AGUARDAR

  • Alguém disse com acerto que “esperar é uma disciplina que Deus nos concede”.

 

  • Um bom pensamento é este: “As demoras de Deus não são negativas de Deus”. Isto bem serve para os que oram querendo tudo, menos esperar.

 

  • É na hora da espera que se revelam os homens: Os fracos desanimam, os traidores se cansam de fingir; os levianos mudam de pouso; os impacientes se irritam – e pouco a pouco só vão ficando os fortes!

 

  • Davi não se atreveu a matar Saul com suas próprias mãos a fim de executar o plano e a vontade de Deus. Ele aguardou que Deus operasse. Seu coração permaneceu silenciosamente obediente. Mesmo naquela ocasião em que cortou um pedaço da capa de Saul, seu coração o acusou. Ver 1Sm 24.4-6.

 

  • Quem muito espera desespera. Pergunte às solteiras!!! Hehehe...

 

  • Frederick W. Faber disse: "Devemos esperar por Deus com paciência e mansidão, no vento e na chuva, no trovão e no relâmpago, no frio e na escuridão. Espere, e Ele virá. Ele jamais vem aos que não o esperam." (Internet)

 

  • Um mestre estava a aconselhar seu discípulos, dizendo-lhe: "Uma das maiores lições que você vai ter que aprender é esperar que o Senhor faça as coisas". (Fonte: estudosgospel@grupos.com.br).

 

  • Tem coisas que só uma mãe poderia ensinar. Minha mãe me ensinou sobre SABER ESPERAR: "Calma! Quando chegarmos em casa tu vai ver só".

 

  • "O atraso de Deus não significa negação de Deus". - (Robert Schuller).

 

  • Se você já leu a Bíblia no livro de Êxodo, estará lembrado de um fato engraçado, que aconteceu à Faraó. Deus desejava libertar o seu povo da escravidão do Egito, sob o comando de Faraó. Mas Faraó, de coração duro, não deixava o posso sair. Então, Deus mandou dez pragas sobre os egípcios. Praga de piolhos, praga de moscas, praga de gafanhotos... e mandou também a praga das rãs – e a Bíblia diz que houve rãs por toda a parte. Devia ter sido uma bagunça: rãs pulando nos corredores do palácio, entrando para a cozinha, pulando sobre as panelas! ...outras, alcançando os quartos e subindo nas camas... Tenho certeza de que a Sra Faraó, pressionou o marido para desistir logo e acabar com as rãs. – Aí, então, finalmente, Faraó chamou Moisés e disse: “Muito bem, eu desisto”. Então Moisés perguntou: “E quando você quer que eu acabe com as rãs?” E a resposta de Faraó foi clássica. Ele disse: “...Amanhã”. (devia estar louco! Por que esperar tanto tempo para acabar com as rãs?)!

 

  • “Você já viu alguém que “corre atrás” vencer alguma corrida?” - Anônimo.

 

  • Quando Josué deu a primeira volta na muralha nada aconteceu, nem na 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e nada. Talvez alguém falou a Josué: "ficar dando voltas ali era em vão" - talvez alguém lhe diga que continuar acreditando será em vão - só que na 7ª volta a muralha caiu por terra. Se sua bênção ainda não chegou é porque ainda falta dar a sétima volta. 13/1/07

 

  • Conta-se que durante a segunda guerra mundial, uma viúva italiana ficou sem dinheiro para pagar os aluguéis da casa onde morava. Orou, clamou, jejuou durante muitos dias e nada adiantou. Em desespero, foi despejada pelo proprietário e obrigada a procurar abrigo em casa de parentes numa cidade vizinha. Logo após sua saída, a cidade foi totalmente arrasada por bombardeio nazista. Agora tudo ficou claro. O silêncio de Deus era para seu bem. Não precisava tanta preocupação e angústia. 13/1/07

 

  • Carol Odell que é autora de uma coluna de aconselhamento empresarial diz que a redução da velocidade pode afetar as nossas vidas positivamente no trabalho e em casa. Ela acredita que a pressa pode nublar o nosso discernimento e levar-nos a negligenciar coisas importantes ou pessoas valiosas. Carol encoraja todos a abrandar e sugere a idéia radical de recebermos bem os sinais vermelhos e usarmos o tempo de espera para meditar. 16/1/07

 

  • Qualquer mãe te poderá dizer que a espera para dar à luz é uma experiência que gera paciência. Mas coitadinha da pobre mãe-elefante. Demora aproximadamente 22 meses para que um embrião-elefante amadureça e nasça! O tubarão conhecido como o tubarão espinhoso tem uma gestação de 22-24 meses. E em altitudes acima dos 1400 m, a salamandra Alpina suporta um período de gestação até mais de 38 meses! http://www.nossopaodiario.net/2007/01/page6.html 16/1/07

 

  • Abraão creu em Deus, e foi-lhe imputado isto por justiça (v.6). Contudo ele esperou 25 anos desde que a promessa foi feita até ao nascimento de Isaac (17:1,17). A espera do cumprimento das promessas de Deus faz parte da confiança n'Ele. 16/1/07

 

  • O velho estava cuidando da planta com carinho, ai. -O jovem aproximou-se e perguntou: que planta é essa que o sr está cuidando? -É uma jabuticabeira respondeu o velho. -Ela demora quanto tempo p/ dar fruto? -Pelo menos uns quinze anos, informou o velho. -E o senhor espera viver tanto tempo assim, indagou irônico, o rapaz. -Não, não creio que viva tanto tempo, pois já estou no fim da jornada, disse o ancião. -Então que vantagem você leva com isso, meu velho? -Nenhuma, exceto a vantagem de saber que ninguém colheria jabuticaba, se todos pensassem como você... NÃO IMPORTA SE TEREMOS TEMPO SUFICIENTE P/ VER AS MUDADAS AS COISAS E PESSOAS, PELAS QUAIS LUTAMOS, MAS SIM, QUE FAÇAMOS A NOSSA PARTE, DE MODO QUE SE TRANSFORME AO SEU TEMPO. 29/1/07

 

  • Em cantonês, um dialeto chinês, a palavra esperar tem o mesmo som da palavra classe. Fazendo um jogo de palavras, algumas pessoas idosas de Hong Kong identificam-se como "cidadãos de terceira classe", o que também significa "pessoas de três esperas". Elas esperam pelos filhos quando voltam do trabalho tarde da noite. Elas esperam pelo sol da manhã para dissipar suas noites de insônia. E, com um suspiro de resignação, elas esperam pela morte. Albert Lee - Nosso Andar Diário -Ministério RBC. 11.3.2008

 

  • Esperar é parte da vida. Muitas pessoas não "esperam bem" e, no entanto, na verdade, gasta­mos mais tempo em nossa vida esperando do que recebendo. 31.3.2008

 

  • Quando atiramos uma flecha, ficamos olhando onde ela cairá; quando enviamos um navio ao mar, esperamos seu retorno; e quando lançamos uma semente, esperamos a colheita; assim também, quando semeamos nossas orações no coração de Deus, não devemos esperar uma resposta? - Richard Sibbes. 6.5.2008

 

  • Lewis Grizzard contou sobre uma mulher que costumava parar para tomar café, todas as manhãs, na casa de seu pai, no caminho para o trabalho. Seu pai sempre fazia biscoitos para ela, pois, não desejava que fosse trabalhar com o estômago vazio. Um dia ela dormiu demais e não teria tempo para parar na casa de seu pai. Antes de sair de casa ela lhe telefonou dizendo que estava atrasada e não poderia passar em sua casa, mas prometeu que estaria lá no dia seguinte. Seu pai ficou desapontado. Quando se dirigia para o trabalho, ela dobrou a esquina próximo à casa dele, viu uma figura que se distinguia em meio ao frio e a chuva. Era seu pai. Ele a estava esperando, com uma sacola na mão, porque queria ter certeza de que ela teria seus biscoitos.  Muitas vezes, por vários motivos, deixamos de ir à casa de nosso Pai. Dormimos demais, estamos cansados, está muito calor, o dia está chuvoso, temos outro compromisso... Mas o Pai sempre está nos esperando. Ele nos ama, quer nos alimentar bem, deseja que estejamos junto a Ele, tem prazer em nos abraçar e proteger, ficará muito feliz em nos fazer felizes. 27.7.2008

 

  • Quando perguntaram a alguns empregadores o que faz de uma pessoa um bom aprendiz, eles responderam que procuram contratar "alguém que quer aprender". Na Bíblia, um bom exemplo de aprendiz é Josué. Nós lembramos de Josué porque ele marchou ao redor do muro de Jericó. E também teve algumas responsabilidades importantes como espião (Números 13:16) e como guerreiro (Êxodo 17:10). Porém, muitas vezes ele estava na sombra de alguém: Moisés. Por 40 anos Josué serviu como assistente de Moisés, como auxiliar e aprendiz (Êxodo 24:13). Deus toma o seu devido tempo para preparar-nos para o serviço. Algumas vezes este período de espera é tão valioso quanto o aprendizado de todas as estratégias necessárias e objetivos. Josué observou a fé que Moisés tinha em Deus. Ele aprendeu o que significava ser humilde (Números 12:3), como receber instruções (Êxodo 17:10) e como ser um verdadeiro servo de Deus (Josué 1:1; 24:29). Até mesmo uma exibição do temperamento de Moisés (Números 20:7-12) foi uma oportunidade para observar e aprender. Ao passar tempo com Moisés, Josué aprendeu coisas que não se podia aprender em livros. Chegaria o tempo em que o próprio Josué estaria na liderança. E, quando chegou a hora, Josué foi capaz de confiar na promessa que Deus lhe fizera: "Assim como estive com Moisés, estarei com você; nunca o deixarei, nunca o abandonarei" (Josué 1:5). 1.9.2008

 

  • Quando o navio atracou em uma cidade do sudoeste americano, um marinheiro recebeu autorização para sair e conhecer a cidade. Seu primeiro passeio foi a um famoso parque, repleto de árvores e flores tropicais. Enquanto  caminhava sob o sol em uma área coberta de grama, notou abelhas voando ao seu redor. De repente, todas as abelhas começaram a pousar nele. Elas estavam por toda parte -- em suas roupas, suas mãos e seu rosto. Ele foi tomado de pânico e pensou em sair correndo. Mas, apesar do grande medo, ele resolveu ficar o mais quieto possível. Haviam centenas, talvez milhares de abelhas em todo o seu corpo. Ele não ousava sequer respirar. "Olhe só para aquele marinheiro", ele ouviu uma mulher falar a uma certa distância. Depois de algum tempo que parecia ser uma eternidade para aquele homem, lentamente as abelhas começaram a voar novamente até que todas se foram. Seu uniforme estava completamente molhado pela transpiração mas ele não sofreu uma picada sequer. Às vezes é melhor ficar parado e quieto no meio do perigo do que correr em meio ao pânico e ao medo e provocar consequências que poderiam ser evitadas. O que fazemos quando as coisas para nós vão de mal a pior? Perdemos a tranquilidade e começamos a correr para todos os lugares que nos indicam ou, apesar do temor do insucesso, continuamos confiando nas promessas de Deus para nossas vidas? Ele não disse que a casa dos filhos de Deus não seria atingida pelos ventos e tempestades, mas garantiu que ela ficaria de pé. Ele não disse que viveríamos em nuvens de paz, pelo contrário, disse que teríamos aflições neste mundo. Mas prometeu que estaria conosco todos os dias e que deveríamos ter bom ânimo. Você se enche de medo quando as lutas chegam? Tenha fé, espere com calma e elas logo desaparecerão. 1.12.2008

 

  • No limite de suas forças, um homem atentou contra a própria vida com uma arma de fogo. Ouvindo o tiro, o vizinho entrou naquele apartamento, e, ao lado do corpo, encontrou, uma carta assim escrita: Não deu para suportar. Passei a noite toda como um louco pelas ruas. Fui a pé..., pois não tinha condições de dirigir. Perdi meu emprego por injustiça feita contra mim. Nada mais consegui. Ontem, me telefonaram, avisando-me que minha casinha no campo havia sido incendiada. Estava ameaçado de perder este apartamento, por não ter conseguido pagar as prestações, por falta de condições financeiras... Só me restou um carro, tão desgastado que nada vale. Afastei-me de todos os meus amigos, com vergonha desta humilhante situação, e agora, chegando aqui em casa, não encontrei ninguém... Fui abandonado e levaram até as minhas melhores roupas!  Perdão.  O vizinho dirigiu-se ao telefone para chamar a polícia. Quando a polícia chegou verificou que havia um recado na secretária eletrônica do telefone. Era a voz da mulher do morto, dizendo o seguinte: - Alô, amor, sou eu! - Ligue para a firma - O engano foi reconhecido, e você está sendo chamado de volta ao emprego na próxima semana. - O dono do apartamento disse que tem uma boa proposta para não o perdermos! - Estamos na nossa casinha de campo. A história do incêndio era trote! - Isso merece uma festa, não merece? - Nossos amigos estão vindo para cá. Um beijo! - Ah, já coloquei suas melhores roupas no porta-malas do seu carro. -Vem, estamos esperando por você! Pense nisso: "Espere só mais um minuto!" 20.2.2009

 

  • Há um provérbio simples que diz: "Quem espera pela Providência terá sempre providências a esperar."26.5.2009

 

  • "Conta-se que um pastor precisava de um evangelista para cooperar na sua igreja. Um jovem manifestou desejo de ir para aquela Igreja. Marcaram um encontro. O pastor chegou 2 horas atrasado, fazendo-o de propósito, para testar assim a paciência e a perseverança daquele jovem. A simpatia e a cortesia com que soube esperar foram evidentes. Foi aceite como evangelista daquela Igreja. Saibamos esperar e Deus abrirá as portas, no Seu tempo e de acordo com o Seu plano. 11.3.2010

 

  • Conta-se que a noiva morava numa ilha e o noivo numa outra ilha ali perto. Decidiram que a cerimônia de casamento seria realizada na ilha onde vivia a noiva. Chegou o dia tão esperado! A noiva e os convidados aguardavam ansiosos a chegada do noivo, que ali se deslocaria no seu barco. Contudo, o tempo foi decorrendo e o noivo tardava. As horas passaram. Os convidados começaram a sentir-se cansados de esperar e muitos deles desesperaram, crendo que o noivo não viria. Dada a demora, muitos começaram a afirmar que ele já não viria. Porém a noiva insistia: “Ele vem! Ele prometeu! Ele é fiel! Esperemos por ele!” Por fim, só a noiva permanecia na praia, ainda esperando pelo noivo. Finalmente... vê-se ao longe um barquinho e nele vinha o noivo! A noiva estava esperando. Só ela esperava! Só ela tinha a certeza de que ele era fiel e cumpria as suas promessas!  11-03-2010

 

  • Uma mãe estava preparando panquecas para seus filhos;  Carlos, de 5 anos e Raul, de 4 anos. Os meninos começaram a discutir sobre quem receberia a primeira panqueca. Sua mãe viu a oportunidade para uma lição moral. Se Jesus estivesse sentado aqui, ele diria:  - Deixe meu irmão ter a primeira panqueca. Eu posso esperar. Carlos voltou-se para seu irmão mais novo e disse: - Raul, você é Jesus! Parece que a nossa historieta é coisa de crianças, mas, muitas vezes, isso acontece também conosco, adultos, cristãos. Queremos ter sempre a primazia, o primeiro lugar, a preferência em tudo. Isso acontece em nossa casa, em nosso trabalho, em nossa igreja. Não sabemos esperar e achamos que todas as coisas giram ao nosso redor, como se mais nada importasse, como se ninguém mais merecesse ou tivesse o direito de receber aquilo que julgamos ser só nosso. Queremos ser distinguidos em tudo e não nos conformamos quando alguém ocupa o nosso lugar. E, às vezes, mesmo quando recebemos a notoriedade que cremos merecer, ficamos aborrecidos quando outros recebem a mesma distinção. Somos cristãos vaidosos, egoístas, soberbos. Dizemos que Cristo está em nossos corações, que Ele é amor, que somos Seus discípulos, mas, não o imitamos em nada. Os meninos da nossa ilustração não sabiam esperar. Nós, quase sempre, também não sabemos esperar com paciência. Se o que buscamos demora um pouco, somos tomados de angústia, de desânimo, de pessimismo. Perdemos as forças, a fé, a esperança. Quando aprendemos a confiar no Senhor Jesus, cremos que a nossa bênção virá, mesmo que demore um pouco. A nossa esperança não desfalece, as nossas energias espirituais são renovadas, a certeza da vitória jamais nos abandona. Ficamos felizes com as conquistas pessoais e com as conquistas dos irmãos e amigos. Se os nossos sonhos são realizados em primeiro lugar, glorificamos a Deus. Se outros nos precedem, glorificamos também. O que nos importa é que na hora do Senhor a nossa bênção chegará. 30-09-2010

 

  • Nosso Senhor recomendou que não apenas esperássemos Seu retorno, mas, que estivéssemos atentos, vigiando sinceramente. A diferença entre simplesmente esperar e esperar atentamente é ilustrada na historieta a seguir: Um barco pesqueiro voltava para casa após muitos dias no mar. Quando se aproximava da orla, os marinheiros olhavam avidamente para a doca onde um grupo de pessoas estava reunido esperando seus queridos. O capitão pegou seu binóculo e conseguiu identificar alguns que ali estavam. "Eu vejo a Mary do Bill, e também a Margareth do Tom e a Anne do David". Um dos homens ficou preocupado porque sua esposa não estava lá. Assim que deixou o barco, com o coração apertado, subiu apressado à colina em direção à sua casa. Quando ele abriu a porta, ela correu ao seu encontro dizendo: "eu tenho esperado por você!" Ele respondeu com uma repreensão gentil: "Sim, mas, as esposas dos outros homens estavam vigiando, atentas, lá no cais." De que forma estamos aguardando a volta de nosso Senhor Jesus Cristo? Temos estado vigilantes, com um coração sincero e cheio de expectativa? Temos nos enchido de amor, pureza e fidelidade? Ou tão somente o aguardamos, envolvendo-nos, enquanto isso, em tudo que nos parece agradável neste mundo? Muitas vezes dizemos que cremos no Senhor e sabemos que um dia Ele voltará para buscar aqueles que são Seus, mas, o nosso testemunho em nada prova tais palavras. Andamos como os que não O aguardam, falamos como os que Lhe ignoram, vivemos como os que nEle não acreditam. Os que um dia experimentaram, verdadeiramente, um encontro com o Senhor, têm prazer em seguir a Sua palavra, se agradam em fazer a Sua vontade, esperam ardentemente a Sua volta. Se uma experiência pessoal com Jesus nos encheu o coração de júbilo, muito maior será a nossa alegria quando Ele nos vier buscar para estar com Ele para sempre. Você está esperando com sinceridade e atenção? 12-01-2011