A ARTE DE SERVIR

João 13.1-17

 

1 Um pouco antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que havia chegado o tempo em que deixaria este mundo e iria para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim. 2 Estava sendo servido o jantar, e o diabo já havia induzido Judas Iscariotes, filho de Simão, a trair Jesus. 3 Jesus sabia que o Pai havia colocado todas as coisas debaixo do seu poder, e que viera de Deus e estava voltando para Deus; 4 assim, levantou-se da mesa, tirou sua capa e colocou uma toalha em volta da cintura. 5 Depois disso, derramou água numa bacia e começou a lavar os pés dos seus discípulos, enxugando-os com a toalha que estava em sua cintura.

6 Chegou-se a Simão Pedro, que lhe disse: "Senhor, vais lavar os meus pés? "

7 Respondeu Jesus: "Você não compreende agora o que estou lhe fazendo; mais tarde, porém, entenderá".

8 Disse Pedro: "Não; nunca lavarás os meus pés". Jesus respondeu: "Se eu não os lavar, você não terá parte comigo".

9 Respondeu Simão Pedro: "Então, Senhor, não apenas os meus pés, mas também as minhas mãos e a minha cabeça! "

10 Respondeu Jesus: "Quem já se banhou precisa apenas lavar os pés; todo o seu corpo está limpo. Vocês estão limpos, mas nem todos". 11 Pois ele sabia quem iria traí-lo, e por isso disse que nem todos estavam limpos.

12 Quando terminou de lavar-lhes os pés, Jesus tornou a vestir sua capa e voltou ao seu lugar. Então lhes perguntou: "Vocês entendem o que lhes fiz? 13 Vocês me chamam ‘Mestre’ e ‘Senhor’, e com razão, pois eu o sou. 14 Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros. 15 Eu lhes dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz. 16 Digo-lhes verdadeiramente que nenhum escravo é maior do que o seu senhor, como também nenhum mensageiro é maior do que aquele que o enviou. 17 Agora que vocês sabem estas coisas, felizes serão se as praticarem".

 

Introdução

O texto nos coloca no momento em que acontecia a última ceia que Jesus teve com os Seus discípulos, com os doze.

Jesus já caminhava com eles fazia três anos e meio. E nesse momento agora, Jesus estava na semana de morrer. Olha só! Devia ser uma Quinta-feira.

Naquela mesma noite, ao final desse jantar, é que Jesus irá até o Jardim do Getsêmane, onde será traído, preso e no dia seguinte, Sexta-feira, julgado e morto na cruz.

Então, esse é o momento antes. Os quatro evangelhos contam a respeito. Porém, somente o evangelho de Lucas traz um detalhe que nenhum outro traz sobre a última ceia.

 

Que detalhe é esse? Vamos ler Lc 22.15. Aqui está uma frase que somente o evangelista Lucas registrou, que Jesus disse: "Desejei ansiosamente comer esta Páscoa com vocês antes de sofrer" (NVI).

Isto revela que Jesus queria aquele momento com os discípulos, porque Ele tinha um propósito pra aquela hora: deixar uma última lição para os Seus discípulos.

Diz o v.1, que Jesus sabia que “havia chegado o tempo em que deixaria este mundo e iria para o Pai”. Sabia que a hora dEle tinha chegado e seria no dia seguinte, que Ele deixaria este mundo e voltaria para o Pai.

Então, naquela ceia, que Jesus sabia, era a última, Ele quis aproveitar pra dar aos discípulos a última lição.

 

E pensa: o que seria legal pra Jesus deixar, assim de partida, na lembrança dos discípulos como última lição?

O texto diz que Jesus pegou uma toalha e encheu uma bacia com água e se pôs a lavar os pés dos discípulos.

A lição foi a seguinte, Jesus estava dizendo: “Olha, eu sou Mestre e Senhor e lavei os pés de vocês. Estou dando o exemplo pra que vocês façam a mesma coisa”.

Então, pra encerrar o Seu ministério na terra, o que é que Jesus ensinou para os discípulos? A arte do serviço.

Ah! Fala sério. Tivesse sindo um de nós no lugar de Jesus, se é pra fechar com chave de ouro, o que a gente faria? Eu penso no seguinte: acho que se fôssemos Jesus naquela hora, nós diríamos: “Localizem aí na cidade, um morto, alguém que faleceu esta semana e tragam aqui”. E nós íamos arrebentar. Íamos deixar como último feito, pra fechar com chave de ouro, a ressurreição de um morto.

Ou então, pensa: “Ninguém morreu esses dias? Tá bom, então, tragam aí um leproso, leproso tem muito, e vamos curar o leproso bem diante dos olhos dos discípulos”. Isso iria deixar todos eles impressionados!

Mas, Jesus, para o Seu gran finale, não ressuscitou morto, não curou leproso, não fez cego enxergar. O que Jesus fez? Ele disse: “Eu vou ensinar pra vocês que o mais importante é servir a Deus e ao próximo”. E a pregação hoje é sobre isso. O mais importante é servir.

Jesus ensinou a servir. Mas, por que tem muita gente ainda que não serve a Deus e nem ao próximo? Por que há crentes que não servem na igreja?

 

Sabe por que? Primeiro, é que servir não é uma palavra apreciada. As pessoas não querem ser conhecidas pelo serviço ou por terem servido.

Mas, no reino de Deus, servir é muito importante. Esta foi a chave de ouro que Jesus usou pra fechar o Seu ensinamento de 3 anos e meio aos discípulos.

Jesus começou o Seu ministério na terra, servindo e foi assim até o final. O pensamento de Jesus era: “o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir” (Mc 10.45 – NTLH).

Então, na Sua última reunião com os discípulos, Jesus falou: “Eu vou deixar uma lição gravada no coração de vocês. Eu vou servir e quero que vocês façam a mesma coisa”.

Escuta: quando a gente chegar no céu (e quem tá indo pro céu aqui?), o céu é lugar de recompensa.

Não terá essa coisa de dizer: “Ah! quando eu chegar no céu, você vai ver, Deus vai me usar muito lá”. Não. O céu é lugar pra quem foi usado. Quem tiver pensando: “Ah! Quando eu chegar no céu, eu vou servir muito a Deus, eu vou lavar os pés dos anjos, eu vou ser um obreiro dos bão!”.

Olha, nós vamos ter atividades no céu, sim, mas esse negócio de lavar pé, varrer o chão, lavar banheiro, limpar as vasilhas, lustrar os móveis, arrumar cozinha e lavar roupa, não vai ter isso lá, não. Esse serviço é aqui! As donas de casa estão dizendo: “Glória a Deus”!

Então, Jesus sentiu de deixar essa última lição para os discípulos: a arte de servir.

 

Tá, mas por que muitos não servem na igreja? Existem muitas razões. Por que tem crente que não trabalha na igreja, não ajuda na obra de Deus? Vamos pensar em algumas razões. Não vou conseguir falar todas, mas vamos ver algumas.

 

1- PORQUE PARA SERVIR TEM QUE LEVANTAR DA MESA.

Lemos no v.4 que Jesus: “levantou-se da mesa, tirou sua capa e colocou uma toalha em volta da cintura”. Por que tem crentes que não servem na igreja? Porque pra servir, tem que levantar da mesa.

O que é melhor: estar sentado, comendo, ou estar em pé, servindo, trabalhando? Diz aí. O bom é estar sentando à mesa e que venha o arroz, o frango assado, a picanha, não é! Sentar à mesa é bom demais!

Sabe por que há crentes que não trabalham na igreja? Porque é melhor chegar e encontrar tudo pronto; é melhor chegar e sentar pra ser servido do que chegar e levantar pra servir.

Quem chega pra servir não vai poder ficar só sentado; tem uma hora que vai ter que levantar. E, outra, levantar significa ver gente sentada, enquanto você trabalha.

Então, quem quer servir, precisa tirar de ideia o só receber.

Aqui não acontece, não, mas, tem lugares que o povo da igreja usa uma gíria evangélica “eu recebo”. Alguém pronuncia uma promessa de Deus, uma bênção que Deus dá e todo mundo diz “eu recebo!” O problema é que todo mundo fica focado em receber. Depois do culto você pergunta: “E aí, irmão, foi bom?” Ele responde: “Bom?! Eu tô é cheio? Tô que nem o Cristian faz, tô até gofando de tanto que eu recebi”.

Maravilhoso, só que recebe e vai embora sem dar nada, sem se envolver com nada, sem colaborar em nada. Irmão, Deus não te enche só pra você ficar cheio. Deus te enche, pra que aquilo que está de enchendo, você possa servir outras pessoas!

 

Eu não entendo nada de carros, mas fico sabendo algumas coisas porque escuto, leio e pesquiso. Eu sei que tem carros que são possantes demais da conta. Tem um Chevrolet aí de motor 3.6 com 279 cavalos de potência! Aí, um camarada comprou um carro desse nível pra andar na cidade, na velocidade do quase parando. O carro novinho, começou a engasgar. O dono procurou o mecânico, que deu uma volta no carro e, meia hora depois, voltou com a seguinte observação: “Olha, esse carro foi feito pra desenvolver muito na estrada, porque ele tem muito pra dar. Mas, como não é usado na sua total potencia, ele começa a engasgar”. Tem muito pra dar e não tá sendo usado.

Tem crente que é assim: quando você ver um irmão engasgado na igreja, murmurando, sabe por que ele tá fazendo isso? Porque tem muito pra dar e não está dando.

 

Em Israel, é muito famoso lá, o Mar Morto, que tem esse nome porque não tem vida nele, não tem peixe, não tem algas marinhas.

A característica principal do Mar Morto é que ele só recebe. Por dia, são 6 milhões de metros cúbicos de água do rio Jordão. A água chega e fica represada lá. O que acontece? No mar normal, a porcentagem de sal é de 2 a 3%. No Mar Morto é 23%. Resultado: não tem vida, é morto, porque só recebe, acumula e não dá nada. Mar Morto.

E assim tem sido a vida de muitos crentes: vem pra igreja e recebe: recebe palavra profética, recebe oração, recebe ministração, recebe benção... mas, eu quero te dizer: tudo que Deus libera pra sua vida aqui, tem um propósito principal: a sua edificação e que você seja usado pra alcançar mais alguém para o reino de Deus.

Por que tem crente que não serve na igreja? Porque pra servir tem que levantar da mesa. Deus está querendo te usar, irmão, mas tem que levantar!

“Ah! Mas, já tem muita gente sendo usada na igreja”. Você não tá entendo: aqui na igreja, tem um lugar sob medida pra você. Tem coisa pra ser feita e Deus quer usar você. Coloca isso no seu coração. Agora, tem que levantar da mesa. Tem que deixar de ser só servido e passar a servir.

 

2- PORQUE TEM MUITAS COISAS NAS MÃOS.

Segunda razão porque alguns não são de servir na igreja (primeiro, porque tem que levantar da mesa), segundo, olha o que a Bíblia diz no v.3: “Jesus, sabendo que o Pai tinha depositado nas suas mãos todas as coisas”.

Veja só: Jesus não precisava ter lavado os pés dos discípulos. Ele sabia que o Pai “tinha depositado nas suas mãos todas as coisas”.

Quer dizer, Jesus estava com as mãos cheias de autoridade, de poder, de condição e de responsabilidades. Ele veio pra salvar o mundo. As mãos de Jesus estavam cheias de ocupação, mas mesmo assim, Ele encontrou espaço pra lavar os pés dos que estavam com Ele.

 

Sabe por que há crentes que não trabalham na igreja? Porque tem muitas coisas nas mãos e essas coisas estão atrapalhando de servir.

A pessoa diz: “Não, eu tô muito ocupado, não vai dar; eu tenho muita coisa pra fazer: é família, é trabalho, é lição de escola”.

Deixa eu te mostrar uma coisa: todas as pessoas que Jesus chamou, estavam ocupadas. Os primeiros discípulos que Jesus chamou, eles não estavam deitados debaixo do guarda-sol na praia e bebendo água de côco gelada. E Jesus viu e falou: “Olha ali! Tens uns caras atôa. Ah! Eu vou chamar pra ser meus discípulos! Hei, tô vendo que vocês estão aí sem fazer nada, Eu quero convidar vocês pra Me sequirem. Não querem, não?”

Jesus não chamou gente atoa. Jesus chamou gente ocupada. Os primeiros discípulos eram pescadores de profissão, estavam trabalhando a noite inteira.

 

Quem aqui é muito ocupado? Jesus tá te chamando pra trabalhar na igreja. “Não, pastor, é que não tenho tempo”.  

Esse “tempo” você nunca vai ter. Quem é solteiro, vai dizer: “preciso casar”. Aí, Jesus espera, você casa, Jesus chama pra fazer a obra, e aí você diz: “Mas, Senhor, eu tô casado, tenho que dar atenção pro marido, pra esposa”. Jesus espera, volta a chamar pra fazer a obra, mas agora você diz: “Senhor, meu filho nasceu, agora eu tenho que cuidar do menino(a)!”

Sempre vai faltar tempo! A verdade é a seguinte: quem quer trabalhar pra Jesus, vai ter que fazer tempo!

Você acha que quem tá trabalhando na igreja hoje, não tem nada pra fazer? Tá com dinheiro sobrando, com tempo sobrando? Você acha que o pessoal do louvor aqui é todo mundo desocupado? Pois eu quero dizer pra você: os que estão servindo na igreja, são pessoas voluntárias e extremamente ocupadas.

O casal que lidera o nosso ministério de casais tem uma jornada de trabalho intensa na empresa deles. As líderes do ministério de mulheres, de crianças e os irmãos que participam do primeiro PGM da igreja, um grupo de evangelismo, são pessoas ocupadíssimas que estão no sacrifício. Tem as mãos cheias, mas encontram espaço pra servir.

E você já notou como a modernidade inventa coisas pra gente ter mais tempo?

Você já deve ter visto na casa dos seus avós ou na internet: isto aí chama? ...fogão à lenha. Fogão à lenha é assim, você faz o café da manhã, mas já tem que ter lenha no fogo pra garantir o almoço, porque almoço na roça é dez horas, dez e meia. Aí, inventaram o fogão a gás. Não precisa catar mais lenha. Daí a pouco, veio o fogão elétrico e mais rápido ainda, o microondas! Tudo pra gente ter mais tempo. Só que não. Parece que ficamos com menos tempo.

 

Quem tem a minha idade, 55, vai lembrar: houve uma época que pra ligar pra alguém, a pessoa tinha que tá em casa pra receber a ligação. O telefone era um negócio desse tamanho, tinha um disco numerado em cima, você rodava com o dedo, isso se chamava “discar” os números e a pessoa tinha que tá em casa pra atender. Aí veio o celular! Depois, Internet no celular e agora tá tudo no bolso e na ponta dos dedos aonde você estiver. Mas, mesmo assim, estamos cada vez mais sem tempo.

Sabe porque tem crentes que não trabalham na igreja? Porque estão com as mãos muito cheias, ocupadas.

O Pai tinha colocado nas mãos de Jesus todas as coisas, mas Ele se levantou pra servir aos outros. Irmão, Deus quer te usar, mas vai ser no sacrifício. Você vai ter que fazer tempo.

 

3- PORQUE NÃO QUEREM SERVIÇO, QUEREM "SERVISTO".

Sabe por que muita gente não trabalha na igreja? Terceira razão: porque não querem serviço, querem ser visto.

Igreja perfeita na terra, você sabe, não existe, porque não existem pessoas perfeitas. Então, sempre vamos encontrar coisas na igreja que precisam ser corrigidas.

Mas, sabe o que eu nunca vi? É crentes brigando pra evangelizar na rua, abrir grupo de evangelismo ou fazer visita no hospital: “Não, quem vai abrir um PGM agora sou eu. Não! Eu que vou!” Nunca vi isso.

Agora, crente sedento pra ter cargo, pra ter uma posição, um estatus, é guerra! Não acontece entre nós, graças a Deus, mas vejo por aí, briga pra ser diácono, diaconisa, bispo...

Irmão, quem tá interessado em servir a Deus, num tá preocupado com posição, com status pra ser visto pelos outros.

Você tá servindo a Deus, ninguém tá vendo, ninguém tá reconhecendo, num liga não, porque tem Deus tá vendo e Ele te recompensará!

 

Agora, aonde Jesus lavou os pés dos discípulos? No cenáculo, numa sala, onde estavam somente Jesus, os discípulos e mais ninguém.

Por que Jesus não lavou os pés dos discípulos no monte, quando pregou o sermão da montanha? Tinha uma multidão assistindo. Por que não foi lá que Jesus lavou os pés dos discípulos? Porque servir não é dar show.

Quem tá servindo a Deus não pode estar preocupado em ser visto, em ser reconhecido... deve estar interessado somente em agradar a Deus.

 

Sabe a diferença de proeminência pra importância? O que é proeminente aparece, se destaca, sobressai. O que é importante, às vezes não aparece.

Por exemplo: nosso nariz, é proeminente ou é importante? É proeminente, tá na cara, se destaca, sobressai. Aonde você vai, o nariz chega na frente e de alguns chega com folga, com garantia. Mas, dá pra viver sem nariz, sabia? Não fica bonito, mas dá pra viver!

Agora, e o coração? É proeminente? Não, é importante. Não aparece, mas não se vive sem ele.

Assim é o reino de Deus: tem coisas proeminentes, todo mundo vê, são de encher os olhos, mas o que conta no céu, é aquilo que é importante.

 

Veja esse texto de Lc 22.24: “E houve também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser o maior” (ACF).

A palavra contenda no original tem o sentido de vontade de brigar, é quase que sair no tapa. Quem? Os discípulos de Jesus (gente como a gente!). Eles discutiram sobre quem teria a posição mais elevada no céu, discutiram sobre qual deles era estrela.

Em Mt 20.20 tem outra situação. Tiago e João eram irmãos de sangue. Sabe o que eles fizeram? Combinaram o seguinte: “Vamos pedir pra nossa mamãe falar com Jesus sobre a nossa posição no céu, porque se mamãe pedir, Jesus vai atender”.

E aí, (o que uma mãe não faz pelos filhos?), está escrito no v.21, o pedido daquela mãe. A Bíblia diz que a mãe de Tiago e João se prostou aos pés de Jesus, implorando: “Senhor, quando chegar lá no Teu reino, coloca os meus “mininos” sentados um de cada lado do Senhor”. A resposta de Jesus foi, v.22: “voces não sabem o que estão pedindo”.

Tem gente que quer servir, mas não quer servir por servir, quer servir pra aparecer, pra ser estrela!

Porém, irmãos, no reino de Deus só tem uma estrela resplandecente da manhã e essa estrela é Jesus! Amém!

 

4- PORQUE É MAIS FÁCIL IGNORAR O TRABALHO DO QUE TRABALHAR

Sabe por que tem crente que não trabalha na igreja? Porque é mais fácil ignorar o trabalho do que trabalhar.

O v.2 fala que estava sendo servido o jantar. E na bacia com água pra lavar os pés, ninguém pôs a mão. Todos fizeram que não estavam vendo. Ignoraram aquele trabalho.

Uma situação: alguém chega e fala: “Pastor, nossa igreja ora pouco”. Verdade. “Pastor, nossa igreja tinha que ter oração da madrugada. As outras igrejas tem!” Verdade. Aí, se o pastor falar: “Irmão, toma aqui a chave do prédio, que amanhã eu vou avisar no culto que a partir de agora, todo dia tem oração da madrugada e o irmão, vai ser o responsável”. Cadê o irmão? Nunca mais toca no assunto, porque é mais fácil você ver o que precisa ser feito do que pegar pra fazer.

 

Essa última ceia de Jesus com os discípulos aconteceu numa casa. E qual era o costume? Quando chegava uma visita pra comer, já tinha uma bacia no canto da sala pra ser usada pra lavar os pés.

O costume judaico é não comer com os pés sujos. A gente lava as mãos, e eles, além das mãos, lavam os pés.

Primeiro, porque as estradas eram empoeiradas e os calçados abertos, eram sandálias. Segundo, a mesa dos judeus não era do tipo dessa pintura famosa do Leonardo da Vinci.

A mesa dos judeus era baixinha; as pessoas comiam sentadas em almofadas no chão, então, os pés quase encostavam na mesa, por isso, o costume de lavar os pés empoeirados da estrada.

 

Agora, olha o v.2 dizendo que o jantar estava sendo servido. Quer dizer, os discípulos caíram pra dentro: coca-cola, frango, espetinho, mandaram ver! Mas, todo mundo com pé sujo.

A bacia ficou aonde? No canto. Com certeza, eles viram, mas ninguém pegou a bacia pra lavar os pés do outro. Mas, era um serviço que precisava ser feito, eles ignoraram.

Na cultura judaica, a pessoa encarregada de lavar os pés era um dos escravos mais simples da casa.

O texto fala no v.4, que Jesus fez o quê? Levantou da mesa, tirou a capa pra facilitar os movimentos, pôs a toalha na cintura, encheu a bacia com água e começou a lavar os pés dos discípulos.

Jesus estava dizendo: “Eu vou ser esse que vai fazer o que todo mundo ignora”.

 

Sabe por que tem muita gente que não trabalha na igreja? Porque vê a bacia, mas não pega a bacia.

Irmão, se Deus te mostra uma área de serviço dentro do reino de Deus, é sinal que Deus está te chamando pra servir naquela área. Se você sentir, já é um sinal. Pegue pra fazer! Não fica só vendo a bacia.

Eu creio: Deus vai te usar aqui na igreja! Alguns lá no ministério infantil, ou no meio dos jovens, no louvor, no ministério de mulheres, a gente precisa ter o de homens. Deus vai te usar! Usar pra visitar pessoas, pra trazer gente pro batismo. Aleluia!

Eu estou crendo no meu coração, tem gente que vai dizer: “É comigo, eu não sou de ingorar serviço. Eu vou servir”. Pode dar um aplauso ao Senhor?

 

5- PORQUE TEM MEDO DAS CRÍTICAS

Sabe porque muitos não trabalham na igreja? Porque tem medo de críticas.

Quando Jesus foi lavar os pés de Pedro, Pedro falou: “Não, meus pés o Senhor não lava”. Enquanto não tinha ninguém fazendo, ninguém falava nada, mas na hora que um levantou pra fazer, logo surge alguém pra falar: “Olha só, tá fazendo, será que é pra aparecer?”

Ninguém se moveu pra lavar os pés, Jesus levantou pra fazer e Pedro já foi dizendo: “Não, os meus o Senhor não lava”. Jesus respondeu: “Então, você não tem parte comigo”. Aí Pedro reconheceu: “Tá bom, Senhor, pode lavar tudo”.

É assim que acontece. Se apresente pra trabalhar e logo vai ter alguém pra fazer uma crítica. O gigante Golias desafiava o exército de Israel fazia 40 dias, ninguém se apresentou pra encarar. No dia que Davi chegou, ele falou: “Eu vou enfrentar esse gigante”. Os irmãos falaram o quê? “Davi, você quer se mostrar?” Davi, dizia: “Não tem ninguém fazendo, pois eu pego e faço”.

Porque tem irmãos que não trabalham na igreja? Porque ficam com medo da crítica das pessoas. Escuta: Deus te capacitou pra servir. Deus tem um propósito na sua vida. Então, não dê ouvido pra conversa fiada, não!

 

6- PORQUE SE DECEPCIONARAM COM AS PESSOAS

Por último, por que há crentes que não trabalham na igreja? A razão agora é a mais forte de todas: tem irmãos que não servem na igreja, porque se decepcionaram com pessoas.

Tem muitos crentes decepcionados com líder, com pastor, com irmão Fulano ou Beltrano...

Então, deixa eu te falar uma coisa: você quer servir no reino de Deus? Tem que ter couro de jacaré; tem que ter casca grossa, porque você vai conviver com decepções, com alfinetada dos outros.

Tô te falando com experiência. Até roupa que eu escolho pra vir pro culto, havia aí uma irmã que me criticava. Não fica achando que todo mundo vai te agradar, não.

Sabe os pés de quem, Jesus lavou? No v.21 está escrito que Jesus sabia de um naquela mesa que iria traí-lO. Quer dizer, na hora de lavar os pés de Judas, Jesus já sabia que Judas era o traidor.

Irmão, Jesus é amoroso demais! Fosse um de nós lavar os pés do Judas, o traidor, heim? Eu acho que aquela bacia d’água ia criar um galo desse tamanho na testa do infeliz. Ia acabar com a janta, mas Judas ia acabar junto.

Mas, Jesus foi lá, lavou, enxugou, mesma forma de tratamento igual de todo mundo, porque quem serve, tem que saber lidar com as decepções.

Irmão, sua recompensa não vem das pessoas. Sua recompensa vem de Deus, sua recompensa vem do alto, sua recompensa vem do céu! Então, não se importe. O pensamento deve ser: Não interessa se tem Judas, não interessa se tem traidor, eu não vou parar de servir!

 

Só tem duas pessoas mencionadas no texto que se levantaram, uma está no v.4 e outra v.30.

No v.4, é Jesus que Se levanta para servir. No v.30, sabe quem que se levantou? Judas. Jesus se levantou pra servir, Judas se levantou pra trair. Cada um sabe pra que vai se levantar.

Eu vou me levantar pra servir a Deus e às pessoas que eu puder servir. E você, pra quê vai se levantar?

 

Pra terminar, eu pergunto e você responde sim ou não ou talvez. Eu te pergunto: você acredita que Deus tem uma missão pra sua vida neste mundo? Você crê que Deus tem um propósito para a sua vida dentro do reino de Deus? Você sabe de alguma coisa aqui na igreja que precisa ser feita?

Então, veja esse verso (v.17). Já que você sabe disso tudo, diz a Palavra do Senhor: “Agora que vocês sabem estas coisas, felizes serão se as praticarem”.

Não fique sentado só pra receber. Se Deus te colocou aqui na igreja, Ele tem um propósito pra você servir aqui dentro. Deus quer te usar.

Deus tem algo especialmente grandioso pra fazer através da sua vida.

 

Ministração

Sabe por que alguns ainda não servem a Deus? Porque não são crentes...

 

Pr Waltere Pacheco da Silveira, 10.11.2019

Referência: Cristian Oliveira