QUATRO PROPÓSITOS PARA O ANO NOVO

3 João 3.2

 

Na terceira carta do apóstolo João  está os votos mais perfeitos para  esta ocasião. Está escrito: “Meu  querido amigo, tenho pedido a Deus  que você vá bem em tudo e que  esteja com boa saúde, assim como  está bem espiritualmente” (3 Jo 2 –  NTLH). Por muito tempo, o ser  humano tem tentado controlar a  própria vida sem depender de Deus.

Uma das maneiras de fazer isso é  através de superstições. A  superstição é a crença, é a confiança,  em coisas absurdas. Há quem diga  até que os brasileiros são os mais  supersticiosos do mundo e o Ano  Novo é uma prova disso.

Existem muitas superstições  relacionadas ao Ano Novo. Tem os  que pulam sete ondas e fazem  pedidos para cada uma delas.

Tem quem, na hora da virada,  levanta a perna esquerda, pisando  apenas com o pé direito no chão; é  pra começar o ano direito, dizem.

Tem os que se vestem de cores  específicas para atrair boas  vibrações do universo. É mandinga  isso, superstição.

E tem uma, muito curiosa: em noite  de Ano Novo evitar comer carne de  galinha ou frango, porque ciscam pra  trás e isso significa atraso na vida.  Veja só a que ponto se chega!

Os supersticiosos acreditam que  tais práticas, garantem saúde,  prosperidade, amor, e outras coisas  boas durante o ano. Como crentes,  sabemos que o mal é vencido com o  bem. Que saúde, dinheiro, paz, amor,  vem de Deus, e não desses feitiços,  simpatias ou crendices em coisas  sem noção. Nossa confiança deve ser  colocada em Deus para termos um  ano feliz e abençoado.

 

Na verdade, a coisa mais importante  na vida é estar em comunhão com  Deus. Então, não é o caso de seguir  algumas simpatias ou costumes. Em  vez disso, devemos buscar coisas  que nos aproximem de Deus.

Então, hoje, quero propor quatro  coisas que podemos fazer para nos  aproximarmos mais de Deus em 2019.  São práticas que se forem  adotadas, vão nos proporcionar  desfrutar da presença de Deus e das  bênçãos de Deus de forma mais  extraordinária.

Como diz uma mensagem de  whatsapp que recebi hoje,  encaminhada por Denis Barcelos, filho  da nossa preciosa Heloisa. Diz a  mensagem: “Nada será novo se  nossas atitudes não forem novas".

 

...então, primeira ação prática pra  adotar:

1. PASSE TEMPO DIARIAMENTE  COM DEUS

Não há outra coisa mais  importante para a fé e para a nossa  saúde espiritual. A leitura da Bìblia é  como o pão que alimenta. A alma  precisa ser diariamente nutrida,  alimentada com a Palavra de Deus, e  a oração é como a água para o  organismo. Nossa alma necessita de  refrigério. Se não passamos tempo  diariamente com Deus, ficamos com a  alma desnutrita e desitratada.

Evitar isso, foi o grande zelo do  profeta Daniel. Apesar de estar em  uma terra estranha, longe do templo  do seu Deus, ele manteve sua fé  forte.

Como conseguiu? Ele separou  tempo para estar em comunhão com  Deus todos os dias. Todos  conhecemos a história de como  Daniel foi libertado da cova dos leões,  mas às vezes nos esquecemos da  razão pela qual ele foi colocado na  cova dos leões.

Vamos ao texto, Daniel 6.10-12:  “Quando Daniel soube que o decreto  tinha sido publicado, foi para casa, para o seu  quarto, no andar de cima, onde as  janelas davam para Jerusalém. Três  vezes por dia ele se ajoelhava e  orava, agradecendo ao seu Deus,  como costumava fazer. Então  aqueles homens foram ver e  encontraram Daniel orando, pedindo  ajuda a Deus. Assim foram falar com  o rei acerca do decreto real: "Tu não  publicaste um decreto ordenando que  nos próximos trinta dias todo aquele  que fizesse algum pedido a qualquer  deus ou a qualquer homem, exceto a  ti, ó rei, seria lançado na cova dos  leões? " O rei respondeu: "O decreto  está em vigor, conforme a lei dos  medos e dos persas, que não pode  ser revogada” (NVI).

O rei havia assinado um decreto  de que somente ele receberia as  orações do povo durante trinta dias,  como se fosse Deus. Daniel, no  entanto, não concordou em fazer  oração dirigida a um homem, nem  poderia deixar de passar tempo com o  seu Deus, o Deus real, o Deus vivo e  verdadeiro, não importando o que isso  lhe custasse.

 

Como Daniel, nós vivemos no meio  de um mundo que ignora Deus. Tanto  é assim, que o volume de  supertisções nesta época, é tão  grande.

As pessoas acham mais fácil crer  em alguma coisa absurda, do que crer  na verdade mais clara. Por isso que  enfrentamos constantemente uma  pressão que procura nos afastar de  Deus.

É aí que a Bíblia funciona como  alimento espiritual. Ela nos fortalece  nessas horas de pressão. É  necessário alimentar-se da Palavra  de Deus regularmente.

Às vezes, caímos na armadilha de  pensar que não vamos ter benefício  algum em nos ocupar com a leitura da  Bíblia. Nós temos Escola Bíblica  aos domingos pela manhã aqui no  prédio da igreja. Devia ser mais bem  frequentada, especialmente, por quem  não é de ler a Bíblia em casa.

 

A verdade é que precisamos. A  Palavra de Deus é como o alimento. É  fundamental. Então, quando chega  domingo, muitos estão tão fraquinhos  na fé, que um sofá em casa rouba a  benção de estar no culto da igreja.

 

...para desfrutar da presença de Deus  e das bênçãos de Deus de forma mais  extraordinária em 2019, devemos  praticar o segundo costume:

2. CONFESSE SEUS PECADOS  DIARIAMENTE PARA DEUS

A própria Bíblia nos diz em 1Jo  1.8-9: “Se afirmarmos que estamos  sem pecado, enganamo-nos a nós  mesmos, e a verdade não está em  nós. 9 Se confessarmos os nossos  pecados, ele é fiel e justo para  perdoar os nossos pecados e nos  purificar de toda injustiça” (NVI). O  modo de viver purificado do pecado é  através da confissão.

O salmista escreveu: “Enquanto  escondi os meus pecados, o meu  corpo definhava de tanto gemer” (Sl  32.3 – NVI). É bom que confessemos  nosso pecado. Isso nos ajuda a manter as  contas em dia com Deus.

Agora, não me refiro apenas a  fazer o que muitos fazem, tipo:  “Senhor Deus, perdoa, vai!” Isso não  envolve qualquer senso de  arrependimento, nem identifica o  pecado que cometemos. A palavra  grega para “confessar”, literalmente  significa “dizer a mesma coisa”. Isto  é, quando confessamos nosso  pecado a Deus, devemos tratar o  pecado da mesma maneira que Deus  trata: como pecado.

Nada de suavizar, chamando o  pecado por outros nomes, como: erro,  defeito, deslize, bobagem ou coisas  assim. O pecado é mais grave que  tudo isso junto, porque ele nos separa  de Deus para sempre.

Então, é necessário identificar o  pecado para confessá-lo diante de  Deus. Nós temos que chamar o  pecado pelo nome dele: Inveja, Inveja;  Adultério, Adultério; Mentira, Mentira.

 

Devemos dizer, por exemplo:  “Senhor, confesso que hoje à tarde,  fiquei zangado com minha esposa e  fui grosseiro com ela. Me perdoe,  Senhor”. Nós temos que ser  específicos. Além disso, se ferimos  outra pessoa, devemos pedir perdão  a ela também.

Quando reconhecemos nosso  pecado diante de Deus, Ele também  nos liberta a prisão da culpa e da amargura. 

Conta-se que numa certa ocasião,  um rei foi visitar uma das prisões do  seu reino. O rei entrevistou os  prisioneiros e, um por um, eles foram  declarando que eram inocentes, que  não haviam feito nada para merecer a  prisão. Até que o rei chegou a um, que  não disse nada. O rei perguntou: “Por  que você está aqui?” O homem  nomeou o seu crime. O rei perguntou:  “Você é culpado?” O homem  respondeu: “Sim, majestade, eu sou  culpado”. Imediatamente o rei chamou  o carcereiro e ordenou que aquele  preso fosse imediatamente liberto,  porque havia reconhecido sua culpa.  O rei disse: “Não podemos permitir  que esse homem culpado, fique aqui  e corrompa os inocentes desse  lugar”.  Portanto, a confissão diária é  essencial para andar em comunhão  com Deus.

 

...agora vamos ao terceiro costume  para desfrutar da presença de Deus e  das bênçãos de Deus de forma mais  extraordinária em 2019:

3. COLOQUE DEUS EM  PRIMEIRO LUGAR NAS SUAS  FINANÇAS 

Tem sido dito que você  pode saber mais sobre uma pessoa,  observando como ela gasta o  dinheiro, do que de qualquer outra  forma. O que fazemos com o nosso  dinheiro mostra onde está o nosso  coração.

A coisa mais certa a fazer é colocar  Deus em primeiro lugar em nossas  vidas. Não é o trabalho, não é o  dinheiro. Lemos isto em Pv 3.9-10:  “Honre o Senhor com todos os seus  recursos e com os primeiros frutos de  todas as suas plantações; os seus  celeiros ficarão plenamente cheios, e  os seus barris transbordarão de  vinho” (NVI).

 

No Antigo Testamento, a primeira  parte do que era colhido (as  primícias), pertencia a Deus e devia  ser oferecido a Ele. Isso servia para  lembrar a todos de que a colheita só  era possível, graças a bondade de  Deus. Quando damos a Deus a  parte que sobrou, mostramos que Ele  ocupa um lugar sem importância em  nossa vida. A Bíblia fala sobre o  dízimo. É a primeira parte a ser  separada. Antes da conta do celular,  da Internet, do mercado... é a  primeira!

Isso serve para lembrar de quem  recebemos as bênçãos econômicas  que desfrutamos. É de Deus!

Além de honrar a Deus com os  primeiros frutos da nossa renda,  também O honramos quando somos  honstos na nossa relação com os  outros. Deus está presente em  todos os negócios que fazemos. Se  somos desonestos com os outros,  Deus não gosta disso.

 

Honramos a Deus também quando  vivemos contentes com o que Ele nos  deu, em vez de nos endividarmos com  coisas desnecessárias ou fora do  tempo.

A mídia divulga que a felicidade está  em ter mais, é mentira. Ambição  desenfreada é o caminho para a  destruição.

Você sabe qual é a diferença entre  uma janela e um espelho? Os dois  servem para olhar, espiar, contemplar.  A diferença está apenas na camada  de prata que o espelho tem e a janela  não.

Se você deixar a prata encher os  seus olhos, você não será capaz de  ver o mundo glorioso que Deus criou;  você não será capaz de ver os  outros; se a prata te encher os olhos,  você só vai ver você mesmo.

Para não correr o risco de morrer  ensimesmado, coloque Deus em  primeiro lugar nas suas finanças. Confie em  Deus!

 

...por último, para desfrutar da  presença de Deus e das bênçãos de  Deus de forma mais extraordinária em 2019:

4. ALCANCE ALGUÉM PARA  JESUS 

Como a água estagnada,  nossa fé não permanece saudável se  não for compartilhada com outros.  Antes de ir para o céu, Jesus ordenou  àqueles que O conheciam: “Ide e fazei  discípulos”. Essa é a nossa tarefa até  que Ele volte.

Há outras coisas importantes na  vida, mas o privilégio de compartilhar  o amor de Deus, deve ser uma  prioridade para nós.

Quem você pode alcançar para  Jesus em 2019? Comece a orar por  seus amigos e pelos parentes que  ainda não receberam a salvação e  peça a Deus que te dê a oportunidade  de entrar num relacionamento  intencional com eles. Confie que Deus  vai te ajudar!

 

Conclusão

Como será 2019 para você?  Nada de consultar cartomantes,  horóscopos, leitura de mão ou  coisas assim. Não é permitido por  Deus. Também nem é preciso  adivinhação alguma, porque se nos  propormos a estas quatro ações, a  estes quatro costumes: • Passar  tempo diariamente com Deus

Confessar seus pecados  diariamente a Deus

Colocar Deus em primeiro lugar  em suas finanças

Alcançar alguém para Jesus

...podemos ter a certeza:  iremos desfrutar da presença de Deus  e das bênçãos de Deus de maneira  extraordinária.

Peça ao Senhor que te ajude  na prática destas quatro ações e Ele  te ajudará. E 2019 será o melhor ano  da sua vida! Amém? Celebre com um  aplauso forte ao Senhor.

 

Walter Pacheco da Silveira