PALAVRA NUM ANIVERSÁRIO

Salmo 126.1-3

 

Quando o Senhor trouxe os cativos de volta a Sião, foi como um sonho.

Então a nossa boca encheu-se de riso e a nossa língua de cantos de alegria. Até nas outras nações se dizia: "O Senhor fez coisas grandiosas por este povo".

Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres.

Senhor, restaura-nos, assim como enches o leito dos ribeiros no deserto.

Aqueles que semeiam com lágrimas, com cantos de alegria colherão.

Aquele que sai chorando enquanto lança a semente, voltará com cantos de alegria, trazendo os seus feixes.

 

INTRODUÇÃO

Aqui estão os três tempos em que uma ação pode ocorrer: passado, presente e futuro.

Especialistas dizem que a atitude das pessoas em relação esses tempos, afeta a saúde e a qualidade de vida.

 

Algumas pessoas vivem focadas no passado, outras só no presente e a maioria, pouco se importa com o futuro.

Este Salmo mostra que o passado deve ser visto com gratidão, o presente deve ser visto com súplica e o futuro com esperança. Vamos conferir?

 

...em primeiro lugar:

1-OLHE PARA O PASSADO COM GRATIDÃO

Este Salmo conta que depois de setenta anos de escravidão na Babilônia, o povo de Israel voltou para a sua terra, voltou para Jerusalém.

Essa volta produziu um euforia, uma felicidade que o povo nunca havia sentido antes. Eles até disseram: “parecia que estávamos sonhando. Como rimos e cantamos de alegria!” Foi uma felicidade geral.

E isto porque eles reconheceram: “O SENHOR fez grandes coisas por nós!”

 

Tá vendo: quando você olhar para o passado, note aquilo que Deus fez a você também!

Muitas pessoas são tristes, depressivas, porque elas só olham o cativeiro, a escravidão, a dor que sentiram, os sofrimentos que tiveram, o abandono que sofreram, as críticas que ouviram.

Mas, você deve olhar para o que Deus fez. E Deus só faz coisas boas! Por isso, olha o passado com gratidão.

 

Em segundo lugar:

2- OLHE PARA O PRESENTE COM SÚPLICA

Lemos no v.4 que está escrito: “Ó SENHOR, faze com que prosperemos de novo, assim como a chuva enche de novo o leito seco dos rios”.

O salmista voltou os olhos do passado para o presente e percebeu uma coisa: que as vitórias de ontem não servem para manter de pé no dia de hoje.

O povo estava feliz com o que haviam conseguido, agora, ao olhar para o presente, para a realidade atual, eles clamaram: “Ó SENHOR, faze com que prosperemos de novo”. Ele clamou “Restaura, Senhor, a nossa sorte”.

Porque a vitória gloriosa do passado, não é garantia de um presente vitorioso. E tem gente que fica focado nas lembranças do passado, achando que a vitória de hoje está garantida... Não é assim.

Você não deve viver do passado, tipo: “Ah! bom era aquele tempo... bom era quando eu tinha isso, tinha aquilo... bom era estar naquela casa”.

Irmão, o passado passou. Hoje, continue a depender de Deus. Até porque, são novos desafios, novas lutas!

O salmista fala do leito seco do rio. É a paisagem mais feia que existe: um rio seco, chão esturricado, carcaças de peixe, nenhuma plantação. É feio isso.

E talvez, a vida esteja sendo assim pra você, seca. Mas, ao invés disso te levar ao desespero, deixe que te leve à súplica, deixe que te leve à oração.

Faz como o salmista, peça a Deus hoje: “Senhor, restaure a minha sorte, muda a minha vida”, porque o presente deve ser visto com súplica.

 

...por fim,

3- OLHE PARA O FUTURO COM ESPERANÇA

Depois de você olhar para o passado com gratidão e para o presente com súplica, o salmista ensina, que o futuro deve ser visto com esperança.

O salmista diz, v.5: “Que aqueles que semeiam chorando (isto é coisa do presente) façam a colheita (futuro) com alegria!” Quem semeia, semeia para colher no futuro.

E essa ação de semear é um trabalho que se faz, exige sacrifício, porque semear não é jogar a semente no chão. É preciso preparar a terra, cavar, regar... é com lágrimas, muitas vezes.

 

Mas olha isso: “Aqueles que saíram chorando, levando a semente para semear, voltarão cantando, cheios de alegria, trazendo nos braços os feixes da colheita”.

Se a semeadura é regada de lágrimas, a colheita é feita com alegria.

Tem gente que acha difícil fazer qualquer coisa. Não é capaz de arrumar uma cadeira, de apanhar um papel no chão... Quantos que querem, por exemplo, uma condição física melhor, uma saúde melhor... mas não semeiam nada pra isso.

Ora, quem não se esforçar, não vai conseguir nada! Tem de arregaçar as mangas, tem de trabalhar, tem de se mover.

Agora, você não tem muito tempo! Do presente para o futuro, o tempo é curto.

Esses dias eu brinquei com uma jovem mamãe que caminha conosco na Karis. Aline é mãe de um menino de um ano e meio. Eu disse: “Aline, sabe esse pé de cajá em frente ao prédio da igreja? Pois, o Mateusinho vai subir nele e trazer o neto dele lá de cima”.

 

CONCLUSÃO

Portanto, olhe para o futuro com esperança. Todos os dias, diga assim: “eu vou me empenhar, eu vou trabalhar, vou semear e voltarei cantando e cheio de alegria”.

O passado, olhe com gratidão. Deus só faz o bem. O presente, olhe com súplica. Mas o futuro, olhe com esperança.

Que o Senhor te abençoe.

 

Pr Walter Pacheco da Silveira

Referência: Silas Malafaia