro: No verão passado, freqüentei aulas de cerâmica. Minha instrutora dava a impressão de ser fácil centrar o barro na roda e depois erguer uma caneca lindamente moldada. No entanto, quando chegou a minha vez de fazê-lo, descobri que usar a roda não era fácil. Desperdicei muito barro em minhas primeiras tentativas. Enquanto lutava com ele, esforçando-me e tentando forçá-lo a ser obediente, fiquei impaciente e frustrada. Vendo minha frustração, a instrutora sugeriu que eu parasse de me esforçar. Disse-me para fechar os olhos, sentir o barro e relaxar. Quando tentei fazer isso, pude sentir o barro encontrando seu ponto central. Já não estava mais forçando-o a submeter-se, mas permitindo-lhe centrar-se. A partir desse momento, fui capaz de criar melhores peças de cerâmica. 18.8.2008

 

Todos nós já ouvimos a oração "Senhor, faça-me mais paciente. E faça já!" 25.10.2008

 

Minha Mãe me ensinou sobre paciência... 'calma!... quando chegarmos em casa você vai ver só...' 16.1.2009

 

As pessoas que lhe causam problemas também lhe dão alguma coisa de valor positivo e duradouro. Eles lhe dão a oportunidade de você praticar e construir paciência. Com paciência você realiza e alcança muito mais do que sem ela. Com paciência você ouve, aprende, trabalha e progride em vez de se desencorajar em cada frustração. 4.3.2009

 

Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados... Muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia. Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela internet estava demorando a dar o saldo e eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado. Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais. Pobres de nós, meninos e meninas sem paciência, sem tempo para a vida, sem tempo para DEUS! (Arnaldo Jabor)14.5.2009

 

Deus precisa de tempo para responder a orações. Muitas vezes falhamos em dar oportunidade a Deus a este respeito. Leva tempo para Deus colorir uma rosa. Leva tempo para Ele formar um carvalho. Leva tempo para Deus tornar em pão um trigal. Ele toma a terra. Ele a amolece. Ele a enriquece. Ele a umedece com chuvas e orvalho. Ele a aquece com vida. Ele dá a lâmina, a haste, o grão dourado, e então, por fim, o pão para o faminto. Tudo isto leva tempo. Por isso nós semeamos, cultivamos, e esperamos, e confiamos, até que seja cumprido o propósito de Deus. Estamos dando uma oportunidade a Ele. A mesma lição se aplica à nossa vida de oração. Deus precisa de tempo para responder à oração. — J. A. M.15.10.2009

 

Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia. Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento, o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido uma "mala sem alça". Aquela velha amiga uma "alça sem mala", o emprego uma tortura, a escola uma chatice. O cinema se arrasta, o teatro nem pensar, até o passeio virou novela. Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela internet estava demorando a dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado. Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais. Pobres de nós, meninos e meninas sem paciência, sem tempo para a vida, SEM TEMPO PARA DEUS. Crônica de Arnaldo Jabor 15.10.2009