ERRAR É HUMANO. PERSISTIR NO ERRO É…

Provérbios 24.16

 

“Porque sete vezes cairá o justo, e se levantará; mas os ímpios tropeçarão no mal”.

 

Ao anunciar o tema para esta Palavra, posso quase garantir que você completou a frase, mentalmente, com a palavra “burrice”.

Mas, eu estou pra te dizer uma coisa: coitado do burro. Respeite os animais, porque o burro de burro não tem nada.

Uma pesquisadora britânica, depois de estudar o comportamento deste animal, concluiu que mulas e burros são mais espertos do que cavalos e cachorros.

Então, tirando o burro fora, a verdade é a seguinte: Errar é humano. Persistir no erro é diabólico.  

Veja o que a Palavra de Deus diz: “Porque sete vezes cairá o justo”. E é só isso? Não! “Porque sete vezes cairá o justo, e se levantará; mas os ímpios tropeçarão no mal” (ACF).

Olha o que a Bíblia está dizendo: A pessoa justa pode até cair, pode errar, mas vai se levantar. Não vai ficar prostrada.

Diferente dos ímpios que tropeçarão no mal e pronto; acabarão assim, derrubados, caídos.

Os que abraçam a oportunidade e se submetem a obedecer a Deus, são declarados justos. Tais pessoas, Deus corrigiu, justificou.

Mas, o ímpio é a pessoa que prefere permanecer no seu erro, permanecer culpada e não está nem aí pra isso.

A humanidade está dividida nesses dois grupos: justos e ímpios. Mas, até que o mundo acabe, Deus dá oportunidades para todos receberem a bênção dEle.

No mundo hoje, as pessoas não estão tendo mais paciência com nada. Você tem uma chance só e se errar, não presta mais.

Erra no trabalho e já vem advertência. Erra no trânsito e vai ver o que acontece. O retrovisor do carro tem um ponto cego, você não consegue ver atrás. Tem que se ter muita atenção. Às vezes, alguém passa e dá uma fechada no outro, e aí é xingamento, os palavrões correm soltos.

Motoristas crentes não podem xingar. Mas, alguns dão um jeito, e outros xingam biblicamente, pra disfarçar, sabe como? “Seu filisteu! Judas! Filho de Nabucodonozor”!

 

As pessoas hoje estão com pouca paciência pra dar outra oportunidade. Só que Deus, não! Olha esta palavra: “o justo pode até cair sete vezes, mas ele vai se levantar”.

O número sete na Bíblia representa a totalidade, quer dizer, o justo pode cair totalmente, se esparramar no chão, mas vai levantar!

O Salmo 37.24 diz: “Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o SENHOR o sustém com a sua mão” (ACF). Aleluia! Deus tem uma mão poderosa pra levantar quem cai, pra levantar quem erra!

No livro do profeta Miquéias tem esta palavra interessante (7.8): “Ó inimiga minha, não te alegres a meu respeito; ainda que eu tenha caído, levantar-me-ei” (ACF). Eu posso ter caído, mas Deus vai me ajudar a ficar de pé.

Irmão, o propósito dessa palavra hoje, é dizer isso: que você pode ter caído, pode ter cometido erros na sua vida, mas Deus está disposto a te tomar pela mão e te levantar e te ajudar!

O inferno quer que os seus erros sejam o seu fim. Mas, o céu quer que seus erros sejam o recomeço. O inferno quer zombar dos seus erros, o céu quer te transformar em meio aos seus erros!

Há pessoas que, a vida vai passando e elas ficam remoendo os erros cometidos. Isso gera doença. E o diabo também se aproveita e fica soprando no ouvido da pessoa: “Você nunca mais vai se levantar; não tem mais jeito pra você”.

Ah! Escute: você pode ter cometido erros, mas você não é um erro. Você pode ter falhado, mas você não é uma falha. Você pode estar embaixo, mas embaixo não é o seu lugar. Deus vai te levantar. Quem pode dizer “glória a Deus”? Aleluia!

Errar é humano; é próprio da nossa natureza pecaminosa. Agora, com esta palavra, não estou encorajando você a errar e ficar errando que Deus vai te levantar. Não é isso.

O que estou dizendo é que se você cometeu erros na sua vida (e todos cometemos), se você falhou em algum momento na vida, seja no seu casamento, na vida profissional, no relacionamento com os filhos, no relacionamento com Deus, o que digo é: não desista de você mesmo, porque Deus não desistiu de você!

 

Então, eu trago algumas lições importantes sobre os erros que cometemos, a primeira é:

1- NÃO PERMITA QUE SEU ERRO AFASTE VOCÊ DE DEUS.

Se você errou, não permita que o seu errro te leve pra longe de Deus. Quando você errar, não corra de Deus, corra pra Deus.

No primeiro livro da Bíblia está o exemplo Número Um, de alguém que errou, foi Adão e Eva.

Deus havia dado uma ordem pra eles (Gn 2.15-17 – NVI): “Esse jardim aonde vocês estão, é um paraíso. Está cheio de árvores frustíferas e vocês poderão comer deles livremente. Mas, tem uma árvore, uma só, que dela vocês não podem comer”. E não é que eles foram lá e comeram do fruto da árvore que Deus disse: “não comam”!

A Bíblia diz que Deus veio ao jardim e procurou por Adão e Eva, porque eles se esconderam de Deus (Gn 3.8-9 – NVI).

É o que os nossos erros querem fazer. Quando erramos, uma das primeiras coisas que dá vontade de fazer é esconder de Deus, não vir mais para a igreja, não aparecer mais no culto.

A gente acha que acabou, que não tem mais jeito e falamos: “Não vou mais; nem orar eu vou mais, errei feio dessa vez”.

Mas, a Bíblia diz que Deus foi ao jardim à procura de Adão.

E quando eles se apresentaram perante Deus, Adão e Eva, haviam coberto a própria nudez com folhas de figueira (v.7). Eles imaginavam que bastava aquele avental e estavam protegidos e em condição de ficar na presença de Deus.

Mas a Bíblia diz que Deus sacrificou um animal e com a pele desse animal, fez uma roupa pra eles. Deus estava dizendo (v.21): “Vocês cometeram um erro muito grave. Não é só o corpo de vocês que ficou vulnerável. Sua alma também ficou desnuda e por mais que vocês façam, não conseguirão cobri-la afim de ficar na minha presença. É preciso um sacrifício, é preciso que sangue inocente seja derramado”.

E foi exatamente o que Deus fez. Na cruz, o Filho de Deus, Se entregou em sacrifício, deu a própria vida, derramou sangue inocente, pra nos trazer de volta para perto de Deus.

Irmão, Deus está dizendo: “Vocês são amados, amados ao ponto do Filho dar a vida pra que vocês fiquem perto de mim”.

Então, não permita que os seus erros te afastem de Deus. O famoso pregador Billy Graham, disse numa pregação: “Se você fosse o único pecador aqui nessa terra, se você fosse o único, ainda assim, Jesus teria vindo e dado a vida por você”.

E olha que fato interessante também no livro de Gênesis (3.15): No momento em que se fala do homem ter pecado, ter errado, é que sai a primeira profecia da vinda de Jesus, o Salvador.

Foi no contexto do erro, que Deus anunciou uma promessa.

Você sabia que o diabo sempre quer colocar um ponto final quando erramos? Mas, é aí que Deus chega com uma promessa de restauração.

Então, se você errou, lição número um: não corra de Deus, não se afaste de Deus.

 

Segunda lição:

2- QUANDO ERRAR, SE ARREPENDA.

Errou? Deixa Deus te perdoar. Deus tem perdão pra você.

Sabe o que é muito interessante na Bíblia? O fato dela não esconder o pecado dos homens que aparecem nela.

Por exemplo, tem a história do rei Davi (2Sm 11). A Bíblia diz que Davi cometeu um erro dos grandes. Qual?

Ele se apaixonou por uma mulher que tinha marido e se deitou com ela. A mulher engravidou. E o rei Davi arrumou um jeito, armou uma situação, para que o marido daquela mulher fosse morto na guerra, porque era soldado dele. Davi deu ordem pra que o soldado fosse colocado na linha de frente da batalha. E assim foi feito. Aquele homem morreu.

E aí eu te pergunto: pra uma pessoa que comete esse erro, um adultério e um homicídio, que tratamento merece?

Olha o que Deus fez: mandou um profeta até o rei Davi, o profeta Natan. Natan foi lá e disse: “Davi, eu tenho uma história pra te contar. A história é a seguinte: numa cidade tinha dois homens, um era muito rico e tinha muito gado, muita ovelha. O outro, vizinho dele, era pobre, só tinha uma ovelhinha e ele sobrevivia do que essa ovelinha produzia. Pois, o homem muito rico, recebeu visitas na casa dele e quis dar um churrasco. E aí, ao invés de pedir pra matar uma das suas ovelhas, ele mandou pegar a única ovelhinha daquele homem e fez churrasco dela”.

Quando Davi ouviu isso, a Bíblia diz que ele ficou tão indignado, que falou: “O homem que fez isso, é digno de morte. Tem que morrer”. E aí o profeta Natan falou: “Davi, você é esse homem, porque você fez isso com Urias. Você deitou com a mulher dele e você o matou”.

Mas, o que a Bíblia diz em seguida é muito lindo (2Sm 11.7, 13). Quando Natan disse “Você é esse homem”, a Bíblia mostra que Davi disse: “Pequei contra o Senhor”. E quando ele disse: “pequei contra o Senhor”, imediatamente está escrito: “O Senhor perdoou o seu pecado”.

Sabe como é que Deus trata os nossos erros? Deus nos confronta. Mas, não é pra nos envergonhar. O diabo gosta de expor a pessoa pra envergonhar, mas Deus confronta pra restaurar.

Então, não importa o que você tenha feito, o erro que tenha cometido, porque a boa notícia é: tem perdão de Deus pra você, se você se arrepender! Aleluia!

 

Terceira lição sobre os erros:

3- DEUS DÁ NOVA OPORTUNIDADE. AGARRE-A!

Enquanto o mundo não acaba e acontece de errarmos, Deus nos dá novas oportunidades!

A história do profeta Jonas ensina isso (Jn 1.1-3 – NVI). Deus mandou Jonas pregar na cidade de Nínive, mas ele foi para Társis, o sentido oposto. E de onde Jonas estava, Nínive ficava pertinho. Tarsis é que ficava longe, quase 4 mil quilômetros de distância.

E ele preferiu ir na direção contrária. Quantas vezes nós fazemos isso? A gente vai na direção contrária daquilo que Deus quer pra nossa vida.

Foi o que aconteceu com Jonas. Deus mandou que ele fosse pra Nínive e ele não obedeceu. A Bíblia diz que ele entrou num navio que ia para Társis. E por causa desse erro, uma tempestade veio sobre aquele navio (v.4).

Acontece a mesma coisa com a gente! Quando cometemos um erro, ficamos fora da vontade de Deus, e a gente também atrapalha a vida de quem está perto de nós.

A Bíblia diz que Jonas entrou naquele navio e diz que todo mundo que estava nele, sofreu com a tempestade que Deus mandou por causa do erro de Jonas.

As pessoas ficaram se perguntando: “Por que é que tá acontecendo isso? Estamos sendo castigados?” E foram atrás de Jonas e perguntaram? “Você faz ideia porque essa tempestade veio sobre nós?” E Jonas falou (v.12): “Oh! Essa tempestade aí, a culpa é minha, eu errei com Deus. Mas tem solução: é só vocês me jogarem pra fora do navio e a tempestade pára”.

Você sabia que tem certas tempestades que a gente enfrenta e que não é culpa nossa, é culpa de quem colocamos pra dentro da nossa vida?

Por isso que você tem que tomar cuidado com quem anda. Há pessoas que arrumam tempestade sobre a nossa cabeça. Se você não excluí-la do Facebook, se não parar de andar com ela, ela vai trazer tempestade. Jonas disse: “me tira do barco, que a tempestade pára”.

Agora, o pior não é ter alguém no barco que precisa sair. Sabe qual é o maior problema? É quando a gente é o Jonas, a pessoa que está no erro.

A Bíblia diz que jogaram Jonas no mar e “cessou a tempestade”. Sobre o navio, porque sobre Jonas, a Bíblia diz, veio um grande peixe que o engoliu.

E lá dentro do grande peixe, engolido, Jonas no seu arrependimento, orou gritando por socorro. Tem gente que só faz oração quando está engolido por um grande problema. Você não precisa chegar nesse ponto pra orar.

Mas, Jonas orou e a Bíblia diz que Deus ouviu a oração de Jonas feita daquele lugar: “Do ventre da morte gritei por socorro, e ouviste o meu clamor” (Jn 2.1 – NVI). Deus é maravilhoso. Aleluia!

Aí, Deus deu um comando para o grande peixe (2.10): “vomita Jonas lá na praia”. Houve um vômito e Jonas foi expelido pra fora do peixe.

Quem que já segurou um bebê no colo e levou uma golfada? Já Lázaro?

Pois é, Jonas saiu e foi pregar em Nínive conforme Deus queria. Ele foi com aquele cheiro, golfado, vomitado, mas foi abençoado.

E esta é a maravilhosa lição da história de Jonas, lemos em 3.1: “A palavra do Senhor veio a Jonas pela segunda vez com esta ordem: “Vá à grande cidade de Nínive e pregue…” (NVI).

Eu te pergunto: se alguém cometesse um erro feio com você, você voltaria a pedir a mesma coisa pra aquela pessoa? Por exemplo: você emprestou 500 reais pro seu cunhado. Cunhado pra pedir dinheiro emprestado é uma beleza! O cunhado não te pagou. Depois de um tempo, ele volta e diz: “E aí, me empresta mais quienhentinho?” O que você faz? Você vai dizer: “Rapaz, você me paga primeiro e eu vou pensar no seu caso”.

Olha o que Deus disse depois de tudo que Jonas fez: Deus voltou e deu a mesma tarefa pra ele. Por que? Porque Deus está sempre disposto a nos dar uma nova oportunidade.

Irmão, pessoas podem ter desistido de você, mas Deus, não! Deus está sempre pronto pra dar novas oportunidades.

Lembra da história de Pedro (Mt 26.33). Quando Jesus disse que o tempo dEle ser crucificado estava perto de acontecer e que seria abandonado pelos discípulos, Pedro disse (v.33): “Senhor, eu nunca Te abandonarei”. Jesus falou: “ainda esta noite, antes que o galo cante, três vezes você me negará” (v.34). E Pedro reagiu de novo: “[É ruim, heim!] Mesmo que seja preciso que eu morra contigo, nunca te negarei” (v.35).

E prenderam Jesus. Os discípulos deram no pé (v.50, 56). Tem gente que é assim: só está com Jesus enquanto tá tudo calmo, numa boa, sem crise, sem luta. Mas, quando vem a dificuldade, dão no pé, não ficam na igreja, não congregam mais.

A Bíblia diz que Pedro ficou seguindo Jesus de longe (v.58). Ele se juntou com um grupo pra ver o que acontecia. Aí, veio uma pessoa e falou: “Você também estava com Jesus, o galileu” (v.69). E Pedro negou (v.70). Depois, foi pra outro lugar, veio alguém e disse: “Este homem estava com Jesus, o Nazareno” (v.71). Pedro negou (v.72). Depois, descobriram Pedro de novo e alguém falou: “Certamente você é um deles! O seu modo de falar o denuncia” (v.73). É que quem morava na Galiléia tinha um sotaque diferente, e Pedro respondeu: “Não conheço esse homem”. Acabou de falar e o galo cantou.

E diz a Bíblia que Pedro se lembrou das palavras de Jesus e saindo dali, foi chorar amargamente (v.75).

Por que Pedro chorou amargamente? É porque a ficha caiu, ele se deu conta de ter errado com Jesus, que tinha até alertado antes.

E isso que é duro. Errar sem estar avisado é uma coisa, errar depois de ser alertado, é outra coisa. Pedro estava decepcionado com ele mesmo, porque errou. Imagina o coração do Pedro: “Eu falhei com o Senhor. Tá tudo acabado pra mim. Não tem jeito mais”.

Jesus é crucificado na Sexta-feira, morre e é sepultado. Passa o Sábado e vem o Domingo. Foi o final de semana mais terrível da história e que dizer pra Pedro?

No domingo de manhã, as mulheres vão ao sepulcro (Mt 28.1), querem visitar o corpo de Jesus e quando elas chegam, a pedra do túmulo estava removida e tinha dois anjos na entrada.

Os anjos anunciam que Jesus havia ressuscitado e dá um recado (Mc 16.7 – NVI): “Vão e digam aos discípulos e a Pedro, que Jesus está esperando por vocês na Galiléia”.

O detalhe neste verso é essa frase “e a Pedro”. Ele foi lembrado e mencionado com destaque.

As mulheres vão contar aos discípulos o que aconteceu. E pensa no que são as mulheres dando uma notícia. Riqueza de detalhes, elas falam, falam, falam... e os discípulos: “Mulher, conta logo, o que aconteceu?” E elas falam: “Os anjos disseram que Jesus ressuscitou e disse que o Senhor mandou um recado”. “Que recado, mulher, fala logo!” “Ele mandou dizer para vocês e pra você, Pedro, que quer ter uma conversa com vocês na Galiléia”.

Quando você era criança, sua mãe falava: “quando chegar em casa, nós vamos ter uma conversa?”

Pedro já imaginava: “A minha batata tá assando. Jesus vai falar que eu sou uma vergonha, que eu não sirvo pra ser discípulo, que eu não presto pra nada”.

E quando eles se encontram, Jesus chama Pedro e pergunta (Jo 21.15 – KJA): “Pedro, Tu me amas?” Pedro respondeu “sim, te amo”. Jesus perguntou pela segunda vez: “Pedro, tu me amas?” E Pedro respondeu “sim, te amo, Senhor”. E Jesus perguntou pela terceira vez: “Pedro, tu me amas?” E Pedro responde: “Senhor, Tu sabes que Te amo”.

Interessante (v.19): negou três vezes e Jesus pediu que Pedro reafirmasse seu amor por Ele três vezes. Foi pra zerar a conta. Negou três vezes, então fala três vezes que me ama, e disse: “Cuida dos meus cordeiros”.

Irmão, olha que coisa mais linda: você pode ter errado, ter falhado, mas Deus não te abandona!

Deus não desiste de você. Não desiste de ter planos pra a sua vida! O que Ele diz é: “Eu vou te levantar, vou te ajudar, vou te abençoar”! Aleluia!

 

E a última lição sobre erros:

4- VIVER NO ERRO É UMA DECISÃO PESSOAL.

É isso que o diabo quer. “Errou? Morra no seu erro”. Mas, preste atenção, eu só vivo no erro se eu decidir continuar nele.

A Bíblia conta a Parábola do Filho Pródigo (Lc 15). É a história de um rapaz que tinha pai, tinha casa, tinha família, mas que abandonou tudo e foi para uma terra distante, onde pintou e bordou, fez tudo que podia fazer de errado.

Aí, quando ele estava na pior (porque fazer o que é errado, Deus não abençoa), faltou pouco pra ele comer a comida que os porcos comem, a lavagem. É aí que a Bíblia diz que ele caiu em si e falou: “voltarei para meu pai” (v.17).

E quando o pai viu aquele filho voltando, correu na direção dele, abraçou, mandou que trouxesse roupa nova pra ele, que colocasse anel no dedo dele, que calçasse os pés dele e preparasse uma grande festa, porque disse: “este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado” (v.24).

Olha só: a pessoa só fica no erro, convivendo com os seus erros, se decidir ficar.

Irmão, o nosso Deus é este Pai que está de braços abertos, preparado pra nos receber de volta.

Quem crê nessa verdade, dá um glória a Deus e um aplauso forte ao Senhor.

 

Conclusão

Errar é humano. Permanecer no erro é diabólico.

Não permita que seu erro te afaste de Deus.

Quando errar, se arrenda.

Deus dá nova oportunidade. Agarre-a!

Viver no erro é uma decisão.

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, 22.09.2019

Referência: Cristian Oliveira