TERRENOS DO CORAÇÃO

Lucas 8.4-15

 

INTRODUÇÃO

“Reunindo-se uma grande multidão e vindo a Jesus gente de várias cidades, ele contou esta parábola: 5 "O semeador saiu a semear. Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram. 6 Parte dela caiu sobre pedras e, quando germinou, as plantas secaram, porque não havia umidade. 7 Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram com ela e sufocaram as plantas. 8 Outra ainda caiu em boa terra. Cresceu e deu boa colheita, a cem por um". Tendo dito isso, exclamou: "Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça! "

9 Seus discípulos perguntaram-lhe o que significava aquela parábola.

10 Ele disse: "A vocês foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino de Deus, mas aos outros falo por parábolas, para que ‘vendo, não vejam; e ouvindo, não entendam’.

11 "Este é o significado da parábola: A semente é a palavra de Deus. 12 As que caíram à beira do caminho são os que ouvem, e então vem o diabo e tira a palavra dos seus corações, para que não creiam e não sejam salvos. 13 As que caíram sobre as pedras são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Crêem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação. 14 As que caíram entre espinhos são os que ouvem, mas, ao seguirem seu caminho, são sufocados pelas preocupações, pelas riquezas e pelos prazeres desta vida, e não amadurecem. 15 Mas as que caíram em boa terra são os que, com coração bom e generoso, ouvem a palavra, a retêm e dão fruto, com perseverança".

O detalhe mais importante para a construção de uma casa ou de um prédio, não é o dinheiro, não é o projeto do arquiteto, também não é o construtor ou o empreiteiro que vai fazer a obra. O detalhe mais importante na hora de construir uma casa, ou até mesmo de fazer uma plantação, é a escolha do terreno. - Afinal, ele é a base. A construção ou a horta, o jardim, será feita sobre ele. Portanto, conhecer os tipos de terreno é um detalhe importante, muito importante.

E alguns tipos básicos de terrenos são os seguintes: tem o rochoso, o arenoso, o siltoso (já ouviu falar desse? O silte é o primo pobre da areia e da argila; o terreno siltoso vira lama quando chove e quando está seco é puro pó, pó mesmo.). E tem o terreno argiloso.

Você não está numa aula de arquitetura, e eu não sou mestre de obra, realmente, não sou. Mas, pesquisando, eu aprendi isto: antes de construir ou fazer algum plantio, conheça o terreno, porque eles são de vários tipos.

E assim é com o nosso coração! Deus quer plantar a Palavra dEle no nosso coração (a Palavra de Deus é vida pra nós) e os terrenos do coração são de diferentes tipos. - Jesus veio ao mundo e Se tornou um semeador da boa semente, que é a Palavra de Deus. E antes de Jesus retornar aos céus, Ele deu aos discípulos a missão de continuar semeando no coração das pessoas a Palavra de Deus, que é o evangelho, a boa notícia da salvação.

E todos os que ouvem e recebem a Palavra de Deus no coração, são transformados por ela, são mudados por ela, são gerados de novo, tornam-se, espiritualmente falando, novas pessoas.

A Palavra de Deus é uma semente poderosa que muda a vida das pessoas.

Mas, por que nem todas as pessoas são transformadas pelo Evangelho, pela

Palavra de Deus, que é tanto pregada, tanto cantada, tanto ensinada?  O problema não está na semente, está no tipo do terreno.

O problema porque muitos não experimentam mudança para melhor em suas vidas, não está na Palavra de Deus, mas está nos tipos diferentes de terrenos do coração em que a semente pode cair.

 

...a semente, a Palavra de Deus, o evangelho da salvação, pode cair num:

1- CORAÇÃO ENDURECIDO (v.5, 12)

Eis aí o primeiro tipo de terreno do coração. No v.5, Jesus fala da semente que “caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram”.

A semente do Evangelho é lançada a todos. A Palavra de Deus é pregada a todos (às crianças, aos jovens, adultos, idosos; o evangelho é pregado às pessoas na cidade e na roça e aos que vivem embrenhados nas selvas, como os indígenas. A Palavra de Deus é pregada a todos os povos, de todas as línguas e raças.

E tem que ser assim, porque Jesus mandou. O evangelho é para ser pregado, anunciado, a todas as pessoas. Está escrito, Jesus falou (At 1.8 – NVI): “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas... até os confins da terra". Até os confins da terra, significa até o último morador. Essa é nossa missão: pregar o evangelho.

E quando o evangelho tiver sido anunciado ao último morador, então virá o fim (Mt 24.14), que na verdade, vai ser o começo, o começo de uma nova vida num novo mundo, que será surpreendente. Se pra você, for no céu, não haverá mais lágrima nem tristeza. Se for no inferno, não haverá mais alegria nem esperança.

Mas, acontece que a mensagem do amor de Deus cai em alguns corações endurecidos.  Esses corações são como um pedaço de terra batida. A semente é lançada, mas ela quica para fora do coração, porque o

terreno dele é endurecido, é chão batido. O passarinho, que é o diabo, vem e tira a semente fora.

Há muitos corações endurecidos. Gente que ouve a Palavra de Deus, mas que não se sensibiliza, não se deixa tocar, não se quebranta, não se arrepende, não crê verdadeiramente na Palavra de Deus e não é salva.

Há pessoas de coração mais duro do que o diamante! Na natureza, o diamante é o material mais duro que existe; um diamante é capaz de riscar tudo e não tem nada risca o diamante, aliás, só outro diamante. Mas há pessoas com o coração mais duro do que o diamante, que ouvem a Palavra de Deus e não se tocam.

O que pode endurecer o coração da pessoa contra a Palavra de Deus?  - Algumas companhias, podem. O que gostamos de ler e assistir nas redes sociais ou de navegar na Internet, podem. As músicas que estamos

constantemente ouvindo, podem. A busca pelo prazer indevido, pode. Nossas ambições egoístas podem endurecer o nosso coração contra a Palavra de Deus. Nossos pensamentos particulares também podem.

Irmão, se tem coisas e pessoas que tem que passar pela nossa vida, passar pelo nosso coração, que sejam coisas e pessoas de Deus, para que o terreno do nosso coração não fique pisado, não fique batido, endurecido!

Somente Deus deveria passar pelo nosso coração, porque Ele sabe onde pisar.  Existe um velho ditado entre os agricultores, que expressa o seguinte: “O melhor fertilizante que um jardineiro pode utilizar em suas terras, são as marcas dos seus passos”, porque um bom agricultor, atento e dedicado, não faz como os estranhos, que pisam sempre no mesmo lugar, marcando a terra. Deus não. Ele anda cuidadosamente e bondosamente por todos os cantos do terreno.

Assegure-se de não ter endurecido, o terreno do seu coração contra a Palavra de Deus! Escolha bem as pessoas ou as coisas que vão passar pelo seu coração.

 

...a semente, a Palavra de Deus, o evangelho da salvação, pode cair num:

2- CORAÇÃO IMPULSIVO (v.6,13)

As pessoas cujo terreno do coração é impulsivo, são pessoas “fogo de palha”. No v.13, lemos que Jesus contou de algumas sementes: “...caíram sobre as pedras são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Crêem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação”. Elas ouvem a Palavra de Deus, se interessam e se apresentam dispostas a agradar a Deus, mas, não é uma conversão verdadeira. Não é conversão, é conversa.

Ao invés de convertida, a pessoa é conversada. A pessoa manifesta interesse em seguir a Deus, mas é da boca pra fora; é somente um impulso do momento.

Por isso, quando chegam os problemas, as lutas, as provações, elas simplesmente abandonam o caminho, deixam a igreja, deixam de lado as questões da vida espiritual. Receberam a Palavra de Deus, mas o coração é tipo “terra rasa”, terra só na superfície. Então, perdem a empolgação, o interesse.

A Palavra de Deus que cai no coração de terreno assim, começa a sentir a Palavra criar raízes, mas como a terra é rasa, as raízes encontram pedregulhos e não sobrevivem.

Há corações com esse tipo de terreno. A Palavra de Deus é recebida, a pessoa é tocada, ela indica que vai mudar, que vai se firmar na presença de Deus, mas essa camada do coração é muito fina, por debaixo dela estão pedregulhos impedindo o crescimento.  - Como acontece na natureza, acontece com o coração. Há terrenos que você vai cavar e logo a enxada bate em cascalhos, em pedras, porque o terreno é pedregoso. Pode até plantar sobre ele,

mas logo as raízes encontrarão os pedregulhos e não irão desenvolver.

Quantos recebem bem a Palavra de Deus, mas não perseveram, não se firmam; começam bem a caminhada na igreja, inclusive, mas não dão continuidade, porque debaixo da camada fina que recebeu a Palavra, tem os cascalhos, os pedregulhos.

O que são esses cascalhos, esses pedregulhos? Eles podem ser resumidos numa única palavra: incredulidade. Essa formação rochosa no terreno, impede o crescimento da Palavra de Deus na vida da pessoa.

Há três coisas muito simples que todas as pessoas de coração pedregoso, deveriam fazer:  - 1) Pedir a Deus que Ele Se revele para elas. Isso quebrantará o coração de pedra.

2) Pedir que Deus revele a dureza do coração para elas. Isso trará humildade e

irá preparar o coração para uma ação mais profunda de Deus.

3) E pedir a Deus que, pelo Espírito Santo, dê uma grande fé. Isso fará com que elas obedeçam a Palavra de Deus!

Como filhos e filhas de Deus, nosso desafio é permanecer confiantes em Deus. Então, quando recebemos a Palavra, precisamos crer nela totalmente e não superficialmente.

 

...a semente, a Palavra de Deus, o evangelho da salvação, pode cair num:

3- CORAÇÃO DIVIDIDO (v.7, 14)

Para algumas pessoas, o maior empecilho à fé em Deus, não são os problemas, não são as dificuldades, mas são as distrações.  - Jesus comparou o coração dessas pessoas a um terreno cheio de espinhos. O v.7 fala da semente que... “caiu entre espinhos, que cresceram com ela e sufocaram as plantas”. E Jesus conclui no v.14: “As que caíram entre espinhos são os que ouvem, mas, ao seguirem seu caminho, são sufocados pelas preocupações, pelas riquezas e pelos prazeres desta vida, e não amadurecem”.

A semente chega a lançar raiz e a brotar. Contudo, é sufocada pelos espinhos à sua volta e acaba morrendo.

Tem gente que perde a bênção não por causa das tribulações da vida, mas por conta dos interesses pessoais, que a pessoa deixa crescer e que acabam sufocando a Palavra, sufocando o evangelho. - Esses interesses pessoais são representados como espinhos aqui no texto, como que querendo dizer: cuidado com eles; use-os com atenção, porque se não você vai se ferir.

Os interesses pessoais são assim. Eles têm a sua importância, mas não super-valorize nenhum deles, porque se fizer isso, poderão sufocar a Palavra de Deus no seu coração.

Há diferentes espécies de espinhos. Os interesses pessoais também são de diferentes tipos: estudo, carreira, trabalho, namoro, diversão,  dinheiro, entretenimento, amigos, prazeres… são todos do nosso interesse.

Mas, qualquer coisa que colocarmos em maior importância do que a vontade de Deus em nossas vidas, vai sufocar. Tem pessoas que estão espiritualmente sufocadas, porque a prioridade são os interesses pessoais: o descanso, a diversão, a prosa com os amigos...

Jesus deixou claro que muitos “são sufocados pelas preocupações, pelas riquezas e pelos prazeres desta vida”.

O que está dividindo o espaço do seu coração com a Palavra de Deus? Faça uma limpa na sua lista de prioridades!

...e, por fim, a semente, a Palavra de Deus, o evangelho da salvação, pode cair num:

 

4-CORAÇÃO RECEPTIVO (v.8, 15)

Quando a boa semente da Palavra de Deus cai em um coração receptivo, a vida se torna verdadeiramente abençoada, porque ali a Palavra brota, floresce e frutifica. Nas palavras de Jesus, vai haver excelência e produtividade. Está escrito no v.8: “...caiu em boa terra. Cresceu e deu boa colheita, a cem por um”. Nov.14, diz: “...as que caíram em boa terra são os que, com coração bom e generoso, ouvem a palavra, a retêm e dão fruto, com perseverança”.

Quer dizer, homens e mulheres decoração receptivo à Palavra de Deus, se tornam abençoados e também se tornam fontes de bênçãos para os outros.

Você tem um coração receptivo? Está disposto a ouvir, respeitar e obedecer a Palavra de Deus?

Você tem um coração disposto a acolher o Evangelho?

 

CONCLUSÃO

Há milhares de anos e em milhões decorações, a Palavra de Deus tem sido semeada. Bons e maus resultados têm sido observados. A semente é sempre boa. O problema é o terreno do coração.

Examine o solo do seu coração. Veja que tipo de terreno ele tem sido para o Evangelho.

Peça ao Senhor que lhe dê um coração receptivo.

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, 13/01/2019

Referência: Walmir Vigo