Ilustrações Ilustrações L

Limpeza

 

Era dia de faxina em casa e a mãe distribuiu as tarefas. A um dos filhos menores foi dada a incumbência de fazer uma limpeza no armário, onde havia várias coisas acumuladas há muito tempo. Entre essas coisas se encontrava uma Bíblia grande. O garoto apanhou-a e perguntou logo: "Mãe, que é este livro tão grande?" A mãe respondeu: "Esse livro é a Palavra de Deus, meu filho". "Então, porque não o devolvemos para Deus", disse o garoto, acrescentando: "já que aqui em casa ninguém o usa?!"

 

Outro dia, acompanhando o meu pastor numa visita, estivemos em casa de uma família da igreja. Em dado momento o pastor precisou de uma Bíblia e alguém da casa correu para apanhar. Ao retornar à sala, foi logo dizendo (esfregando a mão sobre a capa do livro): "Pastor, essa daqui não precisa limpar com pano de prato não, viu? ...ela está em uso". Em pouco uso, ao que me pareceu.

 

Havia um grupo de mulheres em um estudo bíblico lendo o livro de Malaquias... Quando elas estavam estudando o capítulo três, elas se depararam com o versículo 3 que diz: "Ele assentar-se-á como fundidor e purificador da prata...". Este verso intrigou as mulheres e elas se perguntaram o que esta afirmação significava quanto ao caráter e natureza de Deus. Uma das mulheres se ofereceu para tentar descobrir como se realizava o processo de refinamento da prata e voltar para contar ao grupo na próxima reunião do estudo bíblico. Naquela semana esta mulher ligou para um ourives e marcou um horário com ele para assistí-lo em seu trabalho. Ela não mencionou a razão de seu interesse na prata nada além do que sua curiosidade sobre o processo de refinamento da prata. Enquanto ela o observava, ele mantinha um pedaço de prata no fogo e deixava-o aquecer. Ele explicou que no refinamento da prata devia-se manter a prata no meio do fogo onde as chamas eram mais quentes de forma a queimar todas as impurezas. A mulher pensou em Deus mantendo-nos em um lugar tão quente; depois, ela pensou sobre o verso novamente... "ele se assenta como um fundidor e purificador da prata". Ela perguntou ao ourives se era verdade que ele tinha que sentar-se em frente ao fogo o tempo todo que a prata estivesse sendo refinada. O homem disse que sim, ele não apenas tinha que sentar-se lá segurando a prata, mas também tinha que manter seus olhos na prata o tempo inteiro. Se a prata fosse deixada, apenas por um momento em demasia nas chamas, ela seria destruída. A mulher silenciou por um instante. Depois, ela perguntou: "Como você sabe quando a prata está completamente refinada?". E o homem respondeu: "Oh, é fácil! - o processo está pronto quando vejo minha imagem refletida nela".

 

Deram essa dica a um grupo de professores: "Uma coisa que você pode fazer é ter certeza de que a sala está limpa. O piso, as mesas, as cadeiras, o quadro, a parede e as janelas limpas dizem: "Pensei em vocês, caros alunos".

 

Certa vez, um colega de trabalho me disse uma frase atribuída a Gandhi: "Se cada pessoa varresse a frente de sua casa, o mundo seria certamente mais limpo".

 

O pano de prato tem de ser lavado com freqüência. Quando usado, ele armazena cerca de 1 milhão de bactérias a mais do que a tampa do vaso sanitário de um banheiro público. – Seleções-ABR/06. 30/11/06

 
Jesus Cristo conhece os erros que você cometeu. Mas Ele veio para que você viva com a ficha limpa! Isso é muito parecido com um brinquedo que demos ao nosso filho uma vez. Era uma espécie de lousa mágica. Se ele cometer um erro no desenho ou na figura, tudo o que tem de fazer é levantar a lâmina plástica que a recobre para deixar a lousa limpa. Então, pode começar tudo de novo. A Bíblia diz que é isso que Deus faz com os erros que cometemos. Quando O aceitamos, Ele limpou a lousa. 13/1/07
 
Limpe a mesa. Organize-se. Uma mesa entulhada de papéis dando a impressão de muito trabalho só desgasta. Livre-se dos papéis. Crie arquivos para guardá-los. 17/1/07
 
PC usado por mulher tem mais bactérias - quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007 - 13h45. Pesquisa realizada pela Universidade do Arizona revela que teclados e mouses usados por mulheres contêm mais bactérias. O estudo analisou o ambiente de trabalho de 113 pessoas em diferentes escritórios dos Estados Unidos. De acordo com as análises, teclados e mouses usados por mulheres contêm entre três a quatro vezes mais bactérias que estes acessórios dispostos em mesas usadas por homens. As mesas usadas por mulheres registraram, em média, sete vezes mais bactérias que as masculinas. De acordo com o estudo, as mesas femininas parecem mais limpas e organizadas, mas concentram mais bactérias em função do grande número de objetos e alimentos dispostos nestes espaços. O estudo apontou que mulheres deixam sobre a mesa maquilagem, doce s e pacotes de bolacha com freqüência muito maior que os homens, o que contribui para criar colônias de bactérias. Mulheres também colocam sobre sua mesa de trabalho anéis, brincos e colares que eventualmente tiram de seu corpo. Os acessórios, em geral com alguma quantidade de suor, acabam infectando as mesas de trabalho. 22/2/07
 
Havia na Áustria, no século passado, um médico chamado Semmelweis. Ele trabalhava num hospital em que o número de enfermos que morriam era maior do que o dos que eram curados. Intrigado com isso, começou a se perguntar: “Por que as pessoas saem daqui para o cemitério e não para casa? Por que morre mais gente do que sobrevive?” Um dia, ele notou que os médicos saíam da sala de cirurgia e vinham diretamente cuidar dos enfermos. Detalhe: sem lavar as mãos. Estava explicado! A partir daí, o hospital fixou uma norma: Todos os funcionários da área médica teriam que lavar as mãos antes de estar com os enfermos. A reclamação foi geral. Muitos achavam que era uma bobagem da cabeça do Dr. Semmelweis. Mas sabe o que aconteceu? As mortes diminuíram consideravelmente. Era só uma questão de mãos limpas. O Dr. Semmelweis estava certo: mãos limpas trazem saúde. Por isso devemos lavar as mãos antes das refeições e especialmente após usar o banheiro. 25-12-2007
 
Um amigo mostrou a John Ruskin um lenço, no qual caíra um pingo de tinta preta, lamentando a perda do lenço tão valioso. Ruskin levou o lenço e o devolveu alguns dias depois ainda mais valorizado. Aproveitando o pontinho preto e usando tinta nanquim, acrescentara alguns desenhos e, pronto, salva­ra o pequeno tesouro. Se a vida de alguém está manchada, nas mãos de Cristo pode ser intei­ramente recuperada e tornada mais bela. 14.2.2008
 
"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade do meu Pai que está nos céus (Mt 7.21 )." Um ministro e um fabricante de sabão não-cristão caminhavam ambos rua abaixo. - Bem, meu amigo - começou o fabricante de sabão -, o evangelho que o senhor prega não parece ter realizado grande soma de benefícios. Existe ain­da boa porção de pecado e pecadores no mundo! Por uns momentos, o ministro deixou sem resposta a acusação. Logo os dois passaram junto de um grupo de crianças sujas, que brincavam na lama. - O sabão não tem trazido muitos benefícios ao mundo - observou o mi­nistro - ainda existe muita sujeira e muita gente suja... O fabricante de sabão foi ligeiro em responder ao pastor: - Oh, o sabão é muito bom, mas tem de ser usado! - Exatamente - volveu o ministro - o mesmo se dá com o evangelho, ele tem de ser aplicado à vida! 18.2.2008
 

Um certo dia um discípulo chegou para o seu mestre e perguntou: -Mestre, por que devemos ler constantemente a Bíblia se nós não conseguimos memorizar tudo e com o tempo acabamos esquecendo tudo que lemos? Somos obrigados a constantemente ler de novo o que já esquecemos. O mestre não respondeu imediatamente ao seu discípulo. Ele ficou olhando para o horizonte por alguns minutos e depois ordenou ao discípulo: -Pegue aquele cesto de junco, desça até o riacho, encha o cesto de água e traga até aqui. O discípulo olhou pra o cesto sujo e achou muito estranha a ordem do mestre, mas, mesmo assim, obedeceu. Pegou o cesto sujo, desceu os cem degraus da escadaria do mosteiro até o riacho, encheu o cesto de água e começou a subir de volta. Como o cesto era todo cheio de furos, a água foi escorrendo e quando chegou até o mestre já não restava nada. O mestre perguntou: -Então, meu filho, o que você aprendeu? O discípulo olhou para o cesto vazio e disse, jocosamente: -Aprendi que cesto de junco não segura água. O mestre ordenou que repetisse o processo de novo. Quando o discípulo voltou com o cesto vazio novamente, o mestre perguntou: -Então, meu filho, e agora, o que você aprendeu? O discípulo novamente respondeu com sarcasmo: -Que cesto furado não segura água. O mestre, então, continuou ordenando que o discípulo repetisse a tarefa. Depois da décima vez, o discípulo estava desesperadamente exausto de tanto descer e subir escadarias. Porém, quando o mestre lhe perguntou de novo: -Então meu filho, o que você aprendeu? O discípulo, olhando para dentro do cesto, percebeu admirado: -O cesto está limpo! Apesar de não segurar a água, a repetição constante de encher o cesto acabou por lavá-lo e deixá-lo limpo. O mestre, por fim, concluiu: -Não importa que você não consiga decorar todas as passagens da Bíblia que você lê, o que importa na verdade, é que através deste processo maravilhoso a sua mente e a sua vida ficam limpas, diante do poder da palavra, porque a FÉ vem pelo ouvir, e ao ouvir praticar, tendo como resultado um milagre DIVINO em sua vida, tornando-o a imagem e semelhança de CRISTO! 30.4.2008

 

“Sujeira pega mais em roupa branca”. Certo ou errado? Pega mais ou realça mais? A verdade é que, no branco, a menor mancha aparece logo, é impossível esconder e ganha atenção preocupante. Assim com as falhas dos crentes. 5.5.2008

 

Duas baratas estavam remexendo uma lata de lixo. - Eu estive naquele restaurante novo do outro lado da rua. Você não acredita! É muito sofisticado e a cozinha é tão limpa que o chão até brilha! - Por favor, agora não! Pelo amor de Deus, eu estou comendo. 7.5.2008

 

É fácil, para nós, guardar lixo. Acostumamo-nos tanto com ele que o consideramos um tesouro! A mãe passa o dia limpando o porão e separa uma grande quantidade de quinquilharias que devem ser jogadas fora. O pai está no trabalho e quando chega em casa seleciona quase tudo e leva de volta para o porão. Sábio é o líder que conhece lixo quando o vê e tem a coragem de livrar-se dele. Talvez estejamos colecionando lixo religioso que esteja entristecendo o Espírito Santo e dificultando a Sua atuação. Jogar fora o lixo não é fácil, mas muito importante para nosso crescimento diante de Deus. Quanto lixo estamos ainda acumulando em nosso porão espiritual? E o que nos falta para decidir jogá-lo fora? Ele para nada serve a não ser impedir que Deus faça grandes coisas em nossas vidas e através delas. Antigamente nós guardávamos mágoas, ressentimentos, ódio, avareza, ganância e outros tipos de quinquilharias que para nada serviam. Essas bugigangas espirituais tiram nossa paz, nossa fé, nossa alegria e impedem que experimentemos a plenitude das bênçãos do Senhor. E se sabemos disso, por que continuamos guardando lixo em nosso coração? Por que não nos livramos imediatamente desse lixo? É tempo de renovação, de limpeza, de varrer a casa e deixar ar puro entrar. Peçamos a Deus que nos ajude a jogar esse lixo fora e que passe um desinfetante celestial no local onde estava armazenado. Com a nossa casa espiritual limpa, poderemos decorá-la com amor, compreensão, louvor ao Salvador, alegria e felicidade. A nossa casa ficará mais perfumada e aconchegante. Todos terão prazer em entrar e certamente ficarão admirados com a transformação encontrada. 31.7.2008

 

Minha garagem serve de “armazém” para coisas que não têm mais lugar na nossa casa e, francamente, há momentos em que sinto vergonha ao abrir a porta. Eu não quero que alguém veja a desordem. Assim, periodicamente, separo um dia de trabalho para fazer uma limpeza. Nossos corações e mentes têm muita semelhança com minha garagem – acumulam lixo e desordem. Ao nos identificarmos com o mundo, é inevitável, quem sabe até sem percebermos, que tenhamos atitudes e pensamentos mundanos. Pensamos que a vida gira apenas ao “meu” redor. Exigimos nossos direitos. Reagimos com amargura contra aqueles que nos feriram. Em pouco tempo, nossos corações e mentes já não estão limpos e tranquilos. E embora achemos que podemos esconder a bagunça, eventualmente ela aparece. Paulo de forma sutil perguntou: “Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo?” (1 Coríntios 6:19). Será que Deus sente o mesmo ao habitar em mim? Ou talvez Ele sinta como se habitasse uma garagem cheia de lixo e desordem? Talvez seja o momento de separar um dia para o trabalho espiritual e, com a ajuda de Deus, fazer uma arrumação. Descartar aqueles pensamentos de amargura. Ensacar e jogar fora nossos antigos pensamentos sexuais. Organizar nossas atitudes. Preencher nosso coração com a beleza da Palavra de Deus. Limpe-o totalmente, até o seu íntimo e depois deixe a porta aberta para que todos possam vê-lo! Joseph M. Stowell 14.4.2009

 

Durante uma visita a um setor de máquinas de uma indústria, alguém se deteve olhando um homem que trabalhava com um maçarico cuja chama era de alta intensidade sobre imensas placas de aço. Havia ocasiões, entretanto, que a chama não parecia surtir efeito sobre as placas. Quando isso acontecia, uma substância química era aplicada sobre o remendo resistente, e imediatamente o corte podia ser retomado. O trabalhador explicou que embora a chama fosse capaz de cortar uma chapa de oito polegadas de espessura, se encontrasse a mais leve membrana de ferrugem na superfície, não conseguiria penetrá-la. Eu creio que isso retrata fielmente o cristão. O Espírito Santo está buscando trabalhar em nossas vidas de maneira perfeita para a glória de Deus. Quando nossa vida é pura, Ele consegue trabalhar bem em nós e o nome do Senhor é glorificado em cada uma de nossas atitudes. Se nos mostramos carnais ou mesmo apostatamos da fé, Seu trabalho é dificultado até que nos coloquemos novamente em Sua presença e estejamos mais uma vez purificados. Temos permitido que o Espírito trabalhe com facilidade em nós e através de nós ou temos dificultado o mover do Senhor através de gestos de rebeldia, egoísmo, vaidades e falta de amor? Somos pessoas amáveis e gentis com todos ou de difícil trato, cheias de vontade própria e insensibilidade? Se você sente que ainda são necessários alguns reparos em sua vida espiritual e se o trabalho de Deus em você às vezes dói um pouco, não se queixe e nem se lamente. Logo sua vida estará completamente limpa e o Senhor poderá operar grandes maravilhas e fazer de seus dias mananciais de felicidade. Peça a Deus para limpar toda ferrugem espiritual de sua vida. 15.4.2009

 

A patroa bronqueia com a nova empregada: - Você é muito relaxada, Luzinete! Olha só a poeira desses móveis! Parece ter mais de dois meses! - Então a culpa não é minha não! Eu só aqui há um mês!1.7.2009