Ilustrações Ilustrações I

Imprevisível

 

As imagens de 11 de setembro de 2001 estarão marcadas para sempre nas nossas mentes. Nenhum de nós pode esquecer a visão daquele jato jumbo voando no horizonte da cidade de Nova Iorque a 800 quilômetros por hora, mergulhando ferozmente como uma bomba no World Trade Center. Nós ainda podemos sentir a dor da inutilidade que nos assolou enquanto aquelas torres gêmeas tombaram ao chão em um pilha tempestuosa de aço, concreto e vidro. Nós sabíamos imediatamente e instintivamente que as ruínas haviam enterrado milhares de almas que nunca imaginariam que aquele 11 de setembro seria o último dia deles (Denys Blackmore - Diretor da Cruzada Mundial de Literatura, Canadá - Jornal de Oração 10/11/12-2001).

 

Surpresa furada foi essa: Um cidadão estava em excursão pela Europa, e enviou um telegrama à família, avisando: "Chegarei de surpresa, nesta quarta, às 9 horas”.

 

Houve um dia que faltou água lá em casa, só lá em casa... era um dia de domingo. Na hora de preparar as crianças para o banho e arrumá-las para o culto na igreja, minha esposa descobriu que não havia uma gota de água no cano do chuveiro. Depois verificou que não havia água na casa inteira... nossas duas caixas, que juntas somam 2 mil litros, estavam vazias. Naquele dia nós fomos surpreendidos pela falta de água.

 

Aquele episódio ainda está vivo na mente de muitos irmãos daquela igreja quando, na hora do culto pela manhã, a irmã Cilene pediu a oportunidade de apresentar uma música especial. Ela disse: "Orem por mim, estou um pouco rouca, também esta música não está muito bem preparada, mas Deus aceita assim mesmo". Até quando veremos ou ouviremos a história da irmã Cilene? - João Pedro Gonçalves Araújo, em O Jornal Batista.

 

A Copa do Mundo de 2002, em Coréia, mostrou como as previsões falham. Émerson, volante da seleção, era o mais titular entre todos. Felipão já até havia declarado que o time era "Ele e mais dez". Capitão do time, em boa forma física e técnica, experimentou um amargo imprevisto. Às vésperas da estréia, num treino recreativo, caiu de mu-jeito sobre o ombro direito, contundindo-se gravemente, sendo cortado da Copa inesperadamente. "Dormiu titular e acordou cortado". Por outro lado, Ricardinho já se preparava para sentar-se à frente da sua TV, com pipoca e refrigerante, sem imaginar que um comunicado estava a caminho: "Ricardo, favor apresentar-se urgente, na concentração da Seleção Brasileira, em Ulsan na Coréia, para substituir jogador contundido". Os imprevistos na vida têm esse poder "bipolar". Podem nos levar ao choro e ao lamento ou à alegria e à felicidade.

 

Vamos dizer que você está planejando ir fazer compras. Você entra no carro e ele não funciona. Há duas maneiras de você olhar para essa situação. Você pode dizer: "Eu sabia! Nunca falha. Toda vez que quero fazer alguma coisa algo errado acontece. Eu tinha mesmo imaginado que esta ida às compras acabaria em fiasco; isso sempre acontece com meus planos". Ou você pode dizer: "Bem, eu queria ir fazer compras, mas parece que não vai ser agora. Vou mais tarde, quando o carro estiver pronto. Nesse meio tempo, acredito que essa mudança nos planos vai funcionar para o meu bem. Prova­velmente há uma razão por que preciso estar em casa hoje, então vou aproveitar meu tempo aqui". 28.3.2008