AS MARCAS DO VERDADEIRO DISCÍPULO

Mateus 28.19-20 e Marcos 16.15

 

Irmãos, a mensagem desta noite está dividida em duas partes: a primeira é de reflexão sobre o texto bíblico. A segunda é de instrução sobre o que nós vamos fazer a partir deste texto bíblico.

Então, vamos fazer a leitura deles, primeiro Mt 28.19-20 e depois Mc 16.15.

Estes textos são chamados pelos estudiosos da Bíblia de A Grande Comissão, porque falam de Jesus comissionando, encarregando os discípulos de uma tarefa temporária, mas de suma importância.

Então, como disse, vamos fazer uma reflexão primeiro. Eu quero mostrar como é que a gente pode identificar um discípulo de Jesus.

Como que a gente pode saber que uma pessoa se tornou discípulo de Jesus?

A palavra discípulo significa aluno, aprendiz. Discípulo é uma pessoa que segue o ensinamento do mestre, o exemplo, o conselho do seu mestre.

Sabemos que no começo, Jesus chamou doze homens para que O seguissem. Por isso que falamos “doze discípulos”, porque eram doze seguidores de Jesus, seguidores do Mestre, o Senhor.

Eu vou fazer uma pergunta e pra responder, você levanta a sua mão: Quantos aqui são discípulos de Jesus?

Muito bom! Discípulos de Jesus são pessoas que seguem o ensinamento de Jesus, o conselho de Jesus.

E discípulos, aqueles doze multiplicados por tantos outros no decorrer dos anos, não são pessoas perfeitas, mas são pessoas possuidoras de algumas marcas, de algumas características que as identificam logo como seguidoras de Jesus. Quais são essas marcas?

 

...a primeira marca do discípulo de Jesus é que ele:

1- OBEDECE A JESUS.

Toda pessoa que verdadeiramente segue a Jesus, tem o coração voltado para obedecer a Jesus.

As últimas instruções que Jesus deu para aqueles primeiros discípulos, estão escritas no Evangelho de João. Do capítulo 13 ao capítulo 16, o que está ali, são as últimas instruções que Jesus deu para os Seus discípulos.

E no meio daquelas instruções, no capítulo 14.15, Jesus falou: “Se vocês me amam, obedecerão aos meus mandamentos”. Jesus disse: “Se vocês realmente Me amam, vocês vão Me obedecer”.

Depois, no capítulo 15.14, Jesus falou: “Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno”. Obedecer Jesus é uma marca nos verdadeiros discípulos de Jesus.

E aqui no texto da Grande Comissão, Jesus está ordenando a gente fazer discípulos e Ele espera que a gente obedeça. Jesus ordena convicto de ser obedecido.

Porque é o natural: o discípulo faz o que o seu mestre manda. O discípulo de Jesus, obedece a Jesus.

 

...a segunda marca de um verdadeiro de discípulo de Jesus, é que ele:

2- IMITA JESUS

A primeira marca que a pessoa tem quando ela é discípulo de Jesus, é que ela obedece a Jesus. A segunda marca é que ela imita Jesus.

Aprendemos sobre isso em At 11.26. Está escrito que em Antioquia, aconteceu dos discípulos serem chamados pela primeira vez de cristãos.

Os judeus do lugar, pra caçoar do grupo que seguia Jesus, passaram a chamar o grupo de cristãos. Era um apelido pra zombar deles, era pra zoar.

Hoje em dia tem pessoas que enchem a boca pra dizer “eu sou cristão”, pensando que “cristão” é um título de nobreza. Mas, não; era zombaria. Naquela época, os judeus diziam: “Essa gente aí tá igual a Cristo, tá parecida com Cristo. Olha lá a cara deles”.

Mas isso revela uma coisa: Os discípulos tinham um modo de vida igual ao de Cristo, eles faziam igualzinho, imitavam Cristo, então foram chamados de cristãos. Entendeu?

Na primeira carta do apóstolo João 2.6, está escrito isso: “aquele que afirma que permanece nele, deve andar como ele andou”. O que a Bíblia está dizendo? Que “Qualquer um que diga que é cristão, deve viver como Cristo viveu” (BV). Deve procurar ser igual, imitar mesmo.

E o jeito, o modo de vida de Jesus nesta terra, a maneira como Jesus andou, foi em amor, em bondade, em misericórdia, em compaixão.

A Bíblia diz em At 10.38 que Jesus “andou por toda parte fazendo o bem”. E está escrito, “aquele que afirma que permanece nele, deve andar como ele andou”, deve viver como Ele viveu, imitar o modo como Ele viveu! As virtudes na vida de Jesus têm que estar na nossa vida. É uma marca: o discípulo de Jesus imita Jesus.

 

...a terceira marca de um verdadeiro discípulo de Jesus é a seguinte:

3- ELE QUER ESTAR PERTO DE JESUS

Se você observar Jesus no começo do ministério dEle, que está escrito no capítulo 4 do Evangelho de Mateus e vai até o capítulo 26, você vai ver sempre, os discípulos junto de Jesus. Os discípulos queriam estar perto do seu Mestre, perto do seu Senhor!

No Evangelho de João 6.53, lemos umas palavras muito duras que Jesus falou: “Se vocês não comerem a carne do Filho do homem e não beberem o seu sangue, não terão vida em si mesmos”. Claro que Jesus estava falando de forma simbólica. Não somos canibais!

Mas, Jesus disse isso porque havia multiplicado os pães, todo mundo ficou de barriga cheia e foram indo embora. Só queriam a bênção e ficaram somente os doze discípulos.

E Jesus perguntou pra eles: “Vocês não querem ir também, não?” Aí, Pedro, o mais atirado do grupo, respondeu: “Quem é que nós vamos seguir? O Senhor tem as palavras que dão vida eterna! E nós cremos e sabemos que o senhor é o Santo que Deus enviou” (v.68 – NTLH).

Olha aí: essa é outra marca do verdadeiro discípulo: ele quer Jesus, ele quer estar sempre perto de Jesus.

 

...a quarta marca de um discípulo de Jesus, vamos localizar em João 15.8: “Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos”. A quarta marca do verdadeiro discípulo de Jesus é essa:

4- PRODUZIR FRUTO PARA JESUS.

E fruto aqui, irmão, não é maracujá, não é laranja, não é banana.

Esse fruto aqui, também não tem nada a ver com o fruto do Espírito Santo na vida do crente, que o apóstolo Paulo fala na sua carta aos Coríntios, é um fruto de vários gomos: amor, alegria, paz, paciência, delicadeza, bondade, fidelidade, humildade e o domínio próprio. O fruto do Espírito Santo de Deus em nós, é muito importante.

Mas, o fruto que o discípulo de Jesus produz, entenda, é tudo aquilo que ele faz para a glória de Deus. O fruto que o discípulo de Jesus produz, é tudo aquilo que agrada a Deus. Tudo que você faz e que glorifica a Deus, que agrada a Deus, que honra a Deus, é esse fruto: uma palavra, um desejo, uma ação.

Por exemplo: tudo que você faz no propósito de ganhar almas para o reino de Deus, é esse fruto.

Essa é a quarta marca, a produção de frutos.

E está escrito nesse verso, Jesus falou: “Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos”. Verdadeiros discípulos, dão fruto.

E no v.16, está que Jesus disse: “Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça, a fim de que o Pai lhes conceda o que pedirem em meu nome”. Produzir fruto é marca do autêntico, verdadeiro, discípulo de Jesus.

Verdadeiros discípulos de Jesus dão frutos para Jesus. E o Pai é glorificado. Aleluia!

 

...a quinta marca, aprendemos dela no texto de João 13.35: “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros”. A quinta marca que quero mostrar, é que o verdadeiro discípulo de Jesus:

5- QUER ESTAR JUNTO DE OUTROS DISCÍPULOS DE JESUS.

Discípulos de Jesus não andam isolados. Discípulos de Jesus andam com outros discípulos, é uns com os outros, Jesus falou.

No almoço hoje lá em casa com a família completa, esse assunto tava na mesa. O Davi me confirmou essa Palavra de Deus: temos que estar junto dos outros discípulos de Jesus.

E tem três motivos pra isso, primeiro: é pra você poder ser reconhecido como discípulo. Jesus falou: “esse profundo amor que tiverem uns pelos outros provará ao mundo que vocês são os meus discípulos” (BV).

Precisamos estar junto de outros discípulos, porque é assim que as pessoas de fora saberão que somos realmente discípulos de Jesus.

Segundo motivo porque o discípulo deve querer estar junto dos outros discípulos: é pro mundo poder crer que Deus enviou Jesus.

Na oração de Jesus pelos Discípulos, oração que está registrada em João 17.20-21, Jesus orou: “Rogo... para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste”.

Isso significa que o discípulo tem que ter comunhão com outros discípulos, tem que ter união com os outros discípulos, para o mundo poder crer que Deus, o Pai, enviou Jesus, o Salvador.

Quer dizer: se eu e você, discípulos de Jesus que somos, não andarmos juntos em comunhão com os outros discípulos, o mundo vai encontrar dificuldade pra crer que Jesus foi enviado por Deus.

É por esse motivo que precisamos viver em comunhão com outros discípulos.

E terceiro motivo porque o discípulo deve querer estar junto de outros discípulos, é por questão de sobrevivência.

O apóstolo Paulo fala em sua Carta aos Romanos (12.5), que “em Cristo nós, que somos muitos, formamos um corpo, e cada membro está ligado a todos os outros”.

Corpo é um conjunto de membros que estão ligados um ao outro. Os olhos tem uma função, a boca tem outra, os braços tem outra, cada um tem a sua, mas todos estão ligados entre si. Separar o braço do corpo, é morte pro braço, ele apodrece.

Por isso, é questão de sobrevivência: você precisa estar junto de outros discípulos de Jesus, eu preciso, porque fora do corpo, a gente morre.

Então, discípulo tem que ter comunhão com outros discípulos por uma questão de sobrevivência espiritual.

Se um membro do corpo se separa, se desliga, se afasta, a gente perde ele e ele se perde de nós. Portanto, discípulos de Jesus querem estar junto dos outros discípulos de Jesus. É uma marca neles.

 

...e em último lugar, a sexta marca de um discípulo de Jesus é:

FAZER OUTRO DISCÍPULO PARA JESUS.

Isto está bem claro na ordem dada por Jesus, Ele disse: “vão e façam discípulos”.

Vimos no começo que discípulo é aquele que aprende de Jesus, é a pessoa que segue o ensinamento de Jesus, o seu Mestre.

E agora, surge essa marca: tudo o que o discípulo aprende de Jesus, ele ensina aos outros com o propósito dos outros seguirem Jesus também.

 

Conclusão

Aqui estão as seis marcas do verdadeiro discípulo de Jesus. A gente pode identificar facilmente quem é discípulo de Jesus, seguidor de Jesus, porque essa pessoa adquire as seguintes marcas:

Obedece a Jesus

Imita Jesus

Quer estar perto de Jesus

Produz frutos para Jesus

Quer estar junto dos outros discípulos de Jesus

E faz novos discípulos para Jesus.

 

Agora, irmãos, que cada um confira se está sendo verdadeiro discípulo de Jesus.

Ninguém alcançará a perfeição nessa terra, mas, em alguma medida, essas marcas tem que estar presentes na vida da gente.

Se não existe no seu coração qualquer vontade de ter essas marcas, clame por misericórdia, porque você ainda não é discípulo de Jesus.

E se você não seguir a Jesus nesta vida, você não vai ter a vida no céu depois. Não é verdade que está escrito: “Respondeu Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim” (Jo 14.6 – NVI). Para estar no Céu de Deus, na casa do Pai, tem que seguir Jesus.

 

INSTRUÇÃO

Agora, pra terminar, a segunda parte da mensagem: nós temos uma ordem de Jesus para cumprir, está em Mt 28.19-20: vão e façam discípulos”.

Observe que a primeira coisa que o verso diz é: “vão”. O texto não diz “fique, fique aonde você está”. O texto diz “ide, vão”. O Senhor está mandando a gente ir.

Agora, aqui pra nós, Comunidade KARIS: até quando nós vamos ficar invertendo, descaradamente, aquilo que Jesus ordenou?

Nós não estamos indo! Estamos ficando aqui dentro e esperando que o visitante venha. Não estamos indo ao encontro das pessoas.

E pior, quando o visitante aparece, não damos a devida importância pra ele aqui dentro.

O visitante chegou, você se apresenta? Fala o seu nome e pergunta o nome dele? Você se oferece pra conhecê-lo melhor?

Claro, as moças farão isso às moças; os rapazes aos rapazes, homens a homens e mulheres a mulheres.

A ordem de Jesus pra nós envolve cinco ações. Rapidamente: na primeira parte, está lá: Jesus mandou a gente ir, mas a gente não tá indo, nós temos ficado.

Fazendo assim, nós estamos em desobediência. E como pode, uma igreja, um corpo de discípulos de Jesus desobedecer, se a primeira marca do discípulo é a obediência?!  

A ordem de Jesus pra nós é “ide, vão”. Precisamos ir e colocar as pessoas pra dentro da igreja.

A segunda ação que a ordem de Jesus, requer da gente é pregar o evangelho, isto é, falar para todas as pessoas que Jesus salva, perdoa, transforma, liberta e leva pro céu.

Falar de Jesus para as pessoas, num encontro real ou pelas redes sociais, é pregar o evangelho!

A terceira ação que a ordem de Jesus requer de nós é: ensinar.

É preciso que ensinemos às pessoas interessadas em seguir a Jesus, aquilo que é o básico, o café com leite, o be-a-bá da vida cristã.

Quando falamos de Jesus para alguém, tem os que ignoram e tem os que se interessam. Aos interessados devemos ensinar o mínimo necessário, o básico, pra ela começar a seguir a Jesus.

A quarta ação que a ordem de Jesus requer, consiste em batizar. Batizar, irmãos, significa firmar a pessoa na igreja. É fazer com que ela se torne membro do corpo junto da gente.

E vem a quinta ação, a ação novamente do ensino, mas o ensino agora é mais aprofundado, porque Jesus fala: “ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei”.

Num primeiro momento, o ensino consiste no be-a-bá, no básico. Agora, em quinto lugar, é ensinar a guardar todas as coisas que Jesus tem mandado. É um segundo momento, o ensino agora é aprofundado.

A gente até faz bem essa parte, porque temos a pregação da Palavra no culto, temos a Escola Bíblica Dominical, temos mais Palavra na Quinta de Oração.

Mas, meus irmãos, nós temos sido um fracasso nas outras partes da ordem que Jesus deixou.

Sejamos honestos: estamos indo buscar as pessoas pra colocar pra dentro da igreja? Estamos discipulando alguém? Isto é, ensinando o básico, o be-a-bá pra algum novo convertido?

Alguém pode dizer: “Eu não faço porque não levo jeito isso”. Não leva não? Jesus resolveu esse problema, dizendo: “Eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”.

Jesus está dizendo: “você pode pregar o evangelho, sim; você pode ensinar o básico pra um novo convertido, sim; você pode começar um relacionamento discipulados, sim, porque Eu vou estar com vocês nessa obra, porque Eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos!”

Temos a garantia da presença de Jesus. Então, não é no nosso poder, não é na nossa autoridade. “É na minha autoridade”, diz o Senhor que tem todo o poder nos céus e na terra!

Dito isto, irmãos, vamos começar a fazer o que Jesus ordenou.

Eu quero que todos da igreja estejam no grupo dos que vão fazer, mas eu não tenho esse controle. A igreja não é minha. Eu dependo da ação do Espírito Santo.

Mas eu quero, é o meu desejo, que todos façamos o que Jesus manda.

Como nós vamos fazer para obedecer a ordem de Jesus?

A primeira coisa que eu encaminho é a seguinte: que você comece a orar por seus parentes e amigos, que estão nesta cidade, mas que ainda não são crentes em Jesus. Mas, é orar com propósito, crendo que até o dia 31 de Dezembro do ano 2020, você vai comemorar a alegria de vê-los aos pés do Senhor, seguindo a Jesus.

Por hoje, isso é tudo que eu quero que você faça. Que você escreva o nome destas pessoas e comece a orar pela salvação delas todos os dias.

Entendeu? Quais são os seus parentes e conhecidos bem próximos, que moram aqui na nossa cidade, e que ainda não são crentes?

Pensa em 3 parentes e em 3 conhecidos achegados a você. Escreva o nome deles num papel e comece a orar por eles. É isso.

Eu preparei uma folha pra você levar pra casa e fazer isso com calma e começar AMANHÃ.

 

Pr Walter Pacheco da Silveira, 15.12.2019

Referência: Silas Malafaia