ACEITAÇÃO

  • Um homem formou-se na faculdade e logo após sua formatura, cheio de vontade de ajudar ao próximo, dirigiu-se a um dos piores bairros de Londres. Criou bibliotecas, formou classes de ensino escolar, procurou limpar as casas, providenciou alimento para os famintos, mas ao fim de dez anos, ele declarou: "Não adianta. Eles vão continuar bebendo, jogando até o fim". Largou mão do trabalho e voltou para seu lugar. Tempos depois um casal cristão se ofereceu para trabalhar no mesmo bairro. Só que este, não tinha nada para oferecer senão a mensagem de Cristo e serviço sacrificial em nome de Jesus. Pois pelo trabalho deste casal é que milhares de pessoas mudaram de vida, se converteram!

 

  • Uma ovelha e um porco reagem de modo diferente num lamaçal. A ovelha que cai na lama não se sente feliz ali. Ela lutará e clamará até conseguir sair. Por outro lado, um porco anda sempre à procura dum lamaçal. Quando o encontra chafurda nele com roncos de satisfação. De fato grunhirá, se for feita uma tentativa para o tirar dali para fora. Por natureza, e sem a obra de convicção produzida pelo Espírito Santo, um pecador é como um porco que procura o mal e a tentação e não tem nenhum desejo de se livrar do pecado. Contudo, o seguidor de Cristo, é comparado, na Bíblia, a uma ovelha. Nunca deve ser encontrado no lamaçal do pecado. - Fonte: www.gospelcom.net

 

  • Se você pode: - Começar o dia sem cafeína, nicotina ou tranqüilizantes: - Comer, dia após dia, a mesma comida sem se queixar; - Entender que água é a melhor coisa para lhe matar a sede; - Entender quando existe tensão ao teu redor e evitar o perigo; - Ser capaz de ficar indiferente diante da alta do dólar e da inflação; - Ser capaz de compreender quando todos estão muito ocupados para te atender; - Aceitar a crítica; - Acalmar tua tensão sem precisar de auxílio médico; - Ter pique para passar noites em claro, numa ótima; - Dormir tranqüilamente a qualquer hora, em qualquer lugar; - Relaxar ao final do dia; - Desfrutar da carícia de uma mão querida em tua cabeça... Então, é quase certo que... VOCÊ É O CACHORRO DA CASA!!!

 

  • "Nós somos mais inclinados a odiar os outros por coisas que nós discordamos, do que amar os outros por coisas que concordamos". Charles Caleb Colton, escritor e clérigo, ING, 1780-1832.

 

  • Um nativo africano de estatura muito baixa, ficou escandalizado quando alguém o aconselhou a fazer sapatos com plataforma alta para disfarçar sua altura e declarou: “Foi Deus que me fez assim”. Isto é aceitação própria. Quando nos amamos e nos aceitamos como somos, podemos aceitar e amar a outra pessoa tal como é. – Manancial. 21/12/06

 

  • Uma missionária solteira estava se menosprezando. Ela estava infeliz com a sua vida em geral, mas estava especialmente descontente com o que achava ser um nível baixo de crescimento espiritual. Certa manhã, ela olhou de forma penetrante para si mesma no espelho. Então, ela disse muito lentamente: "Deus, eu te agradeço por ser eu mesma e nunca vou poder ser outra pessoa". Esse foi seu momento de liberação, de auto-aceitação. Ela compreendeu que, de acordo com o plano de Deus, ela era uma pessoa absolutamente única, um ser humano redimido por Cristo, que nunca poderia ser substituído ou duplicado. Você condena a si mesmo por não ser tão espiritual quanto desejaria? Você vê a si mesmo como um discípulo de segunda categoria? Faltam-lhe os dons e graças que outros companheiros cristãos têm, que parecem sem um modelo de oração, testemunho e serviço? Podemos nos erguer acima do mau humor da auto-rejeição e desfrutar, com gratidão, a auto-aceitação, colocando nossas vidas nas mãos transpassadas de Jesus. "Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados" (Efésios 1:7). Nós fomos aceitos e escolhidos por ele (vv. 4-6). Se o Senhor nos aceitou, podemos seguramente aceitar a nós mesmos! Essa é a verdade libertadora. 19.2.2009

 

  • Conta-se que Harriet Beecher Stowe, autora de "A Cabana do Pai Tomás", quando menina, desejava de todo o seu coração ter o perdão de seus pecados, ser uma filha de Deus e fazer a sua vontade. Mas não compreendia como sair do estado de pecadora, sobre o qual repousava a ira de Deus, para tornar-se uma filha sua. Um dia, porém, seu pai, o Pastor Beecher, pregou um sermão sobre Jesus como o amigo que se oferece para salvar todo ser humano. Falou do grande amor em linguagem direta, simples e terna. Harriet, que se achava então com quatorze anos escutou todo o sermão com alegria sempre crescente, e sua alma inteira se encheu de gozo. Decidiu atender à chamada de Jesus tão naturalmente e com tanta alegria como uma ovelha segue seu pastor. Voltou para casa, naquele dia, com um sentimento novo de gozo e paz. 28.10.2009

 

  • Uma mulher, mãe de três filhos maravilhosos e inteligentes, que têm 30, 29 e 28 anos de idade. Eis um episódio interessante quando eles tinham 7, 6 e 5 anos: Minha filha mais  jovem, de cinco anos, que estava sempre fazendo perguntas, voltou um dia do jardim de infância, para casa, e perguntou: "Mamãe, quantos filhos você desejava ter?" Pensei por um minuto e lhe respondi: "Dois". Ela refletiu por um momento e fez nova pergunta:  "Eu e quem mais?" (Kathrine A. Barhydt) Aquela pequena menina podia até estar em dúvidas se a sua querida mãe pretendia ter os três filhos que possuía, mas certamente tinha certeza de que foi desejada e era muito amada por ela. E esta certeza a fazia muito feliz. 08/08/2012

 

  • Uma velha chinesa tinha dois grandes vasos, cada um suspenso na extremidade de uma vara que ela carregava nas costas. Um dos vasos era rachado e outro era perfeito. Todos os dias ela ia ao rio buscar água, e ao fim da longa caminhada do rio até a casa o vaso perfeito chegava sempre cheio de água, enquanto o vaso rachado chegava meio vazio. Naturalmente o vaso perfeito tinha muito orgulho do seu próprio resultado e o pobre vaso rachado tinha vergonha do seu defeito, de conseguir só fazer a metade daquilo que deveria fazer. Ao fim de dois anos, refletindo sobre sua própria amarga derrota de ser rachado, durante o caminho para o rio o vaso rachado disse à velha: "Tenho vergonha de mim mesmo, porque esta rachadura que tenho faz-me perder metade da água até a sua casa..." A velha sorriu: "Reparaste que lindas flores há ao teu lado do caminho, somente no teu lado?" Eu sempre soube do teu defeito e portanto plantei sementes de frutas na beira da estrada do teu lado. Todos os dias, enquanto voltávamos do rio, tu regavas. Foi assim durante dois anos, pude apanhar belas frutas para encher a mesa e alegrar o meu jantar. Se tu não fosses como és, não teria tido aquelas maravilhas na minha casa." Cada um de nós tem seu próprio defeito, mas é o defeito que cada um de nós tem, que faz com que nossa convivência seja interessante e gratificante. É preciso aceitar cada um pelo que é, e descobrir o que há de bom nele Ame as pessoas com seus defeitos... AME apenas AME! 24/06/2017